A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
11- ANFENICÓIS

Pré-visualização | Página 1 de 1

Fabiana A. Getulino - ATM2023 
 
ANFENICÓIS 
CARACTERÍSTICAS: 
• Inibição da síntese de proteínas 
• Mecanismo de ação semelhante aos macrolídeos e 
lincosamidas: 
o Competição pelos sítios de ação → 
alteração dos mecanismos de ação → 
alteração dos efeitos finais. 
• Ação bactericida e bacteriostática. 
• Excelente penetração tecidual, incluindo SNC 
o Atravessa a BHE e BFP 
• Grande quantidade de efeitos tóxicos. 
• Drogas pouco seguras: 
o Gestantes → contraindicado 
(teratogênese fetal) 
o Lactantes → contraindicado (“síndrome 
do bebê cinzento”). 
• Efeitos adversos importantes: 
o Anemia aplásica (rara) 
▪ Reversível/transitória x 
Irreversível/fatal (rara) 
• Interações medicamentosas: 
o Inibição do Citocromo P450 
▪ Aumenta a meia vida da 
Warfarina, Fenitoína e 
Antirretrovirais. 
PRINCIPAIS REPRESENTANTES: 
o TIANFENICOL (mais antigo; não usado mais, 
na prática). 
 
→ CLORANFENICOL 
• Via de administração: VO, parenteral, tópico, 
ocular 
• Cobertura: 
o Gram positivo: estrepto, mas não cobre 
estáfilos. 
o Gram negativo: Neisserias, Shiguella, 
Salmonela, Hemófilos, mas não contra 
pseudomonas. 
o Germes anaeróbios (bacteroides) e 
atípicos. 
• Aplicação prática: 
o Meningites por pneumococo, 
meningococo, hemófilos; (Trata - se de 
uma boa medicação nesses casos, haja 
vista sua boa penetração na BHE). 
o Febre tifoide → Salmonela 
o Disenteria → Shiguella 
o Infecções por bacteroides 
OBS: Alternativas em pacientes alérgicos à beta-lactâmicos. 
• Sempre cuidar ao administrar o Cloranfenicol 
devido aos seus muitos efeitos tóxicos. É 
importante analisar os fatores de Risco X 
Benefícios.