A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
Adolescência - alguns aspectos

Pré-visualização | Página 1 de 1

Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
1 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
Adolescência 
 
➢ Assuntos expostos neste arquivo: 
Estadiamento puberal (escala de Tanner); 
Desenvolvimento psicossocial; 
Transtornos alimentares; 
Abuso de substâncias ilícitas (drogas). 
Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e o Estatuto da Juventude 
 
 
 
 
 
REFERÊNCIAS: 
BEHRMAN, Richard E; KLIEGMAN, Robert M; JENSON, Hal B. Nelson: Tratado de Pediatria. 19. ed. Rio de 
Janeiro: Elsevier, 2013. 
CASTRO, Elisa Guaraná de; MACEDO, Severine Carmem. Estatuto da Criança e Adolescente e Estatuto da 
Juventude: interfaces, complementariedade, desafios e diferenças. Rev. Direito Práx., Rio de Janeiro, v. 10, n. 
2, p. 1214 1238, June 2019. 
SBP. Tratado de Pediatria. 4. ed. São Paulo: Manole, 2017. 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
2 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
Estadiamento Puberal - Escala de Tanner 
 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
3 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
Desenvolvimento Psicossocial do Adolescente 
 
 
 
 
Na adolescência, observa-se um foco nos 4 “i’s”: 
Identidade - conhecimento sobre si mesmo; 
Intimidade - capacidade para relacionar-se de forma madura, tanto emocional como sexual; 
Integridade - aptidão para assumir atitudes e comportamentos socialmente responsáveis; 
Independência. 
* Lembrar das fases, estágios da sexualidade humana. 
* Importância e conduta correta do médico pediatra/ hebiatra diante das evoluções psicoafetivas. 
* Desenvolvimento da identidade sexual. Homossexualidade, questões de identidade de gênero.
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
4 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
Transtornos Alimentares na Adolescência 
*Anorexia, Bulimia, Compulsão Alimentar Periódica, Vigorexia. 
*Transtorno de Ruminação, Transtorno Alimentar Restritivo/ Evitativo. 
 
Anorexia Nervosa 
 
 
Edit no DSM-V: sobre os tipos 
“Durante o episódio atual (...)” → “Durante os últimos 3 meses” 
(D.) foi retirado dos critérios 
Tipos: 
Leve: IMC ≥ 17 kg/m2 
Moderada: IMC 16-16,99 kg/m2 
Grave: IMC 15-15,99 kg/m2 
Extrema: IMC < 15 kg/m2 
 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
5 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
Bulimia Nervosa 
 
 
Leve: m
éd
ia d
e
 1
 a 3
 ep
isó
d
io
s d
e co
m
p
o
rtam
en
to
s co
m
p
en
sató
rio
s in
ap
ro
p
riad
o
s p
o
r se
m
an
a. 
M
o
d
erad
a: 4
 a 7. 
G
rave: 8 a 13. 
Extrem
a: 14 o
u
 m
ais. 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
6 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
 
 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
7 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
 
 
 
 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
8 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
 
 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
9 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
 
Abuso de Substâncias Ilícitas (drogas) na Adolescência 
 
 
 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
10 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
11 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
12 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
13 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
 
 
 
 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
14 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
 
 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
15 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
16 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
 
 
 
 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
17 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
 
 
 
Mód. VIII – Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento 
18 Trio Help Med – Ana Luísa Uzêda 
 
 
 
Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e o Estatuto da Juventude 
 
Após 23 anos da criação do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA – Lei Nº 8.069, de 13 de julho de 1990), 
no ano de 2013 foi aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pela Presidência da República o 
Estatuto da Juventude, por meio da Lei Nº 12.852de 5 de agosto de 2013, que “Institui o Estatuto da 
Juventude e dispõe sobre os direitos dos jovens, os princípios e diretrizes das políticas públicas de juventude 
e o Sistema Nacional de Juventude – SINAJUVE.” 
Reivindicação histórica dos movimentos juvenis e do campo das políticas públicas de juventude, o Estatuto 
da Juventude veio somar ao chamado marco legal da juventude brasileira, composta pela Lei Nº 11.129 de 
30 de junho de 2005 que “Institui o Programa Nacional de Inclusão de Jovens –ProJovem; cria o Conselho 
Nacional da Juventude – CNJ e a Secretaria Nacional de Juventude, e dá outras providências” e pela Emenda 
ConstitucionalNº 65, de 13 de julho de 2010, que “Altera a denominação do Capítulo VII do Título VIII da 
Constituição Federal e modifica o seu art. 227”, inserindo o termo “jovem”, até então ausente da carta 
magna. 
Estatuto da Juventude que atende jovens de 15 a 29 anos carrega o desafio de diálogo, complementação e 
de evitar o sombreamento com o ECA, que atende uma população infantil e adolescente até os 18 anos. 
O Estatuto da Juventude reafirma o ECA definindo a população jovem como detentora de direitos 
resguardados pelo Estado, como a identificação de que os jovens/adolescentes até os 17 anos são 
inimputáveis para tratamento prisional em regime fechado na mesma condição de adulto. Mas, também, o 
Estatuto da Juventude trouxe para o centro do debate a perspectiva da emancipação e autonomia. 
A definição de sujeito de direitos carrega uma dimensão emancipatória e de participação do próprio 
sujeito na construção dos seus direitos.