A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Motor

Pré-visualização | Página 1 de 1

Sistema Motor
O controle motor está intimamente ligado com o sistema sensitivo, onde momento a momento estão chegando grande quantidade de impulsos sensoriais (visão, audição, propriocepção e informações do sistema vestibular).
Tipos de Movimento:
Movimentos voluntários: são caracterizados por terem propósito, podem ser provocados por um estimulo externo ou pelo simples desejo; tem objetivo definido; podem ser aprendidos e sua execução melhora com a prática (ler, manipular um objeto, datilografar).
Respostas reflexas: são rápidas com certo grau de estereotipias e involuntários, podendo em certo grau ser controlados pelo estimulo que o provocou (reflexo patelar, retirar a mão de um objeto quente, tossir).
Padrões motores rítmicos: onde só o inicio e o término da sequência tem caráter voluntário; uma vez iniciados os movimentos são relativamente estereotipados, sendo os movimentos podem continuar automaticamente como se fossem reflexos (andar, correr, mastigar).
Organização Hierárquica do Movimento
Córtex: propósito e comando do movimento.
Núcleos da Base e Cerebelo: formação do plano motor e ajustes motores.
Tronco Cerebral: controle da postura e equilíbrio.
Medula Espinhal: nível mais baixo da organização hierárquica; circuitos neurais que mediam reflexos e automatismos rítmicos.
Receptores Sensoriais Musculares
Fuso Neuromuscular: é um receptor sensorial proprioceptivo em forma de fuso composto por feixes de fibras musculares. As fibras intrafusais são do tipo fibras com saco nuclear (estáticas e dinâmicas) e fibras nuclear em cadeia. E são mais sensíveis a alterações do comprimento muscular, o músculo se comprimi e alonga as terminações nervosas, diminuindo a sua despolarização.
· Reflexo monossináptico: um neurônio sensitivo e um neurônio motor.
· Reflexo de Estiramento: ocorre alongamento da fibra muscular, o fuso envia sinais sensitivos à medula espinal e a resposta é uma contração deste mesmo músculo para evitar a ruptura de suas fibras, gerando uma resposta protetora.
Órgão Tendinoso de Golgi: um receptor sensorial proprioceptivo, localizado nas inserções das fibras musculares com os tendões dos músculos esqueléticos. E são muito sensíveis a alterações na tensão do músculo que ao comprimir e alongar as terminações nervosas, aumenta a sua despolarização. 
· Reflexo polissináptico: mais de um neurônios de associação.
· Reflexo de Retirada: retirada de um membro do corpo frente a estímulos como dor, picada e calor de forma inconsciente.
Unidade motora 
É composta por um único neurônio motor alfa, placas motoras e todas as fibras musculares que ele inerva. Substâncias químicas especializadas são liberadas pelo neurônio motor em resposta a um impulso nervoso. Em seguida, essas substâncias químicas geram eventos no interior da célula muscular que resultam em contração ou encurtamento desta.
Área cortical:
Cortex Motor Primário: Iniciação do comportamento motor
Córtex Somatosensorial Primário: Recebe informação tátil do corpo (tato, vibração, temperatura, dor)
Córtex Prefrontal :Planejamento, emoção, julgamento
Córtex de Associação Motor: Coordenação do movimento complexo
Centro da Fala: Produção da fala e articulação
Córtex Aditivo: Detecção da intensidade do som
Área de Associação Auditiva: Processamento complexo da informação auditiva e memória.
Área de Associação Visual: Processamento complexo da informação visual, percepção do movimento
Córtex Visual: Detecção de estímulo visual simples
Área de Wernicke: Compreenssão da linguagem
A contração muscular no nível cortical
Área motora primária, área pré-motora, área motora suplementar.
Trato corticoespinhal lateral e trato corticoespinhal medial se comunicam com as vas mediais e laterais da mmedula. 
Segue três passos: preparo e intenção (córtex pré-motor), planejamento e organização (córtex suplementar) e ação (córtex motor primário).
Aparelho vestibular
3 canais semicirculares – rotação da cabeça --Utrículo e sáculo – inclinação da cabeça.
Cerebelo
Manutenção do equilíbrio e da postura, controle do tônus muscular, planejamento dos movimentos voluntários.
“Controle de qualidade das ações musculares”, ou seja, ele compara o ideal planejado pelo córtex com o que foi executado. Para tanto, o córtex manda uma “cópia” do estímulo para o cerebelo, que a compara com o estímulo também enviado a ele pelos neurônios da medula. O cerebelo é capaz de aprender com os próprios erros.
Também é relacionado com o equilíbrio e postura, principalmente no equilíbrio rápido. As atividades rápidas dependem do cerebelo (tocar piano, digitar)
Núcleos da base
5 núcleos corticais: caudado, putâmem, globo pálido, núcleo subtalâmico e substância negra.
Organização do movimento
Ideia – pré-frontal
Planejamento motor – pré-motor
Execução – motor primário
Movimento - músculo