A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
41 pág.
NANDA - COVID 19.pdf · versão 1

Pré-visualização | Página 2 de 2

● TC Tórax (padrão em vidro fosco
● Troca de gases prejudicada ● Ventilação Mecânica (10 a 20%)
● Troca de gases prejudicada
● Ventilação espontânea prejudicada
Domínio 4 • Atividade/repouso 
Classe 4 • Respostas cardiovasculares/pulmonares 
● Padrão respiratório ineficaz relacionado a infecção respiratória caracterizado por dispneia 
Domínio 4 • 
Atividade/repouso 
Classe 4 • Respostas 
cardiovasculares/pulmonares 
Padrão respiratório ineficaz 
Domínio 3 • Eliminação e troca 
Classe 4 • Função respiratória
● Troca de gases prejudicada relacionado a infecção respiratória caracterizado por dispneia, gasometria 
arterial anormal e hipóxia
Domínio 3 • Eliminação e troca 
Classe 4 • Função respiratória
● Troca de gases prejudicada relacionado a 
infecção respiratória caracterizado por dispneia, 
gasometria arterial anormal e hipóxia
Domínio 4 • Atividade/repouso 
Classe 4 • Respostas cardiovasculares/pulmonares
● Ventilação espontânea prejudicada relacionada a infecção respiratória caracterizado por diminuição da 
pressão parcial de oxigênio (PO2), diminuição na saturação arterial de oxigênio (SaO2), dispneia, 
aumento da frequência cardíaca, aumento da pressão parcial de dióxido de carbono (PCO2)
Domínio 11 • Segurança/proteção 
Classe 6 • Termorregulação
pg 425
● Hipertermia relacionada a infecção respiratória caracterizada por temperatura axilar aumentada e pele 
quente ao toque 
Hipertermia x Termorregulação ineficaz
● Pg 430
Domínio 12 • Conforto 
Classe 1 • Conforto físico
pg 436
● Dor aguda relacionada a agente biológico lesivo caracterizado por autorrelato da intensidade usando 
escala padronizada da dor
Grupo
COVID-19 com complicações
Possíveis diagnósticos de enfermagem a 
serem analisados para cada caso específico: 
● Resposta disfuncional ao desmame 
ventilatório
● Risco de função hepática prejudicada
● Risco de choque
● Risco de tromboembolismo venoso
Outros: 
● Débito cardíaco diminuído e Risco de 
Débito cardíaco diminuído
● Risco de perfusão tissular cerbral ineficaz
Complicações 
● Em estudo realizado em Wuhan a complicação mais comum decorrente da covid-19 foi a sepse 
(detectada em 100% dos pacientes mortos e 42% dos sobreviventes), seguida de insuficiência 
respiratória (98% versus 36%).
● "Casos de sepse e choque séptico normalmente vêm associados à chamada coagulação intravascular 
disseminada e que, por si só, eleva o dímero-D“
● Aumento de AST e ALT
Fonte: https://www.bbc.com/portuguese/geral-51810488
● Risco de choque 
● Risco de tromboembolismo venoso
● Risco de função hepática prejudicada
https://www.bbc.com/portuguese/geral-51810488
Domínio 4 • Atividade/repouso 
Classe 4 • Respostas cardiovasculares/pulmonares
pg 235
● Resposta disfuncional ao desmame ventilatório relacionada a história de dependência do ventilador 
por > 4 dias e história de tentativas de desmame malsucedidas caracterizado por......
Características definidoras leves, moderadas e graves
Características definidoras
Características definidoras
Domínio 2 • Nutrição 
Classe 4 • Metabolismo 
pg 175
● Risco de função hepática prejudicada relacionada a infecção viral
 Nos quadros graves há aumento de AST e ALT e Billirrubina total
Domínio 11 • Segurança/proteção 
Classe 2 • Lesão física
pg 378
● Risco de choque relacionado a infecção
Domínio 11 • Segurança/proteção 
Classe 2 • Lesão física
pg 406
● Risco de tromboembolismo venoso relacionado a mobilidade prejudicada e aumento de dímero D
Lembrando!
● A aula apresentada é uma oportunidade para conhecimento de títulos de diagnósticos de enfermagem da 
NANDA-I, bem como para discussão de possíveis diagnósticos de enfermagem em situação específica 
(Coronavírus e COVID-19).
● Enfatiza-se que os diagnósticos de enfermagem devem ser realizados de forma individual após a 
identificação das respostas humanas de cada paciente, família ou coletividade. 
● É importante analisar individualmente cada caso para igualmente identificar os indicadores diagnósticos 
(fatores relacionados, características definidoras e fatores de risco)
● Na aula foram traçados indicadores (fatores relacionados, características definidoras e fatores de risco) 
com o objetivo de estudo, análise e discussão em grupo (live). Não representam necessariamente o que 
deve ser traçado no cotidiano para cada paciente específico. 
● Alguns fatores relacionados foram traçados em busca de especificar a situação de saúde atual, porém
alguns deles são fatores relacionados não modificáveis de forma independente pelo enfermeiro. Na
prática clínica um cuidado que o enfermeiro deve ter é buscar indicadores que possibilitem a nossa
atuação independente.
Professora Poly
Contato
Acesse nosso site:
www.professorapoly.com.br/
/professorapoly
http://www.professorapoly.com.br/