A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Resumo sobre Nome Empresarial

Pré-visualização | Página 1 de 1

DIREITO EMPRESARIAL
NOME EMPRESARIAL
· As regras referentes ao nome empresarial estão previstas do artigo 1.155 ao artigo 1.168, do Código Civil;
· Não se confunde com o nome fantasia – comercial;
· É extrapatrimonial, ou seja, não possui valor econômico;
· Efeito erga omnes: protegido contra todos;
· Em regra, é inalienável (artigo 1.164 do Código Civil).
1. Tipos de nomes empresariais:
1.1 Firma: Consiste no uso do nome do empresário + um complemento que manifeste o gênero da atividade.
1.2 Denominação: Consiste em um nome fantasia, utiliza-se no nome o objeto da sociedade e, é facultado, a colocação do nome de um ou mais sócioes.
2. Espécies de Nomes Empresariais:
2.1 Firma Individual: É composta pelo nome do empresário individual, razão pela qual só pode ser utilizada pelo empresário individual;
2.2 Firma Social ou Razão Social: É composta pelos patronímicos de um ou mais sócios, e pode ser utilizada por sociedade em nome coletivo, sociedade em comandita simples, sociedade limitada e sociedade em comandita por ações;
2.3 Denominação Social: É um nome inventado/fantasia, e pode ser utilizada por sociedade anônima – S.A, sociedade limitada e sociedade em comandita por ações.
3. Princípios: 
3.1 Princípio da Veracidade: o nome empresarial não pode induzir a erro, e deve sempre demonstrar a realidade da atividade e dos sócios.
3.2 Princípio da Novidade: o nome empresarial deve ser inovador, ou seja, diferente dos nomes já registrados (artigo 1.163 do Código Civil).
3.3 Princípio da Unidade: há a exclusividade do uso do nome, existindo a impossibilidade de serem utilizados nomes semelhantes, a fim de evitar a concorrência desleal.