A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Doenças do sistema nervoso dos animais domésticos - exercícios

Pré-visualização | Página 2 de 2

até dois anos, causando lesões cutâneas difusas, granulomatosas, acompanhadas da queda de pelos, anorexia, apatia, constipação intestinal e ressecamento das fezes, crescimento exagerado das unhas, hepato e esplenomegalia.
Ataca animais de todas as faixas etárias, causando emagrecimento rápido, aumento de volume do fígado e baço, anemia, dificuldade respiratória, bradicardia, perversão do apetite e do comportamento, febre alta com tremores intensos, os quais transmitem a falsa impressão da ocorrência de distúrbios nervosos.
Parte superior do formulário
CESPE/CEBRASPE, 2017) A respeito do tétano, julgue os itens a seguir:
50 pontos
Certo
Errado
As espécies de animais domésticos mais suscetíveis à infecção por tétano são os cães e os gatos. - - ERRADO 
A vacina utilizada na profilaxia do tétano é produzida a partir do toxoide tetânico purificado, que, apesar de perder a patogenicidade, mantém certo grau de imunogenicidade. CERTO 
Protrusão da terceira pálpebra, orelhas eretas, trismo mandibular, espasmos musculares, opistótono, vocalização, reações a estímulos táteis e auditivos, disúria, constipação e hipertermia são sinais clínicos do tétano. CERTO
Bovinos e equinos apresentam maior quantidade de toxinas circulantes necessárias para conter o tétano, por isso, nesses animais, comumente se manifesta a forma clínica localizada da doença. ERRADO
O tétano é uma doença aguda, geralmente fatal, causada por uma exotoxina (tetanospasmina) produzida pela bactéria Clostridium tetani. CERTO
(FGV - Prefeitura de Cuiabá, 2015) A Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), popularmente conhecida como “doença da vaca louca”, é uma doença crônica, transmissível, progressiva, degenerativa e fatal que afeta o Sistema Nervoso Central (SNC) de bovinos adultos. Sobre a EEB, assinale a afirmativa correta.
50 pontos
É proibido em todo o território nacional a produção, a comercialização e a utilização de produtos destinados à alimentação de ruminantes que contenham em sua composição leite e os produtos lácteos, farinha de ossos calcinados, gelatina e colágeno preparados exclusivamente a partir de couros e peles.
A vigilância ativa para detecção de EEB é realizada em animais com idade superior a 30 (trinta) meses, oriundos de exploração leiteira ou de sistemas intensivos ou semi- intensivos de criação para o corte, como também de todos os bovinos destinados ao abate de emergência.
No processamento dos resíduos animais, após a trituração, estes devem ser aquecidos até atingirem uma temperatura não inferior a 110?C, durante pelo menos 20 (vinte) minutos, sem interrupção, a uma pressão (absoluta) não inferior a 2 (dois) bar, produzida por vapor saturado.
Materiais de Risco Especificados (MRE) são tecidos que potencialmente possuem risco para a transmissão da EEB devido ao tropismo do príon (agente etiológico da EEB). São considerados MER, encéfalo, olhos, língua e medula espinhal.
É proibido em todo o território nacional a produção, a comercialização e a utilização de produtos destinados à alimentação de ruminantes que contenham em sua composição proteínas de origem animal. Incluem-se nesta proibição a cama de aviário e os resíduos da criação de suínos.
Parte inferior do formulário