A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Exercícios Anatomia do Fígado

Pré-visualização|Página 1 de 1

Exercícios Anatomia do Fígado

Cite os ligamentos do fígado.

(1) ligamento falciforme, (2) redondo, (3) coronário, (4) venoso e os (6) dois ligamentos triangulares


Cite as impressões do fígado.

(1) área gástrica (lado direito da face anterior do estômago), (2) área esofágica (esôfago), (3) área duodenal (parte superior do duodeno), (4) fossa da vesícula biliar (vesícula biliar), (5) área renal (rim direito), (6) área suprarrenal (glândula suprarrenal direita) e (7) área cólica (flexura direita do colo e colo transverso direito)


Identifique a localização anatômica do fígado.

HTML image 0maior parte no quadrante superior direito, também pega o quadrante superior esquerdo, imediatamente abaixo do diafragma


Descreva as faces diafragmática e visceral do fígado.

a face diafragmática está voltada para o diafragma, como o fígado se molda ao ambiente, a face diafragmática é lisa e côncava por conta do diafragma; a face visceral é a face do fígado em contato com as outras vísceras da cavidade abdominal, apresentando diversas impressões, é uma face com superfície irregularHTML image 1


Reconheça os lobos hepáticos (desenhe).

direito: maior lobo; único que não faz parte do fígado funcional, como é chamada a parte esquerda do fígado

esquerdo: ápice estreito que aponta para a glândula mamária esquerda

quadrado: está ao lado da fossa da vesícula biliar; separado do lobo caudado pela tríade portal

caudado: tem esse nome pois muitas vezes dá origem a uma “cauda” alongada,  processo caudado, entre a veia cava inferior e a tríade portal; é unido com o lobo direito por esse processo; separado do lobo quadrado pela tríade portal


Identifique as estruturas que fazem parte da tríade portal.

ducto hepático, veia porta, plexo nervoso hepático, artéria hepática própria, vasos linfáticos


Compreenda a inervação hepática.

inervado pelo plexo hepático, maior plexo nervoso originado do plexo celíaco que segue o tronco celíaco (arterial); a inervação parassimpática (craniossacral) se origina do nervo vago, décimo nervo craniano; a inervação simpática vêm da região toracolombar da medula espinal


Entenda a irrigação hepática.

do ventrículo esquerdo sai a artéria aorta, que após formar o arco aórtico desce em forma de aorta descendente, logo após atravessar a cavidade do diafragma há a formação do tronco celíaco, que se divide em três artérias, sendo uma a artéria hepática comum, após algumas ramificações ela continua em artéria hepática própria, se ramificando em direita, média e esquerda, entrando na porta do fígado junto a veia porta, que se ramificam e se anastomosam, formando os capilares chamados de sinusóides; os sinusóides se encontram entre as lâminas hepáticas, como é chamada o agrupamento das células hepáticas em uma ou duas camadas; no centro de cada lóbulo há uma veia central onde desembocam o sangue da artéria hepática e da veia porta misturados nos sinusóides; as veias centrais dos diferentes lóbulos se encontram formando a veia hepática, que desemboca na veia cava inferior, que entra no átrio direito