A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
28 pág.
resumo clinica silvestres

Pré-visualização | Página 3 de 4

Peso médio: 250 a 520g; Tº35,9-37,5º, FC: 250 a 450bpm, maturidade sexual: 65 a 110 dias, gestação: 21 a 24 dias, 6 a 12 filhotes
· Coleta de sangue: local principal a cauda. Ela é utilizada para equilíbrio e dissipar o calor. Não é muito fácil fazer a coleta, contensão pode ser feita com sedação ou em uma caixinha deixando apenas a cauda pra fora. A cauda é bem sensível, eles sentem dor, passar antes uma pomada ou então molhar ela em agua morda, para fazer vasodilatação
· 
· Sedação é bem efetiva quando o animal esta saldável, se ele tiver algum problema a coleta é mais complicada.
· CAMUNDONGOS: pequenos e ágeis, não é muito indicado para crianças, pois eles são muito sensíveis, eles podem ficar agressivos dependendo do manejo dele, são solitários, eles podem se matar caso fiquem com outro camundongo
· 
· Tem uma vida muito curta, geralmente quando aparece em consulta é questão de trauma, machucado ou dermatológica, o tutor nem sempre leva eles para consulta, pois as vezes não fazem questão de trata-los
· Expectativa de vida: 1 a 3 anos; peso: 20 - 40g, FC: 325 a 780bpm, Tº 36,5 – 38ºC, tomar cuidado com sedação e anestesia, são muito pequenos e frágeis, maturidade sexual 50 a 60 dias, gestação 19 a 21 dias, filhotes: 10 a 12, porem pode ter mais;
· Pode ter risco de canibalismo entre eles, fêmea ficar estressada no parto, macho estar junto no parto.
· GERBIL: faz um casal pelo resto da vida, podem viver bem em grupo, tomar cuidado quando for colocar um novo animal em um grupo já formado, não são bons pra criança,
· 
· Expectativa de vida: 3 a 4 anos, peso: 55 a 110g, FC: 360bpm, maturidade: 2 meses, gestação: 24 a 26 dias, filhotes: 3 a 7 filhotes (pode ter mais)
· HAMSTER: varias espécies, mesmas características
· São os mais sensíveis ao estresse, se finge de morto, se mudar algo em sua volta ele sente, problemas de tumor, machucados, é comum em clinica, comportamento associal. Da para ter machos e fêmes, porem eles não podem ficar juntos em época de gestação, cuidado com canibalismo
· Eles precisam ter espaço,
· Bolsa gutural ou facial: não é a igual do cavalo, ela serve pra guardar alimento:
· 
· não possui nenhuma glândula, serve para armazenar, leva de um cato para outro, o alimento não fica lá por muito tempo
· tomar cuidado para não ocorrer uma perfuração, infecção. As vezes pode ocorrer de ela sair para fora, e ter que retirar, quando isso acontece, devemos dar alimento pastoso, 
· fêmeas: constroem ninho, mesmo sem ter filhote, colocar material para eles fazer isso, esse ninho é importante, pois ele se sente mais seguro e diminui o estresse, quando as fêmeas estão para parir elas tem um corrimento com sangue. Elas não tem muita distocia, se nasce um filhote morto ou com alguma deficiência a mãe acaba comento o filhote
· 
· expectativa: 1 a 2 anos, FC: 250 a 500bpm, maturidade: 10 a 14 semanas, gestação: 15 a 16 dias, filhotes: 5 a 9 (pode ter mais)
· Instalações: espaço adequado para eles, espaço arejado, fácil limpeza, livres de superfície cortante, com coisas para distrair eles, cuidado com temperatura, limpeza pesada, uma vez por semana, eles tem mania de fazer xixi em um único local, pode trocar apenas o espaço, porém isso varia com a quantidade de animais
· 
· As rodinhas fechadas, são melhores
· PORQUINHO DA INDIA: animais mansos, excelentes como pets, fácil de manejar, machos tem muito cheiro forte e quando seu ambiente não é limpo da forma correta, pode dar banho neles
· são bons para criança por serem mais corpulentos;
· 
· dentes hipsodondes;
· machos e fêmeas possuem um par de mamas inguinais, machos são mais propensos a ter câncer de mama;
· machos marcam território, porém eles vivem bem em grupo, são sensíveis a variações de temperatura e umidade;
· são herbívoros, fazem coprofagia
· eles são meio “dramáticos”, precisa avisar o que esta fazendo, para o tutor não pensar que o animal esta sendo machucado;
· ele pode morrer facilmente por estresse
· expectativa: 4 a 5 anos, peso: 700 a 1200g – tem predisposição a obesidade, FC: 230 a 380 bpm (pode chegar aos 500), maturidade sexual: 1,5 a 2 meses, gestação: 59 a 72 dias, filhotes 2 a 5, filhotes já nascem com pelo e de olhos abertos
· 
· Alimentação: folhas verdes, feno, ração é complemento, frutas e verduras são petiscos; 
· Eles não sintetizam vitamina c, precisa ter ela na alimentação.
· 
· pode ser via medicamentosa ou então indicar alimentos ricos em vitamina c e dar de forma alternada, sem precisar de suplementação
· SEXAGEM: não consegue ver o testículo com facilidade, se vê o formato do órgão genital. Macho: pênis, circular. Fêmea: formato mais em forma de “V” ou “U”
· 
· Contenção: eles são medrosos e vocalizam muito. Eles não causam grander problemas na gente, ele precisa se sentir seguro
· (forma mais correta)
· Se ele tiver abrindo a boca para respirar, tomar cuidado
· A coleta de sangue é um pouco complicada, pode ser feita na: veia safena lateral, cefálica, jugular ou cava
· Ambiente: pode se fazer um cercadinho, pois ele não pula, não vocaliza muito
· a gaiola precisa ter um espaço para eles descansar as patas, não utilizar muito gaiolas com grades, pois machuca eles
· CHINCHILAS:
· 
· Elas já foram muito comuns, antes eram usadas para fazer casacos e objetos de pelo, porém depois elas foram usadas como pets, elas se dão bem no frio, eles são animais caros, pois eles vivem mais (10 – 20 anos)
· Crescimento continua de todos os dentes, muitos problemas dentários, são herbívoros, pelagem mais densa, trato intestinal longo, é comum eles comerem corpo estranho e ficar preso no intestino. 
· Eles não tomam banho com agua, pois eles podem pegar fundo, ele toma banho com pozinho de mármore, todo dia por 10 minutos, raramente vocaliza, são animais mais noturnos, porém ele se acostuma com a rotina da família, possui muito problema de hipertermia
· No final na prenhes não se aconselha usar esse pó de mármore
· 
· Expectativa: 10 a 20 anos (ou mais); peso: 400 a 600g (mais pelo que corpo), FC: 100 a 150bpm (animal bem estressado), maturidade sexual: 8 meses, gestação é de 105 a 118 dias, filhotes: 1 a 6. Eles já nascem com pelos, olhos abertos, dentição cpmpleta... 
· Alimentação: herbívoros: folhas frescas, feno, verdura e frutas são contadas por conta do carboidrato – dar como petisco, ração especifica a vontade, pois ele não tem muita predisposição de obesidade, a ração pode ficar lá no potinho que eles não costumam comer tudo de uma vez (sempre tem exceção)
· Sexagem: por distancia, da para diferenciar bem o macho da fêmea, as vezes o que atrapalha é a quantidade de pelo
· 
· Fêmeas possuem 3 pares de gland. Mamarias, machos apresentam testículo no canal inguinal ou abdome, vivem bem em casais ou pequenos grupos
· Contenção: muito parecida com porquinhos da índia, tomar cuidado com pelo, pois eles podem soltar tufos de pelos
· 
· Coleta: veia safena, cefálica, jugular
· Gaiolas: tomar cuidado com as grades, para não se machucarem, elas precisam de espaço, pois são ágeis. Pode usar areia para roedor para colocar no fundo da gaiola, pode ser maravalha, mas tomar cuidado com o pó que ela levanta
· Eles são propensos a disbiose: tomar cuidado com a alimentação e antibióticos; sensíveis a Bordetella.
RÉPTEIS Anatomia e fisiologia 
· São ectotérmicos: ligado a clinica, resposta imune do animal;
· Comportamento/fisiologia ligadas a temperatura;
· A resposta imune cai durante o inverno, as vezes ele para de comer pois ele esta com frio. Deve aquecer eles, pois eles podem ficar doentes;
· Gradiente de temperatura: uma fonte de calor em um único ponto do terrario, para o local ter “varias temperaturas”, para ele escolher o local de melhor conforto:
· Manejo: pedras aquecidas é comum (imita a natureza), répteis diurnos média de 27-35 graus, noturnos ou de montanhas: 21-27 graus;
· Lâmpada: luminosidade de 14 horas no verão e 12 horas no inverno, produzir raios UVA x UVB, essas lâmpadas são próprias para eles e elas possuem um tempo de vida,
· Umidade: é mais difícil de ser controlada, principalmente

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.