A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Fertilização/Fecundação - Semana 1 do Desenvolvimento Embrionário

Pré-visualização | Página 1 de 1

FERTILIZAÇÃO/FECUNDAÇÃO
● ovulação: oócito secundário + primeiro corpo polar + coroa radiada --- expelidos para o interior da
cavidade pélvica --- impulsionados para interior tuba uterina
● 200 milhões de espermatozóides introduzidos na vagina --- 1%/2 mi alcançam o colo do útero --- 200
alcançam o oócito secundário --- muitos se perdem/são eliminados pelo pH vaginal levemente ácido
● espermatozóides vagina - colo do útero --- movimento de seus flagelos
● espermatozóides útero - tubas --- contração das paredes + movimento dos cílios
● prostaglandinas do sêmen estimulam motilidade uterina --- auxílio na circulação dos espermatozóides
● espermatozóides que alcançam o oócito min após ejaculação --- não conseguem fertilizar até 7h
depois --- PROCESSO DE CAPACITAÇÃO
● fertilização geralmente ocorre na ampola da tuba 12-24h (máx que óvulo é viável) após a ovulação
mas pode acontecer na cavidade peritoneal
● o espermatozoide pode permanecer viável por aprox 48h após a deposição na vagina
capacitação
● dura cerca de 7h
● alterações funcionais --- flagelo se mova mais vigorosamente --- sem alterações morfológicas mas +
ativos
● preparação membrana plasmática espermatozóide para fusão com membrana do oócito --- remoção
colesterol, glicoproteínas e proteínas da membrana plasmática em torno da cabeça do
espermatozóide
● apenas os capacitados conseguem ser atraídos e responder aos fatores químicos das células
circundantes do oócito
reação acrossômica
● liberação de enzimas da vesícula acrossômica --- hialuronidase + acrosina --- facilitam fecundação
● ZP3 (glicoproteína da zona pelúcida) atua como receptor de espermatozóides --- ligação à proteínas
de membrana do acrossomo --- desencadeia reação acrossômica
● enzimas acrossomais + fortes movimentos flagelo --- auxiliam na penetração na coroa radiada (células
da granulosa) e contato com zona pelúcida (camada de glicoproteínas)
● penetração da coroa radiada: AÇÃO HIALURONIDASE --- alterações moleculares complexas nos
espermatozóides --- resultado perfurações no acrossoma --- vários pontos de fusão membrana
plasmática espermatozóide com membrana acrossômica externa
● penetração da zona pelúcida: ACROSINA “digere um caminho” através da ZP ---
● muitos espermatozoides se ligam às ZP3 e sofrem reações acrossomais --- MAS apenas o primeiro
espermatozóide que alcança a membrana plasmática do oócito se funde a ele
eventos bloqueadores da polispermia: fertilização por mais de um espermatozóide
● acionados pela fertilização
● despolarização membrana celular do oócito --- incapacidade fusão oócito e espermatozóide ---
BLOQUEIO RÁPIDO DA POLIESPERMIA
● despolarização desencadeia liberação intracelular de Ca++ --- estimulação exocitose vesículas
secretoras oócito --- moléculas exocitadas inativam ZP3 + enrijece zona pelúcida ---- BLOQUEIO
LENTO DA POLISPERMIA
formação de pronúcleos após continuação meiose II
● tubas: espermatozóides penetram o oócito secundário --- meiose II do oócito retomada --- oócito
secundário se divide em óvulo (maior) + segundo corpo polar (menor) ambos haplóides
● cabeça do espermatozóide se separa da cauda --- degeneração cauda --- aumento núcleo ---
desenvolva em pronúcleo masculin
● cromossomos maternos se condensam --- núcleo do óvulo fertilizado se desenvolve no pronúcleo
feminino
● durante o crescimento dos pronúcleos há replicação DNA haplóide --- oócito com 2 pronúcleos
haplóides chamado de oótide
● pronúcleos se fundem --- produção núcleo diplóide único --- SINGAMIA --- origem zigoto
● a fecundação se completa quando os pronúcleos masculino e feminino se unem e os cromossomos
maternos e paternos se misturam durante a metáfase da primeira divisão mitótica do zigoto
● gêmeos dizigóticos/fraternos: liberação independente de dois oócitos secundários + fertilização de
cada um por espermatozóides diferentes --- gêmeos podem ou não ter o mesmo sexo
● gêmeos monozigóticos/idênticos: desenvolvimento a partir de um único óvulo fertilizado --- mesmo
material genético --- sempre do mesmo sexo --- separação das células em desenvolvimento em dois
embriões antes de 8 dias (99%)
● as separações que ocorrem depois de 8 dias são suscetíveis de produzir gêmeos conjuntos/xifópagos:
corpos dos gêmeos são unidos e compartilham algumas estruturas do corpo