A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Questionário radiologia intervencionista respondido

Pré-visualização | Página 1 de 2

Aluno: Hanna Rocha de Souza 
RGM: 21280681
	NOTA:
	Curso: CsT Radiologia
	Semestre: 5 
	Disciplina: Radiologia Intervencionista 
	Prof. Responsável: Wagner Ribeiro Teixeira
	Turma: D1
	Turno: Matutino
	Data: 13/04/2021
1. 
2. Em um equipamento de fluoroscopia, é correto afirmar: 
a. A imagem possui baixo ruído, pois poucos fótons de raios X são utilizados para produzi-la. 
b. A resolução espacial na porção central do intensificador de imagem é menor que nas bordas. 
c. Aumentando a espessura do fósforo de entrada do intensificador de imagem melhora-se a resolução espacial na imagem. 
d. Alterando o modo de magnificação de um intensificador de imagem de 30 cm para 15 cm reduz-se a taxa de exposição na entrada da pele. 
e. Quanto maior o diâmetro do intensificador de imagem menor a resolução espacial obtida na imagem.
 
3. Nos exames radiológicos dinâmicos, o tempo de fluoroscopia pode se prolongar e a dose absorvida na pele do paciente, bem como a dose efetiva dos indivíduos ocupacionalmente expostos (IOEs), podem gerar riscos. 
Considere as afirmativas abaixo. 
I. Aumentar a tensão (kVp), evitar ampliar a imagem e utilizar a maior distância foco-paciente possível.
II. Delimitar o campo de raios X, reduzir a tensão e angular o feixe de incidência da radiação.
III. Evitar incidências oblíquas, utilizar a menor distância entre paciente e intensificador de imagem e minimizar o tamanho de campo por meio de colimador. Para a redução dos riscos de ambos, pacientes e IOEs, é correto o que se afirma APENAS em
a. I. 
b. II. 
c. III. 
d. I e II. 
e. II e III.
3. A radiologia intervencionista (RI) refere-se a procedimentos que compreendem intervenções diagnósticas e terapêuticas guiadas por acesso percutâneo ou outros, normalmente realizadas sob anestesia local e (ou) sedação com uso da imagem fluoroscópica para localizar a lesão ou o local de tratamento, monitorar o procedimento, e controlar e documentar a terapia. Meios de contraste são utilizados para a visibilização de órgão ou tecidos radiotrasparentes na tela de um monitor.
Na tabela a seguir são apresentados os limiares de dose para a ocorrência de alguns efeitos determinísticos na pele de pacientes submetidos a procedimentos guiados por fluoroscopia.
	Limiares para ocorrência de efeitos determinísticos
	Efeito
	Limiar aproximado de dose [Gy]
	Tempo de aparição do efeito
	Minutos de fluoroscopia para uma taxa de alta dose de 200mGy/min
	Eritema imediato transiente
	2
	2-24 horas
	10
	Depilação temporária
	3
	Aprox. 3 semanas
	15
	Depilação permanente
	7
	Aprox. 3 semanas
	35
	Escamação seca
	14
	Aprox. 4 semanas
	70
	Escamação úmida
	18
	Aprox. 4 semanas
	90
	Ulceração secundária
	24
	> 6 semanas
	120
	Necrose dérmica isquêmica
	18
	> 10 semanas
	90
	Necrose dérmica
	> 12
	> 52 semanas
	75
	CANEVARO. L. Aspectos físicos e técnicos da radiologia intervencionista. Revista brasileira de Fisica Médica. 2009, 3(1). P. 101 - 115
Diante dessas informações, os efeitos determinísticos ocorrem com mais freqüência nos procedimentos de radiologia intervencionista, porque, nesses procedimentos, os tempos de exposição são.
a) Curtos e as freqüências altas.
b) Longos e as freqüências baixas.
c) Curtos e as freqüências variadas.
d) Curtos e as taxas de dose altas.
e) Longos e as taxas de dose altas.
4. São exemplos de acidentes vasculares identificados em hemodinâmica:
a) Estenose, aneurisma, isquemia e ruptura de vasos.
b) Estenose, aneurisma, isquemia e infarto
c) Estenose, aneurisma fistula e ruptura de vasos.
d) Fistula, aneurisma, isquemia e ruptura de vasos.
e) Fistula, estenose, isquemia e infarto.
5. Considerando as características da técnica de fluoroscopia e suas possibilidades de diagnóstico, avalie as afirmações que se seguem acerca das aplicações dessa técnica.
I. A xerorradiografia pode ser realizada durante um exame de fluoroscopia.
II. A angiogrrafia é um exame que pode ser realizado com equipamento de fluoroscopia.
III. Durante um exame de fluoroscopia, pode-se fazer uma radiografia para registrar determinada imagem
IV. O exame de fluoroscopia pode ser realizado em salas cirúrgicas para auxiliar o cirurgião a localizar estruturas internas.
São corretas as afirmativas.
a) I e II.
b) III e IV.
c) I, III e IV.
d) II, III e IV.
e) I, II, III e IV.
6. Como agente de aquisição de imagens intravasculares, não apresenta potencial alérgico nem toxicidade renal. É 20 vezes mais solúvel do que o oxigênio e se dissolve rapidamente no sangue. CO2 pode ser empregado para as seguintes indicações:
a) Sangramento arterial, Insuficiência renal.
b) Insuficiência renal, Injeções arteriais supradiafragmáticas.
c) Aprisionamento, bolhas de gás.
d) Alergia ao meio de contraste iodado, ablação.
e) Aneurisma, embolização.
7. A posição correta do dosímetro individual com a utilização de avental plumbífero é: 
a. Na cintura, por dentro do avental. 
b. Na lapela, por fora do avental. 
c. Na região dorsal, atrás do avental. 
d. Sobre o tórax, por dentro do avental. 
e. Sobre as mãos.
8. Acerca dos seus conhecimentos em radiologia intervencionista, julgue os itens a seguir;
I. Os princípios fundamentais da radioproteção são, Otimização, justificação e limitação de dose.
II. A osmolalidade mais alta dos compostos iodados não iônicos, utilizados como meio de contrate, reduz o risco de ocorrência de reações nos pacientes.
III. Em hemodinâmica, o stent coronariano é utilizado para a retirada de trombos da artéria tratada.
IV. A angiografia transluminal percutânea baseia-se em abordagem angiográfica e na utilização de cateteres especializados para dilatar um vaso estenosado.
V. Caso seja submetida a exame com contraste iodado, a paciente necessariamente terá reação alérgica, pois há relação comprovada entre alergia a frutos do mar, a camarão e alergia ao contraste iodado.
A seqüência que corresponde corretamente ao seu julgamento:
a) I, IV.
b) I, III.
c) I, V.
d) II, IV.
e) II, III.
9. Em hemodinâmica, devido ao grande volume, utilizam-se contrastes:
a) Não iônicos e de baixa osmolalidade.
b) Não iônicos e de alta osmolalidade.
c) Iônicos e de baixa osmolalidade.
d) Iônicos e de alta osmolalidade.
10. É o estudo radiológico contrastado das artérias e veias.
a) Angiografia.
b) Cintilografia cardiovascular.
c) Arteriografia.
d) Radiografia vascular contrastada.
11. A angiografia dos vasos cervicais e cerebrais é um procedimento cirúrgico, que consiste em navegar um cateter até os vasos cerebrais, para visualização das artérias e veias do sistema nervoso central. As imagens serão adquiridas e processadas em aparelho de hemodinâmica. O Contraste a ser utilizado não deve se dissociar produzindo partículas osmóticamente ativas.
a) Contraste iodado não iônico.
b) Contraste iodado iônico.
c) Sulfato de Bário.
d) Ar.
e) Fosfato de cálcio.
12. A imagem gerada sem a aplicação do contraste em ASD também é conhecida como:
a) Imagem máscara.
b) Pré-imagem.
c) Imagem convencional.
d) Pré-contraste.
13. O contraste dos vasos em ASD é feita por:
a) Cateterização seletiva.
b) Punção arterial.
c) Punção indireta.
d) Cateter central.
14. A radioscopia é importante para auxiliar:
a) Na introdução do cateter até o local de interesse.
b) Na introdução do contraste até o local de interesse.
c) Na subtração das imagens em ASD.
d) No diagnóstico de acidentes vasculares.
15. No caso de arteriografias do________, a via de acesso mais indicada é a artéria_____.
a) Tórax e abdome; femoral.
b) Cérebro; ilíaca.
c) Tórax e abdome; aorta.
d) Cérebro; femoral.
16. Procedimento médico minimamente invasivo para se conseguir acesso seguro aos vasos sanguíneos e outros órgãos com cavidades. É conhecida como:
a) Técnica de Seldinger.
b) Técnica de Smiths.
c) Técnica de Finger.
d) Técnica de Stoutch.
e) Técnica de Braun.
17. A técnica de Seldinger pode ser empregada por:
a) Médicos.
b) Médicos e técnicos.
c) Médicos e enfermeiros.
d) Médicos, enfermeiros e técnicos especializados.
18. Antes de receberem alta, os pacientes submetidos a hemodinâmica devem aguardar:
a)

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.