A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
39 pág.
Anatomia P1P2

Pré-visualização | Página 1 de 12

1
DIGESTÃO ANATOMICA
TGI (Cavidade oral > ânus)
GLÂNDULAS ANEXAS:
 : (parótida,sub linguais,
submandibular)
 :glândula mista endócrina e exocrina
 produz a bile que fica armazenada na
vesícula biliar que cai no duodeno. Tem a função de
conservar os nutrientes que será usado para gerar
energia do corpo, fazer proteína, metabolismo de
toxina.
 Há uma ligação entre o TGI e o fígado que se chama
veia porta .Essa veia porta entra no figado que leva
todos os nutrientes, toxinas que foram absorvidas
no trato gastro intestinal . Essa comunicação não
cai na circulação sistémica
 Circulação sistémica
 Circulação pulmonar
 Circulação linfática (Paralela a a circulação
sistémica)
 Circulação fetal (placenta, feto)
 Circulação portal - Circulação porta
hepática: TGI → Fígado
 Circulação Colateral
 Circulação Coronária
 Absorção: Passagem de substancia para o sangue.
 Veia porta: Leva sangue rico em nutrientes que
vem do TGI para o fígado, porem baixo em O2
Tudo que vai do TGI pro sangue sofre o processo de absorção,
temos pequenas veias que compactando o sangue ao longo
do TGI, esse sangue vai ser drenado e jogado para a veia porta
que é levado para o fígado. Ou seja, toda a substancia
absorvida do TGI não cai na circulação sistémica vai direto
para veia porta.
 Fígado: Veia porta chegando maior concentração
de nutrientes porem baixa de O2
→ Artéria hepática chegando alta concentração
de O2. É uma ramificação da aorta. (C.sistémica)
→ Veia hepática sai com baixa concentração de
CO2 e desemboca na cava. (C. Sistémica).
ESTRUTURAS DA CAVIDADE ABDOMINAL
Estruturas abdominal, apenas digetório
 Porção abdominal do esôfago
 Estômago
 Fígado duodeno
 Intestino grosso
 Pâncreas
Quadrante abdominal inteiro.
Peritônio: Tecido seroso que une as vísceras na parede
abdominal
Mesentério: Une as vísceras abmoninais entre elas.
→ Omento maior: é uma porção do mesentério;
que liga o estômago no intestino.
→ Omento menor: liga o estômago no fígado.
2
1- No espaço da região central do fígado possui a artéria hepática,
veia porta e ductos hepáticos e próximo ao espaço porta tem a veia
cava saindo no fígado. A veia porta vem da região trato gasto
intestinal, que traz nutrientes absorvidos do TGI. Ligação entre
vascularização do TGI com o fígado, para que o sangue absorvido não
caia na circulação sistema e sim na circulação portal. As estruturas é
o TGI - veias hepáticas, veia porta, fígado, estômago
SISTEMA NERVOSO
AS FUNÇÕES GERAIS DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL
 Coordenação de funções gerais.
Recebe dados e coordena para ser processados na
forma de uma resposta Ex. Luz, temperatura, tato,
audição. Os nervos opticos captam os focos
Ex. Nuances de cor e formas. Captam e responde para
o olho
Periférico : capta as informações externas e internas, Ex.:
movimento Peristáltico,quanto as glândulas esta
produzindo hormônios. Leva a eferencia para algum lugar
 Aferir
Captar/receber as condições externas ao sistema nervoso e
não somente do corpo, através de uma via aferente Ex.:
 Processar as informações aferida
através do córtex, encéfalo
 Envio de resposta
Através da via eferente. essa resposta esta relacionada a
uma ação que muda alguma coisa do meio, que pode ir por
duas vias eferentes, com uma reposta somática ou visceral.
 Resposta somática: Envolve os somitos dos músculos
estriado esquelético - voluntario (resposta muscular).
 Resposta visceral: envolvida com os órgãos internos -
Involuntária.
* Quando a resposta sai é S. nervoso central e quando ela
chega é periférico. (?)
DIVISÃO ANATOMICA
Sistema nervoso CENTRAL: componentes encéfalo ( calota
craniana) e medula espinal
Encéfalo: calota craniana
Medula espinal: Origem na base do encéfalo, passa no canal
vertebral e termina na região L6, onde tem a descontinuação
da medula espinal e inicia a cauda equina
ENCÉFALO
Telencéfalo: região onde possui os giros (circunvalações) e
sulcos (espaços).
Regiões:
Lobo frontal
Lobo parietal
Lobo temporal
Lobo occiptal
Lobo insular
Diencéfalo: Une o hemisfério direito com o esquerdo,
região central. E quem separa os hemisférios é a fissura
longitudinal.
Localizado em cavidade
Regiões: Talamo; Hipotálamo (onde tem a hipófise);
Epitálamo; Metatálamo (subtálamo)
Relacionados aos
ossos do crânio
3
QUESTÕES
1- Explique o que é circulação porta hepática e quais as
estruturas anatomicas envolvidas ?
R: É uma circulação que não faz parte da circulação sistémica,
ou seja,é uma circulação independente que drena o sangue
vindo do processo de absorção do TGI para o fígado através
da veia porta. É uma circulação direta entre o estômago,
intestino delgado, grosso e fígado. Suas estruturas são a veia
mesenteria, veia porta, TGI
 Os nutriente do fígado vão ser armazenados ou
metabolizados
 O fígado é um órgão de dupla circulação portal e
sistémica.
Porque a circulação portal traz o sangue rico em nutriente,
porem pobre em oxigênio do TGI e na circulação sistema a
artéria hepática própria traz o sangue rico em oxigeno da
aorta para o fígado onde tem a troca de gases saindo pela veia
hepática pobre em oxigenio que vira a veia cava inferior.
 Absorção: Passagem do TGI (nutrientes) para o sangue.
”Vai ser drenado para a veia porta”. “Suga o sangue rico
em nutriente que chega no fígado pela veia porta”
2- Explique o processo da deglutição através das estruturas
anatomicas envolvidas.
R: A deglutição é um processo mecânico dividido em três fases.
1º Fase: voluntaria, o bolo alimentar vai ser empurrado pela
lingua que fecha a epiglote assim o alimento segue sem ir para
o sistema respiratório.
2º Fase: Involuntária, envolve a passagem do bolo alimentar
pela faringe, mas ainda depende da epiglote estar fechada.
3º Fase: Involuntária, passagem do alimento pelo esôfago com
o movimento peristáltico que move o bolo
alimentar(contração anterior e relaxamento posterior )e o
muco que lubrifica o esôfago para a passagem suave do bolo
alimentar pelo esfíncter esofagico inferior para o estômago
3- O que são esfincters, qual suas funções? Descreva a
localização anatomica de 2 deles pertinentes ao TGI.
R: É um acumulado de tecido muscular em forma de anel que
vai controlar a passagem de substancia.
É um acumular de um músculo em forma de anel que
funciona como uma válvula para passagem de substancias
- Esf. Esofágico inferior: Transição entre o esófago e estômago,
controla a entrada de alimento no estômago.
- Esf. Pilorico: porção do estômago para o duodeno, controla o
quando de alimento que vai para o duodeno. Os dois são
formados por estrutura lisa, involuntários.
Tem também no TGI o:
Esfíncter anal interno: musculatura lisa
Esfíncter Externo : musculatura estriado esquelético, controle
voluntario.
(Esfincter uretral externo musculatura voluntária.)
4- Explique através da anatomica porque uma complicação da
colecistectomia e a pancreatite.
R:Na manipulação da VB algum calculo pode atingir as vias
biliares que são compostas por ductos: ducto hepático direito
e ducto hepático esquerdo, ducto hepático comum ,ducto
cístico ducto Colédoco e o Colédoco faz contato com o D.
Pancreatico na chegada ao Duodeno. Assim esse calculo pode
entrar no canal pancreático e atingir o órgão.
Acontece por conta da ligação dos ductos que liga as
estruturas do fígado a visicula biliar, pâncreas e o duodeno
5- Qual a correlação entre a divisão anatomica e funcional do
sistema nervoso?
R: O SNC processa a informação
SNP sente e executa a resposta
SNP: Aferir e executar ou eferente uma resposta → pode agir
no músculo estriado esquelético através de uma via motora
ou somática.
→ Outra via de resposta seria agir nas vísceras ou autônomo
+ glandulas ( é involuntário, independente da vontade).
Ainda sofre influencia de uma energia que vai aumentar suas
funções ou sedar ou diminuir suas funções.
 SNP recebe resposta, informação e envia resposta que é
encaminhada para os músculo estriado esquelético ou
órgãos e vísceras, na visceral tem dois sistemas que vai
controlar a resposta visceral que é o Sistema