A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
12 pág.
CICLO MENSTRUAL NORMAL

Pré-visualização | Página 1 de 5

RESUMO 
De forma geral o ciclo menstrual normal tem uma variação entre 21 a 35 dias, sendo a média 
epidemiológica de 28 dias, por conta da variação do número de dias da primeira fase do ciclo (chamada 
de fase proliferativa ou folicular), uma vez que a segunda fase (lútea ou secretora) tem normalmente 14 
dias. 
OBS: É importante conhecer a regularidade do ciclo, pois geralmente pacientes com ciclos menstruais 
irregulares não possuem ovulação. 
 
ANATOMIA FISIOLÓGICA DOS ÓRGÃOS REPRODUTIVOS FEMININOS ⇒ O sistema reprodutor 
feminino é composto por dois grupos de órgãos: 
1. Órgãos Internos, que são o útero, os ovários, as tubas uterinas e a vagina: 
 
○ Os ovários são órgãos pares, sendo responsáveis pela origem dos oócitos (células germinativas 
femininas ou gametas) e pela função endócrina de produção dos hormônios sexuais 
○ Já o útero é um órgão oco, sendo o local onde o embrião é levado para ocorrer o 
desenvolvimento. O útero é composto de 3 camadas concêntricas sendo o endométrio a camada 
interna, o miometrio a camada média e o perimétrio a camada mais externa. 
⤷ O endométrio é o responsável por sofrer alterações durante o ciclo menstrual que permite o 
sangramento. 
○ As tubas uterinas também são órgãos pares, sendo responsáveis por fazer a ligação entre os 
ovários e o útero, permitindo a condução dos oócitos liberados pelo ovário para o interior da 
cavidade uterina. 
⤷ É na tuba uterina que ocorre a fertilização. 
○ Já avagina é definida como um canal muscular que liga o colo do útero até a área externa do 
corpo, através do óstio da vagina. 
2. Órgãos Externos , que são o monte do púbis, os grandes lábios, os pequenos lábios e o clítoris. 
○ Em relação ao monte do púbis, ele é definido 
como uma região rica em tecido adiposo, 
sendo localizado em frente a sínfise púbica. 
○ Já os grandes lábios são pregas cutâneas 
responsáveis pela proteção das estruturas 
externas, como o óstio da uretra, o clitoris e a 
entrada da vagina, sendo auxiliados pelos 
pequenos lábios que circundam o vestíbulo da 
vagina, atuando como fator de proteção 
auxiliar. 
○ O clitoris é responsável principalmente pela 
estimulação sexual, sendo um órgão erétil com 
grande quantidade de terminações nervosas 
sensitivas responsáveis pela 
 
Feito por: Peterson Rech H. 191 1 
 
Para a reprodução ter sucesso, o início do ciclo reprodutivo se dá com o desenvolvimento dos óvulos 
nos ovários, sendo que no meio de cada ciclo menstrual mensal, um só óvulo é liberado, sendo expelido 
do folículo ovariano para a cavidade abdominal próxima das aberturas fimbriadas das tubas uterinas. 
Após ser expelido, o óvulo cursa através da tuba uterina em caminho ao útero. 
⤷ Durante esse processo de transição do óvulo pela tuba uterina, pode ocorrer a fecundação por um 
espermatozóide, fazendo com que o óvulo se implante no útero, onde passa a ocorrer o 
desenvolvimento do feto, com placenta e membranas fetais até o desenvolvimento do bebê. 
 
GAMETOGÊNESE ⇒ Trata-se do processo 
de formação dos gametas em organismos 
sexuados, ocorrendo através de um processo 
de divisão meiótico que reduz à metade a 
quantidade de cromossomos nas células. 
⤷ Esses gametas são derivados diretamente 
das células germinativas primordiais, que 
se formam na segunda semana após a 
fertilização, movendo-se pela estria 
primitiva durante a gastrulação em 
direção a parede da vesícula vitelínica. 
⤷ Durante a quarta semana até a quinta 
semana, as células presente na 
vesícula vitelínica sofrem uma nova 
migração, indo em direção as 
gônadas em desenvolvimento. Ao 
chegar na região das futuras 
gônadas, as células denominadas 
de oogônias sofrem divisões 
mitóticas para aumentar a 
quantidade formando as células 
chamadas de oócitos primários 
(celular diplóides) responsáveis pelo 
início da gametogênese com a 
meiose, que é dividida em duas 
etapas: 
1. Meiose Primária, que é responsável pela formação de células haplóides com duas 
cromátides irmãs (diplóides antes da divisão) chamadas de Oócito secundário na mulher 
2. Meiose Secundária, sendo a divisão responsável pela formação de células haplóides 
com apenas uma das cromátides irmãs em cada célula que dará origem ao óvulo quando 
fecundadas. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Feito por: Peterson Rech H. 191 2 
 
OOGÊNESE E DESENVOLVIMENTO FOLICULAR NOS OVÁRIOS ⇒ A oogênese é o processo pelo 
qual a oogonia se diferencia em oócitos maduros, sendo que a maturação dos gametas femininos em 
oócitos acontece antes mesmo do nascimento. 
⤷ Quando as células gaméticas primárias (CGPs) chegam a gônada de um embrião feminino, elas 
sofrem diferenciação para formação de oogônias, que são as células responsáveis por sofrer 
divisões mitóticas constantes até o final do terceiro mês, quando estão dispostas em grupos 
cercados por células epiteliais achatadas formando o epitélio folicular. 
OBS: O oócito primário junto das células epiteliais achatadas circunjacentes é chamado de 
folículo primordial. 
 
⤷ A partir desse momento, quando uma célula da oogonia para de se dividir por mitose, ela 
cresce para dar início a meiose I, sendo chamada a partir do momento de crescimento de 
Oócito primário. Enquanto que o restante das células (oogônias) ainda podem sofrer mitose ou 
morte celular programada. 
OBS: No quinto mês de desenvolvimento do embrião, estima-se que existam cerca de 7 
milhões de células germinativas no ovário. Já durante o sétimo mês de desenvolvimento, 
a maioria das oogônias já se degenerou, exceto por algumas próximas à superfície da 
gônada que resistem à morte celular. 
⤷ Com o início da meiose I (ainda durante o desenvolvimento fetal), os oócitos primários 
iniciam a prófase da meiose I, porém ao em vez de darem continuidade ao processo até a 
metáfase, eles entram em estágio diplóteno que é definido como um estágio de repouso 
durante a prófase que interrompe a meiose de forma que não ocorra a divisão antes de a 
puberdade ser alcançada. Ou seja, somente quando a mulher atinge a puberdade que a 
maturação dos oócitos continua. 
OBS: Esse