A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
ANTROPOLOGIA PORTFÓLIO 1

Pré-visualização | Página 1 de 1

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA -
LICENCIATURA
Disciplina: Antropologia, Ética e Cultura Tarefa: Portfólio 1
Nome: Laiane Farias Da Cruz RA: 8094431 Turma: DGEFL1902RIBAOS
Parecer do Tutor: Eliana Do Pilar Rocha
Descrição da atividade:
Este ciclo tratou de como foi á organização da vida do ser humano em sua relação consigo
mesmo e com os outros ao longo da história ocidental, dando ênfase para o mundo atual.
Destacou também a importância de reconhecer os desafios humanos no sentido de estabelecer
caminhos de superação. Posto isso, redija um texto acadêmico, de 1 a 3 laudas, discorrendo a
respeito das seguintes questões:
1. Como têm sido as relações entre economia, desenvolvimento tecnológico e
desenvolvimento humano nos períodos da Idade Moderna e da Idade Contemporânea?
O que é considerado mais importante e quais são as dificuldades predominantes nas
relações humanas nesses períodos?
2. Como a questão da verdade tem sido tratada recentemente, considerando o fenômeno
da pós-verdade?
3. O que é pós-modernidade, ou modernidade líquida, e quais são as suas consequências
para o ser humano?
A afirmação de que o conhecimento é o caminho para grandes descobertas, tem nos guiado
através dos tempos e vai auxiliando na resolução dos problemas que enfrentamos. Porém por
outro lado, o conhecimento é responsáveis descaminhos da humanidade em determinados
momentos. Independente das intenções o conhecimento foi essencial para atender os
interesses do homem em todas as épocas. O desenvolvimento social, desde os primórdios
experimentou fases e mudanças retrata a complexidade na analise do comportamento humano
e tem forte ligação com a evolução da tecnologia. Com passar dos tempos à tecnologia
influenciou o comportamento do homem (determinismo tecnológico) e como consequência na
evolução e interferindo no processo tecnológico.
Ao longo da história as sociedades e suas instituições procuraram se adaptar as novas e
inevitáveis reconfigurações sociais e culturais que se apresentam de forma sucessiva no
decorrer do tempo, com cada momento guardando suas próprias especificidades e gerando
respostas únicas para novos “problemas” que se impõem ao coletivo. A era atual se
caracteriza pelo surgimento de uma sociedade pós-industrial, uma sociedade que valoriza a
informação e a tecnologia tanto quanto o desejo pelo consumo, na chamada era da informação
as transformações acontecem em ritmo acelerado, á corrida tecnológica que torna os produtos
descartáveis e obsoletos também movimenta rapidamente as engrenagens sociais,
responsáveis pelas mudanças significativas na sociedade. Desde a antiguidade, é possível
observar a importância do desenvolvimento tecnológico para o desenvolvimento da
humanidade. Aspectos culturais, econômicos e sociais foram sendo alterados por meio da
introdução de novas tecnologias, que fomentavam diferentes práticas e hábitos.
Na Idade Moderna pudemos observar o nascimento da imprensa, por exemplo, além do
desenvolvimento de grandes embarcações e tecnologias de direcionamento para a navegação.
As principais dificuldades neste período estavam relacionadas às doenças, dado que eram
ainda desconhecidas as causas da maior parte delas, e a lentidão do transporte. Na Idade
Contemporânea temos uma série de tecnologias inovadoras disponíveis, a exemplo dos
veículos, aviões, computadores e internet. Hoje, nosso desafio está associado, principalmente,
à manutenção da paz global, à superação da miséria e ao combate às doenças que afetam a
todos, como é o caso do Corona vírus – COVID-19. A preocupação com o que somos nossos
temas e origens, quantos somos, para onde vamos foi uma das marcas das ciências sociais no
campo da saúde. Estes antropólogos vêm argumentando que as práticas de saúde precisam ser
entendidas através das noções de autonomia, coletividade, agência e práxis, em oposição à
perspectiva biomédica caracterizada como universalista, biologista, individualista e
a-histórica.
Observou-se que durante os séculos a tecnologia vem aumentando sua participação como
fator de progresso social e, em períodos mais recentes, econômico, o que levou a uma
distorção do seu papel quando avaliamos os impactos do modelo de produção capitalista
sobre o meio ambiente e social que foram observados no último quartel do século passado.
Neste ponto houve a necessidade de revisão do seu papel partindo-se do pressuposto de que
ela está na base de um modelo condenado por suas consequências desastrosas. Portanto, na
fase da tecnologia de sustentabilidade, aparece uma nova relação entre o progresso
tecnológico e o econômico e destes com o meio ambiente e o social, onde a geração de novas
tecnologias deve considerar em seu processo o desenvolvimento sustentável.
Assim, as fases evolucionárias da tecnologia têm íntima relação com as fases da história
humana - a Pré-História, a Antiguidade, a Idade Média, a Idade Moderna e a Idade
Contemporânea - que possibilitaram as condições particulares para o progresso tecnológico
em cada fase.
Referências:
● ANGOTTI, J. A. P.; AUTH, M. A. Ciência e tecnologia: implicações sociais e o papel
da educação. Ciência & Educação, v.7, n.1, 2001. p.15-27.
● VERASZTO, E. V; SILVA, D. da; MIRANDA, N. A.; SIMON, F. O. Tecnologia:
buscando uma definição do conceito. Prisma.com ISSN: 1646-3153, nr. 7, 2008.