A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
PELE

Pré-visualização | Página 1 de 1

P
ele
Pele
1/7
Pele
2/7
A pele é o maior órgão do corpo humano e exerce funções essenciais. Além de ter a função
de revestimento das partes moles, protege o organismo contra lesões e infecções; auxilia na
regulação da temperatura corporal; é responsável pela troca de sensações com o ambiente através
do tato; excreta substância através de glândulas; e absorve outras substâncias, como a radiação
ultravioleta.
A pele é composta por duas camadas, a epiderme, mais superficialmente e a derme, mais
profunda. A hipoderme é uma camada de tecido frouxo com tecido adiposo que se encontra logo
abaixo da derme, porém não faz parte da pele propriamente dita.
EPIDERME
A epiderme é formada por epitélio estratificado pavimentoso queratinizado e tem sua
origem embriológica no ectoderma. Tem em média de 0,07 a 0,12 mm de espessura, podendo
chegar a 0,8 – 1,4 mm na palma das mãos e na planta dos pés. É formada por quatro tipos
celulares: os queratinócitos, as células de Langerhans, os melanócitos e as células de Merkel.
Queratinócitos
Consiste na maior população de células da epiderme e se organiza em cinco camadas
distintas, de acordo com o grau de diferenciação celular. Novos queratinócitos surgem através de
mitose nas células das camadas basais e vão sendo levadas até a superfície, quando morrem e
descamam. Este processo leva em torno de vinte a trinta dias. Devido a essa movimentação,
cinco camadas de epiderme são formadas:
O estrato basal ou estrato germinativo é uma camada simples de células cuboides ou
colunares baixas que sofre mitose. As células dessa camada possuem citoplasma basófilo e um
núcleo proeminente. As lâminas geralmente não apresentam figuras mitóticas, pois esse
processo ocorre principalmente à noite e as amostras são colhidas durante o dia.
O estrato espinhoso é a parte mais espessa da epiderme, sendo constituído por diversas
camadas de células polimorfas com atividade mitótica. As células possuem citoplasma
eosinofílico,
Pele
3/7
núcleo e prolongamentos semelhantes a espinhos, que permitem a adesão entre células
adjacentes, chamados de pontes intercelulares.
O estrato granuloso é formado por três a cinco camadas de células que possuem grânulos
grandes de querato-hialina. É a camada mais superficial de queratinócitos nucleados. Também
contém grânulos lamelares que liberam substancia lipofílica, formando uma barreira impermeável.
O estrato lúcido é uma camada de queratinócitos anucleados e sem organelas
citoplasmáticas presente somente na pele espessa (palma das mãos e planta dos pés).
O estrato córneo é formado por diversas camadas de células achatadas com membrana
plasmática espessa, sendo a camada mais superficial da epiderme.
1. Figura 1: Corte de pele grossa, onde é possível observar os estratos basal (B), espinhoso (E),
granuloso (G) e córneo (C) e a derme papilar, de tecido conjuntivo frouxo, com corpúsculos de Meissner
(seta). HE. Objetiva de 20x (275x). Fonte: Montanari, 2016.
Pele
4/7
Células de Langerhans ou células dendríticas
São células apresentadoras de antígenos dispersas pela epiderme, concentradas em maior
quantidade no estrato espinhoso. Apresentam núcleo denso e citoplasma levemente descorado,
com prolongamentos que ocupam os espaços intercelulares. Elas fagocitam e processam
antígenos através dos receptores Fc e C3, agindo na resposta imunológica.
Células de Merkel
Essas células ficam distribuídas no estrato basal e se aderem ao queratinócitos através de
desmossomos. Formam complexos com as terminações nervosas que funcionam como
mecanorreceptores, tendo uma ação no sistema neuroendócrino.
Melanócitos
São células responsáveis pela produção de melanina, pigmento que dá coloração à pele.
Ficam localizadas no estrato basal, com formato arredondado ou colunar e prolongamentos que
alcançam o estrato espinhoso. A melanina é produzida dentro de grânulos conhecidos como
melanossomas, que convertem a tirosina em melanina.
DERME
A epiderme é formada por epitélio estratificado pavimentoso queratinizado e tem sua
origem embriológica no ectoderma. Tem em média de 0,07 a 0,12 mm de espessura, podendo
chegar a 0,8 – 1,4 mm na palma das mãos e na planta dos pés. É formada por quatro tipos
celulares: os queratinócitos, as células de Langerhans, os melanócitos e as células de Merkel.
Pele
5/7
A derme é a camada da pele situada abaixo da epiderme, com uma espessura de 0,6 a 3 mm, que
tem origem embrionária no mesoderma. É constituída de tecido conjuntivo denso não modelado,
rico em fibras elásticas e fibras colágenas tipo I, que sustentam a epiderme e se conectam com a
hipoderme. Possui duas camadas, a camada papilar e a camada reticular.
Camada papilar da derme
Consiste na camada mais superficial da derme, que faz conexão com a epiderme através
papilas dérmicas. É formada por tecido conjuntivo frouxo com mastócitos, plasmócitos,
fibroblastos, macrófagos e fibras colágenas e elásticas, organizadas em redes frouxas. Na derme
papilar é onde se encontra o corpúsculo de Meissner, um mecanorreceptor especializado, que
identifica pequenas deformações na pele ao estímulo tátil, concentrado em locais de maior
sensibilidade, como lábios e mamilos.
Camada reticular da derme
É a camada mais profunda, contínua com a camada papilar, formada por tecido conjuntivo
denso não modelado, rico em espessas fibras elásticas e colágenas tipo I. Tem em sua composição
fibroblastos, mastócitos, linfócitos, macrófagos e células adiposas, organizados de maneira
dispersa.
As glândulas sudoríparas e sebáceas, responsáveis pela secreção de suor e sebo,
respectivamente, são encontradas nesta região. Possui dois diferentes mecanorreceptores, o
corpúsculo de Ruffini que identifica forças de tensão, e o corpúsculo de Pacini, que identifica
pressão e vibração.
Pele
REFERÊNCIAS
6/7
1. GARTNER, Leslie P; HIATT, James L. Tratado de histologia. 3 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.
2. JUNQUEIRA, Luiz Carlos; CARNEIRO, José. Histologia básica. 10 ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2008.
3. MONTANARI, Tatiana. Histologia: texto, atlas e roteiro de aulas práticas. 3. ed. – Porto Alegre:
Edição do Autor, 2016.
Pele
7/7