A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Estudo dirigido sobre Glicídios

Pré-visualização | Página 1 de 1

Bioquímica 
 
Estudo dirigido sobre Glicídios 
Química de glicídios: 
 
1. Como são definidos os carboidratos? Qual a sua fórmula empírica? 
Substâncias orgânicas contendo C, H e O. 
Fórmula geral: (CH2O)n 
Biomoléculas mais abundantes na natureza. 
2. Que são monossacarídios? Qual deles é o mais abundante e importante na natureza? Por que 
é o mais importante? 
Monossacarídios: 1 molécula de ose. Os esqueletos dos monossacarídeos 
comuns são compostos por cadeias de carbono (C) não ramificadas, nas quais 
todos os átomos de C estão unidos por ligações simples. Nessa forma de 
cadeia aberta, um dos átomos de C está ligado duplamente a um átomo de 
oxigênio, formando um grupo carbonil; os outros átomos de C estão ligados, 
cada um a um grupo hidroxila. 
Glicose. 
Por que é utilizada como fonte de energia a partir da quebra da sua molécula. 
3. Que são oligossacarídios? Que são polissacarídios? 
São açúcares com as seguintes quantidades de moléculas de oses: 
Oligossacarídios: de 2 a 20 oses 
Polissacarídios: mais de 20 oses. 
4. Quais as principais funções dos polissacarídios? Quais os polissacarídios mais importantes na 
natureza e qual o monômero resultante de sua hidrólise? 
Reserva de energia e estrutural. 
Amido, glicogênio, celulose e quitina. 
Glicose. 
5. Defina os termos “aldose” e “cetose”. 
Quando o grupo carbonil está na extremidade da cadeia de carbonos (isto é, 
em um grupo aldeído) o monossacarídeo é uma aldose. 
Quando o grupo carbonil está em qualquer outra posição (em um grupo cetona) 
o monossacarídeo é uma cetose. 
6. Classifique os monossacarídios segundo o critério de número de átomos de carbono. 
Trioses (3C). 
Tetroses (4C). 
Pentoses (5C). 
Hexoses (6C). 
Heptoses (7C). 
7. Quais são as aldoses mais importantes biologicamente? 
Glicose, manose e galactose. 
8. Defina as formas anômeras α e β da glicose. 
 
9. O que é uma ligação glicosídica? Quais os principais tipos? 
Entre 2 hidroxilas: uma do C anômero de um monossacarídio com qualquer 
outra do monossacarídio vizinho, com eliminação de água. 
α-1,4: maltose, amido e glicogênio 
β-1,4: lactose, celulose e quitina 
α-1,6: isomaltose, ramificações do amido e glicogênio 
α-1, β-2: sacarose 
10. Que são dissacarídios? Quais os mais comuns? 
Açúcares formados pela união de dois monossacarídeos. 
Sacarose, lactose e maltose. 
11. Que são polissacarídios de reserva? Onde se localizam? Quais são os principais? 
São polissacarídeos utilizados pelo organismo para produção de energia. 
Glicogênio (citosol) (músculos e fígado) e Amido (células vegetais). 
12. Que são polissacarídios estruturais? Quais são os principais? 
Polissacarídeos ligados a estrutura/exoesqueleto de plantas e insetos e a 
matriz extracelular (tecido conjuntivo) no homem. Celulose, quitina e 
glicosaminoglicanos. 
 
Metabolismo de Glicídios: 
 
1. A glicólise é um processo endo ou exoergônico? Justifique. 
Exoergônico, pois ocorre pela degradação de moléculas orgânicas nutrientes 
(glicose). 
2. O que significa glicólise aeróbica e anaeróbica? 
Glicólise é o processo de quebra da molécula de glicose. 
Anaeróbica: Ocorre na citosol, Sem oxigênio, Produto final = lactato nos 
músculos ou piruvato em todas as outras células. 
Aeróbica: Ocorre nas mitocôndrias, Com oxigênio, Produto final = ATP. 
3. Qual a importância da reação catalizada pela piruvato desidrogenase? Existe algum controle 
sobre esta enzima? 
Origina a AcetilCoa a partir do piruvato. Etapa fundamental para iniciar o Ciclo 
de Krebs. Inibida pela Acetil-CoA e NADH, influenciado pelo estado energético 
celular e inibida quando um resíduo específico de serina na piruvato 
descarboxilase é fosforilado pelo ATP. 
4. Como se dá a glicogênese, e em que tecidos principalmente? 
Processo bioquímico que transforma a glicose em glicogênio. 
Ocorre virtualmente em todos os tecidos animais, mas é proeminente no fígado 
e músculos. 
O músculo armazena apenas para o consumo próprio e só utiliza durante o 
exercício, quando há necessidade de energia rápida. 
O glicogênio é uma fonte imediata de glicose para os músculos quando há a 
diminuição da glicose sanguínea (hipoglicemia). O glicogênio fica disponível no 
fígado e músculos, sendo consumido totalmente cerca de 24 horas após a 
última refeição. 
5. Como ocorre a glicogenólise? 
Processo de degradação do glicogênio, ou seja, no desligamento das ligações 
glicosídicas entre moléculas de glicose, gerando compostos que não precisam 
ser necessariamente a glicose livre. 
 Isto acontece em momentos em que o corpo carece por energia (geralmente 
no jejum). 
Exemplo: Na atividade física (aeróbia e anaeróbia) onde os primeiros estoques 
de glicogênio muscular já são logo recrutados e, posteriormente, diminuindo 
esses estoques, começam então a entrarem na via energética, outros 
compostos vindos de alguns aminoácidos ou de estoques de lipídios. 
6. Como é controlada a glicogênese e a glicogenólise? 
Glicogenogênese: 
Síntese de glicogênio para armazenamento no fígado e músculos. 
Principal enzima: glicogênio sintetase 
Hormônio regulador: insulina 
Momento metabólico: hiperglicemia 
Glicogenólise: 
Degradação do glicogênio para liberação de glicose. 
Principal enzima: glicogênio fosforilase 
Hormônio regulador: glucagon 
Momento metabólico: hipoglicemia e atividade física 
7. O que é o Ciclo de Cori? Explique a sua importância fisiológica. 
É uma cooperação metabólica entre o músculo e o fígado. Músculos 
extremamente ativos usam o glicogênio como fonte de energia, gerando lactato 
via glicólise. Durante a recuperação, parte deste lactato é transportado para o 
fígado e convertido em glicose via gliconeogênese. Esta glicose é liberada no 
sangue e retorna ao músculo para repor seus estoques de glicogênio. Isto 
ocorre pois o músculo não é capaz de fazer gliconeogênese. 
8. Como o Ciclo de Krebs é controlado? 
Pela ação das seguintes enzimas alostéricas: 
Piruvato desidrogenase 
Citrato sintetase 
Isocitrato desidrogenase 
α-cetoglutarato desidrogenase 
9. Caracterize a fosforilação oxidativa? 
Fosforilação Oxidativa é uma das etapas metabólicas da respiração celular. 
Acontece apenas na presença de oxigênio (seres aeróbicos), que é necessário 
para oxidar moléculas intermediárias e participar de reações para formação da 
molécula de ATP e produzir energia. 
10. Defina anabolismo e catabolismo. Dê exemplos de rotas metabólicas no metabolismo da 
glicose. 
Anabolismo: Redutivo, Biossíntese, Endoergônico, No citoplasma, Gasta 
NADPH e ATP. 
Catabolismo: Oxidativo, Degradação, Exoergônico, Nas mitocôndrias, Forma 
NADH e ATP. 
 
 
11. Defina e diferencie os tipos de Diabetes.