A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
21 pág.
Odontologia para Bebê

Pré-visualização | Página 1 de 4

Odontologia Bebê
Nutrição, amamentação, aleitamento artificial e alimentação lactente 
até os 3 anos
Alimentação: Ato de ingerir alimentos para satisfazer as necessidades calóricas e nutricionais, mas sendo inadequada por ter nutrientes em excesso.
Nutrição: Processo de fornecimento ao organismo nutriente necessários para a vida.
Nutrição da criança
As necessidades de uma criança variam de acordo com o peso, idade, estatura, condição fisiológica, atividade física e eficiência ou deficiência de absorção de nutrientes.
· Aleitamento materno/natural
· Aleitamento artificial
· Alimentação do lactente – 3 anos
Aleitamento materno/natural
É considerado o mais natural, benéfico e desejado método de alimentação infantil. Nutri, fornece anticorpos e transmite sentimentos mãe e filho.
· Fornece energia para o desenvolvimento do bebê
· Protege contra infecções, reduzindo mortalidade infantil
· Equilíbrio neuromuscular dos tecidos do aparelho mastigatório
Pré Natal
Informações para favorecer a lactação amamentação
· Orientações médicas:
· Exame do peito
· Tomar sol no peito durante gestação
· Sobre o tipo de pega evitando a pega incorreta e posições para a amamentação
Durante a gestação ocorre o desenvolvimento da mama, devido a alta liberação de prolactina. Alterações no tamanho da aréola e mamilas.
Lactação – Produção de leite
· Colostro: Até 3 dias após o parto
· Após esse período a composição do leite muda, pela diminuição da progesterona no organismo da mãe e aumento lactose
· A eficiência da sucção do bebê, remoção do leite e que controla o volume do leite produzido.
Composição do Leite Materno
Colostro: Fluído amarelado e viscoso, contém menos lactose preparo para o organismo do bebê para receber o leite maduro.
· TgA secretora: Impermeabilização antisséptica das mucosas
· Lactoferrina: Agente bactericida
· Lisozima: Ação bactericida
· Macrófagos: Fagocitose
· Fator bífido: Lactobacilos, ácidos orgânicos e bactericida
Mecânica fisiológica da amamentação
Ordenha do peito: Salivamento hermético favorece a respiração nasal
· Rebordo (rodete superior): Apoia-se contra a superfície superior da aureola
· A língua é uma válvula controladora
· Mandíbula realiza movimento protrusão, retruvivos com a respiração e deglutição
· Maturação dos MM envolvidos
· Quanto mais músculos desenvolvidos no processo maior crescimento harmônico da face
· Abertura: MM supra e infra hioideo, Milo hioideo, gênio hioideo e disgátrico
· Protrusão: MM pterigoideos mediais, masseteres e pterigoideos laterais
· Fechamento: MM masseteres, pterigoideos mediais e temporais
· Retrusão: Fibras obliquas das MM temporal, disgástrico e das fibras posteriores da MM pterigoideo
Amamentação em especiais
· Lábio leporino e fissura palatina: Dificuldade de criar pressão negativa
· Recém-nascido de baixo peso com menos de 1600g pode ser incapaz de sugar
· Quando conseguem engolir oferecer uma chicara ou copo
· Pacientes com HIV não amamentam 
Padrões de aleitamento materno
· Aleitamento materno exclusivo: Leite materno
· Aleitamento materno predominante: Leite humano, bebidas a base de água. (Chá, suco, vitaminas e medicamentos).
· Aleitamento materno complementar: Leite materno, alimentos semissólidos e sólidos como leite animal.
Fatores que desestimulam a amamentação
· Amamentação com introdução de líquidos
· Chupeta escolaridade da mãe
· Mães que não realizam o pré-natal
· Relactação de 3 a 14 dias para produção de leite
Aleitamento artificial 
· Higiene ao preparar a mamadeira
· Indicações: Bebê prematuro, deformidade da cavidade bucal, intercalar amamentação.
Otite média aguda X mamadeira
· O uso de mamadeira aumenta o risco de otite média aguda
· Alguns componentes biológicos do leite formulado cria o risco de colonização de patógenos na tuba auditiva
Aleitamento artificial cárie na primeira infância
· Não adoçar as bebidas
· Interromper mamadas noturnas após o irrompimento dos dentes
Processos de alimentação complementar
· 7-9 meses movimentos rítmicos de morder
· Introdução de alimentos mais consistentes 
· Irrupção do primeiro molar
· Período de maturação do sistema estomatognático
Leis da alimentação
· Quantidade suprir necessidades calórica e manter equilibro nutricional
· Qualidade nutrientes necessários á formação e manutenção do organismo
· Harmonia existir proporção entre os nutrientes
· Adequação atender necessidade do organismo para manter saúde, bem como nos processos patológicos
· Sopa está errado
· Começar com consistência de papas
· Não acrescentar nem leite nem açúcar
Leis da alimentação
· Aspecto psicológico: Válvula de segurança
- Pressões emocionais, físicas, psíquicas
· Necessidade de sucção não satisfeita durante amamentação
· Distúrbio emocional com regressão e fixação na fase oral
· Repetição de um comportamento aprendido
· Fatores genéticos influenciam 35% da futura determinação da normalidade facial
· 65% e determinado pela interação da criança no meio ambiente modo de vida, doença respiratória, hábitos nocivos, formas de amamentação, textura alimentar.
· Harmonia nas atividades funcionais
· Crescimento adequado das estruturas ósseas
Sucção fisiológica
· Vida intrauterina (29 semanas – sucção)
· Os músculos da mastigação peri e intrabucais estão em fase maturação, preparando para a amamentação
· Por volta das 32 semanas a sucção já está madura
· Sucção: Função básica da alimentação, mecanismo para descarregar tensão e fonte de prazer e segurança
· A amamentação é o ponto de partida para um desenvolvimento harmonioso do sistema estomatognático estético da face.
Sucção não nutritiva
· Sucção sem fim alimentar
· Objeto comumente seccionados: Chupeta, dedo, mamadeira, lábios língua, lápis
· Interfere no crescimento de Mandíbula e maxila, posicionamento dos dentes, funções mastigatórias, fonação, deglutição e respiração.
Chupeta X Dedo
· As alterações provocadas pelo dedo e chupeta são parecidas
· Ambas proporcionam mordida aberta anterior, cruzada posterior e maior sobressalência de incisivos superiores.
Severidade dos efeitos nocivos
· Duração, frequência, intensidade
Dedo
· Posição no dedo; Alavanca
· Causa problemas no crescimento e desenvolvimento facial. Alterações na pele, função e posição dos dedos sugados
· Lábios abertos e a mandíbula rebaixada, diminuição do tônus dos lábios e levantador de mandíbula.
· A língua anterioridade e deglutição de forma anômala.
Chupeta
· Dentro os hábitos de sucção não nutritivo a chupeta foi associada ao risco de desenvolver má oclusão
· Em comparação com o dedo a chupeta foi mais associada a mordida cruzada posterior
· Consequência: O tipo facial e tendência de crescimento
· Diagnóstico: Clinico pela anamnese e exame físico
· Tratamento: Intervenção multidisciplinar
Como usar a chupeta?
· Bico anatômico, sem argolas
· Observar a posição que está na boca
· Tamanho adequado para a boca do bebê
· Retirar da boca da criança após ela dormir
· Essas condições diminuem a gravidade dos danos
Consequência da sucção não nutritiva
· Altera o crescimento transversal
· Alteração no padrão deglutição
· Alterações nos músculos periorais
Tratamento
· Remmoção do hábito até 3-4 anos
· Hábitos prolongados: Tratamento ortopédico/ortodôntico/fono/otorrino.
Profissional: Usar fotos, macromoldelos, linguagem acessível, retornos periódicos para avaliação e motivação.
Pais: Reforçar o que foi dito pelo profissional
Recursos: Tabela, trabalhar com o lúdico da criança, estabelecer metas, tratar a criança com muito carinho.
Onicofagia
· Mastigação sem objetivo de nutrição
· Roer unhas, tampa da caneta, morder lábios, bochechas.
· Poder expressar desequilíbrio emocional
· Mãos: As unhas são curtas
· Podem apresentar ferimento na cutícula
· Pacientes com herpes labial pode apresentar lesão nos dedos
· Alterações na boca: Inflamação gengival, apinhamento, giroversão, fratura dentária, verticalização de incisivo superior, distúrbios temporomandibulares, reabsorção radicular
· Tratamento: Controle ou remoção da causa, atividades para a criança liberar energia, atenção dos pais, manter unhas lixadas e aparadas,