A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Sistema Muscular

Pré-visualização | Página 1 de 1

Sistema Muscular 
 Definição 
O Sistema Muscular é formado pelo agrupamento de células 
alongadas, chamadas de fibras. Faz parte do aparelho 
locomotor do corpo, junto com o sistema esquelético e as 
articulações, porém ele é um elemento ativo (induz a 
locomoção), enquanto os outros são passivos (auxiliam a 
locomoção). 
 
Os músculos podem ser divididos em: 
1. Estriado Esquelético; 
2. Estriado Cardíaco; 
3. Liso. 
 
 
 Características 
- Excitabilidade (capacidade de receber e responder a 
estímulos); 
- Contratilidade (capacidade de contrair-se); 
- Extensibilidade (capacidade de distender-se); 
- Elasticidade (capacidade de retornar à sua forma normal 
após uma contração ou extensão). 
 Funções 
- Produção dos movimentos corporais: andar, pular, correr, 
nadar e etc. 
- Estabilização das posições corporais; 
- Regulação do volume dos órgãos; 
- Movimento de substâncias dentro do corpo; 
- Produção de calor. 
 
 Músculo Estriado Esquelético 
- Músculo ligado ao periósteo do osso; 
- No seu citoplasma há a presença de estrias transversais 
formadas por proteínas; 
- Tem células alongadas; 
- Células multinucleadas têm vários núcleos (mais de 20 
núcleos); 
- Contração voluntária. A parte voluntária do cérebro 
coordena esse músculo; 
- Exemplo: língua. 
 
 Músculo Estriado Cardíaco 
- Miocárdio; músculo exclusivo do coração, situa-se na 
parede do coração; 
- Célula mais curta que a do Músculo Estriado Esquelético; 
ramificada; 
- Células possuem 1 ou 2 núcleos; 
- Presença de estrias transversais no citoplasma; 
- O movimento do músculo é involuntário; 
- Presença de Discos Intercalares; entre uma célula e outra 
há uma forte ligação/junção, para as células não se soltarem. 
Não pode ter lesão, pois o coração trabalha o tempo todo. 
 
 Músculo Liso 
- Localiza-se em órgãos internos, como o estômago e o 
intestino; 
- Não há estrias (liso); 
- Células em formato fusiforme; centro mais largo e as 
extremidades mais finas; 
- Células tem apenas 1 núcleo; 
- O movimento do músculo é involuntário.. 
 
 Componentes Anatômicos: 
 
 Ventre Muscular: porção contrátil do músculo, 
constituída por fibras musculares que se contraem. 
Constitui o corpo do músculo (porção carnosa); 
 Tendão: são estruturas fibrosas, formadas por 
tecido conjuntivo, com a função de manter o 
equilíbrio estático e dinâmico do corpo, através da 
transmissão do exercício muscular aos ossos e 
articulações; 
 Aponeurose: tendão de forma laminar e achatada, 
formado por tecido conjuntivo denso modelado; 
 Fáscia Muscular: membrana do tecido conjuntivo 
que envolve os músculos, ossos, nervos e vasos 
sanguíneos. De grande elasticidade e resistência, sua 
principal função está em reduzir o atrito entre os 
músculos e protegê-los, fazendo com que a 
movimentação muscular seja facilitada. 
 
 
 
 Envoltórios 
 
 Epimísio: ou fáscia muscular, envolve o ventre 
do músculo externamente; 
 Perimísio: envolve um fascículo (grupo ou 
conjunto de células/ fibras); 
 Endomísio: envolve cada célula/ fibra. As células 
se movimentam em conjunto, os envoltórios 
ligam todas as células. 
 
 
 Origem e Inserção 
Origem é a parte do músculo ligada ao ponto fixo do 
movimento (proximal). Inserção é ligada ao ponto móvel 
(distal). 
 
 Mecânica Muscular 
Quanto maior o número de fibras e maior o encurtamento, 
mais forte será o músculo. 
T = F x E 
 
 Descrição Histológica: 
- Mio filamentos > mio fibrilas > fibras > ventre 
- Dentro do citoplasma da célula/ fibra, há compostos por 
proteínas contráteis (Actina e Miosina), elas fazem o músculo 
contrair e uma é mais clara e outra mais escura (fazendo 
aparecer estrias transversais). Pela junção neuromuscular, o 
cérebro manda o músculo contrair ou relaxar, liberando 
cálcio. Faz actina se atrair pela miosina e contrair o músculo, 
ou recolhendo o cálcio, fazendo o músculo relaxar; o 
relaxamento gasta energia. 
 Classificação dos músculos 
 
 Quanto a Situação: 
- Superficiais ou Cutâneos: Estão logo abaixo da pele e 
apresentam no mínimo uma de suas inserções na camada 
profunda da derme. Estão localizados na cabeça (crânio e 
face), pescoço e na mão (região hipotenar). Exemplo: 
Platisma. 
- Profundos ou Subaponeuróticos: São músculos que não 
apresentam inserções na camada profunda da derme, e na 
maioria das vezes, se inserem em ossos. Estão localizados 
abaixo da fáscia superficial. Exemplo: Pronador quadrado. 
 
 Quanto à forma: 
 
 
 Quanto à inserção de origem: 
- Bíceps: 2 origens e 1 inserção 
- Tríceps: 3 origens e 1 inserção 
- Quadríceps: 4 origens e 1 inserção 
 
 
 
 
 Quanto ao ventre muscular: 
- Digástrico - 2 ventres 
- Poligástrico - vários tendões intermediários 
 
 
 Quanto à Função: 
- Agonista: principal responsável por determinar o 
movimento; 
- Antagonista: opositor ao movimento; 
- Sinergista: auxilia agonista, estabiliza movimento e elimina 
movimentos indesejados. 
- Fixador: estabiliza a origem do agonista de modo que ele 
possa agir mais eficientemente. Estabiliza a parte proximal do 
membro quando se move a parte distal. 
 
 Quanto à Nomenclatura: 
O nome dado aos músculos é derivado de vários fatores, 
entre eles o fisiológico e o topográfico: 
- Ação: extensor dos dedos; 
- Ação associada à forma: pronador redondo e pronador 
quadrado; 
- Ação associada à localização: Flexor Superficial dos Dedos; 
- Forma: músculo deltoide (letra grega delta); 
- Localização: tibial anterior; 
- Número de origem: bíceps femoral e tríceps braquial.