A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Farmacologia - Benzodiazepínicos

Pré-visualização | Página 1 de 1

Benzodiazepínicos 
FARMACOLOGIA CLÍNICA 
Resumo 
 Ansiolíticos – tratam a ansiedade 
 Hipnóticos – Induzem o sono 
 Ansiedade patológica – Não é tratada com diálogo 
TRATA: 
✓ Desordem que envolve o medo (pânico e fobias) 
✓ Sensação geral de ansiedade 
✓ Transtorno de ansiedade social 
✓ Transtorno de estresse pós-traumático 
✓ TOC 
✓ Tratamento medicamentoso e abordagens psicológicas 
✓ Pode ser combinado com outras drogas 
✓ Desvantagem: Causa dependência (uso crônico) e tolerância 
(precisa de doses maiores) 
 
INDICAÇÃO EM ODONTOLOGIA 
• Terapêutica coadjuvante (abordagem psicológica deve sempre se 
constituir na primeira opção para o controle da ansiedade 
• Podem ser usados nas sedações de pré-procedimento clínico 
invasivo 
• Trata distúrbios convulsivos 
 
EFEITOS COLATERAIS 
 Amnésia anterógrada – paciente não lembra o que acontece 
durante o efeito do medicamento 
 Tem meia vida longa, ou seja, demora ser eliminado do 
organismo 
 Pode causar toxicidade, parada respiratória e morte 
 É um depressor do SNC 
 Sedação 
 
FORMULAÇÃO QUÍMICA 
• Molécula pequena 
• Extremamente polar, por isso atravessa as membranas dos 
neurônios com facilidade 
 
MECANISMO DE AÇÃO 
1. Atuam seletivamente nos receptores de GABA (medeiam a 
transmissão sináptica inibitória no SNC) 
2. A substância que se liga ao receptor é chamada de GABA 
também 
3. Intensifica a resposta da GABA (facilita a abertura do canal de 
cloreto) 
4. Não afetam a glicina e glutamato 
 
IMPORTANTE 
O álcool pode potencializar o BDZ que causar uma maior 
depressão respiratória e cardiovascular 
 
ANTÍDOTO 
Flumazenil – antagonista 
 
MEDICAMENTOS DA CLASSE 
Lorazepam, Diazepam, aprazolam, midazolam, clonazepam e 
bromazepam 
 
 
DROGA POSOLOGIA 
BROMAZEPAM (3 a 6mg) 1 comp. 1 hora antes do 
atendimento 
CLONAZEPAM (0,5 a 2mg) 1 comp. 1 hora antes do 
atendimento 
MIDAZOLAM (7,5 a 15mg) 1 comp. 1 hora antes do 
atendimento 
 
MODELOS DE RECEITAS MÉDICAS 
1) Receita Azul ou B – notificação da receita é um impresso, 
padronizado, na cor azul, utilizado na prescrição de 
medicamentos que contenham substâncias psicotrópicas (B1 e 
B2) 
2) Tem validade de 30 dias a partir da sua emissão e tem validade 
apenas na unidade federativa que concedeu a numeração. Poderá 
conter 5 ampolas. Para as demais formas farmacêuticas, o 
tratamento será correspondente a 60 dias. 
DROGAS UTILIZADAS NA SEDAÇÃO 
Óxido nitroso – chamado de gás hilariante, gás do riso, 
dióxido de nitrogênio e protóxido de azoto 
• Descoberto pelo químico inglês Joseph Priestley (1733-1804) 
• O CD Horace Wells (1789-1869) interessou-se pelas propriedades 
analgésicas do N20, aperfeiçoando a técnica, fazendo com que as 
cirurgias fossem executadas sem dor 
• Com o uso progressivo, na década de 40, do éter e Clorofórmio, o 
uso do óxido nitroso entrou em desuso 
• É um gás que é inalado junto com o oxigênio 
• É administrado em bombas por um profissional qualificado 
• Equipamento é bem caro 
 
MECANISMO DE AÇÃO 
1. Ainda não é bem elucidado 
2. Induz a depressão do tônus pela penetração em nível de bulbo 
3. Age muito rápido (5 minutos de inalação já começa a agir) 
4. 70% de oxigênio e 30% de Óxido Nitroso - 70% de óxido nitroso 
e 30% de oxigênio 
5. Para acordar, deve lavar o paciente para remover o óxido nitroso 
 
INDICAÇÕES 
 Complicações do medo, ansiedade e fobia 
 Pacientes ASA I e ASA II para atendimento eletivo 
 Pacientes normossistêmicos, sem complicações pulmonares 
 
MEDICAMENTO FITOTERÁPICO 
✓ O profissional precisa de treinamento 
✓ Pode causar intoxicação 
✓ Emprega vegetais frescos, drogas vegetais ou ainda, extratos 
vegetais 
✓ Sem contra indicações e feitos adversos 
✓ Atua no GABA induzindo a depressão do SNC 
✓ Posologia – 1 drágea, 4 vezes ao dia ou antes de dormir 
✓ Crianças: 1 drágea ao dia 
✓ Exemplo: Valeriana