A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
RESUMO DE ANATOMIA HUMANA

Pré-visualização | Página 1 de 1

ANATOMIA HUMANA
A anatomia humana é a ciência que estuda a estrutura macro e microscópica de nosso corpo, sua constituição (células – tecidos – órgãos – sistemas – aparelhos) e seu desenvolvimento (fases da vida) dos seres organizados.
· Anatomia sistêmica: estudo macroscópico, e analítico, através dos sistemas.
· Anatomia topográfica: estudo de territórios ou regiões do corpo.
· Anatomia clinica ou radiológica: estudo através das imagens.
· Anatomia palpatória: e o estudo anatômico através do tocar.
POSIÇÃO ANATÔMICA
As descrições anatômicas tendem a relacionar a estrutura com a posição anatômica, padronizando e facilitando o seu entendimento.
Divisão do Corpo Humana
Ombro e quadril – são as partes fixas, ombro e a raiz do membro superior, e o quadril e a raiz do membro inferior.
Planos de Delimitação, pois delimitam o corpo humano por planos tangentes à sua superfície, os quais, com suas intersecções.
Ventral ou anterior => plano vertical tangente ao ventre.
Dorsal ou posterior => plano vertical tangente ao dorso. 
Lateral direito => plano vertical tangente ao lado do corpo. 
Lateral esquerdo => plano vertical tangente ao lado do corpo. 
Cranial ou superior => plano horizontal tangente à cabeça.
Podal ou inferior => plano horizontal tangente à planta dos pés.
Planos de secção
Os planos de secção (ou de corte) dividem o corpo humano e são paralelos aos planos de delimitação. Planos sagitais, plano horizontal e plano frontal.
Mediano ou Sagital => planos de secção paralelos aos planos laterais que divide o corpo em metades direita e esquerda. 
Frontal ou Coronal => planos de secção paralelos aos planos ventral e dorsal, que divide o corpo de forma a separar os planos ventral e dorsal. 
 Transversal ou Horizontal => planos de secção paralelos aos planos cranial e podal, que divide o corpo horizontalmente.
Eixos Anatômicos
A) Eixo Longitudinal: estende-se de cima para baixo (ou vice e versa), perpendicular ao plano transversal. Esse eixo possibilita os movimentos de rotação lateral e rotação medial. Ex.: Articulação do ombro, do cotovelo, etc.
B) Eixo Látero-Lateral: estende-se de um lado ao outro, tanto da direita para esquerda quanto o inverso, perpendicular ao plano sagital. Esse eixo também é conhecido como Transversal ou Horizontal. Esse eixo possibilita os movimentos de flexão e extensão. Ex.: Articulação do ombro, do cotovelo, etc.
C) C) Eixo Ântero-Posterior: estende-se em sentido anterior para posterior, perpendicular ao plano frontal. Esse eixo também é chamado de sagital. Esse eixo possibilita os movimentos de abdução e adução. Ex.: Articulação do ombro, do quadril, etc.
TERMOS DE POSIÇÃO E DIREÇÃO
- Anterior ou ventral: mais próximo do ventre;
- Posterior ou cranial: mais próximo da cabeça; 
- Superior ou cranial: mais próximo da cabeça;
- Inferior ou caudal: mais próximo dos pés; 
- Medial: mais próximo do plano mediano; 
- Lateral: mais próximo do plano lateral; 
- Intermédio: entre uma estrutura lateral e outra medial; 
- Proximal: mais próximo da raiz do membro; 
- Distal: mais distante da raiz do membro; 
- Médio: entre uma estrutura proximal, distal; superior, inferior, anterior e posterior; 
- Superficial: mais próximo da superfície (mais próximo da pele); 
- Profundo: mais distante da superfície (mais afastado da pele);
- Homolateral ou ipsilateral: do mesmo lado do corpo; 
- Contra-lateral: do lado oposto do corpo;
Cavidade do Corpo Humana
O que são e funções
Dentro do corpo humano existem espaços que fazem mais do que separar os órgãos. Esses espaços também tem a função de proteger e promover sustentação. A estes espaços chamamos de cavidades do corpo.
Características
Existem duas cavidades principais. São elas: cavidade dorsal do corpo e cavidade ventral do corpo. A primeira é formada pelos ossos do crânio, onde encontramos o encéfalo; e também pelo canal vertebral (coluna vertebral + medula espinal). A segunda está localizada na região do ventre e está subdividida, pelo diafragma, em cavidade torácica e abdominopélvica (onde se encontram as vísceras).
 
Constituição do Corpo Humano
O corpo humano é constituído por células e substâncias intracelulares líquidas. São eles:
Célula: É a menor unidade formadora dos tecidos do corpo humano. Ela é microscópica e constitui-se de uma membrana externa, citoplasma e um núcleo. Essas estruturas são imersas no citoplasma que é líquido. No núcleo encontra-se o material genético da célula.
Tecido: É um grupo de células que possuem a mesma função e estrutura interna. O corpo humano é formado por tecidos nos quais podemos dividi-los.
Tecido epitelial: É formado por células justapostas e reveste o organismo externamente e internamente, ou seja, a pele e as mucosas. Os tecidos epiteliais são divididos em germinativos, glandulares e de absorção.
Tecido conjuntivo: É formado por células separadas com muita substância intercelular, na qual se encontram fibras elásticas e conjuntivas. Sua função é de proteger os órgãos de armazenar gorduras.
Tecido adiposo: É o tecido que contém energia em forma de gordura, localizado logo abaixo da pele.
Tecido cartilaginoso: Este tecido é formado por células afastadas entre as quais fica uma substância intercelular rígida, porém flexível. É o que forma a cartilagem encontrada na traqueia, na orelha, nos tendões, septo nasal e nas extremidades ósseas.
Tecido ósseo: É formado por células chamadas de osteócitos, com muitas substâncias intercelulares formada por sais de cálcio deixando-a rígida, formando assim, os ossos do corpo humano.
Tecido hematopoiético: É o tecido encontrado em determinados pontos dos organismos que é responsável pela produção de elementos do sangue
Tecido muscular: É o tecido que forma os músculos do corpo humano. Possui células que têm a propriedade de se contrair e se alongar chamados de fibras musculares. O tecido muscular pode ainda ser subdividido conforme veremos abaixo.
Musculatura lisa: Não apresentam estrias e são responsáveis pela de contração involuntária.
Musculatura estriada: As células possuem estrias transversais e são responsáveis pela contração voluntária. Apresentam-se na cor vermelha. O tecido muscular cardíaco é estriado, mas sua contração é involuntária.
Tecido nervoso: É formado por células nervosas chamadas neurônio. Sua função é transmitir os estímulos através de suas células.
Normalidade, Variação Anatômica, Anomalia e monstruosidade.
· Normalidade – Padrão do corpo do indivíduo, que ocorre na maioria dos casos e é mais frequente estatisticamente.
· Variação Anatômica
Podemos citar diversos fatores que provocam variações anatômicas em um indivíduo, entretanto ressaltaremos os fatores relacionados com a entrevista de um paciente, sendo:
– Idade: já foi discutido que o biodesenvolvimento gera variações anatômicas. Podemos citar como exemplo que o número de ossos em um recém-nascido é em torno de 300. Já de um adulto jovem é de 206. Durante o desenvolvimento, há uma fusão de ossos;
– Gêneros: diferenças entre os gêneros masculino e feminino são visíveis externamente, como às genitálias, deposição de gordura, diferença da largura dos ombros em relação à largura do quadril (no homem, geralmente, os ombros são mais largos que o quadril);
– Etnia: as diferentes etnias provocam variações específicas no organismo, como: o aparelho locomotor do afrodescendente é muito mais resistente e capaz de gerar mais força, se comparado ao de um caucasiano de mesmo biótipo;
- Biótipo (são diferenças físicas, geralmente hereditárias, que podem ser alteradas por fatores ambientais). Os biótipos são classificados em:
– Longilíneo: apresenta pescoço longo, tórax estreito e predominante sobre o abdome, membros delgados e compridos;
– Brevelíneo: pescoço curto, tórax largo, sendo menor que o abdome, e membros grossos e curtos;
– Mediolíneo: apresentam características intermediárias entre os dois tipos anteriores.
· Anomalia – Variações morfológicas que acarretam prejuízo funcional;
· Monstruosidade – Anomalia acentuada incompatível com a vida.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.