A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
atividade 2 bioestatistica

Pré-visualização | Página 1 de 3

· Pergunta 1
1 em 1 pontos
	
	
	
	“O coeficiente de correlação de Pearson (r) ou coeficiente de correlação produto-momento ou o r de Pearson mede o grau da correlação linear entre duas variáveis quantitativas. É um índice adimensional com valores situados entre -1,0 e 1.0 inclusive, que reflete a intensidade de uma relação linear entre dois conjuntos de dados” (CARMO, 2020).
CARMO, V. Correlação. Florianópolis: Departamento de Informática e Estatística, UFSC, 2020. Disponível em: https://www.inf.ufsc.br/~vera.carmo/Correlacao/Correlacao_Pearson_Spearman_Kendall.pdf. Acesso em: 25 nov. 2020.
 
Considerando o conceito de correlação, analise os gráficos, a seguir, com dados hipotéticos, em que as variáveis analisadas são, no primeiro gráfico: exposição solar e concentração de vitamina D; e no segundo gráfico, o uso de protetor solar e incidência de câncer de pele.
 
Fonte: Elaborada pela autora, 2020.
 
Com base nos conceitos aprendidos e nos gráficos apresentados, analise se as afirmativas são verdadeiras (V) ou falsas (F).
 
I. ( ) As variáveis exposição solar e vitamina D trazem uma correlação positiva e significativa entre si.
II. ( ) As variáveis exposição solar e câncer de pele trazem uma correlação negativa entre si.
III. ( ) A correlação no gráfico da esquerda é mais significativa que a no gráfico da direita, portanto r deve ser mais próximo do valor 1 no primeiro estudo.
IV. ( ) A correlação entre uso de protetor solar e incidência de câncer de pele é negativa.
V. ( ) O valor calculado de r é positivo em ambos os gráficos.
 
Agora, assinale a alternativa com a sequência correta.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
V – F – V– V– F.
	Resposta Correta:
	 
V – F – V– V– F.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta: nos gráficos, observamos dois comportamentos de distribuição de dados. No gráfico exposição solar versus concentração de vitamina D, a distribuição é mais homogênea, indicando um r mais próximo de +1, com forte correlação. No gráfico o uso de protetor solar versus incidência de câncer de pele, observamos uma inclinação do tipo negativa, com dados mais espalhados, o que indica um r com valor mais distante de -1.
	
	
	
· Pergunta 2
1 em 1 pontos
	
	
	
	Os testes de hipóteses são muito utilizados em estudos de bioestatística, pois, usualmente, o objetivo  é justamente comprovar determinado efeito observado e analisar sua generalização populacional. Os testes estatísticos são baseados em estimativas, e a probabilidade de erros sempre irá existir.
Considerando os erros do tipo I e tipo II, analise as afirmativas, verificando se estão corretas ou incorretas.
I. Em uma situação real em que H 0 é falsa e não é rejeitada, ocorre erro do tipo I.
II. Em uma situação real em que H 0 é verdadeira e é rejeitada, ocorre erro do tipo II.
III. A probabilidade de ocorrer o erro do tipo I está relacionada a α (alfa).
IV. Em uma situação real em que H 0 é falsa e é rejeitada, a decisão é correta.
V. A probabilidade de ocorrer o erro do tipo II está relacionada a β (beta).
Agora, assinale a alternativa que indique as afirmativas corretas.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
III, IV e V.
	Resposta Correta:
	 
III, IV e V.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta: os erros do tipo I indicam a probabilidade de rejeitar a hipótese quando esta for real, e os erros do tipo II indicam a probabilidade inversa, isto é, aceitar a hipótese quando for incorreta.
	
	
	
· Pergunta 3
1 em 1 pontos
	
	
	
	“Os testes estatísticos podem ser divididos em dois grandes grupos, conforme fundamentem ou não os seus cálculos na premissa de que a distribuição de frequências dos erros amostrais é normal, as variâncias são homogêneas, os efeitos dos fatores de variação são aditivos e os erros independentes. Se tudo isso ocorrer, é muito provável que a amostra seja aceitavelmente simétrica, terá com certeza apenas um ponto máximo, centrado no intervalo de classe onde está a média da distribuição, e o seu histograma de frequências terá um contorno que seguirá aproximadamente o desenho em forma de sino da curva normal. O cumprimento desses requisitos condiciona, pois a primeira escolha do pesquisador, uma vez que, se forem preenchidos, ele poderá utilizar a estatística paramétrica, cujos testes são em geral mais poderosos do que os da estatística não paramétrica, e, consequentemente, devem ter a preferência do investigador, quando o seu emprego for permitido” (CAMPOS, 2000).
CAMPOS, G. M. A escolha do teste mais adequado. In: Estatística prática para docentes e pós-graduandos. Ribeirão Preto: Departamento de Odontologia Restauradora, Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto – USP, 2000. Disponível em: http://www.forp.usp.br/restauradora/gmc/gmc_livro/gmc_livro_cap14.html. Acesso em: 25 nov. 2020.
 
Considerando os testes paramétricos e não paramétricos, assinale a alternativa correta.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Testes paramétricos são aplicados em distribuições normais e em distribuições assimétricas.
	Resposta Correta:
	 
Testes paramétricos são aplicados em distribuições normais e em distribuições assimétricas.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta: apesar de os testes paramétricos serem inicialmente indicados para dados simétricos, também podem ser utilizados em distribuições assimétricas, pois têm um forte poder de teste.
	
	
	
· Pergunta 4
1 em 1 pontos
	
	
	
	“Devido à diferença do tipo de variável dependente utilizada, todos os métodos estatísticos usados tradicionalmente na análise “clássica” não podem ser utilizados quando realizamos análise de sobrevivência. Esta tem métodos próprios [...], incluindo medidas de associação, forma de apresentação dos resultados e testes de significância [...]” (BOTELHO; SILVA; CRUZ, 2009, p. 34).
BOTELHO, F.; SILVA, C., CRUZ, F. Epidemiologia explicada – Análise de Sobrevivência. Acta Urológica, Lisboa, v. 26, n. 4, p. 33-38, 2009. Disponível em: https://apurologia.pt/wp-content/uploads/2018/10/epidem-explic.pdf. Acesso em: 23 nov. 2020.
 
Considerando o trecho apresentado e os conceitos de estudos de sobrevida, assinale a alternativa que indica a forma de representação gráfica mais utilizada nesses estudos.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Curva de Kaplan-Meier.
	Resposta Correta:
	 
Curva de Kaplan-Meier.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta: os dados de sobrevida são usualmente representados por meio de curvas de Kaplan-Meier, que indicam o espaçamento temporal em relação ao comportamento da variável.
	
	
	
· Pergunta 5
1 em 1 pontos
	
	
	
	Leia o trecho a seguir.
“É uma metodologia estatística que nos auxilia a tomar decisões sobre uma ou mais populações baseadas na informação obtida da amostra. Nos permite verificar se os dados amostrais trazem evidência que apoiem ou não uma hipótese estatística formulada. Ao tentarmos tomar decisões, é conveniente a formulação de suposições ou de conjeturas sobre as populações de interesse, que, em geral, consistem em considerações sobre parâmetros (μ, σ 2, p) das mesmas. Essas suposições, que podem ser ou não verdadeiras, são denominadas de Hipóteses Estatísticas” (ZIBETTI, 2020).
ZIBETTI, A. Teste de Hipóteses. Florianópolis: Departamento de Informática e Estatística, UFSC, 2020. Disponível em: https://www.inf.ufsc.br/~andre.zibetti/probabilidade/teste-de-hipoteses.html. Acesso em: 25 nov. 2020.
 
Sobre as hipóteses estatísticas, como são chamadas as suposições que se contrastam em um estudo de teste de hipóteses?
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Hipótese nula e hipótese alternativa.
	Resposta Correta:
	 
Hipótese nula e hipótese alternativa.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta: o principal teste de suposições, ou inferências, são os testes de hipóteses, representados pela hipótese nula e hipótese alternativa, que se contrastam. A hipótese nula representa a preposição de nulidade de efeito, enquanto a hipótese alternativa representa o oposto, de modo bilateral ou unilateral.
	
	
	
· Pergunta 6
1 em 1 pontos
	
	
	
	O coeficiente correlação é um instrumento utilizado

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.