A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Inflamação aguda e crônica - Eventos vasculares e celulares

Pré-visualização | Página 1 de 1

Tecido conjuntivo
vascularizado
• Células intravasculares
• Matriz do tecido
conjuntivo
• Células do tecido
conjuntivo
1) Tumor – edema- aumento
de
Permeabilidade vascular
2) Rubor – avermelhamento
e vasodilatação e abertura do
leito
Microvascular = hiperemia
3) Calor – avermelhamento,
vasodilatação e abertura do
leito
Microvascular = hiperemia
4) Dor – atuação de
mediadores
Químicos e sistema nervoso
5) Impotência funcional –
Perda da função
Inflamação 
Inflamação é a Resposta do
Organismo frente a um
estímulo lesivo com o objetivo
de destruir, diluir ou bloquear
o agente agressor e promover
a limpeza da área agredida
para permitir que ocorra o
processo de reparação tecidual
A inflamação é um processo de
defesa inespecífica do
organismo que trabalha junto
com o sistema imunológico
(defesa específica)
• Agentes biológicos;
• químicos;
• físicos;
• reações auto-imunes ou
Imunomediadas
Conceito
Etiologia
Sítio do processo inflamatório
Sinais da inflamação
• Inflamação de duração
Prolongada (semanas ou
meses)
• Normalmente se segue à
uma inflamação aguda mas
pode iniciar de modo
insidioso e assintomático.
• A característica e a
presença de linfócitos,
macrófagos e proliferação
celular.
1. Eventos vasculares
(alterações de calibre e de
permeabilidade)
2. Eventos celulares
(migração de leucócitos
Inflamação 
• Aguda
• Crônica
• É uma resposta inicial e
imediata a um agente
agressor.
• Tem duração curta:
minutos, horas ou alguns
dias.
• Característica: Exsudação
de líquidos e proteínas
plasmáticas e emigração de
leucócitos polimorfonucleares
(neutrófilos).
Classificação
Eventos da inflamação aguda
Inflamação crônica
Inflamação aguda
4.Aumento da permeabilidade
Vascular
- Alterações estruturais da
microvasculatura que
permitem que as proteínas
plasmáticas e leucócitos
deixem a circulação
- Atuação de mediadores
químicos – (histamina,
prostaglandinas, etc.)
- Liberação de água,
eletrólitos, proteínas de baixo
e alto peso molecular, células
-formação do exsudato.
- Edema – (tumor)
1º dia – chegada de
neutrófilos
2º dia – aumento do nº de
neutrófilos e chegada de
macrófagos
3º dia- diminuição do nº de
neutrófilos e aumento do
nº de macrófagos
Diminuição da inflamação e
aumento do reparo
Inflamação 
1. Vasoconstricção arteriolar
dura alguns segundos e é
seguida da
2. Vasodilatação: abertura de
novos leitos capilares na área
inflamada levando a um
aumento do fluxo sanguíneo -
hiperemia (responsável pelo
rubor e calor do foco
inflamatório).
3. Alterações da
permeabilidade
- A vasodilatação leva a uma
maior lentidão da corrente
circulatória.
- Extravasamento inicial de
água, eletrólitos, proteínas de
baixo peso molecular
(Transudato transitório) .
- Aumento de viscosidade do
sangue (hemoconcentração)
Alterações vasculares
Infiltrado inflamatório
• A medida que a estase se
desenvolve observa-se uma
orientação periférica dos
leucócitos (principalmente
neutrófilos) ao longo do
endotélio vascular -
Marginação keucocitária-
• Os leucócitos rolam e
aderem ao endotélio e pouco
depois transmigram através
da parede vascular e migram
para o interstício.
• Após passarem para fora
dos vasos os leucócitos são
atraídos para o campo
inflamatório por um
mecanismo de quimiotaxia.
No campo inflamatório os
leucócitos neutrófilos iniciam
o processo de fagocitose,
auxiliados pelos macrófagos
residentes dos tecidos.
1. Agressão (lesão inicial).
2. Eventos vasculares:
Reação vascular
(vasoconstricção e
vasodilatação).
Aumento da permeabilidade
vascular (exsudação).
3. Eventos celulares
Reação dos leucócitos (
eventos celulares+
quimiotaxia + fagocitose).
Inflamação 
Emigração de leucócitos -
Consiste na emigração dos
leucócitos da microcirculação e
seu acúmulo no foco de lesão
Etapas da emigração de
leucócitos
Na luz do vaso:
➢Marginação
➢Rolagem – adesão fraca
➢Aderência – adesão forte
• Transmigração - passagem
do leucócito através do
endotélio (também chamada de
diapedese)
• Migração nos tecidos
intersticiais em direção a um
estímulo quimiotático (área de
agressão)
Alterações celulares
Síntese

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.