A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
Desafios contemporânios 2

Pré-visualização | Página 2 de 4

sem condições de produzir o seu próprio alimento. Esse conceito leva em conta três aspectos principais: quantidade, qualidade e regularidade no acesso aos alimentos.Fonte: BELIK, Walter. Perspectivas para segurança alimentar e nutricional do Brasil, 2003. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/sausoc/v12n1/04.pdf
 
Assim sendo, trata-se de uma condição essencial para atingir a segurança alimentar
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Alimentação sadia e nutritiva para todos indivíduos.
	Resposta Correta:
	 
Alimentação sadia e nutritiva para todos indivíduos.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta: Alimentação sadia e nutritiva para todos os indivíduos, sendo a principal bandeira defendida pelos movimentos em prol da segurança alimentar, atrelado que a segurança alimentar é uma importante medida de desenvolvimento sustentável.
	
	
	
· Pergunta 7
1 em 1 pontos
	
	
	
	A sociologia, ciência que tenta explicar a vida social, nasceu de uma mudança radical da sociedade, resultando no surgimento do capitalismo. O século XVIII foi marcado por transformações, fazendo o homem analisar a sociedade, um novo “objeto” de estudo. Essa situação foi gerada pelas revoluções industrial e francesa, que mudaram completamente o curso que a sociedade estava tomando na época. A Revolução Industrial, por exemplo, representou a consolidação do capitalismo, uma nova forma de viver, a destruição de costumes e instituições, a automação, o aumento de suicídios, prostituição e violência, a formação do proletariado, etc. Essas novas existências vão, paulatinamente, modificando o pensamento moderno, que vai se tornando racional e científico, substituindo as explicações teológicas, filosóficas e de senso comum.Fonte: REIS. L. Como surgiu a sociologia? Disponível em: < https://www.mundociencia.com.br/sociologia/como-surgiu-a-sociologia/> Acesso em 08 Jul. 2019.
 
Como sabido a Sociologia é uma ciência que foi criada durante o processo da primeira revolução industrial, tendo como propósito compreender as nuances da sociedade capitalista. A respeito da Sociologia, marque a alternativa que corresponde aos autores clássicos dessa ciência.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Émile Durkheim, Max Weber e Karl Marx.
	Resposta Correta:
	 
Émile Durkheim, Max Weber e Karl Marx.
	Comentário da resposta:
	Resposta certa: Durkheim, Marx e Weber são considerados os 3 autores clássicos da ciência Sociologia. Mediante uma participação intensa na vida política daquela época, cada um dos autores desenvolveu importantes reflexões sobre o Estado e a democracia.
	
	
	
· Pergunta 8
1 em 1 pontos
	
	
	
	Os modernos fizeram do homem um ser quase sobrenatural que progressivamente assume o lugar vazio de Deus, uma vez que Bacon, Descartes, Buffon, Marx lhe dão por missão dominar a natureza e reinar sobre o universo. Mas, a partir de Rousseau, o romantismo irá ligar umbilicalmente o ser humano à Natureza-Mãe. Neste sentido, do lado dos escritores e poetas, efetua-se a maternização da Terra. Do lado dos técnicos e dos cientistas, ao contrário, efetua-se a coisificação da Terra, constituída de objetos a serem manipulados sem piedade.Fonte: MORIN, E., & KERN, A. B. Terra Pátria. Porto Alegre: Sulina, 1995.
 
A modernidade modificou todo o ritmo de vida das pessoas e a forma como nos relacionamos com o trabalho, com as outras pessoas, com a natureza etc. Essa forma de relacionar-se trouxe consequências para a sociedade e para o planeta, sendo assim as políticas de crescimento dos Estados da atualidade devem pensar em:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Demandas sociais e ambientais.
	Resposta Correta:
	 
Demandas sociais e ambientais.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta: O que se propõe é o desenvolvimento pautado pela sustentabilidade, ou seja, que qualquer política de crescimento econômico não deixe de passar pelas demandas sociais e ambientais. E isso se faz ao garantir saúde, alimentação e moradia digna, além de legislações ambientais que protejam o futuro do planeta.
	
	
	
· Pergunta 9
1 em 1 pontos
	
	
	
	A sociologia surgiu, na primeira metade do século XIX, sob o impacto da Revolução Industrial e da Revolução Francesa. As transformações econômicas, políticas e culturais suscitadas por esses acontecimentos criaram a impressão generalizada de que a Europa vivia o alvorecer de uma nova sociedade. [...] A sociologia nasce, portanto, como uma reflexão acerca dos contornos da nova configuração histórica – daí sua preocupação permanente em distinguir e contrapor a sociedade moderna às sociedades tradicionais. E num ambiente marcado pela competição entre as visões de mundo do conservadorismo, do liberalismo e do socialismo – daí seu esforço constante para se distinguir dessas correntes, apresentando-se como uma alternativa, científica ou mesmo crítica, em relação a tais modelos explicativos.Fonte: MUSSE. R. Apontamentos sobre o nascimento da sociologia. Disponível em: <https://blogdaboitempo.com.br/2012/11/23/apontamentos-sobre-o-nascimento-da-sociologia/>. Acesso em: 09 jul. 2019.
 
Em meio às profundas transformações nas estruturas da sociedade surge uma nova ciência, a Sociologia, tendo como foco analisar, compreender, explicar e transformar a sociedade através de diversas correntes teóricas desenvolvidas por pensadores da época. Assinale a alternativa que corresponde ao primeiro professor de Sociologia, considerado o “pai” dessa disciplina.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Émile Durkheim.
	Resposta Correta:
	 
Émile Durkheim.
	Comentário da resposta:
	Resposta certa: O primeiro professor de sociologia, considerado o “pai” dessa disciplina, foi o francês Émile Durkheim (1858-1917). Ele estava inserido no contexto das transformações que ocorriam na França e buscou explicar a sociedade, ou seja, identificar os mecanismos que promovem a ordem, mas também a mudança social. Para ele, a sociedade se sobrepunha ao indivíduo, que a partir da observância às normas e regras, se mantinha integrado ao coletivo em redes de solidariedade.
	
	
	
· Pergunta 10
1 em 1 pontos
	
	
	
	[...] Enclaves fortificados são espaços privatizados, fechados e monitorados para residência, consumo, lazer ou trabalho. Esses espaços encontram no medo da violência uma de suas principais justificativas e vêm atraindo cada vez mais aqueles que preferem abandonar a tradicional esfera pública das ruas para os pobres, os "marginais" e os sem-teto. Enclaves fortificados geram cidades fragmentadas em que é difícil manter os princípios básicos de livre circulação e abertura dos espaços públicos que serviram de fundamento para a estruturação das cidades modernas.
Fonte: CALDEIRA, Tereza. Enclaves fortificados: a nova segregação urbana. Revista Novos Estudos, 1997.
Dentro desta perspectiva, o fenômeno dos enclaves fortificados pode ser analisado dentro do contexto de:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Segregação socioespacial.
	Resposta Correta:
	 
Segregação socioespacial.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta: Trata-se de um processo de que causa a marginalização ou a periferização de determinados grupos sociais por fatores econômicos, históricos, sociais dentro do espaço das cidades. A origem deste fenômeno pode ser encontrada na divisão social do trabalho, que estabeleceu a formação de classes sociais, um dos exemplos desta realidade são os condomínios de luxo com seus grandiosos muros.
	
	
	
Sexta-feira, 23 de Abril de 2021 15h26min31s BRT
· Pergunta 1
1 em 1 pontos
	
	
	
	“Um novo relatório, desta vez elaborado por especialistas de 27 academias de ciência europeias reunidas num conselho chamado Easac pinta com tintas ainda mais fortes o impacto que o aquecimento global provoca na saúde dos seres humanos. Para o futuro, segundo os cientistas, há de se esperar que as ondas de calor e as secas, cada vez mais intensas e frequentes, disseminem mais doenças transmitidas por mosquitos. E chegará a expandir problemas de saúde mental provocados pelo estresse de lidar com uma situação que absolutamente não é favorável a um bem-estar humano.