A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
BRASIL SORRIDENTE

Pré-visualização | Página 1 de 1

SAÚDE COLETIVA I 
 Brasil Sorridente 
 
 O programa Brasil sorridente foi criado em 2004 
 Implementado inicialmente no Ceará 
 Com o objetivo de reorganizar a prática e qualificar os serviços de 
assistência bucal ofertado para a população brasileira. 
 O Brasil sorridente é o maior programa de saúde bucal do mundo. 
 
Principais linha de ação: 
 Reorganização da atenção básica em saúde bucal 
 Ampliação e qualificação da atenção especializada 
 Ampliação da edição de flúor nas águas da distribuição pública 
 Ampliação das equipes de saude bucal nas estrategias de saúde da 
família 
 Realizada a partir de políticas de financiamento 
 Estimula a pesquisa científica voltada para a saúde bucal 
 É uma rede integrada de atenção a saúde bucal, possibilitando uma 
atenção integral e para todos. 
 Ampliação de prevenção e controle do câncer bucal 
 
 Atenção básica individual: saúde bucal no PSF 
 Ação especializada e individual: centro de especialização odontológica 
 Ação preventiva de âmbito coletivo: fluoretação das águas 
 Ações transversais: formação de profissionais, produção de 
conhecimentos, articulação intersetorial. 
 
 Objetivos: 
Melhorias nas condições de saúde bucal 
Orientação sobre as práticas de saúde bucal 
Assegurar o acesso progressivo para todas as famílias 
Capacitação e formação de profissionais 
Avaliação dos padrões de qualidade do serviço ofertado 
 
 PMAQ: 
 Acompanha e avalia o serviço ofertado 
 Aplica questionários para os profissionais e pacientes 
 Avaliam qualidade do atendimento e estruturas das unidades 
 
Indicadores do PMAQ: 
Média de ações coletivas e escovação dental supervisionada 
Cobertura de primeira consulta odontológica 
Cobertura da primeira consulta odontologica em gestantes 
Razão entre tratamentos concluídos e a primeira consulta 
Médias de atendimentos de urgências 
Média de instalação de próteses dentárias 
Taxas de incidências de alterações de mucosa 
 
Atual indicadores; terceiro ciclo: 
Cobertura de primeira consulta 
Percentual de serviços ofertados pelas equipes de saúde bucal 
Razão entre a primeira consulta e a conslusão do tratamento 
 
 Grupos: 
Grupos de 0 a 5; 
Acompanhamento, orientação sobre a saúde bucal para os país, com o 
intuito de prevenção da doneça cárie. 
Puericultura odontológica. 
Grupo de crianças e adolescentes: 
Orientação sobre higiene bucal 
Orientação sobre prevenção de acidentes 
Grupo de gestantes: 
Pré-natal odontológico 
Orientação sobre higiene bucal 
Orientação sobre alimentação 
Orientação sobre os riscos da doença periodontal 
Grupo de idosos: 
Orientação sobre higiene oral 
Orientação sobre o uso das próteses 
Orientação sobre o câncer bucal e candidíase 
Grupo de adultos: 
Orientação sobre higiene bucal 
Orientação sobre doença periodontal e fatores que predispõem a perca do 
elemento dentário 
 
Atendimento de população específica: 
Moradores de ruas 
Localidades de dificil acesso 
Ribeirinhas 
Ação: consultório de rua (móvel) levando acesso para essa população. 
 
Atenção secundária: 
Implantação dos CEOs e laboratórios regionais de prótese dentárias. 
 
Financiamento para CEOS: 
CEO TIPO 1: 60 MIL (3 CADEIRAS), REPASSE DE 8.250 MENSAL. 
CEO TIPO 2: 75 MIL (4 A 6 CADEIRAS) REPASSE DE 11 MIL REAIS MENSAIS. 
CEO TIPO 3: 120 MIL (7 OU MAIS CADEIRAS), REPASSE DE 19.250 MENSAL. 
OBS: existe uma produção mínima de repasse mensal, para que esse repasse 
seja destinado para os CEOs. 
Laboratório regional de próteses: Produção de próteses. 
Financiamento: 
 20 à 50 próteses: 7.500.00 mês 
 51 à 80 próteses: 12.000,00 mês 
 81 à 120 próteses: 18,000,00 mês 
 Acima de 120 próteses: 22,500,00 mês. 
Assistência hospitalar: 
 Cirurgião bucomaxilofacial 
 Odontologia hospitalar 
 Atuação do cirugião-denstista na UTI