A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Guerra das Malvinas

Pré-visualização | Página 1 de 1

Curso de Graduação em Relações Internacionais
Disciplina: Teoria das Relações Internacionais da América Latina
Prof: Samantha Klein
Nome: Eduarda Martins, Enzo Ribas e Thiago Ferreira
A Guerra das Malvinas
A guerra das Malvinas ou guerra pelas ilhas Falklands, foi um conflito rápido e direto
nos anos 80 entre a Argentina e o Reino Unido pela posse das ilhas que se localizam ao sul
do Atlântico. Antecedentes do conflito que foram cruciais para o desenvolvimento de uma
luta armada se deram pela junta militar que se encontrava na Argentina e o governo firme de
Margaret Thatcher no Reino Unido.
O estado argentino se via em uma profunda crise financeira que se agrava com o
passar do tempo e sem previsão de melhora da situação, a Junta idealizou a anexação das
Malvinas como forma de distração dos problemas econômicos e uma forma de levantar o
espírito nacionalista do povo argentino. Podemos afirmar que as ilhas eram importantes
postos de caça de baleias, mas essa prática fez com que numerosas espécies de baleias nos
mares austrais desaparecessem e a importância econômica dos três arquipélagos foi muito
reduzida.
O interesse pelas ilhas se dá principalmente por três fatores, sendo eles a soberania
sobre esses territórios que representa o orgulho e a credibilidade nacional, o controle do
arquipélago que encerrou a posição estratégica sobre o cruzamento austral e o tráfego
marítimo e a exploração de petróleo pelos ingleses que era próximo as Malvinas, podendo
indicar que os britânicos já sabiam desta existencia de combustíveis fósseis naquela região.
No decorrer deste conflito, o Peru representou os interesses diplomáticos da Argentina
no Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte e a Suíça representou os interesses
diplomáticos da Grã-Bretanha na Argentina. Com isso, os diplomatas argentinos residentes
em Londres se converteram em diplomatas peruanos de nacionalidade argentina, e os
britânicos em Buenos Aires, como diplomatas suíços de nacionalidade britânica.
O Governo de Margaret Thatcher
O governo de Margaret estava muito debilitado devido às reformas econômicas, e
com elas surgiram um confronto com amplas camadas da população britânica. O ministro das
relações exteriores, Francis Pym, não tinha pensamentos positivos em relação ao conflito com
a Argentina pela posse das ilhas do Atlântico Sul. No dia 03 de abril, o Reino Unido
consegue que o Conselho de Segurança da ONU aprovasse a Resolução 502, esta que
determinou a cessação de quaisquer conflito. Podemos dizer também que o Reino Unido
rompeu todas as relações comerciais com a Argentina, passando assim a procurar aliados
diplomáticos muito maiores que a junta da Argentina.
A Junta Militar
O governo da junta militar começou com o golpe de todos os ramos das forças
armadas argentinas contra o governo de María Estela Martínez de Perón em 24 de março de
1976 e durou até 1983, foi notável pela sua violação dos direitos humanos e perseguições
contra rivais políticos, logo após o golpe medidas econômicas impopulares foram adotadas.
Geopolítica da Antártida
Mesmo após o encerramento do conflito, as disputas pelo território se mantinham em
âmbito internacional nas organizações em que os dois Estados se faziam presentes. Porém
atualmente a discussão entre Argentina e Reino Unido vem tomando um novo capítulo, o uso
das Ilhas Malvinas como posição estratégica na Antártida e realocação de recursos para
pesquisas no continente gelado.
Com a assinatura do Tratado Antártico - assinado em 1959-, graças a posição
estratégica e localizada perto do continente gelado, o Estado inglês ganhou uma concessão
para ter uma base de pesquisas na Antártida, habilitando-o à uma nova configuração de poder
devido a crescente busca por novas fontes de água doce e também uma grande fonte de
minerais e hidrocarbonetos (mesmo os dois sendo proibida a exploração, isto pode ser
revisado).
Além de ser uma rivalidade histórica os argentinos buscam ter “a concessão de sua
terra” no continente, ou seja, ainda se torna palco de grandes dificuldades nas RI’s dos dois
países.
PHILIPP, Peter. 1982: Início da Guerra das Malvinas. CARTA CAPITAL. 08. abril. 2013.
Disponível em:
<https://www.cartacapital.com.br/mundo/1982-inicio-da-guerra-das-malvinas/>. Acesso em:
10 de maio de 2020.
Controle de recursos naturais movimenta disputa pelas Malvinas. DEFESA NET. Brasília
09. fevereiro. 2012. Disponível em:
<http://www.defesanet.com.br/geopolitica/noticia/4733/Controle-de-recursos-naturais-movim
enta-disputa-pelas-Malvinas>. Acesso em dia: 11 de maio 2020.
1982: Início da Guerra das
Malvina
https://www.cartacapital.com.br/mundo/1982-inicio-da-guerra-das-malvinas/
http://www.defesanet.com.br/geopolitica/noticia/4733/Controle-de-recursos-naturais-movimenta-disputa-pelas-Malvinas
http://www.defesanet.com.br/geopolitica/noticia/4733/Controle-de-recursos-naturais-movimenta-disputa-pelas-Malvinas