A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
43 pág.
Bases diagnósticas

Pré-visualização | Página 1 de 15

1Valéria Santos
EXAMES LABORATORIAIS
 Os exames laboratoriais estão na etapa da
investigação onde identifica tudo sobre o
paciente.
 Parte solida: são as células
Parte liquida: plasma
 Quando o paciente infarta as enzimas demora em
torno de 3 horas após o início da dor.
 Os exames laboratoriais é um conjunto de testes
em laboratórios especificados.
 A ANVISA fiscaliza os laboratórios.
 A importância do exame laboratorial e de imagem
é levantar o diagnóstico e da elementos para o
prognostico da doença. Confirmar ou
complementar o diagnóstico clínico; estabelecer
critérios de normalidade; auxiliar no raciocínio
clínico.
 Cada paciente e exame tem o preparo único.
 Para o laboratório clínico obter respostas
adequada é indispensável:
 o preparo específico do paciente para cada
tipo específico de exame;
 a coleta do material deve obedecer
determinadas regras, sem as quais toda a
rotina laboratorial pode ser prejudicada ou
inviabilizada.
IDENTIFICAÇÕES DOS TUBOS DE ENSAIO E SUA FINALIDADE
 Caso o paciente precise de exames da bilirrubina e
hemograma. Precisa colher primeiro o exame
bilirrubina pois não possui aditivo (vermelho) e
depois o hemograma porque possui aditivo (Roxo).
 Para a coleta múltiplas precisa ser na ordem:
Hemocultura; Tubos com citrato; Tubos para soro
com ativador de coágulo (com ou sem gel
separador); Tubos com heparina (c0m ou sem gel);
Tubos com EDTA; Tubos com fluoreto.
CONSIDERAÇÕES PARA COLETA DE EXAMES
Faixa Etária| Sono | Repouso | Atividade física |
Alimentação | Ciclo Menstrual
HEMOGRAMA
 Plasma é parte liquida é composto por água
 Células sanguínea é a parte solida produzida pela
medula óssea.
 A medula óssea pode ser vermelha ou amarela. A primeira
é responsável pela produção das células do sangue,
enquanto que a segunda é formada apenas por gordura e
não produz células sanguíneas. ... À medida que a pessoa
envelhece, a medula vermelha dos ossos longos é
substituída por tecido gorduroso e torna-se amarela.
Google.com
 Para produzi as células sanguíneas precisa da célula
tronco chamada de Stem Cells é uma célula mãe com o
poder de se transformar em qualquer tipo de célula
sanguínea. Essa célula faz um processo que se chama
diferenciação celular que é a maturação celular.
 Na medula óssea tem uma parte que se chama
unidades formadoras de células onde as células
sanguíneas se maturam.
 Quando uma pessoa tem infecção libera vários
hormônios que chega na medula óssea movendo o
COR DA
TAMPA
ADITIVO PROPOSITO EXEMPLOS DE
EXAMES
Vermelha
Nenhum Possibilita que a
amostra de
sangue coagule,
permitindo a
separação do soro
Químicos
Bilirrubina
Ureia sanguínea
Cálcio
Roxa ou
lavanda
Ácido
etilenodia
mino tetra
acético
(EDTA)
Impede que o
sangue coagule
Hematologia
Hemograma
Contagem de
plaquetas
Cinza
Fluoreto
oxalato de
sódio
Impede a glicólise Químicos
Glicose
Tolerância à
lactose
Verde
Heparina Impede que o
sangue coagule
quando o plasma
precisa ser
testado
Químicos
Amônia
Carboxihemoglo
bina
Azul
Citrato de
sódio
Impede que o
sangue coagule
quando o plasma
precisa ser
testado
Hematologia
Tempo de
protombina
Tempo parcial
de
tromboplastina
Preta
Citrato de
sódio
Liga o cálcio para
impedir a
coagulação do
sangue
Velocidade de
hemossediment
ação (VHS)
Amarela CITRATO
DEXTROSE
Preserva as
hemácias
Hemoculturas
2Valéria Santos
stem cells fazendo que se diferencie dando origem aos
leucócitos.
 Cada stem cells da origem a uma célula
 A stem cells da origem a uma célula iré (?) que dá
origem a duas linhagens linfoide e mieloide.
 A linhagem mieloide chegando na maturação final da
origem as plaquetas, hemácias, leucócitos, granulócitos
que são basófilos eosinófilos e neutrófilos.
 Linfoide: linfócitos T/B - NK.
 O hemograma avalia a célula vermelha (hemácias)
plaquetas e leucócitos (agranulócitos, granulócitos).
 Leucócitos: sistema imunológico
 O neutrófilo é o principal leucócitos do nosso
corpo produz 65% dos leucócitos.
 Neutrófilos é especializado contra bactérias.
 Se o hemograma estiver com a quantidade alta
de neutrófilos é infecção bacteriana.
 Os linfócitos T e B tem mais ação em infecção
viral.
 Leucemia = Desvio a esquerda
 Leucemia pode ser por linfoides ou mieloides.
 A célula só entra no sangue quando ela passa
pelo processo de diferenciação, quando a célula
esta maturada vai para o sangue.
 O desvio a esquerda acontece quando tem
células imaturas no sangue, ou seja, os
bastonetes estão na circulação. Ex.: infecção
grave, leucemia
 Nas leucemias agudas o stem cell não chega na
maturação celular depende da mieloide afetada,
muitas células imaturas, neurófilos menor que
5%.
 Leucemia: desvio a esquerda – buraco
maturativo.
 Se os leucócitos aumentam chama-se
leucocitose se diminui é leucopenia.
SISTEMA RETICULO ENDOTELIAL
É um reforço do sistema imunológico, formado pelo
TIMO,BAÇO,LINFONODOS.
 Timo é muito importante pros linfócitos T
 Baço controla os níveis de ferro das hemácias
 Linfonodos atuam na defesa do organismo
humano e produzem anticorpos. (Google).
O HEMOGRAMA
 Analisa a presença dos três elementos, serie
vermelha(hemácias) serie branca (leucócitos) e as
plaquetas.
 As hemácias são compostas por hemoglobina que
transporta ferro, oxigênio e CO2.
 Exame Hematócritos :Porcentagem ocupada
pelos glóbulos vermelhos no volume total do
sangue. Ex.: Uma situação que abaixa os
hematócritos é a leucemia, pois altera a produção
de hemácias. Anemia, hemorragia.
E a que aumenta é a febre pois a perda de suor
baixa o liquido do sangue.
CONSIDERAÇÕES PARA O PREPARO DO PACIENTE
 Não é necessário jejum caso o paciente tenha ingerido
dieta leve.
 Se o paciente tiver tido uma refeição muito pesada o
ideal é ter 4 horas de jejum
 Lipemia: Aumento muito grande de gordura (colesterol)
acaba prejudicando a visualização das células que fica
dispostas no plasma. → se o plasma não estiver
transparente, pode haver interferência na contagem
de plaquetas e na dosagem de hemoglobina (Hb) →
aumento da turbidez do plasma.
 Hematócrito: porcentagem das celulas vermelhas no
sangue Ex. Se a pessoa estiver desidratada o
hematócrito aumenta.
 hematócrito apresenta valores mais baixos à noite com
variação de 5%. porque não dispõe muita oxigenação
 Leucócitos têm seu pico na flutuação (altos e baixos)
diária à noite (entre 21 e 24 horas).
 Exercícios físicos de maior intensidade: podem induzir
à hemoconcentração com elevação da contagem de
hemácias, hematócrito e Hb e, também, ocasionar
leucocitose. Pode dar alterado pela perda de liquido.
 Concentrações elevadas de glicose acima de 600 mg/dL
podem elevar o volume corpuscular médio (VCM).
CUIDADOS NA COLETA
 Identificação
 Preparo profissional > EPI
 Esperar o álcool secar > hemólise ( muito alcool quebra
a hemácia).
 Tempo de Garroteamento para punção: o tempo de
garroteamento acima de 2 minutos e 30 segundos
elevou o hematócrito em 2,4% e a Hb em 1,4%.
 Anticoagulante adequado
O tempo entre o garroteamento, a punção e a entrada do
sangue no tubo idealmente não deve ultrapassar 2 minutos.
 Deve-se fazer um movimento delicado de inversão do
3Valéria Santos
tubo de 8 a 10 vezes.
• Atenção a distribuição do sangue nos tubos quando
da realização de uma coleta múltipla.
TRANSPORTE
 Transporte: realizado o mais rápido possível para que
as condições das células sejam as melhores.
 Se as amostras forem enviadas para outras instituições
ou outro local da mesma instituição, devem ser
transportadas em temperatura controlada
 entre 2 e 8°C, evitando contato direto com o gelo para
não hemolisar.(quebrar a hemácia)
 Nunca congelar uma amostra de sangue total.
 São aceitas amostras para análise até 24 horas após a
coleta quando armazenadas entre 2 e 8°C e 8 horas à
temperatura ambiente.
TERMOS UTILIZADOS
• Leucocitose: aumento no número total de leucócitos
• Leucopenia: diminuição do número total de leucócitos
• Eritrocitose ou policitemia: aumento do número de
hemácias no sangue
• Trombocitopenia ou plaquetopenia: