A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Articulações sinoviais

Pré-visualização | Página 1 de 1

Articulações
sinoviais
A grande característica das articulações sinoviais é a presença de uma cavidade
articular entre as superfícies articulares dos ossos envolvidos, o que implica dizer que
esse tipo de articulação permite movimentos com ampla liberdade e são classificadas
como diartroses.
É importante esclarecer que as superfícies articulares nesse tipo de articulação são
recobertas por cartilagem hialina, contudo, essa estrutura cartilaginosa não une os
ossos entre si, apenas atua reduzindo o atrito entre eles e, por vezes, amortecendo
impactos.
As articulações sinoviais ainda são envolvidas por uma cápsula articular, que se
encarrega por unir os ossos envolvidos. Essa cápsula é composta por duas camadas:
a cápsula fibrosa e a membrana sinovial. A cápsula fibrosa (mais externa) consiste em
um tecido conjuntivo denso não modelado que se fixa ao periósteo dos ossos
envolvidos. É a flexibilidade dessa camada que confere movimentação à articulação,
enquanto sua resistência à tração ajuda a evitar o deslocamento dos ossos.
A membrana sinovial, por sua vez, é a camada que faz o revestimento interno da
cavidade articular, exceto onde há cartilagem hialina. Essa camada, por vezes, acumula
tecido adiposo (formando os chamados “corpos adiposos articulares”) e sua função
principal é produzir o líquido sinovial, o qual consiste em ácido hialurônico e forma,
entre as superfícies articulares, uma película fina, que serve para lubrificar a
articulação (reduzindo ainda mais o atrito) e também para nutrir as peças de
cartilagem hialina (tendo em vista que esse tecido é avascularizado).
Ademais, as cápsulas articulares podem ter (não compondo-as) outras 2 estruturas
associadas:
a) bolsas (compostas por um tecido muito semelhante ao da cápsula e preenchidas
por líquido sinovial, que se posicionam em locais estratégicos para amortecer
impactos);
b) bainhas tendíneas (bolsas tubulares que envolvem os tendões sujeitos a muito
atrito, como o do músculo Bíceps Braquial, por exemplo).
Articulações
sinoviais

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.