A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
70 pág.
O Território Nacional espaço Brasileiro o modelo econômico brasileiro

Pré-visualização | Página 5 de 15

título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
http://www.grancursosonline.com.br
http://www.grancursosonline.com.br
22 de 70www.grancursosonline.com.br
GEOGRAFIA DO BRASIL
O Território Nacional; Espaço Brasileiro; O Modelo Econômico Brasileiro
Prof. Luis Felipe Ziriba
1.3.2. O Bioma Mata Atlântica
Floresta latifoliada ombrófila tropical de encosta.
Características
No mapa de domínios morfoclimáticos, a Mata Atlântica é denominada como 
mares de morros, em função de sua geografia acidentada.
O bioma Mata Atlântica se debruça sobre uma imensa faixa litorânea do territó-
rio brasileiro, que vai de Santa Catarina ao Rio Grande do Norte/Ceará, passando 
por faixas climáticas diferenciadas.
Debruçada sobre planaltos e serras, em escudos cristalinos, a Mata Atlântica 
se privilegia por receber os ventos úmidos do Atlântico. É exuberante e biodiver-
sa, chegando, em inúmeras partes, a conter uma quantidade relativa de espécies 
maior do que a da própria Amazônia. Estima-se em mais de 20.000 espécies de 
flora e 1.400 tipos de mamíferos, anfíbios, aves e peixes o contingente de sua 
biodiversidade. Chama a atenção, também, o nível de endemismo, ou seja, de 
espécies que existem apenas na Mata Atlântica e em mais nenhum outro lu-
gar. Para vertebrados, segundo a ONG Conservação Internacional, são mais de 500 
espécies endêmicas.
Na CF/1988, a Mata Atlântica e a Serra do Mar (formação serrana e de Mata 
Atlântica, que se estende desde Santa Catarina até o Espirito Santo) foram alça-
das pelo art. 225 como patrimônios nacionais, segundo o qual os usos de suas 
áreas far-se-á sob condições legislativas específicas que assegurem a preservação 
do meio ambiente.
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
http://www.grancursosonline.com.br
http://www.grancursosonline.com.br
23 de 70www.grancursosonline.com.br
GEOGRAFIA DO BRASIL
O Território Nacional; Espaço Brasileiro; O Modelo Econômico Brasileiro
Prof. Luis Felipe Ziriba
Mesmo sendo definido como um bioma de encosta, ocorrem também interio-
rizações importantes da Mata Atlântica (veja com atenção nos mapas a seguir). 
Nessas partes interiores, há, por exemplo, as matas de Araucária, no Paraná; e 
as florestas estacionais deciduais nas Cataratas do Iguaçu e também no estado de 
Minas Gerais. No Nordeste, embora bastante desmatada, a Mata Atlântica é litorâ-
nea por excelência e se debruça no Planalto da Borborema, sendo que, em estados 
como Pernambuco e Paraíba, faz parte no planejamento local de cada um desses 
estados como Zona da Mata.
Domínio Mata Atlântica
Remanescentes
Área de ocorrência da Mata Atlântica
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
http://www.grancursosonline.com.br
http://www.grancursosonline.com.br
24 de 70www.grancursosonline.com.br
GEOGRAFIA DO BRASIL
O Território Nacional; Espaço Brasileiro; O Modelo Econômico Brasileiro
Prof. Luis Felipe Ziriba
Os Ciclos Históricos de Devastação e de Ocupação
Maior desmatamento absoluto e relativo dentre os biomas nacionais.
A Mata Atlântica, em termos relativos, é o bioma mais desmatado den-
tre todos os biomas nacionais. Estima-se que apenas uma minúscula parcela, 
algo entre 7% a 10%, ainda esteja de pé. A outra imensa parte, mais de 90% de 
sua cobertura vegetal original, foi solapada em função de séculos de intensas ati-
vidades extrativas, agropastoris, de consolidação urbana e industrial impressas em 
seus domínios. Vale lembrar que o descobrimento do Brasil e todas as iniciativas 
posteriores com vistas à formação de escalas produtivas, e também de formação 
de uma sociedade urbana, situaram-se de forma mais intensificada exatamente 
onde a Mata Atlântica era a paisagem e o corpo natural. Uma análise rápida em 
torno de nossa história socioeconômica evidencia tal assertiva.
Vejamos em tópicos o desenvolvimento históricos das atividades em solos de 
Mata Atlântica:
•	 início com uma intensa exploração do pau-brasil, em nossos primórdios;
•	 ciclo da cana-de-açúcar e formação da sociedade dos engenhos no Nordeste;
•	 formação de outras culturas baseadas em plantations, tal qual nos engenhos 
(em enormes latifúndios e intenso desmatamento), como cacau, algodão, 
café, além de toda uma produção de gêneros alimentícios para suprir escalas 
internas de subsistência e excedentes;
•	 as primeiras iniciativas de instalação de rebanhos no Brasil em associação aos 
engenhos;
•	 parte considerável do ciclo da mineração no século XVIII;
•	 as escalas de urbanização/metropolização desde seus primórdios;
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
http://www.grancursosonline.com.br
http://www.grancursosonline.com.br
25 de 70www.grancursosonline.com.br
GEOGRAFIA DO BRASIL
O Território Nacional; Espaço Brasileiro; O Modelo Econômico Brasileiro
Prof. Luis Felipe Ziriba
•	 a industrialização em quase todas suas estruturas ainda vigentes, em com-
pleta associação aos grandes centros urbanos, situados também na fachada 
litorânea;
•	 maior parte das atividades econômicas pujantes, até os dias atuais, e a con-
centração demográfica do Brasil, formando exatamente aquilo que o geógrafo 
Milton Santos definiu como a região concentrada.
Todos esses processos, em associação a séculos de inépcia tanto da atividade 
estatal quanto da sociedade organizada com vistas a fomentar escalas de uso sus-
tentáveis dos espaços, solaparam enorme parte da fauna e da flora da Mata 
Atlântica de forma radical. Os rios também, bem menores e caudalosos em se 
comparado aos da rede hidrográfica amazônica, em grande parte, apodreceram. 
Vejamos os casos do Tietê, em São Paulo; Paraíba do Sul (MG-RJ), rio das Velhas e 
Doce, em Minas Gerais, e vários outros cursos hídricos.
No interior da Mata Atlântica, ocorre de forma gritante escalas de desmatamen-
to e de interferências antrópicas abusivas nas paisagens. A Mata de Araucárias, 
considerada um dos domínios morfoclimáticos de Aziz Ab’Saber, já foi abaixo em 
parcela parecida com a da Mata Atlântica de encosta, dando lugar a cidades, pas-
tagens, rebanhos, culturas agrícolas e usos de madeira para aquecimento, constru-
ções, feitura de móveis, produção de celulose, entre outros.
Contudo, é importante destacar que um compêndio de iniciativas com vistas 
a frear as agressões a este biodiverso bioma ganharam corpo desde a década de 
1980. Uma série de medidas legais e também de ONGs colocaram a Mata Atlântica 
em sua agenda com vistas à proteção dos remanescentes desse fabuloso bioma.
A Unesco, o braço da ONU para a proteção dos patrimônios culturais, históricos e 
ambientais, criou a Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA), cuja área foi reco-
nhecida pela Unesco, em seis fases sucessivas entre 1991 e 2008, sendo a primeira 
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
http://www.grancursosonline.com.br
http://www.grancursosonline.com.br
26 de 70www.grancursosonline.com.br
GEOGRAFIA DO BRASIL
O Território Nacional; Espaço Brasileiro; O Modelo Econômico Brasileiro
Prof. Luis Felipe Ziriba
unidade da Rede Mundial de Reservas da Biosfera