A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
12 pág.
administracao-publica

Pré-visualização | Página 1 de 3

Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e 
Aprimoramento Profissional via INTERNET 
 www.concursosecursos.com.br 
 
 
IETAV System - CGC: 03.755.533/0001-71 - Fone/Fax: (24) 3360-0011 
ietav@concursosecursos.com.br 
Suporte online: ICQ - 64550529 
– 1 – 
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 
 
AULA 2 
 
 
 
1.5.1.2. Estrutura 
 
1.5.1.2.1. Órgãos Superiores 
 
Detêm poder de direção, controle, decisão e comando dos assuntos de sua 
competência específica, sujeitos à subordinação e ao controle hierárquico. 
 
A sua liberdade funcional restringe-se ao planejamento e soluções técnicas, 
dentro da sua área de competência. 
Exemplos: 
 
Primeiras repartições dos órgãos independentes e dos autônomos 
 Gabinetes, 
 Secretarias Gerais 
 Inspetorias Gerais 
 Procuradorias Administrativas e Judiciais 
 Coordenadorias 
 Departamentos e Divisões. 
 
 
1.5.1.2.2. Órgãos Subalternos 
 
Hierarquizados a órgãos mais elevados. 
Reduzido poder decisório e predominância de atribuições de execução. 
Serviços de rotina, tarefas de formalização de atos administrativos, cumprimento 
de decisões superiores e primeiras soluções em casos individuais. 
 
 
1.5.1.3. Estrutura 
 
1.5.1.3.1. Órgãos simples ou unitários 
 
Um só centro de competência. 
 
O órgão é a unidade de ação; 
O cargo é o lugar reservado ao agente, 
Agente é a pessoa física que exercita as funções do órgão. 
 
www.cliqueapostilas.com.br
 Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e 
Aprimoramento Profissional via INTERNET 
 www.concursosecursos.com.br 
 
 
IETAV System - CGC: 03.755.533/0001-71 - Fone/Fax: (24) 3360-0011 
ietav@concursosecursos.com.br 
Suporte online: ICQ - 64550529 
– 2 – 
 
Inexistência de outro órgão incrustado em sua estrutura, para realizar 
desconcentradamente sua função principal ou para auxiliar seu desempenho. 
 
1.5.1.3.2. Órgãos compostos 
 
Reúnem na sua estrutura outros órgãos menores, com função principal idêntica 
– atividade fim realizada de maneira desconcentrada – ou com funções auxiliares 
diversificadas. 
 
No órgão composto, o maior e de mais alta hierarquia envolve os menores e 
inferiores, formando com eles um sistema orgânico, onde as funções são 
desconcentradas. 
 
As funções são distribuídas a vários centros de competência, que passam a 
realiza-las com mais presteza e especialização. 
 
1.5.1.4. Atuação funcional 
 
1.5.1.4.1. Órgãos Singulares ou Unipessoais 
 
Atuam e decidem através de um único agente, que é seu chefe e representante. 
Podem ter muitos outros agentes auxiliares, mas o que caracteriza sua 
singularidade é o desempenho de sua função precípua por um só agente 
investido como seu titular. 
 
A formação e manifestação de vontade desses órgãos não exigem formalidades 
nem procedimento especiais, bastando a autenticação do Chefe para que se 
tornem eficazes nos limites de sua competência legal. 
 
1.5.1.4.2. Órgãos Colegiados ou Pluripessoais 
 
Atuam e decidem pela manifestação conjunta e majoritária da vontade de seus 
membros. O que vale é a decisão da maioria, expressa na forma legal, 
regimental ou estatutária. 
 
A atuação desses órgãos tem procedimento próprio: 
 Convocação 
 Sessão 
 Verificação do quorum e impedimentos 
 Discussão 
 Votação 
 Proclamação do resultado. 
 
 
www.cliqueapostilas.com.br
 Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e 
Aprimoramento Profissional via INTERNET 
 www.concursosecursos.com.br 
 
 
IETAV System - CGC: 03.755.533/0001-71 - Fone/Fax: (24) 3360-0011 
ietav@concursosecursos.com.br 
Suporte online: ICQ - 64550529 
– 3 – 
1.5.2. Agentes Públicos 
 
Pessoas físicas incumbidas, definitiva ou transitoriamente, do exercício de 
alguma função estatal. 
 
Desempenham funções do órgão, distribuídas entre os cargos de que são 
titulares, mas excepcionalmente podem exercer funções sem cargo. 
 
CARGOS – lugares criados no órgão para serem providos por agentes que 
exercerão suas funções na forma legal. 
Integra o órgão 
 
 
 
 
 
FUNÇÕES – encargos atribuídos aos órgãos, cargos e agentes. 
Toda função é atribuída e delimitada por norma legal. 
 
 
 
 
 
 
Agentes Políticos 
Agentes Administrativos 
Agentes Honoríficos 
Agentes Delegados 
Agentes Credenciados 
AGENTES 
PÚBLICOS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
1.5.2.1. Agentes Políticos 
 
Componentes do Governo nos seus primeiros escalões investidos em cargos, 
funções, mandatos ou comissões, por nomeação, eleição, designação ou 
delegação para o exercício de atribuições constitucionais. 
 
 
www.cliqueapostilas.com.br
 Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e 
Aprimoramento Profissional via INTERNET 
 www.concursosecursos.com.br 
 
 
IETAV System - CGC: 03.755.533/0001-71 - Fone/Fax: (24) 3360-0011 
ietav@concursosecursos.com.br 
Suporte online: ICQ - 64550529 
– 4 – 
Estes agentes atuam com plena liberdade funcional, desempenhando suas 
atribuições com prerrogativas e responsabilidades próprias, estabelecidas na 
Constituição e em leis especiais. 
 
Exemplos: 
 
 Chefes do Executivo 
 Auxiliares imediatos dos Chefes do Executivo 
 Membro das Corporações Legislativas 
 Membros do Poder Judiciário 
 Membros do Ministério Público 
 Membros dos Tribunais de Contas 
 Representantes Diplomáticos. 
 
 
1.5.2.2. Agentes Administrativos 
 
Vinculam-se ao Estado ou ás suas entidades autárquicas e fundacionais por 
relações profissionais, sujeitos à hierarquia fundacional e ao regime jurídico 
determinado pela retribuição pecuniária, em regra por nomeação, e 
excepcionalmente por contrato de trabalho ou credenciamento. 
 
Não são membros de Poder de Estado, nem o representam, nem exercem 
atribuições políticas ou governamentais. 
 
São servidores públicos, com maior ou menor hierarquia, encargos e 
responsabilidades profissionais dentro do órgão ou da entidade a que servem, 
conforme o cargo, emprego ou função em que estejam investidos. 
 
Não têm poder político. Suas atribuições de chefia, planejamento, 
assessoramento ou execução, permanecem no âmbito das habilitações 
profissionais postas remuneradamente a serviço da Administração. 
 
Esses agentes administrativos ficam em tudo e por tudo sujeitos ao regime da 
entidade a que servem e às normas específicas do órgão em que trabalham, e, 
para efeitos criminais, são considerados funcionários públicos. 
 
Agentes Administrativos – modalidades de admissão: 
 
 Servidores públicos concursados 
 Servidores públicos exercentes de cargos ou empregos em comissão 
titulares de cargos ou emprego público 
 Servidores temporários. 
 
 
www.cliqueapostilas.com.br
 Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e 
Aprimoramento Profissional via INTERNET 
 www.concursosecursos.com.br 
 
 
IETAV System - CGC: 03.755.533/0001-71 - Fone/Fax: (24) 3360-0011 
ietav@concursosecursos.com.br 
Suporte online: ICQ - 64550529 
– 5 – 
1.5.2.3. Agentes Honoríficos 
 
Cidadãos convocados, designados ou nomeados para presetar, 
transitoriamente,determinados serviços ao Estado, mas sem qualquer vínculo 
empregatício ou estatutário e, normalmente, sem remuneração. 
 
Exemplos: 
 
 Jurado 
 Mesário eleitoral 
 Comissário de menores 
 
Não são servidores públicos, exercem uma função pública e, enquanto a 
desempenham, sujeitam-se à hierarquia e disciplina do órgão a que estão 
servindo, podendo perceber um pro labore e contar o período de trabalho como 
de serviços público. 
 
1.5.2.4. Agentes Delegados 
 
Recebem a incumbência da execução de determinada atividade, obra ou serviço 
público e o realizam em nome próprio, por sua conta e risco, mas segundo as 
normas do Estado e sob permanente fiscalização do delegante. 
 
Exemplos: