A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Resumo de Ecologia

Pré-visualização | Página 1 de 2

Conceitos	Fundamentais		
	-	estudo	do	meio	ambiente	(“estudo	da	casa”)		
	
Habitat:	conjunto	de	fatores	ambientais	que	permitem	
a	sobrevivência	de	um	ser		
(incluem	relevo,	clima,	vegetação,	etc.)	
Nicho	 ecológico:	 interações	 deste	 ser	 com	 o	 seu	
habitat	para	sua	sobrevivência	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
Componentes	abióticos		
	
-	Radiação	solar:	indispensável	para	os	seres	autótrofo	
fotossintetizantes,	sendo	importante	em	toda	a	
cadeia	alimentar;	importante	para	a	visão,	
sensibilizando	os	fotoreceptores.	
	
-	Água:	importante	para	a	regulação	térmica,	
homeostase,	realização	de	reações	fundamentais	para	
o	vida	por	ser	um	solvente	universal.	
-	Sais	minerais:	formam	as	estruturas	corporais,	ou	
agem	como	reguladores	de	atividades	metabólicas.	
	
População:	conjunto	de	indivíduos	da	mesma	espécie	
em	mesmo	local	e	tempo	
*a	densidade	de	uma	população	não	é	constante/	
estática,	sendo	afetada	pelas	taxas	de	natalidade,	
mortalidade,	imigração	e	emigração.	
	
Curva	de	crescimento	populacional		
	
Potencial	biótico	(curva	1):	capacidade	máxima	de	
reprodução/crescimento	de	uma	população	em	
condições	ideais		
*o	potencial	biótico	não	é	alcançado	pois	acaba	
limitado	pela	ação	da	resistência	do	meio	(ambientes	
em	homeostase)	
*	a	resistência	ambiental	se	torna	cada	vez	maior	com	
o	acréscimo	populacional,	até	atingir	seu	ponto	de	
equilíbrio	
	
Fatores	de	resistência	do	meio:	alimento,	luz,	água,	
predadores,	parasitismo,	competição	intraespecífica	
ou	interespecífica		
	
Crescimento	real	(curva	2):	crescimento	de	uma	
determinada	população	que	sofre	pressão	ambiental	
de	acordo	com	a	carga	biótico	máxima	
	
	
	
Indivíduo	
*espécime	
População		
Comunidade	
*biocenose		
Biótipos		
(fatores	abióticos)	
-	luz		
-	pH	
-	ventos	
-	umidade	
		
Ecossistema	
Biocenose	e	biotipo	em	
homeostase	
Bioma	
Complexo	de	ecossistemas	
Biosfera	
𝐷𝑒𝑛𝑠𝑖𝑑𝑎𝑑𝑒(𝐷) =
𝑛ú𝑚𝑒𝑟𝑜 𝑑𝑒 𝑖𝑛𝑑𝑖𝑣𝑖𝑑𝑢𝑜𝑠(𝑁)
𝑢𝑛𝑖𝑑𝑎𝑑𝑒 𝑑𝑒 á𝑟𝑒𝑎(𝐴) 	
𝑐𝑟𝑒𝑠𝑐𝑖𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜 𝑎𝑏𝑠𝑜𝑙𝑢𝑡𝑜 =
𝛥𝑃
𝑡 	
𝑐𝑟𝑒𝑠𝑐𝑖𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜 𝑟𝑒𝑙𝑎𝑡𝑖𝑣𝑜 =
𝛥𝑃/𝑃𝑖 (%)
𝑡 	
Princípio	de	exclusão	de	Gause	(exclusão	de	
competidores)		
Caso	 duas	 espécies	 com	mesmo	 hábitos	 alimentares	
ocupem	o		mesmo	nicho	ecológico	por	muito	tempo	irá	
ocorrer	competição,	sendo	possível	o	desaparecimento	
de	uma	das	espécies		
	
O	predatismo	(analise	do	grafico)	–	controle	biológico	
de	pragas	
	
O	 número	 de	 presas	 e	 predadores	 ocorrem	 muitas	
vezes	se	equilibrando,	onde	após	o	predador	diminuir	
consideravelmente	o	número	de	presas,	estes	tem	sua	
população	 diminuída	 por	 conta	 da	 escassez	 de	
alimento,	 com	 isso	 a	 população	 de	 presas	 começa	 a	
crescer	novamente	reiniciando	o	ciclo		
	
Distribuição	geográfica	de	indivíduos	(forma	como	os	
organismos	 de	 um	determinado	 grupo	 encontram-se	
se	distribuídos)		
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
Cadeia	alimentar	ou	cadeia	trófica	é	uma	sequência	
de	seres	vivos	em	que	um	se	alimenta	do	anterior	
antes	de	servir	ao	próximo,	com	transferência	de	
matéria	e	energia	
	
-	Produtores:	organismo	autótrofo,	como	bactéria,	
plantas,	fungos,	algas,	e	cianobactérias	
-	Consumidores:	organismos	heterótrofos,	sendo	os	
de	primeira	ordem	os	herbívoros		
-	Decompositores:	bactérias	e	fungos,	realizando	a	
reciclagem	da	matéria	orgânica	devolvendo	matéria	
inorgânica	para	o	meio	ambiente,	gerando	um	ciclo	
-	Saprófitos:	animais	que	se	alimentam	da	matéria	
orgânica	de	estruturas	mortas		
	
*observação:	parte	da	energia	absorvida	pelos	
animais	na	alimentação	é	dissipada	em	calor	ou	
outras	atividades	metabólicas	(~90%)	
	
Teia	alimentar	é	a	união	de	várias	cadeias	
alimentares,	representando	mais	fielmente	a	
alimentação	dos	indivíduos.	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
Distribuição	agrupada	
*pode	ocorrer	por	haver	áreas	de	
concentração	de	recursos,	ou	por	andar	
em	bandos	/	prole	unida;	
	
Distribuição	regular		
*territorialidade	ou	competição	por	
recursos	com	indivíduos	da	mesma	
espécie;	
	
Distribuição	ao	acaso		
*	a	sobrevivência	não	depende	da	
distância	com	indivíduos	da	mesma	
espécie;	
	
Produtor	–	1°	nível	trófico		
Decompositor	
Produz	matéria	orgânica	a	partir	de	
compostos	inorgânicos		
Fotossintetizantes	e	
quimiossintetizantes	
Consumidor	1°	–	2°	nível	
trófico	
Animais	herbívoros		
Consumidor	2°-	3°	nível	
trófico	
Animais	carnívoros		
Consumidor	3°	-	4°	nível	
trófico	
Animais	carnívoros		
5000	kcal	
500	kcal	
50	kcal	
5	kcal	
Produtores	
C1	
C2	
D
ec
om
po
si
to
re
s	
Respiração	
(Calor)	
1000	kg	
	
20	kg	
	 	
	
		
	
Análise	da	matéria	orgânica	(biomassa)		
Produtor:	
	
	
	
	
	
*varios	fatores,	como	disponibilidade	de	radiação	
solar,	água,	gás	carbônico,	etc.,	interferem	na	
produtividade	primária		
	
Consumidor	primário:	
	
	
	
	
	
	
a) Pirâmides	de	número	
		
Pirâmide	“normal”:	
	
	
	
Pirâmide	“invertida”:	um	indivíduo	menor	se	alimenta	
de	um	indivíduo	maior	
	
	
b) Pirâmide	de	biomassa	(massa	seca)	
	
	
	
Ambiente	aquático:		
*os	fitoplânctons	são	algas	unicelulares	com	alta	taxa	
reprodutiva		
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
c) Pirâmide	de	energia		
	
	
	
	
	
Envolve	seres	vivos,	elementos	geológicos	e	
elementos	químicos	–	ciclagem	da	matéria		
	
1) Pequeno	ciclo	da	água		
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
2) Grande	ciclo	d’água		
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
𝑃𝑃𝐿 = 𝑃𝑃𝐵 − 𝑅	
PPL	=	produtividade	primária	liquida		
PPB	=	produtividade	primária	bruta	
𝑃𝑆𝐿 = 𝑃𝑆𝐵 − 𝑅	
PSL	=	produtividade	secundária	liquida		
PSB	=	produtividade	secundária	bruta	
1000	
10	
500	
2	
1	
10	
20	
0,1	
kg	
5	kg	
0,1	
kg	
5	kg	
10	kg	
1000	kcal	
500	kcal	
20	kcal	
5	
kcal	
Corpos	d’água		
ev
ap
or
aç
ão
		
+	
co
nd
en
sa
çã
o	
	
pr
ec
ip
it
aç
ão
		
pr
ec
ip
it
aç
ão
		
evaporação	
Amazônia		
3) O	efeito	dos	Rios	Voadores		
*massa	de	ar	úmida	que	se	desloca	para	áreas	de	
alta	pressão	(sul	do	continente)	sob	efeito	dos	
ventos	alísios	e	pela	barreira	das	cordilheiras	dos	
Andes		
*caso	ocorra	a	diminuição	da	vegetação	e	da	
biodiversidade	da	Amazonia	isso	afetaria	a	
pressão	atmosférica	local	e	sua	evaporação,	
alterando	o	clima	mundial		
	
4) Ciclo	do	Carbono		
	
Respiração:	liberação	do	gás	carbônico		
Fotossíntese:	captura	de	gás	carbônico		
Decomposição:	libera	gás	carbônico	e	metano		
Combustão:	queima	de	combustíveis	(petróleo)	
liberando	gás	carbônico		
	
	
5) Ciclo	do	nitrogênio			
	
*aminoacidos,	proteínas,	DNA,	RNA,	ATP,	excretas		
	
	
	
Harmônicas:	(+,+)	(+,o)	
Desarmônica:	(+,-)	(-,o)	(-,-)	
	
Intraespecifica:	(=),	seres	de	mesma	espécie		
Interespecífica:	(≠),	seres	de	espécies	diferentes		
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	Ventos	alísios		
Morte	ou	
assimilação	
Co
m
bu
st
ão
		
De
co
m
po
siç
ão
	 	
De
co
m
po
siç
ão
		
Re
sp
ira
çã
o	
	
Re
sp
ira
çã
o	
	
Fo
to
ss
in
te
se
	
Fo
to
ss
in
te
se
	
	
	
Agrupamento	
Colônia	(=)	(+,+)	
-	agrupamentos	
físicos	com	contato		
-	isomorfa:	todos	
iguais	
-	heteromorfa		
Sociedade	(=)	(+,+)	
-	organização	
cooperativa	de	
seres	com	funções	
diversas		
Ex:	abelhas	
	
Mutualismo	(≠),	(+,+)	
-	ajuda	mútua	
-	protocooperação	
(optativo):		
Garça	e	boi		
Crocodilo	e	pássaro	
palito		
-	obrigatório:	
animais	ruminantes,	
liquens,	micorrizas	
	
Bandos	(=)	(+,+)	
-	agrupamentos	
temporários		
Ex:	aves	migratórias		
Protocooperação	
	
Carangueijo	e	anêmonas:	o	
carangueijo-ermitão	ocupa	
conchas	de	gastrópodes	
abandonadas,	onde	se	instalam	
anêmonas	que	os	protegem	com	
suas	células	urticantes,	enquanto	o	carangueijo	
fornece	locomoção		
	
Peixe	palhaço	e	anêmona-do	
mar:	o	peixe	recebe	proteção	das	
anêmonas,	vivendo	junto	a	estas.	
Já	os	peixes	atraem	presas	que	
são	utilizadas	pelas	anêmonas	para	a	alimentação		
	
	
Pássaro-palito	e	crocodilos:	o	
pássaro	se	alimento	de	restos	de	
coisas	na	boca	do	crocodilo	
retirando	possíveis	parasitas	do	
mesmo.	
	
Mutualismo	obrigatório:	
	
Liquens:	alga	+	fungo	–	simbiose		
Micorrizas:	fungos	+	raizes	
		
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
	
.