A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
92 pág.
ANATOMIA DO SIST NERVOSO

Pré-visualização | Página 1 de 2

Anatomia do Sistema Nervoso
Prof. Roberto de Camargo Wascheck
ECAB - PUC Goiás
Introdução
As atividades de regulação e coordenação do sistema nervoso são essenciais para que a manutenção da vida animal ocorra. 
De que maneira isso ocorre?
Mantendo a homeostase;
Recebendo estímulos sensoriais;
Integrando informações;
Controlando os músculos e as glândulas;
Estabelecendo e mantendo atividade mental.
Divisão anatômica do SN
Definições importantes
Os nervos são feixes de fibras nervosas no SNP.
São divididos em nervos sensitivos,motores e mistos:
-nervos sensitivos: possuem fibras sensitivas,o impulso vai dos órgãos sensitivos para o SNC.
-nervos motores:possuem fibras nervosas motoras,o impulso vai do SNC até os órgãos efetuadores.
-nervos mistos:possuem tanto fibras nervosas motoras quanto sensitivas.
Os gânglios são aglomerados de corpos de neurônios no SNP.
Tratos ou fascículo são feixes de axônio no SNC.
Os núcleos são aglomerados de corpos de neurônios no SNC.
1
2
3
Divisão funcional do sistema nervoso
Neuroanatomia celular
Neurônios: unidade morfofuncional do SN, possuem três regiões especializadas – corpo, dendritos e axônio;
Corpo→ centro metabólico;
Dendritos→ recebedores de estímulos
Axônio→ condutores de impulsos
Neurônios motores
Neurônios sensitivos
Neuroanatomia celular
O SNC contém quatro tipos de células gliais: oligodendrócitos, astrócitos, micróglia e células ependimárias.
Células gliais periféricas incluem as células de Schwann, células satélite e uma variedade de outras células associadas.
Neuroanatomia celular
Células gliais periféricas incluem as células de Schwann, células satélite e uma variedade de outras células associadas;
Oligodendrócitos produzem a bainha de mielina no SNC; células de Schwann produzem a bainha no SNP.
Funções das células gliais
Embriologia
O SN é o primeiro sistema a se formar,
É formado a partir do ectoderma: o tubo neural da origem ao SNC e a crista neural dá origem a células ganglionares sensitivas e autônomas e demais partes
Desenvolvimento de encéfalo
Sistema Nervoso Central
Origem embriológica: vesículas primordiais
SN - Telencéfalo
Cérebro: compreende dois hemisférios, incluindo o córtex, núcleos da base, núcleos subcorticais e rinencéfalo;
A superfície apresenta giros e sulcos;
Os corpos do neurônios são superficiais ;
Regiões anatômicas com funções especificas são referidas com lobos
Córtex cerebral local onde os movimentos voluntários são iniciados, sensações de raciocínio e planejamento são interpretadas;
Núcleos da base: importantes na manutenção da atividade motora normal
Rinencéfalo:são estruturas corticais profundas e ventrais associadas ao sentido da olfação, possui conexões com estruturas que coordenam funções autônomas – emoções e memória
SN - Diencéfalo
Tálamo: conecta os hemisférios cerebrais com tronco encefálico e medula espinal;
Epitálamo: local onde localiza a glândula pineal;
Hipotálamo: conectada a hipófise, essa conexão estabelece importante integração entre SN e S Endócrino.
SN - Mesencéfalo
Onde estão os pedúnculos cerebrais que conectam a medula espinal e tronco encefálico com hemisférios cerebrais;
 Possuem tratos com fibras sensitivas e motoras.
SN - metencéfalo
Cerebelo: importante na coordenação e execução precisas do movimento;
Ponte: é ventral ao cerebelo e apresenta fibras transversais que comunica um hemisfério cerebelar com o outro.
SN - Mielencéfalo
Origina a medula oblonga(bulbo) e contem importantes centros autônomos e núcleos de nervos cranianos.
SN - Sistema ventricular
São resquícios do lúmen do tubo neural embrionário,
Ventrículos laterais direito e esquerdo,
Terceiro ventrículo,
Quarto ventrículo.
Líquido cerebroespinal - LCE
Presente no sistema ventricular, circula do SNC, é formado pelo plexo corióideo dos ventrículos;
É um transudato modificado formado por células ependimarias,
Sua função é a proteção mecânica do SNC.
1
1= forame interventricular
38
Meninges
Pia-máter: a mais profunda, muito delicada,
Aracnoide: meninge media, entre ela e a pia-máter existe o espaço subaracnoideo por onde circula o LCE,
Dura-máter: mais externa e resistente, e separado do periósteo do canal vertebral pelo espaço epidural.
Medula espinal
É a continuação caudal do bulbo, a substância cinzenta encontra-se no centro da medula,
Cada segmento da medula conta com um par de nervos espinais,
Os nervos espinais são formados pela união das raízes dorsal e ventral;
Neurônios sensitivos estão presentes em gânglios da raiz dorsal, seus axônios entram na medula pelo corno dorsal,
A raiz ventral do nervo espinal consiste de fibras motoras que tem origem no corno ventral.
Funículos : regiões da substância branca da medula espinal que formam tratos por onde trafegam informações ascendentes e descendentes,
Trato ascendente: informação aferente,
Trato descendente:informação eferente.
Obs.: fascículo é um trato mais espesso, com maior numero de fibras
Questões de fixação do conteúdo
De que maneira o SN controla e coordena as atividades de outros sistemas orgânicos? Explique cada um.
Qual a divisão anatômica e funcional do SN?
Definir: nervos, nervo sensitivo, motor e misto, gânglios ,tratos, fascículos e núcleos.
Quais as características dos neurônios?
Funções das células gliais.
Explicar a embriologia do SN.
Discorrer sobre: telencéfalo, diencéfalo, mesencéfalo, metencéfalo e mielencéfalo.
Quais os componentes do sistema ventricular?
Onde esta localizado, onde é formado e qual a função do LCE?
Comente sobre as meninges.
Esquematizar a anatomia da medula espinal.
Partes do Sistema Nervoso Central (SNC)
Telencéfalo e diencéfalo originam o cérebro;
Mesencéfalo;
Metencéfalo origina o cerebelo e ponte;
Mielencéfalo origina o bulbo;
O restante do tubo neural origina a medula espinhal.
Partes do Sistema Nervoso Central (SNC)
A maior parte do encéfalo corresponde ao cérebro;
A superfície dos dois hemisférios apresentam sulcos que delimitam giros;
O cérebro é dividido em lobos, correspondendo ao osso com o qual guarda relação;
Partes do Sistema Nervoso Central (SNC)
Do tronco encefálico originam 12 pares de nervos cranianos;
Da medula originam os nervos espinhais que abandonam a coluna através dos forames intervertebrais.
Ventrículos encefálicos e suas comunicações
A luz do tubo neural primitivo permanece e apresenta-se dilatada constituindo os ventrículos que se comunicam entre si:
A luz do telencéfalo = ventrículos laterais;
A luz do diencéfalo = III ventrículo;
Ventrículos encefálicos e suas comunicações
A luz de mesencéfalo = aqueduto cerebral;
A luz do rombencéfalo = IV ventrículo que é contíguo com o canal central da medula e se comunica com o espaço subaracnóide;
Ventrículos encefálicos e suas comunicações
Comunicação entre ventrículos laterais de III ventrículo: forame interventricular;
Aqueduto cerebral comunica o III com o IV ventriculos.
Substâncias branca e cinzenta do SNC
Substância branca é composta de fibras nervosas mielínicas;
Substância cinzenta é constituída de corpos de neurônio;
Na medula forma um eixo central contínuo envolvido por substância branca;
Substâncias branca e cinzenta do SNC
Na medula, em corte transversal vê-se a substância cinzenta em forma de H;
Neste corte se reconhecem: colunas dorsal e ventral, coluna lateral e substância intermédia central e lateral
Substâncias branca e cinzenta do SNC
No tronco encefálico a substância cinzenta forma os núcleos antero-posterior e látero-lateral;
No cérebro e cerebelo formam núcleos da base e centrais respectivamente;
A substância branca formam os fascículos e tratos.
Sistema nervoso periférico
Nervos: coleção de axônios localizados fora do SNC, podem ser motores (eferentes) ou sensitivos (aferentes);
Terminações nervosas: presentes nas extremidades da fibra. Ex. placa motora e receptores livres;
Gânglios: