A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
AVALIAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA

Pré-visualização | Página 3 de 3

80 mg/dL. 
PACIENTE NÃO INSULINODEPENDENTE 
• A maioria não irá precisar de insulina em 
procedimentos de curta duração; 
• Monitorar a glicemia capilar de 2/2h; 
• Administrar insulina regular ou de ação rápida se 
houver hiperglicemia (> 200 mg/dL). 
PACIENTE INSULINODEPENDENTE 
Pré-operatório: 
• Administrar 2/3 da dose da insulina regular ou NPH 
na noite anterior; 
• Administrar 1/2 da dose da insulina de ação 
intermediária ou longa na manhã da cirurgia; 
• Suspender insulina regular no dia do procedimento; 
• Se o paciente estiver em uso de bomba de insulina, 
diminuir a taxa de infusão em 30% na noite anterior; 
• Se glicemia < 180 mg/dL – Considerar iniciar solução 
de SG a 5% em infusão contínua, 75-125 mL/h, com 
ou sem potássio para evitar hipoglicemia. 
 
 
 
 
Intra-operatório: 
• Pacientes em uso de insulina de infusão contínua – 
Manter infusão; 
• Se glicemia < 180 mg/dL, considerar iniciar solução 
de SG a 5% em infusão contínua, 75-125 mL/h, com 
ou sem potássio para evitar hipoglicemia; 
• Se glicemia > 200 mg/dL e o procedimento for de 
grande porte, iniciar insulina de infusão contínua no 
transoperatório e seguir no pós-operatório; realizar 
HGT de 1/1 h. Considerar HGT de 30/30 min se 
ocorrer hipoglicemia ou taxa de queda rápida da 
glicemia após início do tratamento; 
• Se glicemia > 200 mg/dL e o procedimento for de 
pequeno porte, fazer uso corretivo com insulina SC 
de curta ação conforme glicoteste; realizar HGT de 
1/1 h. 
Pós-operatório: 
• Realizar HGT de 4/4 h enquanto NPO e suplementar 
com insulina SC de ação rápida; 
• Reiniciar insulina prévia à admissão quando VO for 
bem tolerada. 
 
 
 
 
 
 
 
 
MANEJO PERIOPERATÓRIO DE PACIENTES EM 
USO DE CORTICOIDES 
• Para procedimentos de pequeno porte, tomar a dose 
matinal costumeira de corticoide. Não é necessário 
suplementação. 
• Para procedimentos de porte moderado, tomar a dose 
matinal costumeira de corticoide. Administrar 50 mg 
de hidrocortisona IV antes da indução anestésica e 25 
mg, de 8/8 horas, por 24 horas. 
• Para procedimentos maiores, tomar a dose matinal 
costumeira de corticoide. Administrar 100 mg de 
hidrocortisona IV antes da indução anestésica e 50 
mg, de 8/8 horas, por 24 horas. 
Manejo da hipoglicemia (glicemia < 60 mg/dL): 
• Descontinuar infusão de insulina; 
• Administrar glicose a 50% IV – 20 mL em paciente 
consciente ou oferecer 1 copo de suco e 50 mL para 
paciente inconsciente; 
• Verificar novamente HGT ou glicemia sérica a cada 
20 min e readministar glicose a 50% a cada 25 min 
se glicemia < 60 mg/dL; 
• Reiniciar infusão de insulina somente se HGT ≥ 100 
mg/dL por pelo menos 1 h.