A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
06 - GLICOPEPTÍDEOS, LIPOPEPTÍDEOS, OXAZOLIDINONAS

Pré-visualização | Página 1 de 1

Fabiana A. Getulino - ATM2023 
 
GLICOPEPTÍDEOS, 
LIPOPEPTÍDEOS, 
OXAZOLIDINONAS. 
 
 
CARACTERÍSTICAS: 
• Inibição da síntese de parede bacteriana 
o Desestabilização da membrana 
plasmática 
o Alteração da permeabilidade membrana 
o Interferência na síntese de RNAm. 
• Sítios de ação distintos dos beta-lactâmicos 
o Por isso, não é errado associar beta-
lactâmicos aos glicopeptídeos, já que 
essas classes de medicamentos não se 
antagonizam. 
• Espectro de ação curto: 
o Germes gram positivos → Estreptos, 
Estáfilos (MRSA) e Enterococos - e alguns 
anaeróbios (Clostridium) → (Esses 
antibióticos são destinados a infecções 
mais graves causadas por germes 
resistentes, não infecções de 
comunidade). 
o Geralmente, são medicamentos restritos 
a uso intra-hospitalar. 
PRINCIPAIS REPRESENTANTES: 
o VANCOMICINA 
o TEICOPLANINA 
 
→ VANCOMICINA 
• Via de administração: IV 
• Uso clínico restrito ao ambiente hospitalar; 
• Cobertura: 
o Estreptos, Estáfilos, Enterococos e 
Anaeróbios (Clostridium). 
• Aplicação Prática: 
o Infecções por Estáfilos resistentes (MRSA) 
→ Geralmente hospitalares - Droga de 
escolha. 
o Estáfilos de resistência intermediária à 
vancomicina usar: Linezolida ou 
Daptomicina 
o Associação com Gentamicina → cobrir 
enterococos resistentes; 
▪ Alternatiivas: Ampicilina-
Sulbactan, Linezolida, 
Daptomicina ou até 
Estreptograminas; 
o Antigamente, se usava a Vancomicina via 
oral contra Clostridium → Atualmente se 
usa o Metronidazol. 
• Síndrome do Homem Vermelho = Reação de 
hipersensibilidade que pode ocorrer após o uso de 
Vancomicina. 
 
→ TEICOPLANINA 
• Via de administração: IV e IM 
• Uso clínico restrito ao ambiente hospitalar 
• Meia vida longa (aprox. 24h) 
• Possibilidade de uso ambulatorial → infecções 
prolongadas (EX: Paciente fez cirurgia ortopédica 
>>> Teve Osteomielite por MRSA >>> Há a 
possibilidade de mandar o paciente para casa e 
indicar uso de Teicoplanina, já que esse 
medicamento tem uma longa meia vida e pode ser 
administrada IM). 
• Cobertura: 
o Estreptos, Estáfilos, Enterococos e 
Anaeróbios (Clostridium) 
• Aplicação prática: 
o Alternativa à Vancomicina 
o Infecções por Estáfilos resistentes (MRSA) 
- geralmente hospitalares. 
o Estáfilos de resistência intermediária → 
Linezolida ou Daptomicina. 
 
 
CARACTERÍSTICAS: 
• Mecanismo de ação: 
o Despolarização de membrana 
o Inibição da síntese proteica, do DNA e 
RNA 
PRINCIPAL REPRESENTANTE: 
→ DAPTOMICINA 
• Via de administração: IV 
• Novo medicamento e de alto custo 
• Cobertura: 
o Estáfilos MRSA e Enterococos (incluindo 
os resistentes aos glicopeptídeos), além 
dos Estreptos e do Clostridium. 
• Aplicação prática: 
GLICOPEPTÍDEOS 
LIPOPEPTÍDEOS 
Fabiana A. Getulino - ATM2023 
 
o Alternativa à Vancomicina nos casos de 
resistência dos Enterococos e Estáfilos. 
 
 
 
CARACTERÍSTICAS: 
• Mecanismo de ação: inibição da síntese proteica 
• Efeito Bacteriostático 
PRINCIPAL REPRESENTANTE: 
→ LINEZOLIDA 
• Via de administração: IV e VO 
• Cobertura: 
o Estáfilos MRSA e Enterococos (incluindo 
os resistentes aos glicopeptídeos), além 
dos Estrepto e do Clostridium. 
• Aplicação prática: 
o Alternativa à Vancomicina nos casos de 
resistência dos Enterococos e Estáfilos. 
OXAZOLIDINONAS