A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Embriologia II fertilização

Pré-visualização | Página 1 de 1

Embriologia 
BIANCA SOUZA – TURMA XXI 
MEDICINA UFRJ MACAÉ 
(SE TIVER ERRO PERDOA) 
FERTILIZAÇÃO 
• Capacitação: durante a passagem 
dos espermatozoides pelo trato 
reprodutor feminino ocorrem 
alterações que aumentam a 
motilidade e a atividade 
respiratória. 
• Fecundação 
➢ Ocorre na ampola da tuba uterina. 
➢ Quimiotaxia dos espermatozoides 
Sinais químicos atrativos secretados pelos 
oócitos e células foliculares que guiam o 
espermatozoide capacitado. 
➢ Enzimas secretadas pelo acrossomo 
permitem a passagem pela corona 
radiata e pela zona pelúcida. 
➢ Apenas a cabeça e a cauda do 
espermatozoide entram no 
citoplasma. 
➢ Bloqueio à polispermia – Reação Zonal 
A entrada de um espermatozoide altera a 
despolarização da membrana tornando-a 
positiva, além da reação cortical, que consiste 
na liberação de cálcio que provoca a exocitose 
dos grânulos corticais, modificando a estrutura 
da zona pelúcida e tornando-a impenetrável. 
➢ Oócito + espermatozoide = completa a 
segunda divisão meiótica com a 
formação do oócito maduro e o 
segundo corpo polar. O núcleo do 
oócito maduro corresponde ao 
pronúcleo feminino. 
➢ Cabeça do espermatozoide aumenta e 
corresponde ao pronúcleo masculino. 
Cauda do espermatozoide degenera. 
➢ Oótide 
O oócito que contém dois pronúcleos haploides 
antes da cariogamia. 
➢ Cariogamia 
Fusão dos pronúcleos durante a metáfase da 
primeira divisão mitótica do zigoto. 
 
REFERÊNCIAS 
Moore, Keith L. 
Embriologia clínica / Keith L. Moore, T.V.N 
(Vid) Persaud, Mark G. Torchia ; tradução 
Adriana de Siqueira...[et 
al.]. - 10. ed. - Rio de Janeiro : Elsevier, 2016. 
Larsen embriologia humana / Gary C. 
Schoenwolf … [et al.] ; coordenação 
Cristiano 
Carvalho Coutinho ; tradução Adriano 
Zuza , Alcir Fernandes. - 5. ed. - Rio de 
Janeiro : Elsevier, 2016.