Buscar

IFR AATD

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 242 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 242 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 242 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
 
MANUAL DE TREINAMENTO IFR 
Simulador AATD e Prático Avião 
 
“Não é preciso ter olhos abertos para ver o sol, nem é preciso ter ouvidos afiados para 
ouvir o trovão. Para ser vitorioso você precisa ver o que não está visível”. (Sun Tzu) 
 
 
 
 
 
1ª Edição 
 Aeroclube de Ponta Grossa 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
 
Mantenha esta folha de revisões no manual. Ao receber as revisões, insira as 
páginas revisadas neste manual e preencha o n° da revisão, data da revisão e por quem foi 
o responsável pela atualização. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Folhas Atualizadas Data Atualizado por: 
Versão original Abril/2017 Doris Baierle 
Carlos Grochovski Junior 
Herisson Pasqualotto 
Vitor Rebellato 
 
 
 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
 
Sumário 
Apresentação ......................................................................................................................... 1 
Relação de aeronaves utilizadas no treinamento IFR ...................................................1 
Relação dos aeródromos utilizados no treinamento IFR ...................................................1 
 
SEÇÃO I – Programa de Treinamento – FSTD ......................................................................... 3 
 Etapa 1A – Manobras Básicas (6,5h) _________________________________________ 6 
 Etapa 1C – Navegação IFR (5h) ____________________________________________ 17 
 Voo de avaliação _______________________________________________________ 19 
 Rotinas Operacionais ____________________________________________________ 20 
 
SEÇÃO II – Programa de Treinamento – Avião ..................................................................... 22 
 Etapa 2A – Manobras Básicas (2,0h VFR) _____________________________________ 24 
 Etapa 2B – Navegação e procedimentos IFR (20h IFR) __________________________ 25 
 
SEÇÃO III – Cartas e Planos de Voo ...................................................................................... 40 
 Planos de voo ................................................................................................................. 61 
 
SEÇÃO IV – Fichas de Avaliação ............................................................................................ 85 
 Fichas de avaliação – Simulador ___________________________________________ 85 
 Fichas de avaliação – Avião _______________________________________________ 99 
 
SEÇÃO V – Conteúdo de Auxílio ......................................................................................... 115 
 Procedimentos Normais e Callouts - Cessna 172 ......................................................... 116 
 Cheque de Cabine __________________________________________________ 116 
 Condições do Tempo ________________________________________________ 116 
 Checklist Antes da Partida ____________________________________________ 117 
 Autorização para o Voo ______________________________________________ 117 
 Briefing de Decolagem _______________________________________________ 118 
 Solicitação para o acionamento ________________________________________ 119 
 Checklist de Acionamento ____________________________________________ 119 
 Checklist de Após o Acionamento ______________________________________ 120 
 Taxi ______________________________________________________________ 120 
 Checklist de Ponta de Espera __________________________________________ 121 
 Checklist de Alinhamento ____________________________________________ 122 
 Checklist de Após a Decolagem ________________________________________ 124 
 Checklist de Cruzeiro ________________________________________________ 125 
 Checklist de Descida e Aproximação: ___________________________________ 126 
 Pouso ____________________________________________________________ 127 
 Checklist de Após o Pouso ____________________________________________ 129 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
 
 Checklist de Corte __________________________________________________ 129 
Desorientação espacial ...................................................................................................... 134 
 Aspectos Vestibulares da Desorientação Espacial _____________________________ 134 
 Tipos de Desorientação Espacial __________________________________________ 137 
 Medidas preventivas ___________________________________________________ 138 
 Análise de acidente envolvendo desorientação espacial _______________________ 140 
 Investigação _______________________________________________________ 141 
 Causa Provável _____________________________________________________ 142 
NDB ............................................................................................................................... 143 
 Representação em cartas ________________________________________________ 144 
 QDR e QDM __________________________________________________________ 146 
 Mudanças de QDM _________________________________________________ 151 
 Mudança de QDR ___________________________________________________ 155 
VOR ............................................................................................................................... 158 
 Representação em cartas: _______________________________________________ 158 
 Instrumento VOR ______________________________________________________ 159 
 Leitura de Radial e Curso no VOR _________________________________________ 160 
 Mudança De Radial ____________________________________________________ 162 
 Mudança de Radial na função TO ______________________________________ 162 
 Mudança de Radial maior que 090° na função TO _________________________ 164 
 Mudança de Radial na Função FROM ___________________________________ 166 
 Mudança de Radial maior que 90° na função FROM ________________________ 168 
DME ............................................................................................................................... 171 
 Arco DME ____________________________________________________________ 172 
ILS – Instrument Landing System ....................................................................................... 176 
 Localizer Transmitter (ou Localizador) ______________________________________ 177 
 Glideslope Transmitter __________________________________________________ 179 
 Marker Beacon ________________________________________________________ 181 
 Aproximação ILS - Importância do Call out __________________________________ 182 
HSI ............................................................................................................................... 183 
RMI ............................................................................................................................... 186 
Curvas de Reversão ............................................................................................................ 187 
 Reversão Rápida: ______________________________________________________ 187 
 Reversão Tipo Gota / 45° - 45’ ____________________________________________ 188 
 Tipo Gota ____________________________________________________________ 189 
 Reversão Tipo Padrão / Simples___________________________________________ 189 
Órbitas ............................................................................................................................... 190 
Entrada em Órbita ________________________________________________________ 192 
 SETOR 1 - Entrada Paralela: ______________________________________________ 193 
 SETOR 2 - Entrada Deslocada: ____________________________________________ 194 
 SETOR 3 - Entrada Direta: ________________________________________________ 195 
Manual AATD e Prático Avião - IFRAeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
 
RNAV e RNP _____________________________________________________________ 198 
Garmin GNS 530 ................................................................................................................ 201 
 O que é um GPS _______________________________________________________ 202 
 Receptor GNS 530 _____________________________________________________ 202 
 Lado Direito da unidade ______________________________________________ 205 
 Lado Inferior da Unidade _____________________________________________ 206 
 Ligando a Unidade __________________________________________________ 208 
 Aparência das Janelas _______________________________________________ 209 
 Glossário da Página NAV Default _______________________________________ 210 
 Navegação entre páginas _____________________________________________ 211 
 Seletor de Frequência COM/VLOC ______________________________________ 214 
 Navegação DIRECT-TO _______________________________________________ 215 
 Como criar um Plano de Voo __________________________________________ 216 
 Como ativar um Plano de Voo já criado _________________________________ 218 
 Como Selecionar uma Aproximação ____________________________________ 218 
 Como Ativar uma Aproximação ________________________________________ 221 
 Ativando uma Aproximação com Vetor Para Final _________________________ 222 
 Visualizando informações de Aeroportos ________________________________ 222 
 Auto seleção de uma frequência a partir da lista de frequências ______________ 223 
 Para ver a lista dos aeroportos mais próximos ____________________________ 224 
 Para percorrer a lista de aeroportos mais próximos ________________________ 225 
 Para ver informações adicionais para um aeroporto próximo ________________ 225 
Exercícios ........................................................................................................................... 227 
 Cross-Check de instrumentos ____________________________________________ 227 
 Curva Padrão _________________________________________________________ 228 
 Curvas Sucessivas ______________________________________________________ 229 
 Curvas Intercaladas ____________________________________________________ 229 
 Lado-Proa-Atitude (LPA) _________________________________________________ 231 
Leitura e interpretação de cartas ....................................................................................... 233 
Briefing / Debriefing _______________________________________________________ 236 
Meteorologia ____________________________________________________________ 236 
Navegação ______________________________________________________________ 237 
 
 
 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
1 
Apresentação 
 O principal propósito deste manual é auxiliar no treinamento dos pilotos 
intencionados e a padronizar a instrução IFR. O mesmo contém informações técnicas e 
recomendações sobre procedimentos. O presente manual está dividido em cinco seções: 
 Programa de Treinamento – FSTD; 
 Programa de Treinamento – Avião; 
 Cartas e Planos de Voo; 
 Fichas de Avaliação; 
 Conteúdo de Auxílio 
Com a elaboração e distribuição deste manual, espera-se que os pilotos em 
treinamento IFR, presentes e futuros, adotem as informações técnicas e procedimentos de 
voo nele descritos, para promover a uniformização necessária com o objetivo de que 
instrutores e alunos interajam de maneira clara executando boa intercomunicação e, 
respeitem a padronização do Aeroclube de Ponta Grossa. Contudo, acreditamos que, se 
houver discordância com respeito aos assuntos aqui analisados, este será imediatamente 
expressa ao chefe dos instrutores, para ser devidamente analisada e, se procedente, 
providenciada a alteração das normas. 
 
Relação de aeronaves utilizadas no treinamento IFR 
 Cessna 152 – PR-NYC, homologação “Full IFR” 
 EMB - 712 “Tupi” – PT-NZI, homologação “sob capota” capaz de cumprir todos os 
requisitos exigidos pela complexidade dos procedimentos nos aeródromos que 
serão utilizados para o treinamento. 
 
Relação de aeródromos utilizados no treinamento IFR 
 SBBI – Curitiba - PR 
 SBCT – Curitiba - PR 
 SBFL – Florianópolis - SC 
 SBNF – Navegantes - SC 
 SBMG – Maringá - PR 
 SBLO – Londrina - PR 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
2 
 
 
 
 
 
 
 
 
INTENCIONALMENTE EM BRANCO 
 
 
 
 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
3 
SEÇÃO I – Programa de Treinamento – FSTD 
 
O FSTD que será utilizado para o treinamento referido nesse manual se enquadra na 
categoria AATD (Advanced Aviation Training Device) produzido pela SBPA Simulators & 
Technologies. A aeronave utilizada no simulador será o Cessna 172, e os aeroportos 
utilizados para o treinamento serão: SBBI, SBCT, SBFL, SBNF, SBMG e SBLO. 
O treinamento no AATD será dividido em 3 etapas e mais o voo de cheque, 
conforme descrito abaixo: 
Fase 1 – Treinamento em dispositivo de treinamento para simulação de voo (FSTD). 
 Etapa 1A – Manobras básicas; 
 Etapa 1B – Procedimentos IFR; 
 Etapa 1C – Navegação IFR; 
 Avaliação intermediária – Voo de cheque . 
 
O programa de treinamento no simulador inclui o seguinte conteúdo: 
 
 Etapa 1A – Manobras Básicas: 
a) Familiarização com o FSTD; 
b) Rotinas operacionais e uso do checklist; 
c) Transição para o voo por instrumentos na decolagem; 
d) Cheque cruzado (Cross-check); 
e) Voo em linha reta e nivelado; 
f) Coordenação Atitude Potência (CAP); 
g) Subidas e descidas (com razão constante e com velocidade constante); 
h) Curvas cronometradas (com altitude constante e com variação de altitude); 
i) Curvas sucessivas (com altitude constante e com variação de altitude); 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
4 
j) Curvas intercaladas (com variação de altitude); 
k) Curvas de grande inclinação; 
l) Reconhecimento e recuperação do Stall (avião); 
m) Falha no horizonte artificial; 
n) Manobras com o painel de instrumentos limitado; 
o) Recuperação de atitudes anormais; 
p) Uso dos instrumentos de rádio navegação; 
q) Mudança de radiais (maior e menor que 90°); 
r) Mudanças de QDM e QDR (maiores e menores que 90°); 
s) Curvas de reversão. 
 
 Etapa 1B – Procedimentos IFR: 
a) Uso do equipamento GNSS; 
b) Uso do DME; 
c) Arco DME; 
d) Órbitas (rádio auxílio); 
e) Órbitas usando o GNSS (waypoints); 
f) Uso do piloto automático (avião); 
g) Leitura e briefing de cartas aeronáuticas; 
h) Procedimento de aproximação e pouso VOR e NDB; 
i) Procedimento de aproximação e pouso ILS; 
j) Procedimento de aproximação e pouso RNAV (GNSS); 
k) Procedimento de aproximação e pouso com arco DME; 
l) Saída por instrumentos (SID) (auxílios-rádio e RNAV); 
m) Chegada por instrumentos (STAR); 
n) Aproximação perdida (MDA/DA); 
o) Aproximação por instrumentos nos mínimos especificados. 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
5 
 Etapa 1C – Navegação IFR: 
a) Planejamento da navegação aérea; 
b) Preparação do plano de voo; 
c) Fraseologia aeronáutica; 
d) Documentação a bordo obrigatória; 
e) Peso e balanceamento; 
f) Separação de cartas; 
g) Preparação de painel; 
h) Rotinas operacionais e uso do checklist; 
i) Briefing de cartas aeronáuticas; 
j) Saída por instrumentos (SID); 
k) Marcações cruzadas; 
l) Navegação via GNSS; 
m) Navegação via auxílios-rádio; 
n) Voo em rota na FIR; 
o) Voo em rota na aerovia; 
p) Procedimento de aproximação e pouso IFR; 
q) Emergência em rota. 
Todo o conteúdo acima será abordado em um total de 25h sendo distribuídos em 14 
missões, ondeparte delas serão realizadas com diferentes configurações de vento. Segue 
abaixo o programa de missões durante todo o treinamento no Simulador: 
 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
6 
Etapa 1A – Manobras Básicas (6,5h) 
 
 MISSÃO 1A – 1,5h: 
Objetivo da missão: Introduzir o aluno ao AATD, fazer com que o mesmo se 
familiarize com as características de voo do simulador, buscando uma proficiência 
no voo básico com os exercícios propostos na missão. 
 
Conteúdo da missão: 
 Familiarização com o FSTD; 
 Rotinas operacionais e uso do Checklist; 
 Voo em linha reta e nivelado; 
 Cheque cruzado (Cross-check); 
 Subidas e descidas (com razão e velocidade constante); 
 Curvas de pequena, média e grande inclinação. 
 
Descrição da missão 1A: 
 A missão será realizada no aeródromo simulado de SSZW, o aluno aprenderá 
parâmetros técnicos do equipamento FSTD, e seguirá as rotinas operacionais propostas no 
treinamento, além do uso de checklists. Será trabalhado em conjunto com os parâmetros 
operacionais o cheque cruzado, voo reto e nivelado, subidas e descidas e curvas de 
pequena, média e grande inclinação a fim de desenvolver as habilidades do aluno com o 
equipamento. O tempo de duração total da missão será de 1,5h, e o material de apoio se 
encontra na Seção V deste manual. 
 
 MISSÃO 2A – 1h: 
Objetivo da missão: A presente missão tem como objetivo capacitar o aluno na 
proficiência de curvas padrão com 3° por segundo, utilizado no voo IFR. Também a 
capacidade de manter a coordenação entre a atitude e potência no simulador. 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
7 
Conteúdo da missão: 
 Curvas cronometradas (com altitude constante e com variação de altitude); 
 Curvas sucessivas (com altitude constante e com variação de altitude); 
 Curvas intercaladas (com altitude constante e com variação de altitude); 
 Coordenação atitude potência (CAP); 
 Rotinas operacionais e uso do Checklist; 
 Cheque cruzado (Cross-check). 
 
Descrição da missão 2A: 
 A missão será realizada no aeródromo simulado de SSZW, o aluno aprenderá a fazer 
o uso do cronômetro adequadamente quando em curva, sendo trabalhadas também 
curvas sucessivas e intercaladas em diversas altitudes. A coordenação atitude potência 
terá a finalidade de doutrinar o aluno quanto a manutenção das velocidades, e a repetição 
do cheque cruzado e rotinas operacionais se faz essencial para fixação do conteúdo 
exercitado na missão 1A. O tempo de duração da missão será de 1h e o material de apoio 
se encontra na Seção V deste manual. 
 
 MISSÃO 3A – 3,0h: 
Objetivo da missão: A missão conta com a familiarização do aluno com o voo IFR em 
si. Tem por objetivo capacitar o aluno a realizar decolagem sob condições IMC e, 
familiarizar o mesmo aos procedimentos IFR com posições de aproximação, 
afastamento e retorno aos auxílios VOR e NDB de acordo com o conteúdo previsto. 
 
Conteúdo da missão: 
 Transição para o voo por instrumentos na decolagem; 
 Uso dos instrumentos de radio navegação: 
 Trocas de QDM – 1h; 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
8 
 Trocas de QDR – 1h; 
 Trocas de Radiais e Curvas de reversão – 1h; 
 Rotinas operacionais e uso do Checklist; 
 Cheque cruzado (Cross-check). 
 
 Descrição da missão 3A: 
 A missão será realizada inicialmente no aeródromo simulado de SSZW com destino a 
SBBI, efetuando assim a transição para voo por instrumento. Ao atingir a posição dos 
auxílios rádio navegação, serão realizadas trocas de QDM e QDR menores e maiores que 
90° e curvas de reversão. Concluídos os procedimentos com auxílio NDB, serão realizadas 
trocas de radiais e curvas de reversão com auxílio VOR. A missão está subdividida em 3 
partes que devem ser cumpridas separadamente para melhor fixação e preparo do aluno. 
O material de apoio para esta missão se encontra na Seção V deste manual. 
 
 MISSÃO 4A – 1h: 
Objetivo da missão: A última missão da Etapa 1A tem por objetivo instruir e 
capacitar o aluno às possíveis anormalidades que possam ocorrer durante um voo 
IFR e, realizar o gerenciamento dessas anormalidades de forma segura. 
 
Conteúdo da missão: 
 Reconhecimento e recuperação de Stall; 
 Falha no horizonte artificial; 
 Manobras com o painel de instrumentos limitados; 
 Recuperação de atitudes anormais; 
 Rotinas operacionais e uso do Checklist; 
 Cheque cruzado (Cross-check). 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
9 
Descrição da missão 4A: 
 A missão será realizada no aeródromo simulado de SSZW simulando condições 
anormais de voo a fim de instruir o aluno a cumprir os procedimentos adequados para sua 
recuperação. A missão terá tempo total de 1h. O material de apoio para esta missão se 
encontra na Seção V do manual. 
 
Etapa 1B – Procedimentos IFR (13,5h) 
 MISSÃO 1B – 1,5h: 
Objetivo da missão: Fazer com que o aluno se familiarize com os tipos de órbitas de 
espera, padrão e não padrão, executando-as com o auxílio-rádio NDB como 
balizador, bem como ter a proficiência para a entrada nas mesmas. 
 
Conteúdo da missão: 
 Órbitas NDB; 
 Trocas de QDM e QDR; 
 Curvas de reversão; 
 Rotinas operacionais e uso do Checklist; 
 Cheque cruzado (Cross-check). 
 
 Descrição da missão 1B: 
 A missão será realizada no aeródromo simulado de SBBI focada especialmente em 
procedimentos com auxílio NDB como órbitas, trocas de QDM e QDR para fixação de 
conteúdo e curvas de reversão. Ao efetuar as curvas de reversão após de afastar em 
determinado QDR o aluno poderá encontrar o respectivo QDM e ingressar por diversos 
pontos da órbita conforme instruções do instrutor, reconhecendo assim as entradas 
paralela, deslocada e direta. O tempo total da missão será de 1,5h, e o material de apoio 
para esta missão se encontra na Seção V deste manual. 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
10 
 MISSÃO 2B – 1,5h: 
Objetivo da missão: A proficiência do aluno na execução de orbitas padrão e não 
padrão balizado por um VOR e suas respectivas entradas de acordo com o setor. 
Tem como objetivo também, orientar o aluno quanto a sua localização enquanto 
afasta-se e aproxima-se do auxílio-rádio VOR. 
 
Conteúdo da missão: 
 Órbitas VOR; 
 Trocas de RDL e Curso; 
 Curvas de reversão; 
 Rotinas operacionais e uso do Checklist; 
 Cheque cruzado (Cross-check). 
 
 Descrição da missão 2B: 
 A missão será realizada no aeródromo simulado de SBBI focada especialmente em 
procedimentos com auxílio VOR como órbitas, trocas de radial e curso para fixação de 
conteúdo e curvas de reversão. Ao efetuar as curvas de reversão após de afastar em 
determinada radial o aluno poderá encontrar o respectivo curso e ingressar por diversos 
pontos da órbita conforme instruções do instrutor, reconhecendo assim as entradas 
paralela, deslocada e direta. O tempo total da missão será de 1,5h, e o material de apoio 
para esta missão se encontra na Seção V deste manual. 
 
 MISSÃO 3B – 1,5h 
Objetivo da missão: A presente missão tem como objetivo instruir o aluno na 
execução de leitura e briefing de uma carta aeronáutica e, a realização dos 
procedimentos de saída (SID) balizados por um VOR e NDB como auxilio primário, de 
acordo com os procedimentos e o programa da missão. 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
11 
Conteúdo da missão: 
 Leitura e briefing de carta - 0,5h; 
 Saídas por instrumentos VOR e NDB - 1,0h: 
 Procedimentos VOR: 
 SBBI – UTPEL 3; 
 SBLO – JAVAN; 
 Procedimentos NDB: 
 SBNF – ALMAT 1; 
 SBMG – CARMO 2A ; 
 Rotinas operacionais e usodo Checklist ; 
 Cheque cruzado (Cross-check). 
 
 Descrição da missão 3B: 
 A missão tem como objetivo instruir o aluno quanto a leitura e interpretação correta 
de cartas IFR. Os aeródromos a serem utilizados nas simulações serão SBBI, SBLO, SBNF ou 
SBMG. Após a familiarização serão cumpridos os procedimentos voltados ao uso de NDB e 
VOR, efetuando saídas pré-selecionadas. O tempo total da missão será de 1,5h, e o 
material de apoio para esta missão se encontra na Seção V deste manual. As cartas a 
serem utilizadas estão anexas na Seção III deste manual. 
 
 MISSÃO 4B – 2,5h: 
Objetivo da missão: A missão conta com a instrução do aluno na execução de 
procedimentos de aproximação (IAP) com pouso completo e procedimentos de 
aproximação perdida, utilizando VOR e NDB como auxílios primários de navegação, 
de acordo com os procedimentos e o programa da missão. 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
12 
Conteúdo da missão: 
 Procedimento de aproximação VOR e NDB – 1,5h; 
 Procedimentos VOR: 
 SBBI – VOR RWY 36; 
 SBBI – VOR DME Y RWY 36; 
 Procedimentos NDB: 
 SBNF – NDB RWY 25; 
 SBMG – NDB RWY 10/RWY 28; 
 Procedimentos de aproximação perdida – 1h; 
 Procedimentos VOR: 
 SBBI – VOR RWY 36; 
 SBBI – VOR DME Y RWY 36; 
 Procedimentos NDB: 
 SBNF – NDB RWY 25; 
 SBMG – NDB RWY 10/RWY 28; 
 Rotinas operacionais e uso do Checklist; 
 Cheque cruzado (Cross-check). 
 
 Descrição da missão 4B: 
 A missão 4B se encontra subdividida em duas partes que devem ser cumpridas 
separadamente. Os aeródromos utilizados nas simulações serão SBBI, SBNF ou SBMG. 
Inicialmente o aluno será instruído a cumprir os procedimentos de aproximação NDB e 
VOR pré-selecionados para esta missão, a fim de doutriná-lo a seguir corretamente a 
interpretação das cartas e desenvolver adequadamente a manutenção do voo em 
determinada aproximação. A primeira parte conforme mencionado acima terá tempo total 
de 1,5h, o material de apoio para esta missão se encontra na Seção V deste manual e as 
cartas a serem utilizadas estão anexadas na Seção III. 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
13 
 Na segunda parte o aluno será instruído a cumprir os procedimentos de 
aproximação NDB e VOR pré-selecionados para esta missão, a fim de doutrina-lo a seguir 
corretamente os procedimentos em caso de aproximação perdida. A segunda parte 
conforme mencionado acima terá tempo total de 1,0h, e o material de apoio para esta 
missão se encontra na Seção V deste manual. As cartas a serem utilizadas estão anexas na 
Seção III deste manual. 
 
 MISSÃO 5B – 2h: 
Objetivo da missão: Orientar e transmitir ao aluno o conhecimento sobre o uso e a 
leitura eficiente do DME introduzindo o mesmo ao Arco DME e, também aos 
procedimentos de aproximação com Arco DME. 
 
Conteúdo da missão: 
 Uso do DME; 
 Arco DME; 
 Procedimentos de aproximação e pouso com arco DME: 
 SBBI – VOR DME Z RWY 36; 
 SBLO – VOR RWY 13; 
 Rotinas operacionais e uso do Checklist ; 
 Cheque cruzado (Cross-check); 
 
 Descrição da missão 5B: 
 A missão 5B está destinada a familiarização do aluno com o uso do equipamento 
DME e seus respectivos procedimentos, como por exemplo, o arco DME. Os aeródromos 
utilizados nas simulações serão SBBI e SBLO com procedimentos pré-selecionados para 
esta missão. O tempo total da missão será de 2h. O material de apoio se encontra na 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
14 
seção V deste manual, e as cartas a serem utilizadas estão anexadas na Seção III do 
mesmo. 
 
 MISSÃO 6B – 1,5h: 
Objetivo da missão: A proficiência do aluno na execução de procedimentos de 
aproximação de precisão, com pouso completo e, aproximações perdidas utilizando 
o sistema ILS. 
 
Conteúdo da missão: 
 Procedimentos de aproximação e pouso ILS: 
 SBCT – ILS Z RWY 15; 
 SBFL – ILS Z RWY 14; 
 Rotinas operacionais e uso do Checklist ; 
 Cheque cruzado (Cross-check); 
 
 Descrição da missão 6B: 
 A missão 6B está destinada a familiarização do aluno com os procedimentos de 
aproximação e pouso ILS. Os aeródromos utilizados nas simulações serão SBCT e SBFL, 
com procedimentos pré-selecionados para esta missão. O tempo total da missão será de 
1,5h. O material de apoio se encontra na seção V deste manual, e as cartas a serem 
utilizadas estão anexadas na seção III do mesmo. 
 
 MISSÃO 7B – 1h: 
Objetivo da missão: A missão tem como objetivo tornar o aluno proficiente em 
aproximações Localizer (ILS com Glide Slope inoperante) tornando uma aproximação 
ILS de precisão em não precisão. Também familiarizar o mesmo em aproximações 
nos mínimos meteorológicos especificados nas cartas de aproximação. 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
15 
Conteúdo da missão: 
 Procedimentos ILS parcial (GP Inop): 
 SBCT – ILS Z RWY 15; 
 SBNF – LOC Z RWY 14; 
 Aproximação por instrumentos nos mínimos especificados; 
 Rotinas operacionais e uso do Checklist; 
 Cheque cruzado (Cross-check); 
 
 Descrição da missão 7B: 
 A missão 7B está destinada a familiarização do aluno com os procedimentos de 
aproximação e pouso com ILS parcial e aproximação IFR com os mínimos especificados. Os 
aeródromos utilizados nas simulações serão SBCT e SBFL com procedimentos pré-
selecionados para esta missão. O tempo total da missão será de 1h. O material de apoio se 
encontra na seção V deste manual, e as cartas a serem utilizadas estão anexadas na Seção 
III do mesmo. 
 
 MISSÃO 8B – 2h: 
Objetivo da missão: A última missão da Etapa tem como objetivo familiarizar o aluno 
na utilização do equipamento GNSS, piloto automático e toda a operação RNAV com 
procedimentos de saída (SID), chegada (STAR) e, aproximação (IAC) conforme 
programa de treinamento. 
 
Conteúdo da missão: 
 Uso do equipamento GNSS (G530); 
 Órbitas usando GNSS (waypoints); 
 Uso do Piloto Automático ; 
 Procedimentos de aproximação e pouso RNAV: 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
16 
 SBCT – RNAV RWY 33; 
 SBFL – RNAV RWY 32; 
 Saída por instrumentos RNAV: 
 SBCT – RNAV ALVOX 1A RWY 11/15; 
 SBFL - RNAV AGURI 1A RWY 32; 
 Chegada por instrumentos STAR: 
 SBCT – RNAV ALVOX 1 – AMERO 1 / RWY 33; 
 SBFL - RNAV BELIC 1A - TIMVI 1A / RWY 32; 
 Rotinas operacionais e uso do Checklist; 
 Cheque cruzado (Cross-check); 
 
 Descrição da missão 8B: 
 A missão 8B se encontra subdividida em duas partes que devem ser cumpridas 
juntas. Os aeródromos utilizados nas simulações serão SBCT e SBFL. Primeiramente o 
aluno iniciará a familiarização com o uso do sistema GNSS e adaptação ao piloto 
automático, a fim de desenvolver habilidades com o uso de novas tecnologias. O 
aeródromo a ser utilizado nas simulações será SBBI. Na segunda etapa da missão 8B o 
aluno iniciará a familiarização com procedimentos de aproximação e pouso RNAV, saídas 
RNAV e chegada por instrumento STAR. Todos esses procedimentos serão cumpridos com 
o uso de piloto automático, a fim de fixar o que foi exercitado na primeira etapa. O tempo 
total da missão será de 2h. O material de apoio se encontra na Seção V deste manual, e as 
cartas a serem utilizadas estão anexadas na Seção III do mesmo. 
 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
17 
Etapa 1C – Navegação IFR (5h) 
 
 MISSÃO 1C - 2,5h: 
Objetivo da missão: Tornar proficiente o voo do aluno em circunstâncias de 
navegação IFR utilizando auxílios-rádio como navegação primária e procedimentos 
previstos na missão. 
 
Conteúdo da missão: 
 Planejamento da navegação aérea; 
 Preparação do plano devoo; 
 Fraseologia aeronáutica; 
 Documentação obrigatória a bordo; 
 Peso e balanceamento; 
 Separação de cartas; 
 Preparação de painel; 
 Rotinas operacionais e uso do checklist; 
 Briefing de cartas aeronáuticas; 
 Marcações cruzadas; 
 Emergência em rota; 
 Navegação: 
 SBBI para SBJV, e retorno; 
 Auxílios-rádio: 
 NDB BCH/VOR CTB e VOR JNV; 
 Saída por instrumentos (SID): 
 Carta GIBTA 1B RWY 18/36, de SBBI; 
 Carta NITER 1 – TOBE 1 RWY 15/33, de SBJV; 
 Voo em rota na FIR: 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
18 
 Carta ENRC (Enroute Chart) Low Altitude L1; 
 Procedimento e aproximação e pouso IFR: 
 Carta ILS Z ou/or LOC Z RWY 33 de SBJV; 
 Carta VOR/DME Y RWY 36, de SBBI. 
 
 Descrição a missão 1C: 
 A missão 1C consiste em uma navegação completa entre auxílios-rádio, onde o 
aluno utilizará todos os conhecimentos adquiridos no treinamento, realizando os 
procedimentos de saída (SID), aproximação e pouso ILS, em um voo de ida e volta. Os 
aeródromos utilizados nas simulações serão SBBI e SBJV, com procedimentos pré-
selecionados para esta missão. O tempo total da missão será de 2,5h. O material de apoio 
se encontra na seção V deste manual, e as cartas a serem utilizadas estão anexadas na 
seção III do mesmo. 
 
 Missão 2C – 2,5h: 
Objetivo da missão: Tornar proficiente o voo do aluno em circunstâncias de 
navegação IFR utilizando waypoints (GNSS) e procedimentos previstos na missão. 
 
Conteúdo da missão: 
 Planejamento da navegação aérea; 
 Preparação do plano de voo; 
 Fraseologia aeronáutica; 
 Documentação obrigatória a bordo; 
 Peso e balanceamento; 
 Separação de cartas; 
 Preparação de painel; 
 Rotinas operacionais e uso do checklist; 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
19 
 Briefing de cartas aeronáuticas ; 
 Emergência em rota; 
 Navegação via GNSS: 
 SBCT para SBFL, somente ida; 
 Saída por instrumentos (SID): 
 Carta RNAV ALVOX 1A - AMERO 1A - JNV 1A - NAFIL 1A - SANBO 1A - TIGDA 
1A, de SBCT; 
 Voo em rota na aerovia: 
 Carta ENRC (Enroute Chart) Low Altitude L1, via Aerovia W48; 
 Procedimentos de aproximação e pouso: 
 Carta RNAV DEUCA 1A – PONCA 1A RWY 14, de SBFL; 
 Carta ILS T RWY 14, de SBFL; 
 
 Descrição da missão 2C: 
 A missão 2C consiste em uma navegação completa via GNSS (Global Navigation 
Satellite System), onde o aluno utilizará todos os conhecimentos adquiridos no 
treinamento, realizando os procedimentos de saída RNAV (SID), carta de chegada (STAR), 
aproximação e pouso ILS, em um voo de apenas ida. Os aeródromos utilizados nas 
simulações serão SBBI e SBFL, com procedimentos pré-selecionados para esta missão. O 
tempo total da missão será de 2,5h. O material de apoio se encontra na seção V deste 
manual, e as cartas a serem utilizadas estão anexadas na seção III do mesmo. 
 
Voo de avaliação 
 Após o término do treinamento, será realizado um voo de avaliação com o aluno 
para testar sua proficiência em relação ao que foi trabalhado durante o programa de 
treinamento. Ficará a critério do avaliador os procedimentos e exercícios a serem 
solicitados. 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
20 
Rotinas Operacionais 
Antes de cada voo, o instrutor realizará o briefing, que descreverá detalhadamente 
todas as manobras e procedimentos a serem executados. No briefing o aluno deverá 
apresentar: 
 Plano de Voo; 
 NOTAM; 
 Meteorologia; 
 Peso e Balanceamento; 
 Formulário de navegação preenchido para a rota. 
 Todos os alunos devem apresentar os itens acima quando for solicitado para a 
missão. Estes aprimoram e desenvolvem as habilidades do aluno, contribuindo para sua 
formação, promovendo a segurança de voo, consciência situacional e planejamento. As 
rotinas operacionais aqui descritas devem ser seguidas para que se obtenha uma 
padronização de voo, e também para que não hajam dúvidas quanto aos procedimentos 
corretos a serem executados pelos alunos. 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
21 
 
 
 
 
 
 
 
 
INTENCIONALMENTE EM BRANCO 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
22 
SEÇÃO II – Programa de Treinamento – Avião 
 
O treinamento será realizado na aeronave Cessna 152 full IFR. Serão designados 
aeródromos pré-determinados para cada missão, se um dos mesmos estiver com 
condições meteorológicas inapropriadas a missão deve ser realizada para o outro 
aeródromo sugerido. 
 Os aeródromos destinados para as missões serão: SSZW (manobras básicas), SBNF, 
SBMG, SBBI, SBLO, SBFL, SBCT. 
O treinamento prático em aeronave será dividido em 2 etapas e mais o voo de 
cheque, conforme abaixo: 
Fase 1 – Treinamento em aeronave: 
 Etapa 2A – Manobras básicas; 
 Etapa 2B – Navegação e procedimentos IFR; 
 Avaliação intermediária – Voo de cheque. 
 
O programa de treinamento inclui o seguinte conteúdo: 
 Etapa 2A – Manobras básicas: 
a) Documentação a bordo obrigatória; 
b) Inspeção pré-voo; 
c) Familiarização com a aeronave; 
d) Rotinas operacionais e uso do checklist; 
e) Cheque cruzado (cross-check); 
f) Voo em linha reta nivelado; 
g) Coordenação Atitude Potência; 
h) Subidas e descidas (com razão constante e com velocidade constante); 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
23 
i) Curvas cronometradas (com altitude constante e com variação de altitude); 
j) Reconhecimento e recuperação do stall; 
k) Recuperação de atitudes anormais; 
 
 Etapa 2B – Navegação e procedimentos IFR: 
a) Inspeção pré-voo; 
b) Planejamento da navegação aérea; 
c) Preparação do plano de voo; 
d) Fraseologia aeronáutica; 
e) Documentação a bordo obrigatória; 
f) Peso e balanceamento; 
g) Separação de cartas; 
h) Preparação de painel; 
i) Rotinas operacionais e uso do checklist; 
j) Briefing de cartas aeronáuticas; 
k) Mudança de radiais; 
l) Mudanças de QDM e QDR; 
m) Saída por instrumentos (SID); 
n) Navegação via auxílios-rádio; 
o) Voo em rota; 
p) Procedimento de aproximação e pouso de não-precisão; 
q) Procedimento de aproximação e pouso de precisão; 
r) Emergência em rota; 
Todo o conteúdo acima será abordado em um total de 20h IFR e 3,0h VFR sendo 
distribuídos nas missões 2A até a 6B, o aluno também poderá substituir a missão 6B pelas 
missões 7B e 8B, totalizando 20h IFR e 3,2h VFR. Segue abaixo o programa de missões 
durante todo o treinamento em aeronave: 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
24 
Etapa 2A – Manobras Básicas (2,0h VFR) 
 MISSÃO 2A – 2,0h (SSZW): 
Objetivo da missão: A missão tem como objetivo transferir os conhecimentos 
adquiridos nas manobras básicas do treinamento em simulador para as 
características do voo IFR no avião, considerando as atitudes normais e anormais 
que o aluno poderá encontrar em voo IFR, dessa forma, familiarizando o mesmo 
com a operação da aeronave. 
 
Conteúdo da missão: 
 Documentação obrigatória a bordo; 
 Inspeção pré-voo; 
 Familiarização com a aeronave; 
 Rotinas operacionais e uso do checklist; 
 Cheque cruzado (cross-check); 
 Voo em linha reta e nivelado; 
 Coordenação Atitude Potência; 
 Subidas e descidas (com razão constante e com velocidade constante); 
 Curvas cronometradas (com altitude constante e com variação de altitude); 
 Reconhecimento e recuperação do stall; 
 Recuperação de atitudes anormais. 
 
Descrição da missão 2A: 
 A missão será realizada no aeródromo de SSZW em condições de voo visual. 
Inicialmente o aluno verificaráas condições gerais da aeronave para o voo e sua respectiva 
documentação, o mesmo cumprirá adequadamente as rotinas operacionais e 
procedimentos solicitados conforme padronização da escola, exercitando manobras 
básicas como curvas cronometradas em diversas configurações, subidas e descidas, 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
25 
coordenação atitude potência e recuperação de atitudes anormais (que são 
imprescindíveis para que o aluno realize um voo seguro). O tempo total de duração da 
missão será de 2h e o material de apoio para a mesma se encontra na Seção V deste 
manual. 
 
Etapa 2B – Navegação e procedimentos IFR (20h IFR) 
 MISSÃO 2B – 4,0h IFR e 0,2h VFR (SBNF ou SBMG): 
Objetivo da missão: Tornar proficiente o voo do aluno em circunstâncias de 
navegação IFR utilizando o NDB como auxílio à navegação e para os procedimentos 
previstos. Também orientar o mesmo sobre as rotinas operacionais existentes em 
uma navegação IFR. 
 
Conteúdo da missão: 
 Inspeção pré-voo; 
 Planejamento da navegação aérea; 
 Preparação do plano de voo; 
 Fraseologia aeronáutica; 
 Documentação obrigatória a bordo; 
 Peso e balanceamento; 
 Separação de cartas; 
 Preparação de painel; 
 Rotinas operacionais e uso do checklist; 
 Briefing de cartas aeronáuticas; 
 Saída por instrumentos (SID); 
 Navegação via auxílios-rádio; 
 Voo em rota; 
 Mudanças de QDM e QDR; 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
26 
 Procedimento de aproximação e pouso de não-precisão; 
 Aproximação perdida. 
 
Descrição da missão: 
 A missão será realizada nos aeródromos de SBMG ou SBNF com decolagem em 
condições de voo visual do aeródromo de SSZW, acrescentando-se assim 0,1h no total de 
voo. Inicialmente o aluno verificará as condições gerais da aeronave para o voo e sua 
respectiva documentação, apresentará o planejamento pertinente ao aeródromo 
selecionado e selecionará de maneira prévia as cartas a serem utilizadas. 
 A preparação e comunicação do plano de voo serão acompanhadas pelo INVA 
evitando assim imprevistos ou dúvidas comuns em relação ao mesmo (conteúdo de auxílio 
Seção III). Durante as etapas do voo o aluno deverá brifar adequadamente as cartas 
solicitadas e cumprir os procedimentos conforme orientação do INVA, a comunicação 
dentro da cabine e com o controle de tráfego aéreo neste momento será imprescindível 
para o sucesso do procedimento, tornando assim a fraseologia aeronáutica algo de muita 
importância. 
 Serão realizadas aproximações de não-precisão com auxílio NDB como, 
aproximações perdidas, mudanças de QDM e QDR e saída por instrumento (SID), o aluno 
deve se manter atento para cumprir adequadamente o perfil da carta a ser utilizada e ter 
clara interpretação de seus instrumentos. No regresso ao aeródromo de SSZW o aluno 
realizará o pouso em condições visuais acrescentando-se assim mais 0,1h ao tempo total 
da missão. 
 A duração total da missão será de 4h IFR mais 0,2h VFR e o material de apoio se 
encontra na Seção V deste manual. 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
27 
 MISSÃO 3B – 4,0h IFR e 0,2h VFR (SBNF ou SBMG): 
Objetivo da missão: Tornar mais proficiente o voo do aluno em circunstâncias de 
navegação IFR utilizando o NDB como auxílio à navegação e para os procedimentos 
previstos. Também orientar o mesmo sobre as rotinas operacionais existentes em 
uma navegação IFR. 
 
Conteúdo da missão: 
 Inspeção pré-voo; 
 Planejamento da navegação aérea; 
 Preparação do plano de voo; 
 Fraseologia aeronáutica; 
 Documentação obrigatória a bordo; 
 Peso e balanceamento; 
 Separação de cartas; 
 Preparação de painel; 
 Rotinas operacionais e uso do checklist; 
 Briefing de cartas aeronáuticas; 
 Mudanças de QDM e QDR; 
 Saída por instrumentos (SID); 
 Navegação via auxílios-rádio; 
 Voo em rota; 
 Procedimento de aproximação e pouso de não-precisão; 
 Aproximação perdida. 
 
Descrição da missão: 
 A missão será realizada nos aeródromos de SBMG ou SBNF com decolagem em 
condições de voo visual do aeródromo de SSZW, acrescentando-se assim 0,1h no total de 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
28 
voo. Inicialmente o aluno verificará as condições gerais da aeronave para o voo e sua 
respectiva documentação, apresentará o planejamento pertinente ao aeródromo 
selecionado e selecionará de maneira prévia as cartas a serem utilizadas. 
 A preparação e comunicação do plano de voo serão acompanhadas pelo INVA 
evitando assim imprevistos ou dúvidas comuns em relação ao mesmo (conteúdo de auxílio 
Seção III). Durante as etapas do voo o aluno deverá brifar adequadamente as cartas 
solicitadas e cumprir os procedimentos conforme orientação do INVA, a comunicação 
dentro da cabine e com o controle de tráfego aéreo neste momento será imprescindível 
para o sucesso do procedimento, tornando assim a fraseologia aeronáutica algo de muita 
importância. 
 Serão realizadas aproximações de não-precisão com auxílio NDB como, 
aproximações perdidas, mudanças de QDM e QDR e saída por instrumento (SID), o aluno 
deve se manter atento para cumprir adequadamente o perfil da carta a ser utilizada e ter 
clara interpretação de seus instrumentos. No regresso ao aeródromo de SSZW o aluno 
realizará o pouso em condições visuais acrescentando-se assim mais 0,1h ao tempo total 
da missão. 
 A duração total da missão será de 4h IFR mais 0,2h VFR e o material de apoio se 
encontra na Seção V deste manual. 
 
ATENÇÃO! 
OBS: Caso o aluno tenha ido para SBNF na missão 2B, o mesmo deverá ir para SBMG na 
missão 3B, ou vice versa. 
 
 MISSÃO 4B – 2,0h IFR e 0,2h VFR (SBBI): 
Objetivo da missão: Fazer com que o aluno adquira conhecimento em 
circunstâncias de navegação IFR utilizando o VOR como auxílio à navegação e, para 
os procedimentos previstos. Também, tornar proficiente as aproximações de não-
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
29 
precisão e, orientar o mesmo sobre as rotinas operacionais existentes em uma 
navegação IFR conforme programa de conteúdo da missão. 
 
Conteúdo da missão: 
 Inspeção pré-voo; 
 Planejamento da navegação aérea; 
 Preparação do plano de voo; 
 Fraseologia aeronáutica; 
 Documentação obrigatória a bordo; 
 Peso e balanceamento; 
 Separação de cartas; 
 Preparação de painel; 
 Rotinas operacionais e uso do checklist; 
 Briefing de cartas aeronáuticas; 
 Mudança de radiais; 
 Saída por instrumentos (SID); 
 Navegação via auxílios-rádio; 
 Voo em rota; 
 Procedimento de aproximação e pouso de não-precisão; 
 Emergência em rota. 
 
Descrição da missão: 
 A missão será realizada no aeródromo de SBBI com decolagem em condições de voo 
visual do aeródromo de SSZW, acrescentando-se assim 0,1h no total de voo. Inicialmente 
o aluno verificará as condições gerais da aeronave para o voo e sua respectiva 
documentação, apresentará o planejamento pertinente ao aeródromo selecionado e 
selecionará de maneira prévia as cartas a serem utilizadas. 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
30 
 A preparação e comunicação do plano de voo serão acompanhadas pelo INVA 
evitando assim imprevistos ou dúvidas comuns em relação ao mesmo (conteúdo de auxílio 
Seção III). Durante as etapas do voo o aluno deverá brifar adequadamente as cartas 
solicitadas e cumprir os procedimentos conforme orientação do INVA, a comunicação 
dentro da cabine e com o controle de tráfego aéreo neste momento será imprescindível 
para o sucesso do procedimento, tornando assim a fraseologiaaeronáutica algo de muita 
importância. 
 Serão realizadas aproximações de não-precisão com auxílio VOR, mudanças de 
radiais, e saída por instrumento (SID), o aluno deve se manter atento para cumprir 
adequadamente o perfil da carta a ser utilizada e ter clara interpretação de seus 
instrumentos. No regresso ao aeródromo de SSZW o aluno realizará o pouso em condições 
visuais acrescentando-se assim mais 0,1h ao tempo total da missão. 
 O instrutor também poderá simular situações de emergência em rota, como 
operação restrita do painel, pane do motor, perguntas técnicas pertinentes a falha no 
tubo de pitot, entre outras. Fica sob responsabilidade do aluno o conhecimento necessário 
para resolver essas situações simuladas. 
 A duração total da missão será de 2h IFR mais 0,2h VFR e o material de apoio se 
encontra na Seção V deste manual. 
 
 MISSÃO 5B – 5,0h IFR e 0,2h VFR (SBLO ou SBFL): 
Objetivo da missão: Fazer com que o aluno adquira conhecimento em 
circunstâncias de navegação IFR utilizando o VOR como auxílio à navegação e, para 
os procedimentos previstos. Também, tornar proficiente as aproximações de não-
precisão e, orientar o mesmo sobre as rotinas operacionais existentes em uma 
navegação IFR conforme programa de conteúdo da missão. 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
31 
Conteúdo da missão: 
 Inspeção pré-voo; 
 Planejamento da navegação aérea; 
 Preparação do plano de voo; 
 Fraseologia aeronáutica; 
 Documentação obrigatória a bordo; 
 Peso e balanceamento; 
 Separação de cartas; 
 Preparação de painel; 
 Rotinas operacionais e uso do checklist; 
 Briefing de cartas aeronáuticas; 
 Mudança de radiais; 
 Arco DME; 
 Saída por instrumentos (SID); 
 Navegação via auxílios-rádio; 
 Voo em rota; 
 Procedimento de aproximação e pouso de precisão; 
 Emergência em rota. 
 
Descrição da missão: 
 A missão será realizada nos aeródromos de SBLO e SBFL com decolagem em 
condições de voo visual do aeródromo de SSZW, acrescentando-se assim 0,1h no total de 
voo. Inicialmente o aluno verificará as condições gerais da aeronave para o voo e sua 
respectiva documentação, apresentará o planejamento pertinente ao aeródromo 
selecionado e selecionará de maneira prévia as cartas a serem utilizadas. 
 A preparação e comunicação do plano de voo serão acompanhadas pelo INVA 
evitando assim imprevistos ou dúvidas comuns em relação ao mesmo (conteúdo de auxílio 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
32 
Seção III). Durante as etapas do voo o aluno deverá brifar adequadamente as cartas 
solicitadas e cumprir os procedimentos conforme orientação do INVA, a comunicação 
dentro da cabine e com o controle de tráfego aéreo neste momento será imprescindível 
para o sucesso do procedimento, tornando assim a fraseologia aeronáutica algo de muita 
importância. 
 Serão realizadas aproximações de não-precisão com auxílio VOR, mudanças de 
radiais, saída por instrumento (SID), e como os aeródromos dispõem de arco DME será 
exercitada também a execução do mesmo. O aluno deve se manter atento para cumprir 
adequadamente o perfil da carta a ser utilizada e ter clara interpretação de seus 
instrumentos. No regresso ao aeródromo de SSZW o aluno realizará o pouso em condições 
visuais acrescentando-se assim mais 0,1h ao tempo total da missão. 
 O instrutor também poderá simular situações de emergência em rota, como 
operação restrita do painel, pane do motor, perguntas técnicas pertinentes a falha no 
tubo de pitot, entre outras. Fica sob responsabilidade do aluno o conhecimento necessário 
para resolver essas situações simuladas. 
 A duração total da missão será de 5h IFR mais 0,2h VFR e o material de apoio se 
encontra na Seção V deste manual. 
 
ATENÇÃO! 
Até a presente missão o aluno terá um total de 15h IFR e 2,8h VFR, o mesmo pode 
optar por realizar a missão 6B com 5h IFR e 0,2h VFR totalizando 20h IFR e 3h VFR, caso 
não houver a possibilidade de realizar a missão 6B devido a condições meteorológicas, o 
aluno pode aguardar até que seja possível a ida para SBFL, ou então, realizar a missão 7B e 
a missão 8B com 2,5h cada uma, totalizando 20h IFR e 3,2h VFR. 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
33 
 MISSÃO 6B – 5,0h IFR e 0,2h VFR (SBFL): 
Objetivo da missão: Fazer com que o aluno aprimore seus conhecimentos em 
circunstâncias de navegação IFR utilizando o VOR como auxílio à navegação e, para 
os procedimentos previstos. Também, tornar proficiente as aproximações de 
precisão e, orientar o mesmo sobre as rotinas operacionais existentes em uma 
navegação IFR conforme programa de conteúdo da missão. 
 
Conteúdo da missão: 
 Inspeção pré-voo; 
 Planejamento da navegação aérea; 
 Preparação do plano de voo; 
 Fraseologia aeronáutica; 
 Documentação obrigatória a bordo; 
 Peso e balanceamento; 
 Separação de cartas; 
 Preparação de painel; 
 Rotinas operacionais e uso do checklist; 
 Briefing de cartas aeronáuticas; 
 Mudança de radiais; 
 Arco DME; 
 Saída por instrumentos (SID); 
 Navegação via auxílios-rádio; 
 Voo em rota; 
 Procedimento de aproximação e pouso de precisão; 
 Emergência em rota. 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
34 
Descrição da missão: 
 A missão será realizada no aeródromo de SBFL com decolagem em condições de voo 
visual do aeródromo de SSZW, acrescentando-se assim 0,1h no total de voo. Inicialmente 
o aluno verificará as condições gerais da aeronave para o voo e sua respectiva 
documentação, apresentará o planejamento pertinente ao aeródromo selecionado e 
selecionará de maneira prévia as cartas a serem utilizadas. 
 A preparação e comunicação do plano de voo serão acompanhadas pelo INVA 
evitando assim imprevistos ou dúvidas comuns em relação ao mesmo (conteúdo de auxílio 
Seção III). Durante as etapas do voo o aluno deverá brifar adequadamente as cartas 
solicitadas e cumprir os procedimentos conforme orientação do INVA, a comunicação 
dentro da cabine e com o controle de tráfego aéreo neste momento será imprescindível 
para o sucesso do procedimento, tornando assim a fraseologia aeronáutica algo de muita 
importância. 
 Serão realizadas aproximações de precisão com auxílio VOR e ILS, mudanças de 
radiais, saída por instrumento (SID), e como o aeródromo dispõe de arco DME será 
exercitada também a execução do mesmo. O aluno deve se manter atento para cumprir 
adequadamente o perfil da carta a ser utilizada e ter clara interpretação de seus 
instrumentos. No regresso ao aeródromo de SSZW o aluno realizará o pouso em condições 
visuais acrescentando-se assim mais 0,1h ao tempo total da missão. 
 O instrutor também poderá simular situações de emergência em rota, como 
operação restrita do painel, pane do motor, perguntas técnicas pertinentes a falha no 
tubo de pitot, entre outras. Fica sob responsabilidade do aluno o conhecimento necessário 
para resolver essas situações simuladas. 
 A duração total da missão será de 5h IFR mais 0,2h VFR e o material de apoio se 
encontra na Seção V deste manual. 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
35 
 MISSÃO 7B – 2,5h IFR e 0,2h VFR (SBBI e SBCT): 
Objetivo da missão: Aprimorar os conhecimentos do aluno em um voo de 
navegação IFR utilizando o VOR como auxílio à navegação e, para os procedimentos 
previstos. Também, tornar mais proficiente as aproximações de precisão. 
 
Conteúdo da missão: 
 Inspeção pré-voo; 
 Planejamento da navegação aérea; 
 Preparação do plano de voo; 
 Fraseologia aeronáutica; 
 Documentação obrigatória a bordo; 
 Peso e balanceamento; Separação de cartas; 
 Preparação de painel; 
 Rotinas operacionais e uso do checklist; 
 Briefing de cartas aeronáuticas; 
 Saída por instrumentos (SID); 
 Navegação via auxílios-rádio; 
 Voo em rota; 
 Procedimento de aproximação e pouso de não-precisão; 
 Procedimento de aproximação e pouso de precisão. 
 
Descrição da missão: 
 A missão será realizada nos aeródromos de SBBI e SBCT com decolagem em 
condições de voo visual do aeródromo de SSZW, acrescentando-se assim 0,1h no total de 
voo. Inicialmente o aluno verificará as condições gerais da aeronave para o voo e sua 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
36 
respectiva documentação, apresentará o planejamento pertinente ao aeródromo 
selecionado e selecionará de maneira prévia as cartas a serem utilizadas. 
 A preparação e comunicação do plano de voo serão acompanhadas pelo INVA 
evitando assim imprevistos ou dúvidas comuns em relação ao mesmo (conteúdo de auxílio 
Seção III). Durante as etapas do voo o aluno deverá brifar adequadamente as cartas 
solicitadas e cumprir os procedimentos conforme orientação do INVA, a comunicação 
dentro da cabine e com o controle de tráfego aéreo neste momento será imprescindível 
para o sucesso do procedimento, tornando assim a fraseologia aeronáutica algo de muita 
importância. 
 Serão realizadas aproximações de precisão e não-precisão com auxílio VOR e ILS e 
saída por instrumento (SID). O aluno deve se manter atento para cumprir adequadamente 
o perfil da carta a ser utilizada e ter clara interpretação de seus instrumentos. No regresso 
ao aeródromo de SSZW o aluno realizará o pouso em condições visuais acrescentando-se 
assim mais 0,1h ao tempo total da missão. 
 A duração total da missão será de 2,5h IFR mais 0,2h VFR e o material de 
apoio se encontra na Seção V deste manual. 
 
 MISSÃO 8B – 2,5h IFR e 0,2h VFR (SBBI e SBCT): 
Objetivo da missão: Aprimorar os conhecimentos do aluno em um voo de 
navegação IFR utilizando o VOR como auxílio à navegação e, para os procedimentos 
previstos. Também, tornar mais proficiente as aproximações de precisão. 
 
Conteúdo da missão: 
 Inspeção pré-voo; 
 Planejamento da navegação aérea; 
 Preparação do plano de voo; 
 Fraseologia aeronáutica; 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
37 
 Documentação obrigatória a bordo; 
 Peso e balanceamento; 
 Separação de cartas; 
 Preparação de painel; 
 Rotinas operacionais e uso do checklist; 
 Briefing de cartas aeronáuticas; 
 Saída por instrumentos (SID); 
 Navegação via auxílios-rádio; 
 Voo em rota; 
 Procedimento de aproximação e pouso de não-precisão; 
 Procedimento de aproximação e pouso de precisão. 
 
Descrição da missão: 
 A missão será realizada nos aeródromos de SBBI e SBCT com decolagem em 
condições de voo visual do aeródromo de SSZW, acrescentando-se assim 0,1h no total de 
voo. Inicialmente o aluno verificará as condições gerais da aeronave para o voo e sua 
respectiva documentação, apresentará o planejamento pertinente ao aeródromo 
selecionado e selecionará de maneira prévia as cartas a serem utilizadas. 
 A preparação e comunicação do plano de voo serão acompanhadas pelo INVA 
evitando assim imprevistos ou dúvidas comuns em relação ao mesmo (conteúdo de auxílio 
Seção III). Durante as etapas do voo o aluno deverá brifar adequadamente as cartas 
solicitadas e cumprir os procedimentos conforme orientação do INVA, a comunicação 
dentro da cabine e com o controle de tráfego aéreo neste momento será imprescindível 
para o sucesso do procedimento, tornando assim a fraseologia aeronáutica algo de muita 
importância. 
 Serão realizadas aproximações de precisão e não-precisão com auxílio VOR e ILS e 
saída por instrumento (SID). O aluno deve se manter atento para cumprir adequadamente 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
38 
o perfil da carta a ser utilizada e ter clara interpretação de seus instrumentos. No regresso 
ao aeródromo de SSZW o aluno realizará o pouso em condições visuais acrescentando-se 
assim mais 0,1h ao tempo total da missão. 
 A duração total da missão será de 2,5h IFR mais 0,2h VFR e o material de 
apoio se encontra na Seção V deste manual. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
39 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
INTENCIONALMENTE EM BRANCO 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
40 
SEÇÃO III – Cartas e Planos de Voo 
 
As presentes cartas são pertinentes a Seção I – Simulador FSTD para o cumprimento 
do programa de missões descrito. 
 Procedimentos de saída VOR: 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
41 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
42 
 Procedimentos de saída NDB: 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
43 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
44 
 Procedimentos de aproximação VOR: 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
45 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
46 
 Procedimentos de aproximação NDB: 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
47 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
48 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
49 
 Procedimentos de aproximação Arco DME: 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
50 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
51 
 Procedimentos de aproximação ILS: 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
52 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
53 
 Procedimentos de aproximação Localizer (ILS c/ GP Inop): 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
54 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
55 
 Procedimentos de saída RNAV: 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
56 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
57 
 Procedimentos de chegada (STAR) RNAV: 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
58 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
59 
 Procedimentos de aproximação RNAV: 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
60 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
61 
ATENÇÃO! 
 As cartas pertinentes aos procedimentos que serão realizados nas missões de IFR -
Avião serãoselecionadas no momento do voo, pois abrange uma gama muito grande de 
possibilidades, ficando assim o procedimento a ser utilizado a critério do ATC. 
Planos de voo 
 Abaixo segue os planos de voo que serão utilizados durante o treinamento no avião. 
Terão dois tipos de exemplos de planos para cada missão, sendo plano de voo 
convencional e o plano de voo passado via internet. Os modelos serão utilizados para 
orientação ao aluno na confecção dos planos de acordo com cada missão. 
 
 MISSÃO 2B e 3B (SBNF/SBMG) 
 SBNF – Perna de ida (online) 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
62 
 SBNF – Perna de volta (online) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
63 
 SBNF – Perna de Ida (convencional) 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
64 
 SBNF – Perna de volta (convencional) 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
65 
 SBMG – Perna de ida (online) 
 
 SBMG – Perna de volta (online) 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
66 
 SBMG – Perna de ida (convencional) 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
67 
 SBMG – Perna de volta (convencional) 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
68 
 MISSÃO 4B (SBBI) 
 SBBI – Perna de ida (online) 
 
 SBBI – Perna de volta (online) 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
69 
 SBBI – Perna de ida (convencional) 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
70 
 SBBI – Perna de volta (convencional) 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
71 
 Plano de voo fechado (online) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
72 
 Plano de voo fechado (convencional) 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
73 
 MISSÃO 5B – (SBLO/SBFL) 
 SBLO – Perna de ida (online) 
 
 SBLO – Perna de volta (online) 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
74 
 SBLO – Perna de ida (convencional) 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
75 
 SBLO – Perna de volta (convencional) 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
76 
 SBFL – Perna de ida (online) 
 
 SBFL – Perna de volta (online) 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
77 
 SBFL – Perna de ida (convencional) 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
78 
 SBFL – Perna de volta (convencional) 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
79 
 MISÃO 6B (SBFL) 
 SBFL – Perna de ida (online) 
 
 SBFL – Perna de volta (online) 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
80 
 SBFL – Perna de ida (convencional) 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
81 
 SBFL – Perna de volta (convencional) 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
82 
 MISSÃO 7B e 8B (SBBI/SBCT) 
 Plano de voo fechado (online) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
83 
 Plano de voo fechado (convencional) 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
84 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
INTENCIONALMENTE EM BRANCO 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
85 
SEÇÃO IV – Fichas de Avaliação 
Fichas de avaliação – Simulador 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
86 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
87 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
88 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
89 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
90 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
91 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
92 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
93 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
94 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
95 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
96 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
97 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
98 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
99 
Fichas de avaliação – Avião 
Frente 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
100 
Verso 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
101 
Frente 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
102 
Verso 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
103 
Frente 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
104 
Verso 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
105 
Frente 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
106 
Verso 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
107 
Frente 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
108 
Verso 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
109 
Frente 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
110 
Verso 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
111 
Frente 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossawww.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
112 
Verso 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
113 
Frente 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
114 
Verso 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
115 
 
 
 
 
 
 
 
 
INTENCIONALMENTE EM BRANCO 
 
 
 
 
 
 
 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
116 
SEÇÃO V – Conteúdo de Auxílio 
Procedimentos Normais e Callouts - Cessna 172 
 
Ao entrar no simulador da aeronave, verificar os seguintes itens: 
 
Cheque de Cabine 
 
 
 
 
 
 
 
 
Condições do Tempo 
Obter condições meteorológicas - ATIS. Em caso de voo local essa etapa pode ser 
feita apenas checando a meteorologia visualmente. 
Exemplo de ATIS: 
“Aeroporto Internacional Afonso Pena Curitiba, informação Hotel. Uno Cinco Zero Zero 
Zulu. Vento Uno Três Zero Graus Zero Cinco nós. Visibilidade Maior que dez quilômetros. 
Poucas nuvens a Uno Mil pés. Encoberto a Dez mil pés. Ajuste de altímetro Uno Zero Uno 
Sete. Temperatura Dois Nove Graus. Espere procedimento ILS Zulu para a pista Uno Cinco. 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
117 
Pista em uso Uno Cinco. Bando de pássaros nas vizinhanças do aeródromo. Informe que 
recebeu informação Hotel”. 
Checklist Antes da Partida 
 
 
 
 
 
 
 
Ao término do checklist, o instrutor deverá falar: “Checklist Antes da Partida Completo”. 
 
Autorização para o Voo 
Em um vôo partindo de SBBI para SBJV no FL080. A autorização de tráfego se faz 
necessária, pois se trata de um aeroporto controlado. 
Fora do Checklist, o aluno deverá ligar a Master e o rádio para a comunicação. 
Exemplo: 
“PR-NYC: Solo Bacacheri, PR-NYC; 
SBBI_GND: PR-NYC, solo Bacacheri, prossiga; 
PR- NYC: NYC com plano de voo para Joinville no nível 080, ciente da informação Hotel, 
pátio geral, solicita instruções. 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
118 
SBBI_GND: NYC autorizado plano IFR de SBBI para SBJV no nível 080. Após decolagem 
curva a direita, perfil da GIBTA 1B, transponder 2020, Controle Curitiba em 119.95. 
PR- NYC: NYC autorizado plano IFR de SBBI para SBJV no nível 080. Após decolagem curva 
a direita perfil da GIBTA 1B, transponder 2020, Controle Curitiba em 119.95. 
SBBI_GND: Cotejamento correto, acionamento a critério, chame quanto pronto para o 
taxi. 
PR- NYC: Chamará para o taxi, NYC. ” 
Após, o aluno deverá desligar o rádio e a Master e prosseguir normalmente o checklist. 
 
Briefing de Decolagem 
Serão brifadas todas as informações pertinentes à saída: 
 Taxi: Com a carta de aeródromo (ADC) em mãos, realiza-se o briefing completo; 
 Saída (Standard Instrument Departure): Briefing completo da Carta*; 
*desconsiderar esse briefing em caso de decolagem visual 
 Será brifada toda informação referente à decolagem, como por exemplo: 
“Vamos realizar uma decolagem normal da cabeceira 07, com 10° de flap, tirar do chão 
com 60Kt e subir com 65Kt, a 300ft embalamos para 70Kt recolhemos o flap reduzimos 
potência para 2.400RPM desligamos o farol, a 500ft livramos o seguimento com curva pela 
esquerda . 
 “Em caso de perda de reta obstáculo na pista ou mínimos não atingidos de 2.280RPM, 
pressão e temperatura na faixa verde e velocímetro em movimento abortaremos a 
decolagem, pane abaixo de 500ft pousaremos em frente ou aos lados aproando o vento 
com curva a direita, e pane acima de 500ft tentaremos retorno a pista aproando o vento 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
119 
com curva a direita em caso negativo pousaremos em frente ou aos lados, em caso de 
pane real comandos com o instrutor e fonia e checklist com o aluno”. 
Após completos os briefings, o aluno fará a solicitação para o acionamento. 
 
Solicitação para o acionamento 
Não se faz necessário a solicitação de acionamento ao Solo quando a aeronave 
estiver no pátio. O pátio geral não é uma área controlada, sendo assim fica dispensável a 
solicitação de acionamento, o piloto pode acionar a critério, porém deve informar ao 
controlador das intenções. 
Checklist de Acionamento 
 
Ao término do checklist, o instrutor fala: “Checklist de Acionamento Completo”. 
Logo que o motor for acionado, o aluno deve conferir a indicação dos instrumentos 
do motor, e prosseguir com o Checklist de Após o Acionamento. 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
120 
Checklist de Após o Acionamento 
 
Ao término do checklist, o instrutor fala: “Checklist de Após o Acionamento Completo”. 
No item Preparação de Cabine, o aluno deve preparar seu painel conforme a sua 
saída, ajustando os rádios (RMI, HSI e VOR Convencional). Para fins de padronização 
deverá ser ajustado o HSI para a primeira radial, QDM ou QDR a ser interceptado após a 
decolagem, deixando o HDG bug na proa de decolagem. No piloto automático, o aluno 
pode ajustar o nível que será voado, ou a primeira restrição. 
 
Taxi 
Com isto, prossegue-se para o taxi, solicitando para o Solo. 
Exemplo: 
“PR-NYC: Solo Bacacheri, NYC pronto para o Táxi, POB 02, Autonomia 4:30h; 
SBBI_GND: NYC autorizado táxi até o ponto de espera da cabeceira 36 via TWY Alfa e 
bravo. Quando pronto chame Torre Bacacheri em 118,90. 
PR-NYC: Autorizado táxi ponto de espera cabeceira Três Meia via Alfa e Bravo, quando 
pronto Torre Bacacheri em 118,90. ” 
 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
121 
Com o Taxi autorizado pelo Solo, aluno prossegue para o Checklist de Taxi: 
 
Ao final do checklist, o instrutor em voz alta deve declarar: “Checklist de Taxi Completo”. 
 
Checklist de Ponta de Espera 
Ao estacionar no Ponto de Espera, o aluno solicita o Checklist de Ponto de Espera: 
 
*No cheque de Magnetos, o aluno deverá falar em voz alta: 
“Magneto Esquerdo queda máxima de 175 RPM, queda apresentada de XXX RPM; 
“Magneto Direito queda máxima de 175 RPM, queda apresentada de XXX RPM. ” 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
122 
No Potência Mínima, deverá recuar a manetes de potencia para trás, conferindo a marcha 
lenta abaixo de 1000RPM, falando em voz alta: 
“Marcha Lenta XXX RPM, valor máximo de 1000 RPM”. 
Atenção: No item Briefing de Decolagem, deve-se revisar somente o Briefing Operacional 
e o Briefing de Emergência. Briefing Operacional: 
Ao final, o instrutor declara: “Checklist de Ponto de Espera Completo”. 
Agora, o aluno seta a frequência da TWR, e a chama. 
Exemplo: 
PR- NYC: Torre Bacacheri, PR- NYC pronto no ponto de espera da 36. 
SBBI_TWR: PR- NYC autorizado alinhar e decolar da 36, vento Uno Uno Zero, com Zero 
Meia nós. 
PR- NYC: Autorizado alinhar e decolar da 36, NYC. 
Com a autorização e alinhado na cabeceira, o aluno poderá então executar o 
Checklist de Alinhamento. 
 
Checklist de Alinhamento 
 
Pronto, o instrutor responde: “Checklist de Alinhamento Completo”. 
Manual AATD e Prático Avião - IFR 
Aeroclube de Ponta Grossa 
www.aeroclubedepontagrossa.com.br 
 
 
123 
Na decolagem, o aluno deverá fazer as seguintes ações e “callouts” conferidos pelo 
instrutor: 
 Aplica potência máxima e aguarda os mínimos atingidos. 
 Aluno: “Mínimos para Decolagem Atingidos” 
 Instrutor: “Crosschecked” 
 Aluno: “Velocímetro em Movimento!” 
 Instrutor: “Crosschecked” 
 Aluno: “Setenta Nós!” 
 Aluno: “Rodar!” 
 Aluno: “Razão de Subida Positiva”. 
Em torno de 500ft (onde o aluno faz o callout: Altitude

Outros materiais