A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
50 pág.
Técnico em Secretaria Escolar Subsequente EAD

Pré-visualização | Página 6 de 11

2002. 
MENDES, D. T. O Planejamento educacional no Brasil. Rio de Janeiro: EdUERJ, 
2000. 
 
 
 
11 - Gestão Democrática nos Sistemas e na Escola CARGA HORÁRIA: 60 horas 
EMENTA: 
A escola, o Sistema Educacional e a relação entre as diversas instâncias do Poder Público. 
O processo de construção da gestão democrática na escola e no sistema de ensino, seus 
instrumentos e elementos básicos. O financiamento da educação no Brasil e a gestão 
financeira da escola. O processo de construção do projeto político- pedagógico e a 
participação dos diversos segmentos escolares. 
OBJETIVOS: 
Possibilitar a construção de conhecimentos sobre a gestão democrática nos Sistemas e nas 
Escolas. 
Bibliografia Básica: 
AZEVEDO, Janete; GRACINDO, Regina Vinhaes. Educação, sociedade e mudança. Brasília: 
CNTE, 2005. 
BRASIL. Ministério Educação. Secretaria de Educação Básica. Gestão Democrática nos 
Sistemas e na Escola/ elaboradora: Regina Vinhaes Gracindo. Brasília:Universidade de 
Brasília, Centro de Educação a Distância, 2005. [ Link ] 
BRASIL. Ministério Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional , Lei 9394/96. 
[ Link ] 
COVRE, Maria de Lourdes M. A Formação e a Ideologia do Administrador de Empres a. São 
25 
 
 
 
Paulo: Vozes, 1982. 
Bibliografia Complementar 
GENTILLI, P. SILVA, T. T. (orgs.). Neoliberalismo, Qualidade Total e Educação . Rio de 
Janeiro: Vozes, 1994. 
 
GRACINDO, Regina Vinhaes. Projeto Político-pedagógico: retrato da escola em 
movimento . In: AGUIAR, Márcia A. (org). Retrato da Escola no Brasil. Brasília: CNTE, 2004. 
 
IBGE. Síntese dos Indicadores Sociais, 2003. 
 
INEP/MEC. Censo Escolar, 2004. 
 
MEC/SEB. Cadernos do Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares. 
Brasília, 2004, 10 volumes. 
12 : Legislação Escolar CARGA HORÁRIA: 60 horas 
EMENTA: 
A educação nas Constituições. O Plano Nacional de Educação e as propostas do CONED. O 
regimento escolar. A educação pública nas Constituições. A Lei de Diretrizes e Bases da 
Educação Nacional nº 9394/96. Plano Nacional de Educação e propostas do CONED. 
Regimento Escolar: Construção e significado na perspectivada autonomia. 
OBJETIVOS: 
Proporcionar conhecimentos da Legislação Escolar, compreendendo as finalidades de suas 
ações enquanto servido público em uma escola pública. 
Bibliografia Básica: 
BRASIL. Ministério Educação. Secretaria de Educação Básica. Legislação 
Escolar /elaboradores: Aquiles Santos Cerqueira e Ricardo Gonçalves Pacheco. 
Brasília:Universidade de Brasília, Centro de Educação a Distância, 2005. [ Link ] 
CURY, Carlos Roberto Jamil. Gestão democrática da educação: exigências e desafi os . 
São Paulo : RBPAE v.18, n.2, jul/dez 2002, p.163 a 174. 
DERMEVAL, Saviani. A nova lei da educação: trajetória, limites e persp ectivas . – 8.ed.rev. 
– Campinas, SP: Autores Associados, 2003. 
MEIRELLES, Hely Lopes. Direito administrativo brasileiro . 29. ed. (Atualizada por Eurico de 
26 
 
 
 
Andrade Azevedo, Délcio Balestero Aleixo e José ammanuel burle Filho). São Paulo: PC 
Editorial Ltda., 2004. 
Bibliografia Complementar 
CURY, Carlos Roberto Jamil. Legislação educacional brasileira . 2. ed. Rio de Janeiro: DP&A 
Editora, 2002. 
FRANCISCO FILHO, Geraldo. A educação brasileira no contexto histórico . São Paulo: 
Alínea, 2001. 
FAUSTINI, Loyde A. Estrutura administrativa da educação básica . In: MENESES, João 
Gualberto de Carvalho et al. Estrutura e Funcionamento da Educação Básica. 3. ed. São 
Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002. 
COSTA, Messias. Educação nas constituições do Brasil: dados e direç ões. Rio de Janeiro: 
DP& A Editora, 2002. 
SAVIANI, Dermerval. Da nova LDB ao novo plano nacional de educação: por uma outra 
política educacional . 5. ed. São Paulo: Autores Associados, 2004. 
VALENTE, Ivan; ROMANO, Roberto. PNE: Plano Nacional de Educação ou carta de 
intenção. In: Educação & Sociedade:Revista de Ciência da Educação/Centro de Estudos 
Educação e Sociedade, 80 v., n. 23 (número especial), São Paulo: Cortez, 2002. 
 
 
13 – Técnicas de Redação e Arquivo CARGA HORÁRIA: 60 horas 
EMENTA: 
Leitura e interpretação da legislação. Credenciamento, autorização e reconhecimento de 
escolas. Os documentos escolares. Escritas e registros. Avaliação escolar. Relações entre 
sistemas. Certificações: diplomas, certificados, atestados e declarações. Históricos e 
transferências. 
OBJETIVOS: 
Desenvolver habilidades de comunicação, arquivamento e escrituração escolar. 
27 
 
 
 
Bibliografia Básica: 
BRASIL. Ministério Educação. Secretaria de Educação Básica. Técnicas de redação e 
arquivo/ Elaboração: Rosineide Magalhães de Sousa. –. Brasília:Universidade de Brasília, 
Centro de Educação a Distância, 2005. [ Link ] 
CORRÊA, Manoel Luiz G. Linguagem e comunicação social. São Paulo: Parábola, 2002. 
HOUAISS, Antônio. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa . Rio de Janeiro: Objetiva, 
2004. 
SOUSA, Rosineide Magalhães; VELLASCO, Ana Maria. Educação e língua materna II. 
Brasília: EdUnB, 2001. 
Bibliografia Complementar 
LIMA, Antonio Oliveira. Manual de redação oficial. 2ª Ed. Rio de Janeiro: Campus, 2005. 
Manual de secretaria escolar do sistema de ensino do Distrito Federal. GDF/SEE/DF. Brasília, 
2002. [ Link ] 
MEDEIROS, João Bosco. B.; HERNANDES, Manual da secretária . 9. ed. São Paulo: Atlas, 
2004. 
REVISTA LÍNGUA PORTUGUESA, Ano I, n. 3, São Paulo: Editora Segmento, 2005. 
SOUSA, Rosineide Magalhães. A sociolingüística na formação docente. In: Aprende ndo a 
aprender, v. 10. Brasília: UNICEUB, 2004. 
 
14 - Contabilidade na Escola CARGA HORÁRIA: 60 horas 
EMENTA: 
Noções básicas de contabilidade. Prática contábil. Contabilidade na escola. Finanças 
públicas. Receita e tributação. Classificação de despesas. Balanços. Orçamentos. 
Contabilidade da escola e da rede escolar. 
OBJETIVO: 
Debater sobre a Contabilidade como ferramenta necessária ao desenvolvimento humano. 
28 
 
 
 
Bibliografia Básica: 
BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil . Brasília, DF: 
Senado, 1988. [ Link ] 
_______. Ministério Educação. Secretaria de Educação Básica. Contabilidade na Escola / 
Carlos Mattos de Souza Junior e Carlos Augusto de Medeiros. Brasília:Universidade de Brasília, 
Centro de Educação a Distância, 2005. [ Link ] 
_____ . Lei n 5. 172, de 25 de Outubro de 1966 . Dispõe sobre o Sistema Tributário Nacional 
e Institui Normas Gerais de Direito Tributário Aplicáveis à União, Estados e Municípios. Alterada 
pela Lei Complementar no 118, de 9 de fevereiro de 2005. Denominado CÓDIGO TRIBUTÁRIO 
NACIONAL pelo art. 7o do Ato Complementar no 36, de 13.3.1967. [ Link ] 
DOURADO, Luiz Fernandes. Gestão da educação escolar. Brasília : MEC/Universidade de 
Brasília, Centro de Educação a Distância, 2006. [ Link ] 
Bibliografia Complementar 
BRASIL. SIOPE – Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação . [ 
Link ] 
FRANCO, Hilário. Contabilidade comercial . 11. ed. São Paulo: Atlas, 1976. 
MARTINS, José do Prado. Administração escolar: Uma abordagem crítica do pro cesso 
administrativo em educação. São Paulo: Atlas, 1999. 
MATIAS PEREIRA, José. Finanças públicas: A Política Orçamentária no Brasi l. São Paulo: 
Atlas, 1999. 
MATUS, Carlos. Política, planejamento & governo . 3 ed. Brasília: Ipea, 1997. 
 
15 - Administração de Materiais CARGA HORÁRIA: 60 horas 
EMENTA: 
A materialidade do processo educativo escolar: prédios, equipamentos e recursos didáticos. 
Relação entre equipamentos físicos, materiais pedagógicos, educação e aprendizagem. 
Gestão de rede, de escola e de sala de aula: a questão da descentralização. Compras, 
29 
 
 
 
produção e conservação. Almoxarifado. Equipamentos patrimoniais. 
OBJETIVO: 
Desenvolver habilidades básicas necessária à administração de materiais, equipamentos e 
recursos naturais e didáticos

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.