A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
17 pág.
COVID-19 e Saúde Mental

Pré-visualização | Página 1 de 1

Arthur Albuquerque de Lucena*; Gabriela de Gusmão Pedrosa Eugênio*; Gabrielle Elvira
Ferreira Camilo*; Marília de Araújo Alves*; Tiago Peixoto da Silva Lôbo*; Laércio Pol
Fachin**
INFLUÊNCIA DA PANDEMIA DE COVID-19 NA SAÚDE
MENTAL DE ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR
CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA
BASES CIENTÍFICAS
mariiaraujoo12@gmail.com
*discente
**docente
Introdução
Pandemia de 
COVID-19 
 
Vida universitária na
nova realidade
Mudanças e
impactos na
sociedade
Saúde Mental
Estresse
Depressão
Ansiedade
Saúde Mental
Objetivo
Entender o impacto causado pela pandemia de COVID-19 na
saúde mental de alunos de instituições de ensino superior.
Metodologia
Artigos mais citados
contendo:
"pandemics", "covid",
"mental health",
"anxiety"
Bases de dados
Identificação de
revistas com alto fator
de impacto para nova
busca
Artigos citados
pelos artigos
identificados na
etapa (1)
01 02 03
Revisão bibliográfica
ResultadosPortugal
Resultados independem do sexo
Aumento significativo de perturbação psicológica
Escala Likert
Resultados
Metodologia
Resultados
Objetivo
Analisar se os níveis de depressão, ansiedade e estresse em estudantes
universitários de Portugal se alteraram no período pandêmico (2020).
Questionários. Técnica de amostragem: bola de neve. Não disponibiliza os
dados para reprodução dos resultados. Amostras colhidas em tempos
distintos. Análise descritiva, com amostragem pequena.
Aumento significativo nos níveis de ansiedade depressão e estresse. No geral,
dados insuficientes para uma análise detalhada.
ResultadosÌndia
Diferença socioeconômica
Integrantes da área de saúde
foram os mais afetados
Níveis de sofrimento psicológico
levemente elevados
Resultados
Metodologia
Resultados
Objetivo
Explorar o estado psicológico de indianos durante o período de lockdown
devido ao Covid-19.
Questionários via Google forms. Amostras contêm 403 participantes,
predominantemente feminina. Escala de depressão, stress e ansiedade de
Lovibond e Lovibond [7] foi utilizada.
Não houve diferença entre os sexos nas variáveis estudadas. Níveis de stress
leves, mas níveis de ansiedade moderados. Casos de ansiedade severa
também foram reportados, tendo como causa o medo e a situação socio-
econômica. Profissionais e estudantes de saúde com níveis mais elevados que
outras profissões. 
ResultadosMalásia
Maior grau de ansiedade pertence
a alunos do sexo feminino
Os mais jovens mostraram-se mais
ansiosos do que os mais velhos
Estudantes financeiros e
administrativos mais afetados 
Indivíduos que moram
sozinhos foram mais afetados
Resultados
Metodologia
Resultados
Objetivo
Analisar o impacto da pandemia de COVID-19 nos níveis de ansiedade de
estudantes universitários da Malásia.
Questionários com estudantes (amostragem feita tentando igualar
estudantes privados e públicos). Escala SAS de Zung foi usada para medir os
níveis de ansiedade. 
Nível de ansiedade maior entre mulheres (no geral expressam mais emoções
que homens, e isto foi exacerbado na pandemia). Estudantes mais novos mais
ansiosos (mais redes sociais). Estudantes em cursos de administração com
níveis maiores que os da áreas de saúde. Morar sozinho associado a pior
estado mental. Estressores identificados: situação financeira, aulas remotas,
incertezas sobre o futuro.
local de residência
fonte de renda dos pais
Resultados
24,9% dos estudantes universitários
sofriam de ansiedade devido os
impactos da COVID-19
Ausência de comunicação interpessoal como
principal agravado de perturbações psicológicas
China
morar com os pais
conhecido infectado
Fatores que influenciam a mentalidade:
Resultados
Metodologia
Resultados
Objetivo
Analisar a saúde mental dos estudantes da faculdade de medicina de 
 Changzhi durante a pandemia de COVID-19. Todos os estudantes
responderam o questionário.
Todos os estudantes (7143) responderam o questionário. Técnica utilizada:
clusterização. Questionário utilizado: GAD-7. 
25% dos estudantes apresentaram sintomas de ansiedade. Fatores que
afetam a saúde mental: lugar de moradia; fonte de renda dos pais; se moram
ou não com os pais; e se possuem amigos ou familiares infectados. Não
observou-se diferenças entre os sexos.
Aqueles que se mudaram para áreas
rurais apresentaram melhor estado
psicológico.
ResultadosFrança
Aumento no nível de stress de todos os
estudantes.
Se mudar antes do lockdown associado a
menores níveis de ansiedade e stress.
Resultados
Metodologia
Resultados
Objetivo
Comparar os níveis de ansiedade e de stress entre estudantes franceses que
se mudaram e os que permaneceram na mesma residência durante a
pandemia. 
Questionários com os estudantes do primeiro ano. Escala Likert utilizada para
medir níveis de ansiedade e stress.
Maioria dos estudantes reportou um aumento nos níveis de stress e
ansiedade, mas os que não se mudaram se mostraram mais suscetíveis a
terem maiores níveis de stress e ansiedade.
Conclusões
Níveis de stress, ansiedade e depressão aumentaram
consideravelmente durante a pandemia.
Ensino online remoto, isolamento social e situação
financeira agravam tal problemática.
Maior resiliência de estudantes de cursos de saúde à
pandemia.
Universitários com saúde mental fragilizada.
REFERÊNCIAS
[1] Cao, Wenjun, et al. "The psychological impact of the COVID-19 epidemic on college students in China." Psychiatry
research (2020): 112934.
[2] Dangi, Ravi Rai, and Mathew George. "Psychological Perception of Students During COVID-19 Outbreak in
India." High Technology Letters 26.6 (2020): 142-144.
[3] Husky, Mathilde M., Viviane Kovess-Masfety, and Joel D. Swendsen. "Stress and anxiety among university students
in France during Covid-19 mandatory confinement." Comprehensive Psychiatry 102 (2020): 152191.
[4] Lovibond, Peter F., and Sydney H. Lovibond. "The structure of negative emotional states: Comparison of the
Depression Anxiety Stress Scales (DASS) with the Beck Depression and Anxiety Inventories." Behaviour research and
therapy 33.3 (1995): 335-343.
[5] Maia, Berta Rodrigues, and Paulo César Dias. "Ansiedade, depressão e estresse em estudantes universitários: o
impacto da COVID-19." Estudos de Psicologia (Campinas) 37 (2020).
[6] Rehman, Usama, et al. "Depression, anxiety and stress among Indians in times of Covid-19 lockdown." Community
mental health journal (2020): 1-7.
[7] Sundarasen, Sheela, et al. "Psychological impact of Covid-19 and lockdown among university students in Malaysia:
Implications and policy recommendations." International Journal of Environmental Research and Public Health 17.17
(2020): 6206.