A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
28 pág.
150 questões comentadas do SUS

Pré-visualização | Página 3 de 20

a 
participação complementar da iniciativa privada nos 
serviços de saúde, será dada preferência às: 
A) entidades sem fins lucrativos. 
B) organizações não governamentais. 
C) sociedades anônimas. 
D) organizações sociais de saúde. 
E) fundações autárquicas. 
33.(SESACRE 2014) Com base nos objetivos e 
atribuições do Sistema Único de Saúde, previstos na 
Lei nº 8.080/1990, analise as afirmativas abaixo. 
I. São objetivos do SUS a identificação e divulgação dos 
fatores condicionantes e determinantes da saúde. 
II. Fazem parte dos objetivos do SUS a formulação e 
execução de políticas econômicas e sociais que visem à 
redução de riscos de doenças. 
III. Compete ao SUS a ordenação da formação de recursos 
humanos na área de saúde. 
Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s): 
A) somente I. 
B) somente II. 
C) somente III. 
D) somente I e II. 
E) I, II e III 
34.(SMS-RJ-2017) A aprovação da Emenda 
Constitucional nº 29 (EC-29) em 2000 determinou a 
vinculação de percentuais mínimos de recursos 
orçamentários que a União, Estados, Distrito Federal e 
Municípios são obrigados a aplicar em ações e serviços 
públicos de saúde. A Lei Complementar n° 141 (LC 
141), Capítulo III, Seção I, artigos 6º e 7º fixou para os 
Municípios o percentual mínimo de: 
(A) 7 % 
(B) 12% 
(C) 15% 
(D) 22% 
35.(UFRJ 2012) O Conselho de Saúde é composto por: 
A) Representantes do Governo, profissionais de saúde, 
órgãos estudantis e clientes. 
B) Representantes do Estado, profissionais de saúde e 
educação, estudantes e usuários. 
C) Representantes do Governo, prestadores de serviço, 
profissionais de saúde e usuários. 
D) Representantes do governo e do Congresso, 
representantes da comunidade e usuários. 
E) Representantes de classe, estudantes de nível superior, 
pacientes e profissionais. 
36. (SMS-RJ-2017) A fim de fortalecer as ações de 
transparência, visibilidade, fiscalização, avaliação e 
controle, a Lei Complementar n°141/2012 dispõe 
sobre a obrigatoriedade dos órgãos gestores de saúde 
da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos 
Municípios de dar ampla divulgação, inclusive em 
meios eletrônicos de acesso público, às prestações de 
contas periódicas da área da saúde, para consulta e 
apreciação dos cidadãos e de instituições da 
sociedade. A prestação de contas realizada pelo 
município no Relatório Anual de Gestão (RAG), deverá 
ocorrer mediante: 
(A) a apresentação do RAG na Comissão Intergestora 
Tripartite para aprovação 
(B) a apresentação do RAG em audiência pública na 
respectiva Câmara de Vereadores 
(C) o envio do RAG ao COSEMS, até o dia 30 de setembro 
do ano seguinte ao da execução financeira 
(D) o envio do RAG ao respectivo Conselho Municipal de 
Saúde, cabendo a este emitir parecer conclusivo. 
37. (AOCP-2016) A Lei Complementar nº 141/2012 foi 
um avanço para as conquistas do Sistema Único de 
Saúde porque 
a) dispõe sobre os valores mínimos a serem aplicados 
anualmente pela União, Estados, Distrito Federal e 
Municípios em ações e serviços públicos de saúde. 
b) altera a forma de repasse financeiro para o SUS, 
extinguindo os fundos de saúde. 
c) define as bases para o decreto 7508 que regulamenta a 
lei orgânica de saúde 8080/90. 
d) aprova a Política Nacional de Atenção Básica, 
estabelecendo a revisão de diretrizes e normas para a 
organização da Atenção Básica. 
e) regulamenta o exercício da Enfermagem e prescrição de 
medicamentos de interesse coletivo no SUS. 
38.(FGV)Segundo os critérios estabelecidos na Lei C
omplementar nº 141/2012, não é considerada uma
 despesa com ações e serviços públicos de saúde aqu
ela referente 
a)à capacitação do pessoal de saúde do Sistema Único 
de Saúde. 
b)à ação de vigilância em saúde, incluindo a epidemiológic
a e a sanitária. 
c)ao manejo ambiental vinculado diretamente ao contro
le de vetores de doenças. 
d)à assistência à saúde que não atenda ao princípio de ace
sso universal. 
e)ao saneamento básico dos distritos sanitários especia
is indígenas. 
39.(FUNDEP-2013) A Lei Complementar nº 141, de 13 
de janeiro de 2012, dentre outras atribuições, 
regulamenta as normas de fiscalização, avaliação e 
controle das despesas com saúde nas três esferas de 
governo. Na referida lei, NÃO constitui despesas com 
ações e serviços públicos de saúde, EXCETO: 
a)Capacitação do pessoal de saúde do Sistema Único de 
Saúde (SUS). 
b)Pagamento de aposentadorias e pensões, inclusive dos 
servidores da saúde. 
c)Pessoal ativo da área de saúde quando em atividade 
alheia à referida área. 
APERFEIÇOAR SAÚDE – PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS 
 
6 
MATERIAL ELABORADO PELA PROFESSORA ÉRICA OLIVEIRA 
Este curso é protegido por direitos autorais, nos termos da Lei n.º 9.610/1998. 
d)Assistência à saúde que não atenda ao princípio de 
acesso universal. 
40.(CONSULPLAN-2010) A participação da 
comunidade na gestão do SUS está estabelecida em 
legislação federal específica e deverá acontecer 
através do(a): 
a)Conselho de Saúde. 
b)Conselho comunitário. 
c)Organizações não-governamentais. 
d)Ingresso em cooperativas hospitalares. 
e)Gerência extragovernamental. 
41.(SESACRE 2013) Os Conselhos de Saúde 
consubstanciam a participação da sociedade 
organizada na administração do SUS, propiciando e 
melhorando o controle social do sistema. A respeito 
desses órgãos, analise: 
I. Para que os Municípios recebam quaisquer recursos do 
Ministério da Saúde ou se habilitem a seus programas é 
necessário que o Conselho Municipal de Saúde exista e 
esteja em funcionamento. 
II. A legislação estabelece a composição paritária dos 
usuários em relação aos outros segmentos representados 
nos Conselhos de Saúde. 
III. Uma das atribuições do Conselho Nacional de Saúde é 
acompanhar a execução do cronograma de transferência 
de recursos financeiros, consignados ao SUS, aos Estados, 
Municípios e Distrito Federal. 
A) se somente a afirmativa I estiver correta. 
B) se somente a afirmativa II estiver correta. 
C) se somente a afirmativa III estiver correta. 
D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas. 
E) se as afirmativas I, II e III estiverem corretas. 
42.(SESACRE 2014) A respeito das Conferências de 
Saúde é correto afirmar que: 
A) são órgãos colegiados compostos exclusivamente por 
profissionais de saúde e usuários. 
B) terão representação no Conselho Nacional de 
Secretários de Saúde e no Conselho Nacional de Saúde. 
C) reunir-se-ão a cada cinco anos com a representação dos 
vários segmentos sociais. 
D) devem ser convocadas exclusivamente pelos Conselhos 
de Saúde e na ausência desses pelo Poder Executivo. 
E) são responsáveis por avaliar a situação de saúde e 
propor as diretrizes para a formulação da política de 
saúde. 
43.(SESACRE 2014) A representação dos usuários nos 
Conselhos de Saúde deve ser paritária em relação ao 
conjunto dos demais membros. Na prática isso 
corresponde a qual percentual do total de 
participantes? 
A) 20%. 
B) 25%. 
C) 30%. 
D) 40%. 
E) 50%. 
44.(UFMA 2011) Sobre os Conselhos de Saúde, é 
incorreto afirmar: 
A) Constituem instâncias de controle social do Sistema 
Único de Saúde. 
B) Possuem caráter apenas consultivo. 
C) Possuem caráter permanente. 
D) São formados por representantes do governo, 
prestadores de serviços, profissionais de saúde e usuários. 
E) Possuem caráter deliberativo. 
45.(UFMA 2011) A vigilância sanitária consiste em um 
conjunto de ações: 
A) Programadas para avaliação e controle do valor 
nutricional dos alimentos. 
B) Destinadas à fiscalização do meio ambiente, sobretudo 
em regiões afetadas por grandes estiagens. 
C) Voltadas exclusivamente à fiscalização de alimentos 
destinados aos centros de distribuição. 
D) Capazes de eliminar, diminuir e prevenir riscos à saúde 
e de intervir nos problemas sanitários decorrentes do 
meio ambiente.