A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Gestão de tempo

Pré-visualização | Página 1 de 1

· Definir as prioridades (planejamento).
· Controle do email (não ficar olhando muito).
· Se você trabalha num setor administrativo, pode pensar na pertinência de: estabelecer prioridades, ler recados, organizar seu local de trabalho, otimizar telefonemas, acessar os e-mails e respondê-los etc.
· Divisão de tarefas: Selecionar as tarefas por prioridades e seguir rigorosamente o que planejou.
· Distração com assuntos aleatórios: Procurar não se distratir com assuntos alheios ao trabalho.
· Delegação de atividades: Sempre que for possível, delegar atividades e acompanhar o desenvolvimento delas.
· Brevidade: Procurar ser breve ao falar ao telefone e ser direto nas comunicações sejam elas orais ou escritas.
· Organização: Organizar o local de trabalho de modo que favoreça a agilidade.
· Socialização: Evitar socializações excessivas durante o período de trabado.
· Reuniões: Preparar a pauta das reuniões com tempo previamente determinado para discutir cada assunto.
· Todos temos um "relógio biológico" que regula nosso fluxo de energia no decorrer das 24 horas do dia. Pesquisas científicas comprovaram que nossa capacidade de raciocínio, criatividade e tônus muscular atingem seu auge entre oito e onze horas da manhã. Esse ritmo diminui quase pela metade no período da tarde e à noite não chega a 20%. Nada melhor então do que remar a favor da maré. Pela manhã, sempre que possível, execute atividades nobres, que exijam clareza de raciocínio, dedique-se a um projeto importante, faça reuniões produtivas (e rápidas), estabeleça contatos essenciais etc. À tarde, de preferência, dedique-se mais a rotinas e trabalhos corriqueiros.
· Os sintomas da desorganização são: deixar tarefas inacabadas, fazer várias coisas ao mesmo tempo, incapacidade de concentração, adiamentos constantes, não programar suas atividades. Existem tarefas que exigem dias, semanas ou meses de trabalho, e muitas vezes não temos condições de alocar períodos de tempo sem que haja várias interrupções. Use então a "técnica da mortadela". Quem se propuser a comer uma mortadela de dois quilos de uma só vez é sério candidato a uma inesquecível indigestão. Mas, se ela for fatiada e consumida aos poucos, depois de alguns dias, não existirá mais nenhum pedaço dela. O mesmo se dá com tarefas trabalhosas e difíceis. Divida-as em porções menores e depois as complete passo a passo.