A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Auto avaliação - concluída

Pré-visualização | Página 1 de 1

Nome: Camila Pinto da Silva 
MMatrícula: 17216080295 Polo: Santa Maria Madalena 
 
Coordenação: Prof.ªGianine Maria de Souza Pierro 
Tutora Presencial: Rosemeri Perdomo Jacob 
Estágio Curricular Supervisionado 1 
Auto Avaliação 
 
Mesmo que o estágio esteja sendo realizado remotamente, percebi por meio dos 
relatos e da entrevista com a gestão e a docência da Escola Municipal Rozendo Fontes 
Tavares uma grande diferença entre o que aprendemos na teoria e sobre como é a 
realidade das escolas e salas de aula. 
Os debates e as reflexões propostas na disciplina nos levou a refletir sobre o que 
aprendemos com a ajuda do campo de pesquisa e o que acontece na realidade, os limites 
de recursos das escolas, à falta de investimento público para o acesso a educação de 
qualidade. 
Cabe ressaltar que apesar de tantos documentos produzidos para nortear a rotina 
escolar com o objetivo de atingir uma Educação de qualidade, vemos ainda que nas 
salas de aula o professor sendo aquela pessoa que passa o conhecimento e os alunos 
apenas ouvintes desse conhecimento. Ainda vemos limitações pela falta de recursos e 
incentivo na escola e baixos salários dos docentes. 
Com a atual situação da pandemia de COVID- 19, todas as escolas fechadas, 
verificamos que o processo de aprendizagem foi interrompido, além de não ser possível 
recuperar o tempo perdido, uma vez que não sabemos ao certo, quanto tempo isso deve 
durar. 
Sei que a educação à distância é uma grande realidade em nosso país, mas temos 
a consciência da limitação da conectividade. Nem todas as escolas da rede pública de 
ensino possuem acesso à internet, imagine as famílias destes alunos. 
Percebi também que temos que considerar a criança como ser ativo, sujeito 
histórico, produtor de cultura e repleto de conhecimentos prévios adquiridos por sua 
leitura de mundo, através de sua família e por onde vivem. 
Quando ensinamos algo para uma criança, temos que ter em mente que também 
é o momento em que estamos aprendendo. 
Precisamos ter como missão, a busca por uma educação de qualidade. É preciso 
estimular os alunos, é preciso partir da contextualização com o cotidiano deles, suas 
individualidades e suas vivências; assim cabe a nós como futuros professores, superar as 
práticas tradicionais e engessadas, promovendo ações inovadoras, que desenvolvam a 
criatividade e a curiosidade dos alunos e que as escolas ofereçam a seus alunos 
oportunidades que o façam autônomos, críticos e se tornem cidadãos atuantes na 
sociedade. 
Ao realizar meu estágio e trabalhos com empenho e dedicação atribuo a mim a 
pontuação 4, pois sei que mesmo dando o melhor de mim posso não ter atingido todos 
os objetivos propostos.