A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
33 pág.
Aula 1 Metodologia e Teoria Geral da Execução

Pré-visualização | Página 1 de 2

Direito Processual Civil
Execução e Tutela Provisória
DIR4BN-BUD (quintas)
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 1
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 2
ESPÉCIES DE PROCESSO 
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 3
PROCESSO 
CONHECIMENTO 
ESPECIAL 
EXECUÇÃO 
COMUM 
PROCEDIMENTO 
PROCEDIMENTO 
ESPECIAL DA EXECUÇÃO 
I - Tutela Jurisdicional Executiva. Parte geral. 
1. Teoria geral da tutela jurisdicional executiva: conceito e fundamento. 
2. Classificação da Execução. Execução para entrega de coisa, execução das
obrigações de fazer e não fazer; execução por quantia certa contra devedor
solvente; execução contra fazenda pública e execução de prestação alimentícia.
3. Princípios fundamentais da execução. 
4. Condições da ação e pressupostos processuais executivos. 
5. Responsabilidade patrimonial. Fraude à execução. 
6. Título executivo. Teoria Geral. Títulos executivos judiciais. Títulos executivos
extrajudiciais.
II - Processo de Execução 
1. Processo de execução para pagamento de quantia 
2. Processo de execução para entrega de coisa. Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 4
3. Processo de execução para o cumprimento de obrigações de fazer e não fazer. 
4. Defesas do executado. Embargos à execução. Demais mecanismos de defesa do 
executado. 
III - Liquidação e cumprimento de sentença. 
1. Liquidação de sentença. 
2. Cumprimento de sentença que reconhece obrigação de pagar quantia. 
3. Impugnação ao cumprimento de sentença. 
4. Cumprimento de sentença que reconhece obrigação de fazer, não fazer ou 
entregar coisa 
5. Cumprimento de sentença que reconhece obrigação de pagar alimentos
6. Cumprimento de sentença contra a Fazenda Pública
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 5
IV - Tutela Provisória. Tutela Provisória: conceito e classificação. Modalidades de 
tutela Provisória. 
1. Tutela de Urgência. Disposições gerais. Conceito e classificação. Modalidades de 
tutela de urgência. 
2. Tutela antecipada. 
3. Tutela cautelar. 
4. Tutela da evidência. 
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 6
BIBLIOGRAFIA – BIBLIOTECA VIRTUAL USJT
BUENO, Cassio Scarpinella. Curso sistematizado de direito processual civil. 9. ed. São Paulo: Saraiva. vol. 3,
2020.
GONÇALVES, Marcus Vinicius Rios. Curso de direito processual civil. 13 ed. São Paulo: Saraiva. Vol 3, 2020.
GRECO FILHO, Vicente. Direito processual civil brasileiro, volume 3: (processo de execução a
procedimentos especiais). 20. ed. rev e atualizada de acordo com a lei n. São Paulo, SP: Saraiva, 2009.
THEODORO JÚNIOR, Humberto. Curso de Direito Processual Civil, volume 3 / Humberto Theodoro Júnior.
– 52. ed. – Rio de Janeiro: Forense, 2019.
GONÇALVES, Marcus Vinícius Rios. Novo curso de direito processual civil, volume 3 : execução, processos
nos tribunais e meios de impugnação das decisões / Marcus Vinicius Rios Gonçalves. – 11. ed. – São Paulo
: Saraiva Educação, 2018.
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 7
SISTEMA DE AVALIAÇÃO 
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 8
SISTEMA DE 
AVALIAÇÃO 
A1
A2
SUBSTITUTIVA 
D1
D2
D3
20 PTOS
20 PTOS 
PROFESSOR CORRETOR: 
DIREITO PROCESSUAL CIVIL 
CLASSROOM
20 PTOS TESTES 
40 PTOS 
TESTE + 
DISSERTATIVA
60 PTOS 
SUBSTITUI AS 
D´S 
DURANTE AS AULAS ONLINE 
1. Utilize o chat para fazer perguntas ou levante a mão virtual para que o
professor saiba sobre o questionamento. Aguarde ...
2. Os microfones deverão ficar desligados durante a aula;
3. As câmeras ligadas/desligadas ficarão à critério do aluno;
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 9
DAS ATIVIDADES JURISDICIONAIS EXECUTIVAS
Panorama geral da tutela jurisdicional executiva 
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 10
CONSIDERAÇÕES INICIAIS: 
1. Qual o objetivo da execução?
a) Declarar a existência do direito do exequente
b) Condenar o executado ao pagamento de uma obrigação inadimplida
c) Busca a efetividade
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 11
CONSIDERAÇÕES INICIAIS: 
1. Qual o objetivo da execução?
a) Declarar a existência do direito do exequente
b) Condenar o executado ao pagamento de uma obrigação inadimplida
c) Busca a efetividade
• O processo de execução busca sempre a efetividade. Assim, para que ela seja
alcançada, faz-se necessário sopesar o tempo do processo e a sua efetividade,
vale dizer, é preciso dar à parte o bem da vida já reconhecido em um lapso
temporal razoável. Isso demonstra o tamanho da importância do processo de
execução, uma vez que não haverá processo efetivo sem que haja uma execução
efetiva.
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 12
Localização topográfica da matéria no Código de Processo Civil 
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 13
Código de Processo 
Civil 
Cumprimento de 
sentença 
Título executivo 
extrajudicial 
Parte Especial 
Livro I
Título II 
Arts. 771/925
Arts. 513/538
Parte Especial 
Livro II
Título I, II, III
ORIGEM DO TÍTULO EXECUTIVO 
• Por primeiro, importa-nos saber se o título executivo tem origem judicial ou
extrajudicial para a concretização da tutela jurisdicional executiva, pois os
procedimentos que deverão ser praticados variam em conformidade com a
espécie de título executivo.
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 14
Art. 783. A execução para cobrança de crédito fundar-se-á sempre em título de obrigação certa, 
líquida e exigível.
1. CERTEZA
• Trata-se de pré-requisito para os outros, como a liquidez e a exigibilidade. Só
haverá a certeza quando do próprio título for possível aferir-se a existência da
obrigação, não dependendo de qualquer elemento extrínseco ao título.
• Assim, deverá bastar a simples leitura do título para averiguar quem é o credor, o
devedor, a obrigação contraída, o valor da obrigação, qual o vencimento. Sendo
possível a análise de todos esses requisitos pelo próprio título.
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 15
2. LIQUIDEZ
• Trata-se da aferição do valor da obrigação. Refere-se a expressão monetária
contida no título.
• Destaque-se que os títulos executivos extrajudiciais deverão ser sempre líquidos,
pois inadmitem a complementação dos requisitos por elementos extrínsecos ao
próprio título de crédito. Em outras palavras, trata-se da capacidade de
identificação do objeto da obrigação.
• Já os títulos executivos judiciais poderão representar uma obrigação líquida ou
ilíquida, pois admite-se a instauração da fase de liquidação de sentença, que
antecede ao cumprimento de sentença.
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 16
3. EXIGIBILIDADE
• Trata-se do direito de agir (processual) do credor em exigir o cumprimento da
obrigação por meio da execução, devendo inexistir qualquer condição que
impeça a satisfação do direito declarado no título de crédito.
“O título executivo extrajudicial é apto a embasar processo executivo quando se
mostrar exigível. Assim, enquanto o devedor não se torna inadimplente com sua
obrigação nele representada, não se mostra válida a propositura de execução
diante da falta de uma das condições da ação, qual seja, a exigibilidade. […]”
(STJ, 3ª Turma, AgInt nos EDcl no REsp 1538579/PE, Rel. Min. Moura Ribeiro, julgado em 01/05/2017, publicado em
29/05/2017)
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 17
ORIGEM DO TÍTULO EXECUTIVO: Judicial ou extrajudicial 
• Denota-se pelas alterações que se consagraram no Código de Processo Civil, desde o
ano de 1994 (Lei n. 8.952/94, Lei n. 10.444/2002, Lei n. 11.232/2005, Lei n.
11.328/2006 e, finalmente, Lei n. 13.105/2015), que o legislador distinguiu as duas
espécies de tutela jurisdicional executiva por meio da forma de provocação da
jurisdição e dos atos processuais que são praticados em um e outro caso.
• Tais formas de provocação serão estudadas separadamente para cada espécie de tutela
jurisdicional (títulos executivos judiciais e extrajudiciais), bem como os diversos
procedimentos que são adotados, a depender do tipo de obrigação inadimplida (pagar
quantia certa, entrega de coisa, fazer e não fazer, contra a Fazenda Pública e alimentos).Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 18
MODALIDADES DA OBRIGAÇÃO 
Prof. ANA PAULA LEIKO SAKAUIE 19
TÍTULOS EXECUTIVOS 
JUDICIAIS E 
EXTRAJUDICIAIS