A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
288 pág.
(Curta / Salve / Siga) Zoologia - Teoria e exercícios

Pré-visualização | Página 50 de 50

– equinodermos – 
telolécitos
d. mamíferos – oligolécitos – peixes – te-
lolécitos
e. equinodermos – telolécitos – mamífe-
ros – oligolécitos
150. PUC-SP
Considere três animais com as seguintes ca-
racterísticas relativas ao desenvolvimento: 
I. apresenta ovo rico em vitelo (teloléci-
to),	com	segmentação	parcial;	não	tem	
estágio larval;
II. apresenta ovo pobre em vitelo (oligolé-
cito),	com	segmentação	total;	não	tem	
estágio larval;
III. apresenta ovo com quantidade razoável 
de	vitelo	(mediolécito),	com	segmenta-
ção total; tem estágio larval.
Os animais I, II e III podem ser, respectivamen-
te:
a. galinha, camundongo e sapo.
b. rã, tartaruga e tamanduá.
c. tatu, sapo e lagartixa.
d. avestruz, rã e tatu.
e. capivara, jacaré e salamandra.
151. UFSCar-SP
Óvulos de mamíferos são pequenos, micros-
cópicos, com diâmetro variando de 75 a 140 
micrômetros. Já o óvulo de galinha atinge mais 
de 3 centímetros de diâmetro.
a. Que substância, armazenada no cito-
plasma do óvulo, responde por essa 
diferença de tamanho?
b. Qual é a razão dessa diferença de tama-
nho, considerando-se a reprodução de 
mamíferos e aves?
152. Unirio-RJ
Sabemos que a embriologia é a parte da Bio-
logia que estuda as transformações que se 
processam numa célula em desenvolvimento. 
Cite os tipos de ovos que se formam após a 
fecundação, sua segmentação e um exemplo 
de ocorrência.
153. 
As sequências de figuras representam estágios 
do	desenvolvimento	inicial	de	anfioxo	(A)	e	an-
fíbio	(B).
Qual é a diferença entre os processos que es-
tão ocorrendo em A e B, e qual a explicação 
para tal diferença?
154. PUC-MG
Em um ovo de galinha embrionado, a gema re-
presenta o local no qual o embrião: 
a. se desenvolve e onde se encontra a sua 
reserva de vitelo. 
b. se nutre, mas o seu desenvolvimento 
ocorre na clara. 
c. obtém oxigênio para sua sobrevivência. 
d. armazena suas excretas nitrogenadas. 
e. secreta carbonato de cálcio para refor-
çar a casca.
PV
-1
4-
14
Zoologia
157
Biologia
155. UFR-RJ
O esquema a seguir ilustra o processo de seg-
mentação e clivagem em:
Polo
animalZigoto Blastômeros
A BPolo
vegetativo
C
D
E
F G
Micrômeros
Micrômeros
Macrômeros
Macrômeros
}
}
Amabis e Martho. Curso básico de Biologia.
a. mamíferos.
b. anfíbios.
c. anfioxo.
d. aves.
e. répteis.
156. PUCCamp-SP
Comparando-se o desenvolvimento embrioná-
rio do anfioxo com o das aves, verifica-se que:
a. no anfioxo, a segmentação é holoblástica; 
nas aves, é meroblástica.
b. o anfioxo é um animal protostômico; as 
aves são deuterostômias.
c. o anfioxo é um animal diploblástico; as 
aves são triploblásticas.
d. o embrião do anfioxo é protegido por 
anexos embrionários; o das aves só é 
protegido pela casca do ovo.
e. o embrião do anfioxo desenvolve-se fora 
do corpo materno; o das aves desenvol-
ve-se no interior do útero materno.
157. PUC-MG
Os desenhos a seguir representam tipos de seg-
mentação de animais.
A
B
É correto afirmar que:
a. os ovos centrolécitos apresentam seg-
mentação do tipo representado em A.
b. a segmentação representada em B é ca-
racterística dos peixes e das aves.
c. a segmetação representada em A é carac-
terística dos mamíferos.
d. todos os ovos oligolécitos apresentam a 
segmentação do tipo B.
e. a segmentação humana é desigual e par-
cial, como representada em B.
158. Unifor-CE
Ovos que apresentam desenvolvimento direto 
fora do corpo fêmea são:
a. centrolécitos, como os dos répteis.
b. ricos em vitelo, como os das aves.
c. pobres em vitelo, como os dos peixes.
d. telolécitos, como os dos anfíbios.
e. oligolécitos, como os dos insetos.
159. 
Associe as colunas I e II em relação aos tipos 
de ovos e os animais que os apresentam.
Coluna I
I. ovo oligolécito
II. ovo megalécito
III. ovo centrolécito
IV. ovo mediolécito
Coluna II
a. mamífero
b. ave
c. inseto
d. anfíbio
a. Ia, IIb, IIIc, IVd
b. Ia, IId, IIIb, IVc
c. Ia, IIc, IIId, IVb
d. Id, IIa, IIIb, IVc
e. Ic, IId, IIIa, IVd 
Zoologia
PV
-1
4-
14
158
Biologia
160. UEPG-PR
Logo após a fecundação, a célula-ovo ou zi-
goto, recém-formada, inicia um processo de 
sucessivas divisões denominado clivagem ou 
segmentação. A respeito dessa temática, assi-
nale o que for correto.
01. De acordo com a natureza do óvulo que 
deu origem ao zigoto, essa segmenta-
ção poderá transcorrer de uma das se-
guintes maneiras: holoblástica ou total 
e meroblástica ou parcial.
02. A segmentação parcial discoidal pode 
ser vista em zigotos que surgiram a 
partir de óvulos centrolécitos, como os 
ovos das aves, e a segmentação parcial 
superficial sucede com os zigotos resul-
tantes de óvulos telolécitos, como os 
ovos dos répteis.
04. A segmentação total desigual ocorre 
em zigotos oriundos de óvulos hete-
rolécitos que têm um pouco de vitelo 
misturado no citoplasma no polo ve-
getativo. Assim, enquanto ocorrem as 
duas primeiras divisões, os blastôme-
ros resultantes ainda são iguais. Toda-
via, quando se dá a terceira divisão, 
que segue o plano equatorial, dos oito 
blastômeros novos, quatro conterão vi-
telo e os outros quatro, não.
08. A segmentação parcial ocorre nos zigo-
tos em que observamos áreas de vite-
lo puro. E isso explica porque o vitelo, 
quando puro, não sofre segmentação. 
Então, somente a parte da célula que 
contém o protoplasma (citoplasma e 
núcleo)	 é	 que	 entra	 em	 clivagem.	 Por	
isso a segmentação é parcial.
16. A segmentação total igual ocorre em zi-
gotos provenientes de óvulos nos quais 
o vitelo é inexistente, ou reduzido a 
uma quantidade mínima, homogenea-
mente distribuída por toda a célula.
161. UFU-MG
Faça a correlação entre os anexos embrioná-
rios apresentados na coluna A e as funções 
descritas na coluna B.
Coluna A Coluna B
1 – Alantoide a – Protege o embrião contra traumatismos.
2 – Vesícula vitelina
b – Exerce função 
endócrina (produz 
progesterona e 
gonadotrofina	coriônica).
3 – Líquido amniótico
c – Participa da realização 
de trocas gasosas e do 
armazenamento de 
excreções.
4 – Placenta
d – Importante no 
processo de nutrição 
de embriões de peixes, 
répteis e aves.
Assinale a alternativa que apresenta a correla-
ção correta.
a. 1-a; 2-b; 3-c; 4-d
b. 1-d; 2-c; 3-a; 4-b
c. 1-b; 2-d; 3-a; 4-c
d. 1-c; 2-d; 3-a; 4-b
162. 
Durante o seu desenvolvimento, os embriões 
dos vertebrados apresentam algumas mem-
branas anexas, originadas dos folhetos em-
brionários, que desempenham importantes 
funções, como proteção, nutrição, excreção e 
respiração. A respeito dessas estruturas, cha-
madas de anexos embrionários, analise as afir-
mações a seguir.
I. A placenta, nos mamíferos, é o anexo 
responsável pela fixação do embrião 
no útero e pelas trocas metabólicas en-
tre a mãe e o embrião, pois é dotada 
de vilosidades, ricas em capilares, que 
garantem uma grande superfície de 
trocas de substâncias entre o sangue 
materno e o do embrião.
II. O âmnio é uma membrana que envolve 
completamente o corpo do embrião, 
delimitando uma câmara cheia de um 
líquido aquoso. Ele protege o embrião 
contra choques mecânicos e desidrata-
PV
-1
4-
14
Zoologia
159
Biologia
ção, além de lhe proporcionar um meio 
interno mais ou menos constante em 
condições físico-químicas.
III. O alantoide é uma espécie de vesícu-
la ligada ao intestino do embrião. Nas 
aves, além de servir de depósito das 
excretas produzidas pelo embrião, pos-
sui uma rede de vasos sanguíneos que 
permite a troca de gases respiratórios 
através da casca porosa do ovo.
IV. O saco vitelínico é o único anexo em-
brionário de répteis, peixes e anfíbios. 
Ele envolve todo o vitelo, material nu-
tritivo dos ovos, e, através de seus va-
sos sanguíneos, absorve os nutrientes 
que serão consumidos pelo embrião 
em desenvolvimento; além disso, origi-
na a placenta nos mamíferos.
Estão corretas:
a. I e II , apenas.
b. III e IV, apenas.
c. I e IV, apenas.
d. I, II e III, apenas.
e. II, III e IV, apenas.
163. UEL-PR
Durante o desenvolvimento embrionário de 
peixes, anfíbios, répteis,