A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
TRABALHO DA DISCIPLINA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE GEOGRAFIA

Pré-visualização | Página 1 de 2

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ 
PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL 
CURSO DE PEDAGOGIA– MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
TRABALHO DA DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE GEOGRAFIA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
MARINGÁ 
2019 
INTRODUÇÃO 
 O presente trabalho apresenta um questionamento sobre o Ensino de Geografia 
nos dias atuais. Também leva a refletir sobre os aspectos relacionados a pesquisa 
geográfica englobando alguns temas pertinentes a Ciência Geografia como organização 
do espaço rural, clima e analise de paisagens. Também, discute o IDH (Índice de 
Desenvolvimento Humano) e sua classificação. Por ultimo, relata sobre o ensino de 
Geografia nos dias atuais e as metodologias de ensino voltadas ao ensino desta ciência. 
 
Apoiado na leitura e análise dos capítulos: 1,3, 5, 8, 10, 13 e 14 do livro EAD no. 25 
“INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE GEOGRAFIA”, realize as atividades: 
1 – Converse com alguns produtores rurais de sua cidade e identifique os 
principais tipos de culturas agrícolas lá existentes. Identifique com estes 
produtores se houveram e quais foram as mudanças que ocorreram nesta área, 
por exemplo, se ocorreu esvaziamento do campo, a construção de mais estradas 
rurais, a mudança do tipo de cultura agrícola e por fim, solicite ao produtor rural 
uma explicação do papel do clima no calendário agrícola. Organize esta conversa 
em um texto sintetizando e faça relação com o conteúdo dos capítulos 8 e 9. 
Complemente com fotos que representem estas relações na paisagem no passado 
e no presente (capítulo 14). (No mínimo duas fotos podem ser de acervo pessoal 
ou de pesquisas desde que possuam fonte e/ou autoria – importante datar os 
períodos) 
O município de Peabiru é um dos 399 municípios que compõem o estado do 
Paraná. Em sua localização geográfica dentre as Mesorregiões paranaense, o município 
de Peabiru pertence à Mesorregião Centro-Ocidental Paranaense a qual integra a 
microrregião da COMCAM (Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão). 
De acordo com os dados do IPARDES na atualidade uma das principais 
atividades econômicas da área em estudo é a agropecuária com destaque para a 
produção de soja, milho e trigo. Entretanto, nem sempre foi assim, há algumas décadas 
atrás o município se destacava na produção de madeira, arroz, hortelã, etc, com 
destaque par produção de café conforme relata Tonete e Lima: 
 
[...] as décadas de 1950 e 1960 com a expansão da fronteira agrícola. Os 
colonizadores que vieram do Sul do Brasil com suas famílias, dedicaram-se à 
derrubada das matas e ao cultivo de produtos agrícolas; a região se destacou na 
produção de milho, arroz, hortelã, algodão, no desenvolvimento da suinocultura e 
na exploração da madeira (TONETE E LIMA, 2008, p. 3). 
 
Neste contexto, o período entre as décadas de 1950 e 1960 foi marcado por uma 
grande concentração populacional. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Foto n°01 - Área central do município de Peabiru na década de 1940. 
Fonte- Acervo do museu municipal de Peabiru. 
 
 A partir da década de 1970 a população de Peabiru entrou em declínio por causa 
de alguns fatores como a modernização e a mecanização da lavoura, na qual as 
diversas culturas que eram cultivadas foram substituídas pela soja, trigo, e milho, que 
são destaques na produção ate os dias atuais. Outro fator a ser relembrado é a grande 
geada de 1975, que intensificou ainda mais a erradicação das lavouras cafeeiras do 
estado. De acordo com Ávila (2002) a cultura do café no Paraná que não era expressiva, 
é erradicada em quase sua totalidade neste período. No final da década inicia-se a 
cultura do trigo e posteriormente o da soja, a qual passa a ser cultivada em rotação com 
o trigo. Em Peabiru o processo foi o mesmo como comenta Tonete e Lima (2008) que 
com a decadência da lavoura cafeeira no norte do Estado do Paraná, causada pela 
geada de 1975 e pelo pouco incentivo do governo a essa lavoura, a erradicação do café 
no município deu origem às culturas temporárias, principalmente a soja (TONETE E 
LIMA, 2008, p. 5). As pequenas propriedades perderam o espaço no campo e foram 
incorporadas a grandes propriedades. 
O tipo de clima predominante no município é segundo a classificação de Köppen 
o Cfa-Clima Subtropical Úmido Mesotérmico. Este tipo de clima apresenta 
características como verões quentes e geadas pouco freqüentes, com tendências a 
concentração de chuvas nos meses de verão, sem estação seca definida. Estas 
características climáticas favorecem a produção das lavouras citadas a cima, mantendo 
o município de Peabiru em destaque na produção agrícola. 
 
Foto nº 2- Área rural do municpio de Peabiru no ano de 2019. 
Fonte: https://www.facebook.com/prefeituramunicipaldepeabiru/photos/basw 
 
Neste contexto, a imagem acima demonstra uma pequena área da paisagem rural 
do município de Peabiru, sendo possível verificar neste período a produção de trigo e 
milho. . 
 
 
2- O IDH (índice de desenvolvimento humano) surgiu como uma proposta de 
classificação dos países em alternativa aos antigos índices que levavam em 
consideração aspectos unicamente econômicos, como o PIB per capita. Quais as 
variáveis analisadas na elaboração do IDH? A partir de fontes oficiais (IBGE, 
IPARDES, Secretaria Municipal de Desenvolvimento...) qual é o IDH de seu 
município? Ele se classifica como IDH baixo, médio ou alto? 
O IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) é composto por indicadores de três 
áreas, sendo elas a renda que é medida pelo PIB, pela educação, onde são analisadas 
a taxa de alfabetização da população de 15 anos ou mais e o numero de matriculas no 
1°, 2° e 3° graus. E por fim, a saúde que é medida pela esperança de vida ao nascer. 
Neste contexto IDH do município de Peabiru de acordo com IBGE )Instituto 
Brasileiro de Geografia e Estatística) é de 0,723, considerado médio de acordo com a 
classificação mundial. 
 
3 – Após a realização das questões acima, reflita sobre as possibilidades de 
transmitir esse conteúdo, considerando o conhecimento da geografia e os 
aspectos pedagógicos. Nesta questão, descreva estratégias e exemplos de 
atividades que contemplem os conteúdos da questão 1 e 2, que podem ser 
aplicadas para as séries iniciais do ensino fundamental. 
O Ensino de Geografia nas series iniciais é muito rico e prazeroso, e pode ser 
trabalhado de diferentes, com diferentes recursos. Com o estudo de paisagens, 
https://www.facebook.com/prefeituramunicipaldepeabiru/photos/basw
podemos contemplar vários conteúdos como, por exemplo, analise de tempos histórico 
de determinada cidade. Podemos instigar os alunos a refletirem analisando fotos do 
presente e passado, descrevendo o que se modificou na paisagem com o passar do 
tempo, os elementos que se modificaram e permaneceram, etc. também é possível fazer 
a representação por meio de desenhos de diferentes paisagens do município. 
Entrevistas com pioneiros. Visitas a museus da cidade. Em relação a agricultura, é 
possível trabalhar com aulas de campo visando conhecer a realidade do município. Com 
entrevistas a produtores rurais. Com reportagens que retratam a realidade agrícola do 
município. Analise e confecção de mapas. Confecção de maquetes e cartazes sobre o 
tema, etc. 
Em relação ao IDH, o professor pode realizar diferentes atividades, como 
pesquisa na internet para identificar o IDH de seu município. Analises e comparações 
entre uma cidade e outra. Pesquisa geográfica, com o objetivo de compreender os 
fatores que levaram a tal IDH. 
 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 
ÁVILA, J. L. de. A COAMO e o desenvolvimento geoeconômico da região de 
Campo Mourão. 2002. 215 f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-graduação em 
Geografia da Universidade Estadual de Maringá – UEM. Maringá, 2002. 
 
CABREIRA M. L. R et al. Conhecer e viver Peabiru. Curitiba: Imprensa Oficial do 
Paraná. 2002. 
 
CADERNO ESTATÍSTICO DO MUNICÍPIO DE PEABIRU-PR. Disponivel