A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
12 - SULFONAMIDAS

Pré-visualização | Página 1 de 1

Fabiana A. Getulino - ATM2023 
 
SULFONAMIDAS 
CARACTERÍSTICAS: 
• Mecanismo de ação: age bloqueando etapas de 
formação de ácido fólico pelas bactérias. Isso 
impede a síntese e maturação do DNA bacteriano. 
• As primeiras sulfonamidas não eram muito boas do 
ponto de vista de absorção gastrointestinal; não 
tinham uma potência terapêutica muito boa. Então, 
foi descoberto o TRIMETOPRIM, o qual passou a ser 
usado em sinergismo com as sulfonamidas para que 
se tenha uma potência terapêutica maior e um 
mecanismo de ação mais eficaz. 
• Bactericida (quando utilizadas em sinergismo) x 
Bacteriostático (em monoterapia) 
• Boa penetração tecidual: 
o Líquidos corporais 
o BHE → SNC 
o BFP → circulação fetal. 
• Resistência bacteriana: 
o Produção de PABA 
o Alteração enzimática 
o Enzimas de baixa afinidade 
• Geralmente, os germes que costumam fazer 
resistência às Sulfonamidas, não costumam fazer 
resistência direta às quinolonas e aos 
aminoglicosídeos (que têm espectro de ação 
relativamente parecido ao das sulfas). 
• Efeitos adversos consideráveis: 
o Sinais e sintomas constitucionais 
o Erupções cutâneas e cristalúria 
(relacionada às Sulfas mais antigas) 
o Distúrbios hematológicos (anemia 
hemolítica aguda) e Kernicterus 
(=encefalopatia por bilirrubina indireta). 
• Contraindicações: 
o Último mês da gestação 
o Lactação 
PRINCIPAIS REPRESENTANTES: 
CLASSIFICAÇÃO POR TEMPO DE AÇÃO: 
o AÇÃO CURTA → Sulfadiazina 
o AÇÃO INTERMEDIÁRIA → 
Sulfametoxazol-Trimetoprim 
o AÇÃO LONGA → Outros 
CLASSIFICAÇÃO POR LOCAL DE AÇÃO: 
o Ação no TGI → Mesalazina 
o Ação imunossupressora → Sulfasalazina 
→ SULFAMETOXAZOL-TRIMETOPRIM (Bactrim / 
Cotrimoxazol): 
• Cobertura: 
o Germes gram positivos (estáfilos MSSA e 
MRSA comunidade) 
o Germes gram negativos (enterobactérias, 
principalmente a E. coli) 
o Bactérias superiores (EX: actinobactérias) 
o Fungos (tratamento de pneumocistose) e 
protozoários (Toxoplasma). 
• Aplicação prática: 
o ITU, IVAS, infecções de pele e partes moles 
o Toxoplasmose (1ª linha) 
o Doenças oportunistas do HIV/AIDS 
▪ Pneumocistose, isosporidíase (1ª 
linha). 
 
→ SULFADIAZINA DE PRATA: 
• Cobertura: 
o Espectro de ação é praticamente o mesmo 
do Bactrim 
• Aplicação prática: 
o Muito usada em infecções de pele, 
sobretudo causado por S. aureus. 
o Queimaduras (indicação principal): 
▪ Ação antimicrobiana e 
cicatrizante.