Buscar

Política Externa Brasileira Contemporânea (1)

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 27 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 27 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 27 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Política Externa Brasileira Contemporânea 
Questão 1/10 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“O setor cultural brasileiro e a interação entre setores culturais e educacionais externos foram
ganhando adensamento, ainda que não tenha sido um processo linear. O próprio MinC voltou à
condição de Secretaria nos anos de 1990, retomando o status de Ministério em 2003. Em toda
reforma ministerial que ocorre, o tema volta à tona, tendo em vista que cultura não seria, digamos,
grande prioridade quando comparada a outras áreas, como saúde, infraestrutura e educação – sendo
esta última um setor com o qual a cultura apresenta forte interdependência”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 3 - Desafios da promoção da diplomacia cultural do Brasil
no exterior).
Partindo do conteúdo discutido na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”, examine
os enunciados abaixo e assinale a alternativa que faz uma análise correta das políticas culturais no
âmbito da política externa brasileira do século XXI.
I. Do ponto de vista econômico, a chamada indústria criativa se adequou perfeitamente aos anseios
de aumento da pauta de exportação nacional.
II. Houve a promoção da inclusão social, ao ampliar o arco das representações culturais dignas de
“exportação” e assim expandir a economia da cultura.
III. Se destacaram políticas de criação de vínculos de identidade e reconhecimento de raízes,
fortalecimento dos blocos regionais, aproximação com países e regiões estratégicas e o
desenvolvimento da cooperação Sul-Sul.
IV. A Lei Rouanet faz parte desse rol de políticas culturais brasileiras e, até o fim de 2018, era
sustentada por um tripé: o Fundo Nacional de Cultura (FNC), os Fundos de Investimento Cultural e
Artístico (Ficart) e o incentivo a projetos culturais por meio de renúncia fiscal (mecenato).
A
Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
B
Apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
C
Apenas as afirmativas I, III e IV estão corretas.
D
Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
E
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
Questão 2/10 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Afirmar que o conceito contemporâneo de direitos humanos surgiu em 1945 pode parecer
equivocado, visto que já houve inúmeras normas para lidar com essas questões em séculos
anteriores. Na realidade, a discussão dos direitos fundamentais da pessoa humana começou bem
antes do século XX. A diferença, porém, encontra-se na conformação mais específica desse sistema
depois de 1945 e na pretensão objetiva de internacionalizá-lo, tornando-o obrigatório a todos os
Estados, ou seja, a toda a humanidade, por ser percebido como essencial”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 2).
Partindo do material apresentado na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”, que
trata do conceito de direitos humanos, examine as afirmativas abaixo, marcando-as com V para
verdadeiro e F para falso para, em seguida, selecionar a alternativa com a sequência correta.
( ) I. Direitos humanos é uma expressão intrinsecamente ligada ao direito internacional público.
( ) II. Os direitos humanos são direitos que garantem às pessoas sujeitas à jurisdição de um dado
Estado meios de vindicação de seus direitos, para além do plano interno, nas instâncias
internacionais de proteção.
( ) III. Os direitos humanos são direitos protegidos pela ordem internacional (especialmente por
tratados multilaterais, globais ou regionais) contra as violações e arbitrariedades que um Estado
possa cometer às pessoas sujeitas a sua jurisdição.
( ) IV. Quando se fala em “direitos humanos”, o que tecnicamente se está a dizer é que há direitos
que são garantidos por normas de índole internacional, isto é, por declarações ou tratados
celebrados entre Estados com o propósito específico de proteger os direitos das pessoas sujeitas à
sua jurisdição.
A
F, V, F, V.
B
F, V, F, F.
C
V, V, V, V.
D
V, V, F, F.
E
V, F, V, F.
Questão 3/10 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Analisando as relações internacionais do Governo Lula (2003-2010), encontramos tanto a
continuidade quanto o aprofundamento de algumas ações de FHC em seu segundo mandato.
Segundo o ex-chanceler Celso Amorim (2015), a política externa brasileira do Governo Lula pode
ser classificada como ativa e altiva, visto que deu enfoque a uma agenda para o século XXI que
reforçou a projeção internacional do país, com base em seu poder brando”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 1).
Considerando o conteúdo apresentado na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”,
que trata das características da política externa do governo Lula, examine os enunciados abaixo e
assinale a alternativa que faz uma análise correta.
I. No campo econômico, o governo Lula caracterizou-se pelas atividades realizadas no setor
financeiro do G20 no período pós-2008.
II. No âmbito da Unasul, com o estabelecimento da Conselho de Defesa Sul-Americano (CDS),
houve novos desenvolvimentos na cooperação no campo da segurança e defesa.
III. O governo Lula elegeu os Estados Unidos, Chile e Israel como prioridades da política externa
brasileira. Quebrando a tradição diplomática das relações bilaterais, a Argentina, principal parceiro
da América do Sul, foi excluída da agenda.
IV. No campo do multilateralismo, o Brasil teve um papel de liderança na criação do G20 comercial
para as negociações da Rodada Doha do Desenvolvimento na OMC e conquistou a presidência da
organização em 2013, com o embaixador Roberto Azevedo.
A
Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
B
Apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
C
Apenas as afirmativas I, II e IV estão corretas.
D
Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
E
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
Questão 4/10 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“As formas tradicionais de pensar e fazer política (baseadas em conflitos e fronteiras) foram
tornando-se mais flexíveis. Ainda que presas à bipolaridade em alguns níveis, as lógicas de
negociação e convivência entre os povos gradualmente modificaram-se, buscando destacar temas
econômicos, sociais e referentes a bens comuns. Essa mudança de enfoque englobou o próprio
conflito americano-soviético, visto que deu início às negociações sobre o desarmamento”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 1: O panorama internacional após a Guerra Fria).
 
Considerando os ensinamentos apreendidos na disciplina “Política Externa Brasileira
Contemporânea”, assinale a alternativa que faz uma análise correta do conceito de poder
brando, desenvolvido por Joseph Nye.
A
O poder brando abarca os recursos de caráter mais tradicional, como armamentos e capacidade 
industrial e instalada.
B
O poder brando, também conhecido como poder de cooptação, está associado às formas de 
poder ideológico, social e econômico exercidas de maneira mais sutil.
C
O poder brando significa toda probabilidade de impor à vontade numa relação social, mesmo 
contra resistências, seja qual for o fundamento dessa probabilidade.
D
O poder brando é, com efeito, esse poder invisível, o qual só pode ser exercido com a 
cumplicidade daqueles que não querem saber que lhe estão sujeitos ou mesmo que o exercem.
E
O poder brando é entendido como uma prática social constituída historicamente. São formas
díspares, heterogêneas, em constante transformação. Nesse sentido, o poder está por toda parte
e provoca ações e uma relação flutuante, estando concentrado em instituições e em pessoas.Questão 5/10 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Historicamente, as questões associadas à cultura nas relações internacionais, como educação,
manifestações culturais, projetos de cooperação e desenvolvimento, ciência e conhecimento, são
gerenciados pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco –
United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization). A entidade foi criada entre 1945
e 1946 com base na premissa de que a paz precisava ser estabelecida, tendo em vista a moral da
humanidade e a solidariedade intelectual”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 3 - O papel da Unesco).
Considerando os ensinamentos apreendidos na disciplina “Política Externa Brasileira 
Contemporânea”, assinale a alternativa que melhor descreve o conceito de interculturalidade.
A
Instituições que produzem e distribuem serviços e bens culturais.
B
Manifestações culturais que resultam da criatividade de indivíduos, grupos e sociedades. Têm 
aporte cultural.
C
Caráter simbólico, dimensão artística e valores culturais que se originam ou se expressam nas 
identidades culturais.
D
Interações de natureza cultural que podem dar origem a expressões culturais compartilhadas,
sustentadas no diálogo e respeito mútuo.
E
Iniciativas culturais regionais, nacionais ou internacionais que incidem nas expressões 
culturais, bem como na criação, produção, difusão e distribuição de atividades dessa natureza.
Questão 6/10 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“A criação, em 2003, da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e
Investimentos), ligada ao antigo Ministério da Indústria, Desenvolvimento e Comércio, representou
um salto qualitativo nas atividades relacionadas ao setor cultural e tem ajudado no
reposicionamento do país no mundo”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 3 - O Brasil e a diplomacia cultural).
Partindo do material apresentado na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”, que
trata das áreas de atuação da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos
(Apex-Brasil), examine as afirmativas abaixo, marcando-as com V para verdadeiro e F para falso
para, em seguida, selecionar a alternativa com a sequência correta.
( ) I. Podemos afirmar que a Apex-Brasil atua com atração de investimentos.
( ) II. A Apex-Brasil atua com inteligência de mercado e qualificação empresarial.
( ) III. A Apex-Brasil atua com estratégia para a internacionalização e promoção de negócios e
imagem.
( ) IV. Podemos afirmar que a Apex-Brasil atua com aplicação de pesquisa de intenção de voto e
avaliação de governo.
A
F, F, F, V.
B
F, V, F, F.
C
V, V, V, V.
D
V, V, V, F.
E
F, F, V, V.
Questão 7/10 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“É preciso entender o que é cultura para, assim, compreender o que é diplomacia cultural. O
conceito de cultura que adotamos deriva do livro Diplomacia cultural: seu papel na política externa
brasileira, de Edgar Telles Ribeiro (2011). De acordo com o autor, na área de antropologia, a cultura
é a soma de hábitos, costumes e realizações de um indivíduo, uma comunidade, um povo, ao longo
de sua história. (Ribeiro, 2011, p. 29)”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 3 - Diplomacia cultural).
Considerando os ensinamentos apreendidos na disciplina “Política Externa Brasileira
Contemporânea”, que trata da definição de diplomacia cultural, examine os enunciados abaixo e
assinale a alternativa que faz uma análise correta.
I. As atividades de diplomacia cultural são aquelas apoiadas e financiadas exclusivamente pelo
Estado.
II. Em termos práticos, a diplomacia cultural pode ser exercida por diversos canais que envolvem
atividades distintas, por exemplo, educação, artes, mídias audiovisuais, livros, revistas,
intercâmbios, propagandas, esportes e eventos.
III. Podemos apontar que a cultura e as relações culturais compõem o campo da diplomacia cultural,
que utilizaria a relação cultural para a consecução de objetivos nacionais de natureza não somente
cultural, mas também política, comercial ou econômica.
IV. O campo da diplomacia cultural é entendido como aquele referente à utilização das questões ou
fatores culturais para alcançar objetivos relativos à política externa, pressupondo o alcance de metas
estabelecidas por determinados projetos de desenvolvimento nacional ou projeção internacional.
A
Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
B
Apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
C
Apenas as afirmativas II, III e IV estão corretas.
D
Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
E
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
Questão 8/10 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Outras linhas teóricas demonstram que fenômenos como a globalização e a regionalização
tornariam a cooperação e a interdependência entre as sociedades (características que compõem suas
bases) dominantes ao ultrapassarem transnacionalmente as fronteiras. A origem tanto da cooperação
quanto da interdependência não acontece nos anos de 1990: ela já vinha se desenvolvendo, mas
acelerou com o aumento da ação coletiva e o aprofundamento da relevância dos temas econômicos,
sociais e culturais entre os anos de 1950 e 1970”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 1).
Partindo do material apresentado na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”, que
trata da premissa da globalização como interpretação para o cenário pós-Guerra Fria, examine as
afirmativas abaixo, marcando-as com V para verdadeiro e F para falso para, em seguida, selecionar
a alternativa com a sequência correta.
( ) I. A função primordial da globalização é criar blocos como espaços preferenciais.
( ) II. Temos por verdadeiro que a globalização e a regionalização podem ser tanto excludentes
quanto complementares.
( ) III. Podemos afirmar que a transnacionalização e a interdependência, além de comporem uma
visão de mundo cada vez mais sustentada em valores universais e similares, são a base da
globalização.
( ) IV. A globalização apresenta escala global, tendo como premissa a criação de um mundo único,
sem fronteiras, por meio da aceleração do contato entre os Estados e do aprofundamento dos laços
de cooperação.
A
F, V, V, V.
B
F, V, F, F.
C
V, V, F, V.
D
V, V, F, F.
E
V, F, V, F.
Questão 9/10 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Um passo importante para consolidar essas visões foi a realização da Rio-92. A conferência
consolidou, como indica Alves (2013), um novo conceito de desenvolvimento, fundamentado nos
aspectos econômicos, sociais e ambientais. Naquela ocasião, os governos de Fernando Collor
(1990-1992) e de Itamar Franco (1992-1994) solidificaram o compromisso do Brasil com os temas
do desenvolvimento e sua correlação com o meio ambiente, concepção que passou a dominar a
discussão nesse campo. Consolidou-se, assim, a percepção de desenvolvimento sustentável”
(Adaptado).
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 4 - As questões ambientais).
Partindo do material apresentado na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”, que
trata do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), examine as afirmativas abaixo, marcando-as
com V para verdadeiro e F para falso para, em seguida, selecionar a alternativa com a sequência
correta.
( ) I. Podemos afirmar que o Coeficiente de Gini faz parte da composição do IDH.
( ) II. O IDH refere-se exclusivamente à medição da desigualdadede renda das populações.
( ) III. O IDH é uma medida resumida do progresso a longo prazo em três dimensões básicas do
desenvolvimento humano: renda, educação e saúde.
( ) IV. O IDH é composto pelos seguintes índices complementares: Índice de Desenvolvimento
Humano Ajustado à Desigualdade (IDHAD), Índice de Desigualdade de Gênero (IDG) e Índice de
Pobreza Multidimensional (IPM).
A
F, F, F, V.
B
F, V, F, F.
C
V, V, V, V.
D
V, V, V, F.
E
F, F, V, V.
Questão 10/10 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Analisar os antecedentes dos direitos humanos remete aos primeiros estudos das áreas de direito,
filosofia e ciência política, associados à constituição dos Estados e das sociedades. Nessa
perspectiva, podemos citar como exemplos os conceitos de democracia e participação popular
seguidos pelos pensadores clássicos do contratualismo e dos direitos naturais. Nos séculos XVII e
XVIII, teóricos como Thomas Hobbes, John Locke e Jean Jacques Rousseau estabeleceram a
imagem das pessoas providas de direitos fundamentais e que viviam em imaginários “Estados de
Natureza”, superados por um pacto mútuo. Denominado de contrato social, tal pacto gerava um
“Estado civil” e a “sociedade civil”, criando a constituição dos direitos básicos e as normas de
convivência interna”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 2).
Partindo do material apresentado na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”, que
trata das principais características dos direitos humanos, examine as afirmativas abaixo, marcando-
as com V para verdadeiro e F para falso para, em seguida, selecionar a alternativa com a sequência
correta.
( ) Podemos afirmar que dignidade, autonomia e historicidade são componentes do conceito de
direitos humanos.
( ) Inviolabilidade, essencialidade e imprescritibilidade estão entre as principais caraterísticas dos
direitos humanos.
( ) Proibição do retrocesso, inalienabilidade e indisponibilidade fazem parte do conjunto de
características dos direitos humanos.
( ) Entre as importantes características dos direitos humanos estão o segredo de justiça, o foro
privilegiado e a soberania estatal.
A F, F, F, V.
B F, V, F, F.
C V, V, V, V.
D V, V, V, F.
E F, F, V, V.
Questão 11 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“A DUDH, já citada anteriormente, estabelece princípios sobre o direito à vida, à liberdade e à
igualdade, os quais também se encontram presentes na Carta da ONU. As questões de
desenvolvimento estão previstas no art. 55 desse documento, único dispositivo que utiliza essa
expressão (Alves, 2013)”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 4 - A ONU e a questão do desenvolvimento).
Partindo do conteúdo discutido na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”, examine
os enunciados abaixo e assinale a alternativa que faz uma análise correta das características do
Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).
I. O Pnud se concentra na promoção do desenvolvimento integrado e humano.
II. O Pnud foca-se no desenvolvimento e financiamento de programas de Cooperação Sul-Sul.
III. O Pnud lida com o gerenciamento da dívida externa e com Criação da Nova Ordem Econômica
Internacional (Noei).
IV. O Pnud atua com estudos para o desenvolvimento e com o Índice de Desenvolvimento Humano
(IDH).
A
Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
B
Apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
C
Apenas as afirmativas I, II e IV estão corretas.
 
D
Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
E
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
Questão 12 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Após a Segunda Conferência Mundial em Viena, o Brasil estabeleceu o primeiro Plano Nacional
de Direitos Humanos (PNDH) no governo Fernando Henrique Cardoso, em 1996. Em 1997, foi
criado o Ministério dos Direitos Humanos, a partir do qual se desmembram secretarias especiais de
atuação que atuam na promoção dos direitos humanos, conforme as convenções assinadas pelo
Brasil”.
Fonte: Rota de Aprendizagem 2 (Tema: Ampliação do ativismo nos anos 1990).
Considerando o conteúdo apresentado na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”,
examine os enunciados abaixo e assinale a alternativa que descreve acertadamente, sobre as
diretrizes do Plano Nacional de Diretos Humanos (PNDH).
I. As principiais diretrizes do PNDH são educação, cultura em direitos humanos e direito à memória
e à verdade.
II. As principiais diretrizes do PNDH são desenvolvimento, direitos humanos e interação
democrática entre Estado e sociedade civil.
III. As principiais diretrizes do PNDH são a focalização das políticas públicas como estratégias de
redistribuição de renda e negacionismo científico.
IV. As principiais diretrizes do PNDH são segurança pública, acesso à justiça, combate à violência
bem como universalização dos direitos em contexto de desigualdades.
A
Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
 
B
Apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
C
Apenas as afirmativas I, II e IV estão corretas.
D
Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
 
E
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
Questão 13 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Diante da aceleração dos fenômenos sociais, políticos, econômicos, estratégicos e culturais, o
sistema internacional passou a ser caracterizado por uma mistura de fenômenos estatais e não
estatais, da qual emergiram temáticas como a da interdependência e da transnacionalização
(Keohane; Nye Jr., 1981, 1989)”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 1).
Considerando os ensinamentos apreendidos na disciplina “Política Externa Brasileira
Contemporânea”, assinale a alternativa que melhor descreve o entendimento de
interdependência.
A
A interdependência está associada às formas de poder ideológico, social e econômico exercidas
pelos países de maneira mais sutil.
B
A interdependência refere-se ao estreitamento dos laços entre os atores e à criação de
dependências mútuas entre eles, que passam a ser afetados diretamente uns pelos outros.
C
A interdependência relaciona-se diretamente com o processo de reconfiguração do equilíbrio de
poder entre as nações do Primeiro e do Terceiro Mundo, haja vista que prevê que os países do
Terceiro Mundo assumam maior protagonismo internacional.
D
A interdependência é a prática de comércio internacional em que as transações são realizadas
livremente entre três ou mais nações, com base em tratados que eliminam ou reduzem
substancialmente as barreiras protecionistas entre os países membros.
 
E
A interdependência relaciona-se à fragilidade das fronteiras dos Estados, isto é, ao fato de as
questões internacionais não se limitarem mais ao território, visto que envolvem fluxos globais
de transportes, pessoas, tecnologia e transações de outras naturezas além da econômica.
Questão 14 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“O fim da Guerra Fria (1947-1989) trouxe inúmeras transformações à ordem mundial nos âmbitos
político, econômico, estratégico, diplomático e social. Elas se caracterizaram pela aceleração de
antigos fenômenos presentes na política mundial e pela criação de novas realidades, temas e fóruns
de negociação. Como exemplo, podemos citar o incremento das trocas econômicas, a maior
facilidade de comunicação e mobilidade de pessoas, a ampliação dos contatos entre os povos em
termos sociais, a preocupação com o meio ambiente, os direitos humanos e as negociações
comerciais”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ªedição, 2019 (Capítulo 1).
 
Partindo do material apresentado na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”, que
trata do panorama internacional após a Guerra Fria, examine as afirmativas abaixo, marcando-as
com V para verdadeiro e F para falso para, em seguida, selecionar a alternativa com a sequência
correta.
( ) I. Após a Guerra Fria houve a consolidação da visão de que as características dos conflitos no
sistema internacional são exclusivamente de natureza ideológicas e militares.
( ) II. Em uma análise do mundo após 1989, a primeira constatação que podemos fazer é que o
sistema internacional promoveu mudanças importantes nas configurações de poder.
( ) III. O pós Guerra Fria trouxe a predominância do conceito realista moderno baseado no
pressuposto do Estado enquanto entidade básica do sistema internacional, cujas principais
características são o egoísmo e os interesses, e cujo comportamento é otimizar esses interesses.
( ) IV. Nesse contexto, temos a criação da Organização das Nações Unidas (ONU), do Banco
Mundial (BM) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) que gerou espaço para a expansão de
novas formas de relacionamento entre os Estados por intermédio de instituições internacionais.
A
F, V, F, V.
B
F, V, F, F.
C
V, V, F, V.
D
V, V, F, F.
E
V, F, V, F.
Questão 15 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Em 1958, no âmbito da OIT, foi assinada a Convenção sobre a Discriminação em Matéria de
Emprego e Profissão, com o objetivo de garantir igualdade e liberdade a todos os cidadãos.
Posteriormente, em 1966, foram assinados o Pacto Internacional sobre os Direitos Econômicos,
Sociais e Culturais (Pidesc) e o Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos (PIDCP), que
estabelecem amplos direitos no campo do bem-estar e da participação social e política. Tais direitos
devem ser objeto de garantia e proteção internacional, refletindo-se na ação dos Estados que
ratificaram e fazem parte dos respectivos pactos”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 2 - A construção e a evolução do Sistema Onusiano: da
Segunda Guerra à Guerra Fria).
Considerando o conteúdo apreendido em “Política Externa Brasileira Contemporânea”, analise
quais das características apresentadas abaixo correspondem aos direitos previstos no Pacto
Internacional sobre os Direitos Econômicos, Sociais e Culturais - PIDESC (identificando-as pela
letra C) e quais correspondem ao Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos - PIDCP
(identificando-as pela letra P) para, depois, assinalar a alternativa que apresente a sequência correta.
( ) 1. Esse pacto garante os direitos à não exploração infantil e à participação na vida cultural da
comunidade.
( ) 2. Esse pacto garante os direitos ao trabalho, à remuneração justa e à equidade salarial entre
homens e mulheres.
( ) 3. Esse pacto garante os direitos de votar e de tomar parte do governo bem como às liberdades de
pensamento, consciência e religião.
( ) 4. Esse pacto garante os direitos às liberdades de opinião e de expressão bem como à liberdade
de movimento e a uma nacionalidade.
A
1- C, 2- C, 3- P, 4- P
B
1- P, 2- P, 3- C, 4- C
C
1- C, 2- P, 3- P, 4- C
D
1- C, 2- C, 3- C, 4- P
E
1- P, 2- C, 3- C, 4- C
Questão 16 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Diante da aceleração dos fenômenos sociais, políticos, econômicos, estratégicos e culturais, o
sistema internacional passou a ser caracterizado por uma mistura de fenômenos estatais e não
estatais, da qual emergiram temáticas como a da interdependência e da transnacionalização
(Keohane; Nye Jr., 1981, 1989)”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 1).
Considerando os ensinamentos apreendidos na disciplina “Política Externa Brasileira 
Contemporânea”, assinale a alternativa que melhor descreve o conceito de 
transnacionalização.
A
A transnacionalização é concebida como a arte de policiar as forças sociais e pressupõe uma 
primazia do coletivo sobre o individual.
B
A transnacionalização é um conjunto cujos elementos constitutivos se parecem mais entre eles 
do que com aqueles situados nas regiões vizinhas.
C
A transnacionalização designa o processo pelo qual os territórios pouco ou nada conectados uns
aos outros formam pouco a pouco um conjunto regional distinto do resto do mundo.
D
A transnacionalização pode designar uma forma de ideologia política, econômica ou gerencial 
que leva um ator a pensar que a vizinhança regional deve ser a prioridade estratégica de sua 
ação.
E
A transnacionalização relaciona-se à fragilidade das fronteiras dos Estados, isto é, ao fato de as 
questões internacionais não se limitarem mais ao território, visto que envolvem fluxos globais 
de transportes, pessoas, tecnologia e transações de outras naturezas além da econômica.
Questão 17 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“O ano de limitação de 1989 marcaria a fronteira entre o que já seria o ultrapassado regime
moderno de historicidade, orientado pelo porvir, e o atual regime de historicidade caracterizado pela
primazia do presente (HARTOG, 2003 apud MARQUES, 2014). No mesmo ano, na encruzilhada
do gradual colapso político da antiga União Soviética no final da Guerra Fria, o cientista político
americano Francis Fukuyama deu a primeira explicação para o cenário que se apresentava,
ganhando espaço após 1989”.
Fonte: Rota de Aprendizagem 1 (Tema: Interpretações para o cenário pós-guerra fria: o fim da
história e o choque de civilizações).
Levando em conta o conteúdo da disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”, que
aborda as interpretações para o cenário pós-Guerra Fria, examine os enunciados abaixo e assinale a
alternativa que faz uma análise correta da tese “O fim da história” de Francis Fukuyama.
I. Um pressuposto associado à tese de Fukuyama era o predomínio dos Estados Unidos como líder
do sistema internacional.
II. Para Fukuyama, conflito parece ser sinônimo de um choque ideológico entre diferentes povos, e
sem essas diferenças não haveria mais conflitos. Portanto, é natural e pacífico aderir ao liberalismo.
III. A tese de Fukuyama afirma que o período pós-Guerra Fria dividirá o mundo em sete ou oito
civilizações baseadas em conflitos entre diferentes culturas. Essa teoria também foi sistematizada na
ideia do Ocidente contra o resto.
IV. Dentro dessa perspectiva, o fim da disputa bipolar, proveniente do choque ideológico entre
Estados Unidos e União Soviética, e a ausência de modelos alternativos ao liberalismo, que se
disseminava e universalizava, significavam a eliminação de todas as guerras.
A
Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
B
Apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
C
Apenas as afirmativas I, II e IV estão corretas.
D
Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
E
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
Questão 18 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“O Brasil liderou a elaboração da Agenda 21, importante documento que auxiliou na
implementação de uma visão abrangente e humanista de desenvolvimento sustentável. Segundo
Lago (2006, p. 76), a Agenda 21 é um programa de ação que atribui novas dimensões à cooperação
internacional e estimula os governos, a sociedade civil e os setores produtivo, acadêmico e
científico a planejar e executar juntos programas destinados a mudar as concepções tradicionais de
desenvolvimento econômico e de proteção do meio ambiente”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 4 - Agenda 21).
 
Considerando o conteúdo discutido na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”, que
trata dos meios de implementaçãoda Agenda 21, examine as afirmativas abaixo, marcando-as com
V para verdadeiro e F para falso para, em seguida, selecionar a alternativa com a sequência correta.
( ) I. Um dos meios de implementação da Agenda 21 se refere a busca por recursos e meios de
financiamento.
( ) II. Podemos afirmar que a implementação da Agenda 21 depende de informação para a tomada
de decisões.
( ) III. Um dos meios de implementação da Agenda 21 é a utilização da ciência para o
desenvolvimento sustentável.
( ) IV. A implementação da Agenda 21 ocorre por meio de transferência de tecnologia
ambientalmente saudável, cooperação e fortalecimento institucional.
A
F, F, F, V.
B
F, V, F, F.
C
V, V, V, V.
D V, V, V, F
E
F, F, V, V.
Questão 19 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Huntington entende que, com a queda do Muro de Berlim, que simbolizava a crise do paradigma e
a destruição da primeira matriz institucional da Guerra Fria, surge uma segunda cuja principal
consequência é que o eixo central da política mundial no futuro tende a ser o conflito entre 'o
Ocidente e o Resto', e as respostas das civilizações não ocidentais ao poderio e aos valores do
Ocidente (CHIAPPIN, 1994)”.
Fonte: Rota de Aprendizagem 1 (Tema: Interpretações para o cenário pós-guerra fria: o fim da
história e o choque de civilizações).
Considerando os ensinamentos apreendidos na disciplina “Política Externa Brasileira
Contemporânea”, que trata das interpretações para o cenário pós-Guerra Fria, examine os
enunciados abaixo e assinale a alternativa que faz uma análise correta da tese “O choque de
civilizações” de Samuel Huntington.
I. A perspectiva defendida por Huntington enfatiza o predomínio do Japão como líder do sistema
internacional.
II. Para a tese de Huntington, não haveria como estabelecer um sistema internacional de paz porque
a análise proposta da política mundial falha em capturar seus aspectos culturais e civilizacionais.
III. A obra O Choque das Civilizações, de Samuel Huntington afirma que o período pós-Guerra Fria
dividirá o mundo em sete ou oito civilizações baseadas em conflitos entre diferentes culturas.
IV. De acordo com essa tese, a história humana é, no seu sentido mais abrangente, uma história das
civilizações. E é esta dimensão da política internacional que cada vez mais vai moldar e determinar
a configuração e o arranjo institucional do sistema internacional e, com isso, os novos
agrupamentos e alianças de poder.
A
Apenas as afirmativas II, III estão corretas.
B
Apenas as afirmativas III, IV estão corretas.
 
C
Apenas as afirmativas II, III e IV estão corretas.
D
Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
E
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
Questão 20 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Cabe lembrar que 2015 era o ano de previsão para o cumprimento dos ODM. Porém, como
indicado, a maioria das metas não foi alcançada – mesmo em 2012, ano de realização da Rio+20,
elas não haviam sido totalmente cumpridas. O documento “O futuro que queremos” abriu portas
para novas ações no campo do desenvolvimento, com sobreposição e repetição de temas dos ODM.
Essas ações foram renomeadas como Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), e definiu-
se uma nova data para sua realização: 2030”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 4 - Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)).
Partindo do conteúdo discutido na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”, examine
os enunciados abaixo e assinale a alternativa que faz uma análise correta dos Objetivos de
Desenvolvimento Sustentável (ODS).
I. Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos e assegurar o
acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos.
II. Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares e acabar com a fome;
alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável.
III. Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades, assegurar
a educação inclusiva e equitativa de qualidade e promover oportunidades ao longo da vida para
todos.
IV. Assegurar padrões de produção e consumo sustentáveis; tomar medidas urgentes para combater
a mudança do clima e os seus impactos; e conservar e usar sustentavelmente os oceanos, mares e
recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável.
A
Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
B
Apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
C
Apenas as afirmativas I, III e IV estão corretas.
D
Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
E
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
Questão 21 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Relacionado à globalização, o aumento do contato entre as sociedades é caracterizado por duas
tendências que podem ser tanto complementares quanto excludentes: por um lado, é mais fácil
expor e conhecer as individualidades específicas dos povos por meio dos canais de exercício da
diplomacia cultural; por outro, esses canais podem facilitar a massificação de algumas visões de
mundo, favorecidas pelos poderes financeiro e político mais acentuados de alguns grupos sociais”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 3 - Diplomacia cultural).
Considerando o conteúdo apresentado na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”,
examine os enunciados abaixo e assinale a alternativa que descreve acertadamente os meios
disponíveis para o exercício público e privado da diplomacia cultural.
I. Os meios para o exercício público e privado da diplomacia cultural são integração e mutualidade
na programação.
II. Os meios para o exercício público e privado da diplomacia cultural são intercâmbio de pessoas e
promoção da arte e dos artistas.
III. Os meios para o exercício público e privado da diplomacia cultural são apoio a projetos de
cooperação intelectual e apoio a projetos de cooperação técnica.
IV. Os meios para o exercício público e privado da diplomacia cultural são ensino da língua como
veículo de valores e distribuição integrada de material de divulgação.
A
Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
 
B
Apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
C
Apenas as afirmativas I, III e IV estão corretas.
D
Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
E
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
Questão 22 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Em 2000, a realização da Cúpula do Milênio e o estabelecimento dos ODM gerou muito otimismo,
uma vez que, pela Declaração do Milênio, os Estados comprometiam-se a cooperar e a implementar
políticas públicas nacionais e internacionais para alcançar as metas de desenvolvimento sustentável
e de erradicação da pobreza”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 4 - Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM)).
Partindo do conteúdo discutido na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”, examine
os enunciados abaixo e assinale a alternativa que faz uma análise correta dos Objetivos de 
Desenvolvimento do Milênio (ODM).
I. Erradicar a pobreza extrema e a fome e universalizar a educação primária.
II. Melhorar a saúde materna e combater o HIV/AIDS, a malária e outras doenças.
III. Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres e reduzir a mortalidade na 
infância.
IV. Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes, revolucionários e
sustentáveis.
A
Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
B
Apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
C
Apenas as afirmativas I, III e IV estão corretas.
D
Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.E
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
Questão 23 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Outras linhas teóricas demonstram que fenômenos como a globalização e a regionalização
tornariam a cooperação e a interdependência entre as sociedades (características que compõem suas
bases) dominantes ao ultrapassarem transnacionalmente as fronteiras. A origem tanto da cooperação
quanto da interdependência não acontece nos anos de 1990: ela já vinha se desenvolvendo, mas
acelerou com o aumento da ação coletiva e o aprofundamento da relevância dos temas econômicos,
sociais e culturais entre os anos de 1950 e 1970”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 1).
Partindo do material apresentado na disciplina de “Política Externa Brasileira Contemporânea”, que
trata da premissa da regionalização como interpretação para o cenário pós-Guerra Fria, examine as
afirmativas abaixo, marcando-as com V para verdadeiro e F para falso para, em seguida, selecionar
a alternativa com a sequência correta.
( ) I. A regionalização pressupõe a construção de espaços regionais entre os Estados, os quais levam
ao desaparecimento gradual das fronteiras para o livre trânsito de mercadorias e pessoas.
( ) II. A regionalização tem um escopo global e sua premissa, em linhas gerais, é construir um
mundo único sem fronteiras, acelerando os contatos entre os países e aprofundando suas relações de
cooperação.
( ) III. Como exemplo desse tipo de bloco, pode-se citar a primeira iniciativa que deu força a esses
processos: a construção da Comunidade Econômica Europeia (CEE), iniciada em 1957, atualmente
União Europeia (UE, 1992).
( ) IV. Dentro dessa perspectiva, as políticas comuns dos setores econômico e cultural, bem como
dos setores de segurança e defesa, podem ser formuladas de acordo com os objetivos dos acordos
estabelecidos entre os países que formam um grupo.
A
V, F, V, V.
B
F, V, F, F.
C
V, V, F, V.
D V, V, V, F
E
V, F, V, F.
Questão 24 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Ao longo das seções anteriores, abordamos alguns aspectos da posição do Brasil no campo dos
direitos humanos. Desde o início do século XX, o país alternou posições de maior ativismo na
defesa da ampliação do sistema universal e de recuo. Esse ativismo pode ser constatado desde as
primeiras décadas do século XX, com a atuação de Rui Barbosa em Haia, até os anos de 1960.
Entre 1960 e 1980, predominou o retrocesso em virtude da vigência do regime militar até 1985,
retomando-se uma postura mais proativa apenas com a redemocratização. Como destaca Cardoso
(2012, p. 128): “Com efeito, após 1985, houve mudança significativa da posição brasileira em
matéria de direitos humanos. O Brasil superou uma postura ‘soberanista’ e aderiu aos principais
instrumentos internacionais sobre os direitos humanos”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 2 – O Brasil e o sistema de direitos humanos).
Considerando o conteúdo apreendido em “Política Externa Brasileira Contemporânea”, examine os
enunciados abaixo e assinale a alternativa que faz uma análise correta das características da justiça
de transição.
I. A Justiça de Transição lida com situações de gerenciamento das situações de mudança de regimes
autoritários para sociedades democráticas.
II. A Justiça de Transição lida com situações de gerenciamento das situações de mudança de
regimes meritocráticos para sociedades autoritárias.
III. Em muitas dessas transições, Estados autoritários estabeleceram leis de anistia antes que o poder
fosse transferido para a sociedade civil, com o objetivo de garantir que os crimes cometidos durante
a ditadura não sejam punidos, independentemente de sua natureza.
IV. A Justiça de Transição concilia e julga as ações judiciais entre trabalhadores e empregadores e
outras controvérsias decorrentes da relação de trabalho, bem como as demandas que tenham origem
no cumprimento de suas próprias sentenças, inclusive as coletivas.
A
Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
B
Apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
C
Apenas as afirmativas I, III e IV estão corretas.
D
Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
E
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
Questão 25 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Em 1970, a Conferência Intergovernamental sobre os Aspectos Institucionais, Administrativos e
Financeiros das Políticas Culturais trouxe para a arena internacional as discussões sobre as
temáticas culturais, dando início a uma série de reuniões específicas sobres esses temas em escala
global. O fim da Guerra Fria ampliou esses debates e, em 2005, foi estabelecido o regime da cultura
com a CPPDEC”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 3 - O papel da Unesco).
Partindo do conteúdo discutido na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”, examine
os enunciados abaixo e assinale a alternativa que descreve acertadamente os objetivos da
Convenção sobre a Promoção e Proteção da Diversidade das Expressões Culturais (CPPDEC).
I. Proteger e promover a diversidade das expressões culturais bem como criar condições para que as
culturas floresçam e interajam livremente em benefício mútuo.
II. Encorajar o diálogo entre culturas a fim de assegurar intercâmbios culturais mais amplos e
equilibrados no mundo em favor do respeito intercultural e de uma cultura da paz.
III. Promover o respeito pela diversidade das expressões culturais e a conscientização de seu valor
nos planos local, nacional e internacional e reafirmar a importância do vínculo entre cultura e
desenvolvimento para todos os países.
IV. Fomentar a interculturalidade de forma a desenvolver a interação cultural, no espírito de
construir pontes entre os povos bem como reafirmar o direito soberano dos Estados de conservar,
adotar e implementar as políticas e medidas que considerem apropriadas para a proteção e
promoção da diversidade das expressões culturais em seu território.
A
Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
B
Apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
C
Apenas as afirmativas I, III e IV estão corretas.
D
Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
E
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
Questão 26- Política Externa Brasileira Contemporânea 
“O Pacto Global para Migrações Seguras, Ordeiras e Regulares (GCM) é uma resposta conjunta dos
países do sistema das Nações Unidas à atual crise migratória. O conceito da Convenção é que os
países não devem agir isoladamente ao enfrentar esta crise, mas devem tomar ações coletivas e
cooperar entre si para alcançar grandes resultados. O acordo da convenção vem da Declaração de
Nova York, de 2016, e tem como objetivo desenvolver diretrizes para resolver questões relacionadas
à migração (União Europeia, 2018)”.
Fonte: Rota de Aprendizagem 2 (Tema: O Pacto Global para Migrações).
Considerando o conteúdo apresentado na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”,
examine os enunciados abaixo e assinale a alternativa que descreve acertadamente sobre as medidas
adotadas com o Pacto Global para Migrações.
I. Fornecer regularmente aos imigrantes documentos de identificação bem como combater a
xenofobia.
II. Combater o tráfico de pessoas e introdução clandestina de migrantes, cooperar com embaixadas
e consulados e gerenciar fronteiras.
III. Criar um banco de dados para fazer políticas públicas, cooperar para localizar imigrantes
desaparecidos e facilitar o processo regular de migração.
IV. Cooperar para garantir a segurança e a sequência da migração, estabelecer um mecanismo para
garantir a integração dos imigrantes na sociedade receptora e promover a convivência amigável
comcidadãos nativos.
A
Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
B
Apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
C
Apenas as afirmativas I, III e IV estão corretas.
D
Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
 
E
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.
Questão 27 - Política Externa Brasileira Contemporânea 
“Segundo Alves (2017), embora os temas sociais sejam sensíveis para alguns Estados, as metas de
ampliação e monitoramento de direitos definidas em Viena eram viáveis, haja vista as convenções já
existentes. Até hoje essa questão é alvo de debates, pois o tema centra-se no respeito aos
particularismos culturais, sociais e religiosos de muitas nações. Por isso, os avanços legais nem
sempre correspondem aos avanços concretos em termos de adoção, ratificação e cumprimento das
legislações. Assim, existem situações cotidianas nas quais mesmos países signatários não fornecem
condições políticas, sociais e jurídicas para que sejam respeitados os direitos em temas sociais”.
Fonte: Pecequilo, Cristina Soreanu. Temas da agenda internacional: o Brasil e o mundo. Curitiba:
InterSaberes, 2ª edição, 2019 (Capítulo 2 - A nova era dos direitos: avanços e dificuldades (1990-
2000)).
 
Considerando o conteúdo apresentado na disciplina “Política Externa Brasileira Contemporânea”,
examine os enunciados abaixo e assinale a alternativa que descreve acertadamente os pontos
abordados na Declaração e Programa de Ação de Viena (1993).
I. Foi discutida a afirmação consensual da natureza universal indubitável dos direitos humanos.
II. Foi elencada a reafirmação consensual do direito ao desenvolvimento como direito humano
universal.
III. Foi abordado o reconhecimento da legitimidade da preocupação internacional com os direitos
humanos, cuja promoção e proteção devem ser um objetivo prioritário das Nações Unidas.
IV. Foi trabalhado o reconhecimento da importância dos particularismos nacionais e regionais, que
devem ser levados em conta, mas em equilíbrio com os direitos humanos, que necessitam ser
respeitados.
A
Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
B
Apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
C
Apenas as afirmativas I, III e IV estão corretas.
D
Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
E
As afirmativas I, II, III e IV estão corretas.

Outros materiais