A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
EMERGÊNCIAS PSIQUIÁTRICAS FÁRMACOS

Pré-visualização | Página 1 de 1

Emergência é uma situação que causa risco
de vida própria ou a terceiros,
necessitando de uma intervenção em um
intervalo de tempo que compreenda
minutos/horas. Dentre as condições que
podem ocasionar uma emergência,
encontram-se tentativa de suicídio, estupor
depressivo, excitação maníaca,
automutilação, violência e outros.
PROMETAZINADIAZEPAM
Seguro p/
gestantes,
cardiopatas,
intoxicações. Causa SNM,
extrapirami
dais, pico de
ação lento.
Pouca
sedação e de
baixo custo.
Menos efeitos
extrapir., mas
 cardíacos.
Alternativas
para o haldol
- mesma
eficácia!!
Risperidona VO
Ziprasidona e
olanzapina IM.
Interações
c/ fármacos,
Delirium
(anticolin.)
Sedativo,
teratogênico,
necrose local.
AP Típico e
pouco
incisivo.
MUITA
interação
farmacológica.
Contraindic
ado intox.
por álcool.
Infusão lenta
> 10 min OU
bolus na
convulsão.
Pico de ação
muito rápido
e meia-vida
curta.
Associado a
um AP de
alta potencia.
Risco de
arritmia e
hipotensão
grave.
A via de administração preferencial dos
fármacos é a ORAL, que, caso não seja
possível, pode ser substituída pela
INTRAMUSCULAR*
25mg VO
50mg/2mL IM
CLORPROMAZINA
25mg E 100mg VO
5mg/2mL IM
*NUNCA administrar diazepam IM.
ANTIPSICÓTICOS
ATÍPICOS
Contraindic
ado intox.
depressores
SNC.
Convulsão e
Abstinência
alcoólica.
Nunca diluir
e nunca IM!!
HALOPERIDOL
5mg/mL IM
Máx. 20 mg
MIDAZOLAM
Via IM
Via IV