A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
26 pág.
Anatomia 1

Pré-visualização | Página 1 de 4

Anatomia Humana 
Aplicada à Fisioterapia
Material Teórico
Responsável pelo Conteúdo:
Prof.ª Drª Lilian Cristina Gomes do Nascimento
Revisão Textual:
Prof.ª Dr.ª Selma Aparecida Cesarin
Introdução ao Estudo da Anatomia e aos Sistemas do Corpo Humano
• Introdução ao Estudo da Anatomia;
• Princípios Gerais de Construção do Corpo Humano;
• Divisão do Corpo Humano.
• Proporcionar o conhecimento da terminologia anatômica geral e suas posições no espaço;
• Reconhecer elementos descritivos e funcionais dos Sistemas Cardiovascular e Respiratório.
OBJETIVOS DE APRENDIZADO
Introdução ao Estudo da Anatomia 
e aos Sistemas do Corpo Humano
Orientações de estudo
Para que o conteúdo desta Disciplina seja bem 
aproveitado e haja maior aplicabilidade na sua 
formação acadêmica e atuação profissional, siga 
algumas recomendações básicas:
Assim:
Organize seus estudos de maneira que passem a fazer parte 
da sua rotina. Por exemplo, você poderá determinar um dia e 
horário fixos como seu “momento do estudo”;
Procure se alimentar e se hidratar quando for estudar; lembre-se de que uma 
alimentação saudável pode proporcionar melhor aproveitamento do estudo;
No material de cada Unidade, há leituras indicadas e, entre elas, artigos científicos, livros, vídeos 
e sites para aprofundar os conhecimentos adquiridos ao longo da Unidade. Além disso, você tam-
bém encontrará sugestões de conteúdo extra no item Material Complementar, que ampliarão sua 
interpretação e auxiliarão no pleno entendimento dos temas abordados;
Após o contato com o conteúdo proposto, participe dos debates mediados em fóruns de discus-
são, pois irão auxiliar a verificar o quanto você absorveu de conhecimento, além de propiciar o 
contato com seus colegas e tutores, o que se apresenta como rico espaço de troca de ideias e de 
aprendizagem.
Mantenha o foco! 
Evite se distrair com 
as redes sociais.
Determine um 
horário fixo 
para estudar.
Aproveite as 
indicações 
de Material 
Complementar.
Não se esqueça 
de se alimentar 
e de se manter 
hidratado.
Conserve seu 
material e local de 
estudos sempre 
organizados.
Procure manter 
contato com seus 
colegas e tutores 
para trocar ideias! 
Isso amplia a 
aprendizagem.
Seja original! 
Nunca plagie 
trabalhos.
UNIDADE Introdução ao Estudo da Anatomia 
e aos Sistemas do Corpo Humano
Introdução ao Estudo da Anatomia
A Anatomia Humana é um campo da Biologia que estuda o funcionamento do 
corpo e de seus Sistemas. Não é uma Ciência recente; existem relatos do estudo do 
“mapa” do corpo humano de 4.000 anos atrás, na Mesopotâmia e no Egito.
Que tal conhecer um pouco sobre a história da Anatomia e fazer uma reflexão acerca da 
utilização dos cadáveres como ferramenta de aprendizagem? 
Disponível em: https://bit.ly/2VuMwBh.
Ex
pl
or
O termo Anatomia é de origem grega e significa “cortar em partes”, mas apren-
der Anatomia é mais do que apenas memorizar uma longa lista de nomes de estru-
turas morfológicas e de Sistemas do Corpo Humano. É compreender suas funções 
e relacioná-las em termos de espaço e interações com as demais estruturas do 
corpo (MOORE; AGUR; DALLEY, 2010). 
O estudante de Fisioterapia deve sempre tentar fazer a projeção dos achados 
anatômicos para a importância do quadro clínico.
Ciência no Esporte
Assista ao vídeo disponível no link a seguir. Ele aborda a utilização do corpo humano em 
atividades esportivas, disponível em: https://youtu.be/8yworuMIJfs
Ex
pl
or
Ramos da Anatomia
Em função da complexidade do corpo humano, para fins de estudos, a Anato-
mia Humana é dividida em vários ramos (áreas) para tornar mais didático o estudo 
dos órgãos, sistemas, funcionamentos e interações com o meio ambiente. 
Embora sejam ramos separados, existe uma forte integração entre todos eles 
para poder gerar os conhecimentos necessários, dentre os quais citamos:
Anatomia sistemática ou descritiva: aborda de modo analítico/descri-
tivo as estruturas constituintes dos sistemas do corpo humano que apre-
sentam funções relacionadas, como o sistema esquelético, o sistema arti-
cular, sistema muscular, o respiratório etc.; 
Anatomia topográfica ou regional: estuda de maneira específica a re-
lação entre as estruturas de determinadas regiões do corpo, reunindo 
elementos diferentes como um todo;
Anatomia de superfície: estuda o contorno e a forma de órgãos e estru-
turas da superfície do corpo. É de grande importância para a semiologia 
clínica, pois viabiliza a interpretação correta dos sinais e sintomas obser-
vados no exame clínico de um paciente;
8
9
Anatomia radiológica: estuda as estruturas internas do corpo mediante 
raios X e, associada à Anatomia de superfície, oferece os fundamentos 
morfológicos para o exame clínico;
Anatomia funcional: aborda segmentos funcionais do corpo, estabelecen-
do relações funcionais entre as várias estruturas dos diferentes sistemas;
Anatomia aplicada: destaca a importância dos conhecimentos anatômi-
cos para as atividades clínicas e/ou cirúrgicas;
Anatomia comparada: estuda a Anatomia de diferentes espécies de 
animais comparando o desenvolvimento filogenético e ontogenético dos 
diferentes órgãos. (CARIA, 2014, p. 14-15)
Níveis de organização do corpo humano
A Anatomia Humana pode ser estudada em vários níveis de organização estru-
tural, desde o nível microscópico até o macroscópico. Nela, as estruturas básicas 
são subdivididas e vão desde átomos, moléculas, células, tecidos, órgãos, até os 
Sistemas que compõem todo o corpo humano (Figura 1).
O corpo humano de um adulto é composto por, aproximadamente, 48 trilhões de células. 
Saiba mais curiosidades sobre o corpo humano, disponível em: https://bit.ly/2VGrD6lEx
pl
or
Conceitos básicos de Anatomia
No que tange à normalidade do aspecto anatômico, é visível que os seres 
humanos são diferentes entre si. “Considerados os padrões de normalidade, há 
diversas diferenças morfológicas (de forma) internas e externas que não trazem 
prejuízo para o funcionamento do corpo.” Em Anatomia, utiliza-se um padrão 
de referência, que corresponde às formas que ocorrem com maior frequência 
(KAWAMOTO, 2018).
Além das variações ditas individuais, o corpo humano apresenta variações devi-
das a diversos fatores, dentre os quais podemos citar a idade dos indivíduos, o sexo, 
a etnia e o biótipo entre outros.
Importante!
Quando essa variação anatômica acarreta prejuízos ao indivíduo, essa alteração recebe o 
nome de anomalia. Entretanto, se a variação acarretar uma alteração incompatível com 
a vida, ela passa a ser caracterizada como uma anomalia/monstruosidade.
Importante!
9
UNIDADE Introdução ao Estudo da Anatomia 
e aos Sistemas do Corpo Humano
Conceitos básicos de orientação 
 A “posição anatômica” é uma posição de referência padrão, independentemen-
te da posição em que o corpo se encontra. Esta posição é caracterizada com o 
indivíduo com o “corpo ereto, pés juntos e paralelos, braços pendentes ao longo do 
corpo e palmas das mãos voltadas para a frente”.
É uma posição pouco usual, mas é muito importante para a menção da reali-
zação dos movimentos: “Exemplo: a flexão do punho é um movimento que leva a 
mão para a frente, com base na posição anatômica” (CALAIS-GERMAIN, 2010).
Planos
Planos são superfícies planas imaginárias que transpassam o corpo, ou partes 
dele, e auxiliam a tornar mais precisas as referências anatômicas (Figura 1), sendo 
esses planos classificados em:
Plano mediano: É um plano vertical que corta o corpo longitudinalmen-
te, dividindo-o em metade direita e metade esquerda. Este é o plano 
que marca a linha mediana da cabeça, do tronco e do abdome;
Planos sagitais: São planos paralelos ao plano mediano e atravessam 
verticalmente o corpo;
Planos frontais: Estes planos, também chamados de coronais, são pla-
nos que dividem o corpo com cortes verticais e perpendiculares ao plano 
mediano, definindo as partes ventral (anterior) e dorsal (posterior);
Planos transversos: Planos horizontais que atravessam o corpo em ân-
gulo de 90º em relação