A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Bases Celulares e Moleculares - 1º SEMESTRE (UNINOVE)

Pré-visualização | Página 1 de 3

Bas�� ���ul���� e M�l��u��r��
Tecido Conjuntivo:
Tecido conjuntivo presente em todo o
corpo, grande quantidade de MEC,
dependendo da estrutura e do local sua
MEC possui diferente constituição, a
composição é a mesma em componente
mas não em quantidade. Origem no
embrião mesoderme surge a mesênquima
que surgem as células mesenquimais que
viram qualquer célula.
composição: grande variedade de células
mec e fibras elásticas colágenas e
reticulares. fibroblasto, macrofago,
adipocito, masmocito mastocito.
origem das células: mesodérmica -
mesênquima, tecido conjuntivo primitivo
com potencial de tornar-se em variados
tipos de tecidos.
Célula tronco totipotente pode virar
qualquer celular, não possui sinalização
química. Quando recebe sinalização pode
se tornar várias coisas, mas não todas,
podem ser célula hematopoiética(células
vermelhas ou brancas) ou célula tronco
mesenquimal (mus. liso, adipócito,
osteoblasto, endoteliais, condroblastos).
Função do tecido conjuntivo conectar
tecidos, preenchimento, auxílio na
sustentação estrutural (osso e cartilagem)
transporte e defesa (sistema sanguíneo)
- Classificação do tecido
conjuntivo:
Tecido propriamente dito:
Características: função de união entre
tecidos corporais, composto por MEC e
células, substância fundamental da MEC
água, glicosaminoglicanos, ácido
hialurônico, proteoglicanos. Fibras
elásticas(elasticidade): elastina, Fibras
colágenas(resistência), Fibras reticulares:
fibras delgadas (sustentação)
Fibras colágenas: são fibras de colágeno
(proteína) vários colágenos formam uma
fibra de colágeno. São muito resistentes e
grossas, ela possui uma capacidade de
distensão, mas garante resistência e não
elasticidade, as fibras da derme conferem
resistência à nossa pele a fim de que não
se rasgue se esticada (exemplo a pele na
gravidez).
Tipos de colágeno: colágenos formadores
de longas fibrilas (utilizados para fazer
osso, derme, dentina e cápsulas para
alguns órgãos, são mais resistentes e
alongadas, exemplo baço). Colágeno
associados a fibrilas, função: fibras curtas
que ligam as longas fibrilas umas às
outras e a matriz. Colágeno que formam
rede, formação de lâmina basal. Colágeno
de Ancoragem, função ancoram fibras
colágenas na lâmina basal.
síntese de colágeno: variados tipos
celulares: fibroblastos(principal),
osteoblastos, condroblastos e outros.
Principais aminoácidos: glicina, prolina e
hidroxiprolina. Nós produzimos o
colágeno. Hidroxiprolina e hidroxilosina
só tem no colágeno.
Fibras elásticas: são longos fios de
elastina, conferem elasticidade ao tecido
conjuntivo frouxo, completando a
resistência das fibras colágenas
Fibras reticulares: são ramificadas e
formam um traçado que conecta o tecido
conjuntivo aos outros tecidos. Podem
também formar uma rede de sustentação
por todo o órgão, como no baço.
Células do TCPD
Fibroblasto (no ápice de atividade
funcional) ou fibrócito(quando não possui
@VeterinariaAndress�
1
Bas�� ���ul���� e M�l��u��r��
mais tanta atividade): é a principal,
dependendo do momento de atividade
funcional. Adipócito: reserva energética.
Mastócito: produção de histamina e
heparina. Mesenquimais: células
indiferenciadas. Macrofagos: atividade no
sistema imunológico. Leucócito:
desempenha função imunológica.
Fibroblasto ou fibrocitos: síntese de
proteínas colágeno e elastina (golgi e
REG, bem desenvolvidos), proteoglicanos,
GAG’s e glicoproteínas multiadesivas.
Produção de fatores de crescimento,
envolvidos na diferenciação celular
Fibroblasto: alta atividade, fibrócito:
metabolicamente quiescentes.
Fibroblasto raramente se dividem no
indivíduo adulto.
Macrofagos: compõem o sistema
fagócitico mononuclear, derivam de
monócitos e realizam migração tecidual.
Destruição de tecidos anormais captação
de substâncias inertes.
Mastócito: sistema imunológico,
histamina, heparina, leucotrienos e
ECF-A. Permeabilidade
Vascular/Anafilaxia.
Adipócito: armazenamento de gordura,
reserva de energia. Tipos de adipócito:
marrom ou branco.
Leucócito: grupos de células envolvidas
em processos imunológicos. Realização
de diapedese e processos inflamatórios.
Envolvidos no evento da inflamação,
diapedese, aumento no fluxo sanguíneo,
permeabilidade vascular, quimiotaxia e
fagocitose. Leucócitos migram do sangue
para os tecidos, não retornam para o
sangue, exceto linfócitos.
- Subdivisão do TCPD
Frouxo - Função de preenchimento,
suporta pressão e atritos pequenos.
Exemplo: papilas da derme, hipoderme
Tecido conjuntivo denso: Capaz de
suportar mais resistência e tração, maior
quantidade de colágeno.
Modelado: tendões - possuem fibras
organizadas, garantem modelação do
tecido a ser formado.
Não modelado: Derme - função de
sustentação.
- Distúrbios clínicos:
Escorbuto relação de ausência de
vitamina C.
Ehlers-Danlos IV, VI e VII.
Tecido Adiposo:
Atua como uma reserva energética.
Formados por grandes agregados de
adipócitos. Possui pouca MEC, é formado
por mais células adipócitas e fibras
reticulares para sustentação.
Funções gerais: armazenamento de
energia, preenchimento e modelamento
superficial, minimização de efeitos de
choques mecânicos(coxins), isolante
térmico, preenchimento de espaço entre
órgãos e atividade secretora.
Tipos de tecido adiposo:
- adiposo comum, amarelo
unilocular (panículo adiposo): possui uma
única gota grande de lipídio
- tecido adiposo pardo multilocular
ou marrom, possui esse nome por
ter diversas gotículas de lipídios, é
um tecido muito vascularizado e
muitas mitocôndrias nas células.
Unilocular: é composto por grandes
células adiposas, possui gota lipídica
@VeterinariaAndress�
2
Bas�� ���ul���� e M�l��u��r��
única, que marginaliza as outras
organelas celulares e o núcleo. Se
isoladas elas são esféricas, no tecido,
poliédricas por compressão. Função de
armazenamento, converte TG
(triglicerídeo) em ATP(energia),
relacionada com o processo de lipogênese
(síntese de triglicerídeos) e lipólise
(quebra de triglicerídeos). Possui cor
branca ou amarelada (dependendo da
alimentação).
Panículo Adiposo: é uma camada de
gordura de espessura uniforme disposta
sob a pele no RN. Com idade, ocorre
deposição seletiva, dependendo de
estímulos de hormônios sexuais e cortisol
(produção córtex adrenal). Se localiza
abaixo da derme, na hipoderme.
Os adipócitos são células que não se
dividem, elas acumulam e diminuem o
conteúdo de gordura de acordo com as
necessidades energéticas de cada
indivíduo. Pode aumentar em até 20x. O
armazenamento de energia a longo prazo
se dá na forma de triglicerídeos, dentro
dos adipócitos.
Triglicérido: 3 moléculas de ácidos graxos
+ 1 molécula glicerol. Lipogênese:
processo de formação do TG.
Origem do TG:
absorção de gordura no intestino delgado:
a lipase pancreática quebra o lipídio em
blocos menores. A bile quebra a gordura
em pedaços ainda menores, os TG se
transformam em monoglicerídeos
formando micelas. Os monoglicerídeos
são agrupados em TG novamente e no
REL, TG são empacotados no C. Golgi e
quilomícrons são excitados para os
capilares linfáticos e sanguíneos.
Quilomícron são lipoproteínas, um
amontoado de TG.
Lipólise é a mobilização dos TG nos
adipócitos. Causados principalmente por
queda nas taxas de insulina por motivos
diversos, como: jejum prolongado,
atividades físicas intensas e frio.
Multilocular: células menores com várias
gotículas lipídicas citoplasmáticas, núcleo
esférico e excêntrico, formado no embrião
e diminuindo após o nascimento, não se
forma no organismo adulto. Animais que
hibernam e recém nascidos possuem a
gordura multilocular. É utilizada para
fazer aquecimento corporal nos
recém-nascidos e nos animais
hibernantes.
Tecido Cartilaginoso:
É um tecido avascular, alifático e aneural.
Características: rígido, composto por
condrócitos/condroblastos, envolvidos
com a produção dos componentes da
matriz extracelular. Fibras colágeno:
fornecem resistência.
Funções: Suporte de tecido moles
Revestimento de superfícies articulares
Absorção de choques mecânicos
Deslizamento de ossos nas articulações
Formação e crescimento de ossos longos
Condrócito/condroblasto: vem