A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
Teoria Macroeconômica Prova Final 2

Pré-visualização | Página 1 de 3

Teoria Macroeconômica 
1. PROVA PRESENCIAL - ONLINE 2021/1 
Iniciado em segunda, 5 Abr 2021, 21:48 
Estado Finalizada 
Concluída em quarta, 7 Abr 2021, 10:40 
Tempo empregado 1 dia 12 horas 
Avaliar 3,60 de um máximo de 6,00(60%) 
Questão 1 
Correto 
Atingiu 0,40 de 0,40 
Marcar questão 
Texto da questão 
A função consumo do economista John Maynard Keynes (1883-1946) foi a primeira tentativa formal de 
desenvolver um modelo de consumo atual baseado na renda familiar. Para Keynes (1996 [1936]), o 
consumo conta com uma parte autônoma (c_0), em que o indivíduo consumiria mesmo sem ter renda, 
e uma parte que depende da renda atual (Y). Os parâmetros c_0 e c_1 representam a lei psicológica 
de Keynes, que determina que a propensão marginal a consumir (c_1) assume um valor entre 0 e 1 
 
Sobre a propensão marginal a consumir de Keynes, assinale a alternativa correta: 
 
Escolha uma opção: 
a. A propensão marginal a consumir indica que as famílias aumentam seu consumo de maneira não 
proporcional ao aumento no produto. 
b. A propensão marginal a consumir indica que as famílias aumentam seu consumo de maneira 
proporcional ao aumento da renda. 
c. A propensão marginal a consumir indica que as famílias reduzem seu consumo de maneira não 
proporcional ao aumento da renda. 
d. A propensão marginal a consumir indica que as famílias aumentam seu consumo de maneira não 
proporcional ao aumento da renda. 
e. A propensão marginal a consumir indica que as famílias reduzem seu consumo de maneira não 
proporcional ao aumento no produto. 
Questão 2 
Correto 
Atingiu 0,40 de 0,40 
Marcar questão 
Texto da questão 
Diante do contexto da crise do petróleo de 1973 e 1979, os governos adotaram medidas de combate 
aos efeitos do choque para evitar o aumento do desemprego. Assim, se objetivo for preservar o 
desemprego em situação de equilíbrio (taxa natural) ao nível do produto potencial os formuladores de 
https://moodle.ead.unifcv.edu.br/mod/quiz/view.php?id=8761
política econômica podem optar por deslocar a curva de demanda agregada de tal forma que 
intercepte a nova curva de demanda agregada ao nível do produto potencial. 
 
Para a que haja o deslocamento da curva de demanda agregada, conforme explicado no enunciado, o 
governo poderá: 
 
Escolha uma opção: 
a. Reduzir salários 
b. Realizar uma política monetário restritiva 
c. Reduzir os níveis de depósitos compulsórios dos bancos 
d. Aumentar a taxa de juros 
e. Reduzir o nível de crédito disponível na economia 
Questão 3 
Incorreto 
Atingiu 0,00 de 0,40 
Marcar questão 
Texto da questão 
Por definição a poupança é o complemento da função consumo com relação a renda não consumida. 
Por conseguinte, Lopes e Vasconcellos (2008), sublinham que a poupança é considerada o resíduo da 
renda não consumida, qual possui sinal negativo devido a situação em que na ausência de produção 
acontece a poupança negativa. Além do que, (1-c) significa a propensão marginal a poupar (doravante 
PMP) que representa à proporção que a poupança cresce em consonância com os aumentos em 
unidades de renda. 
 
Assinale verdadeiro ou falso: 
Segundo o modelo Keynesiano simples, o nível de renda de equilíbrio varia de acordo com: 
( ) Os gastos do governo 
( ) A propensão marginal a consumir 
( ) As exportações e importações 
( ) O nível de consumo 
( ) O nível de investimento 
 
Escolha uma opção: 
a. V-F-F-V-F 
b. F-V-F-V-V 
c. V-F-V-V-V 
d. F-V-V-F-F 
e. V-V-F-F-F 
Questão 4 
Incorreto 
Atingiu 0,00 de 0,40 
Marcar questão 
Texto da questão 
No caso de uma política monetária expansionista para uma economia sem mobilidade de capitais e 
regime de câmbio fixo, o aumento da oferta de moeda levará em primeiro lugar a um deslocamento da 
curva LM para a direita. Esse movimento deslocará o equilíbrio interno do ponto A para o ponto B, 
onde a curva LM intercepta a curva IS. No ponto B, teremos uma taxa de juros menor que a taxa de 
juros inicial, que elevará o nível de investimentos e, consequentemente, da demanda agregada e da 
renda de equilíbrio da economia. 
 
Sobre o modelo IS-LM-BP para uma economia sem mobilidade de capitais e com câmbio fixo, assinale 
a alternativa correta: 
 
Escolha uma opção: 
a. Ao final do ciclo iniciado pela política monetária expansionista a economia possuirá um nível mais 
elevado de investimentos. 
b. O aumento da oferta de moeda não afeta o nível de reservas internacionais do país. 
c. Nessa situação, a política monetária expansionista provocará um deslocamento na curva IS para 
que seja reestabelecido o equilíbrio na economia. 
d. A política monetária expansionista em uma economia sem mobilidade de capitais e câmbio fixo é 
capaz de promover um aumento na renda. 
e. O aumento na renda ocasionado pela política monetária expansionista eleva as exportações, 
acarretando déficits no balanço de pagamentos. 
Questão 5 
Correto 
Atingiu 0,40 de 0,40 
Marcar questão 
Texto da questão 
O governo, com frequência, recorre ao endividamento para financiar investimentos em infraestrutura, 
saúde, educação e segurança, pois suas despesas superam suas receitas, acarretando déficits. 
Assim, o déficit público é a diferença entre o investimento do governo e a poupança pública em conta 
corrente. A recorrência de déficits fiscais pode levar ao endividamento excessivo do governo, limitando 
a capacidade de execução de políticas fiscais. 
 
Sobre os efeitos da política fiscal de acordo com o modelo keynesiano, analise as afirmativas a seguir: 
I – Uma política fiscal expansionista patrocinada com a redução dos tributos pode elevar a renda e o 
consumo das famílias no longo prazo. 
II – Admitindouma restrição orçamentária intertemporal, as famílias podem identificar que uma política 
fiscal expansionista com redução dos tributos implicará em impostos maiores no futuro e 
consequentemente, podem optar por reduzir o consumo presente, poupando para pagar os maiores 
tributos esperados para o futuro. 
III – No modelo intertemporal, a queda nos tributos terá efeitos sobre o consumo quando for 
acompanhada por alterações nos gastos públicos, desde que não sejam necessários aumentos 
adicionais nesses gastos no futuro. 
IV – No modelo keynesiano a política fiscal expansionista, por meio da redução dos tributos, eleva a 
renda disponível e o consumo das famílias. 
 
É correto o que se afirma em: 
 
Escolha uma opção: 
a. I, II, III e IV 
b. II, III e IV 
c. I, II e IV 
d. I, II e III 
e. I, III e IV 
Questão 6 
Incorreto 
Atingiu 0,00 de 0,40 
Marcar questão 
Texto da questão 
O PIB pode ser avaliado por meio do cálculo do PIB per capita, isto é, a razão entre o PIB real e a 
população do país, fornecendo uma medida do padrão de vida médio do país. Sendo que um dos 
principais objetivos é analisar o desempenho da economia em determinados anos ou períodos 
concentrando os esforços na taxa de crescimento do PIB percebendo assim, que em períodos de 
crescimento se observa uma expansão da economia e caso contrário uma recessão. 
 
Sobre o PIB, analise as afirmativas a seguir: 
I – O PIB pode ser calculado pela ótica do produto e pela ótica da renda. 
II – OPIB real representa o somatório das quantidades dos bens finais multiplicados pelos seus preços 
correntes. 
III - O PIB nominal representa o somatório das quantidades dos bens finais multiplicados pelos seus 
preços constantes. 
IV – Pela ótica da renda o PIB é calculado a partir da soma das rendas geradas em uma determinada 
economia durante certo período. 
 
É correto o que se afirma em: 
 
Escolha uma opção: 
a. I e IV 
b. I e III 
c. II e III 
d. II e IV 
e. I e II 
Questão 7 
Correto 
Atingiu 0,40 de 0,40 
Marcar questão 
Texto da questão 
Diante do contexto, é importante destacar que muitas das ideias apresentadas por Keynes foram 
pensadas por economistas dos Estados Unidos cujas teorias compreendiam programas trabalhistas 
públicos, orçamentos do governo federal e facilitação de acesso ao crédito por meio do