A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Didática da Língua Portuguesa - Dicas de Prova

Pré-visualização | Página 1 de 1

Anhanguera Licenciatura Pedagogia – 6º Semestre 
Matéria: Didática da Língua Portuguesa 
Dicas de estudo para prova 
 
 
GOSTOU DO MATERIAL? Então não se esqueça de curtir! 
Avanço teórico 
• Skinner (behaviorismo): era possível educar qualquer pessoa para se chegar à 
perfeição, por meio de aprendizado programado. 
• Noam Chomsky: a língua não é uma habilidade que se desenvolve por meio do 
estímulo e resposta, punição e recompensa (proposta de Skinner). 
• A mente humana apresenta um módulo, constituído geneticamente, em que está 
a capacidade de desenvolver a linguagem (língua). 
Em contato com o meio linguístico de sua comunidade, a criança adquirirá a língua 
sem esforço, pois já nasce dotada geneticamente para desenvolver essa habilidade de 
linguagem. 
A experiência servirá para possibilitar as entradas linguísticas (gerativismo). 
 
Aquisição da Língua Materna 
É uma subárea dos estudos linguísticos (da psicolinguística: preocupa-se com a 
relação entre processamento e aprendizagem de línguas). 
A aquisição da linguagem se divide em três subáreas 
 
Abordagens Teóricas 
• Behaviorismo - Skinner 
• Inatismo - Chomsky 
• Cognitivismo construtivista – Piaget 
• Sociointeracionismo – Vygotsky 
A ideia mais importante dos teóricos 
 
Skinner 
Behaviorismo 
aquisição da 
linguagem 
se dá por meio do 
estímulo-resposta 
 
 
Chomsky 
Inatismo 
Linguagem inata e 
superior a outras 
habilidades 
 
Piaget 
Cognitismo 
Capacidade genética 
de adquirir 
conhecimento. A 
linguagem é mais 
um conhecimento. 
 
 
Vygotsky 
Interacionismo 
A linguagem não é superior 
as outras capacidades 
humanas. A linguagem se 
desenvolve por meio da 
interação. 
 
 
 
GOSTOU DO MATERIAL? Então não se esqueça de curtir! 
2 Anhanguera - Pedagogia – Didática da Língua Portuguesa 
Campos da Linguística 
 Ciência da linguagem 
 Fonologia 
 Morfologia 
 Sintaxe 
 Análise do discurso 
 Semântica 
 Linguística Textual 
 Linguística Aplicada 
 
A Linguística e Seus Campos de Estudo 
“A linguística, que é parte de uma outra ciência chamada semiótica, é o estudo 
científico da linguagem. Seu objeto de estudo está voltado para a explicação de como 
a linguagem humana funciona e de como são as línguas em particular” (CAGLIARI, 
2002, p. 42) 
 
Os estudos Linguísticos se dividem em diversas áreas 
• Fonética: estuda os sons da fala (mecanismos de produção e audição); 
• Fonologia: preocupa-se também com os sons da língua, mas do ponto de vista de sua 
função (as distinções básicas entre os sons que formam as palavras de uma língua); 
• Morfologia: estuda as regras de combinação entre os morfemas formando unidades 
maiores = radical + vt + desinência. Ex: amaremos 
• Sintaxe: contém as regras de combinação das palavras para a formação de 
sentenças. Ordenamento das palavras dentro da oração. 
 
Influência dos aspectos fonológicos 
• A Importância do Conhecimento Fonológico 
• Reação negativa do professor aos “erros” dos alunos. 
• Falta de conhecimento dos professores sobre o fenômeno natural, qual seja, a 
interferência da fonologia na escrita. 
 
 
GOSTOU DO MATERIAL? Então não se esqueça de curtir! 
3 Anhanguera - Pedagogia – Didática da Língua Portuguesa 
“O aluno não comete “erros” de maneira irrefletida, mas justamente o contrário: 
todos os enganos demonstram o uso inadequado de recursos possíveis do próprio 
sistema ortográfico de escrita.” (CAGLIARI, 2002, p. 124). 
 
O Sistema Sonoro do Português 
• Segmentos Fonológicos: sons vocálicos e consonantais (Fonemas). 
• Subsegmentos: tonicidade, ritmo, entonação. 
Fonemas Vocálicos: /a/, /e/, /i/, /o/, /u/ (o ar passa livremente pela cavidade bucal 
ou buconasal). 
Fonemas Semivocálicos: /y/, /w/. 
Fonemas Consonantais: /b/, /k/, /d/, /f/, /g/, /r/, /s/ etc. (caracterizados pela 
obstrução total ou parcial da passagem de ar nas cavidades faríngeas ou bucais, 
quando articuladas). 
 
Conhecimento Fonológico 
• Posição da vogal nas sílabas. 
• Posição das consoantes. 
• Núcleo da sílaba. 
• A posição da semivogal: ocupam a posição onset ou coda na sílaba, como as 
consonantes. 
 
 
Por que trabalhar a oralidade em sala de aula? 
É preciso levar os alunos a desenvolver a oralidade, pois assim terá condições de se 
comunicar sem medo em qualquer situação de uso da língua. 
O objetivo do PCN é orientar as práticas e conteúdos didáticos do sistema 
educacional, respeitando as características culturais de cada região. 
A prática da atividade de se falar em público e o aprendizado de técnicas adequadas 
podem auxiliar o aluno em situações de exposição em público na fase adulta. 
 
 
GOSTOU DO MATERIAL? Então não se esqueça de curtir! 
4 Anhanguera - Pedagogia – Didática da Língua Portuguesa 
 
Compreensão e Produção Escrita 
“A linguagem escrita difere fundamentalmente da falada porque carece de uma 
dinâmica temporal que é essencial.” 
A linguagem escrita é uma criação do homem, não é adquirida naturalmente pela 
criança como é a linguagem oral (teoria inatista: apenas com o contato com pessoas 
ao seu redor, a criança adquire a fala). 
 
Língua Portuguesa 
O ato de escrever é, sem dúvida, complexo. 
O ato de escrever envolve um conjunto de processos e ações que fazemos, muitas 
vezes, até de forma involuntária: 
 ativar a memória, o raciocínio, fazer uso das habilidades motoras e de 
várias outras. 
 Isso é desgastante. 
 
A escrita é uma prática social 
A escrita é uma prática social e, como tal, exige que o escritor se relacione com o 
assunto e tenha muitos cuidados além de se preocupar com o leitor.” (ALVES, 2013, 
p. 77) 
Os Parâmetros Curriculares Nacionais indicam várias diretrizes sobre a forma de se 
ensinar Língua Portuguesa. O objetivo do PCN é orientar a prática pedagógica dos 
docentes. 
 
Para quê? 
Para que possam buscar inserir seus alunos em práticas sociais letradas por meio do 
aprendizado da língua padrão em seus diferentes gêneros e contextos. 
 
Por que trabalhar a oralidade em sala de aula? 
É preciso levar os alunos a desenvolver a oralidade, pois assim terá condições e se 
comunicar sem medo em qualquer situação de uso da língua. 
 
 
GOSTOU DO MATERIAL? Então não se esqueça de curtir! 
5 Anhanguera - Pedagogia – Didática da Língua Portuguesa 
O objetivo do PCN é orientar as práticas e conteúdos didáticos do sistema 
educacional, respeitando as características culturais de cada região. 
A prática da atividade de se falar em público e o aprendizado de técnicas adequadas 
podem auxiliar o aluno em situações de exposição em público na fase adulta. 
 
Para Gomes (2013) 
O PCN de Língua Portuguesa destaca a importância da leitura para os alunos, já que 
ela pode: 
 Ampliar a visão de mundo e inserir o leitor na cultura letrada. 
 Estimular o desejo de outras leituras. 
 Possibilitar a vivência de emoções, o exercício da fantasia e da 
imaginação. 
 Permitir a compreensão do funcionamento comunicativo da escrita: 
escreve-se para ser lido. 
 Expandir o conhecimento a respeito da própria leitura. 
 Aproximar o leitor dos textos e os tornar familiares — condição para a 
leitura fluente e para a produção de textos. 
 Possibilitar produções orais, escritas e em outras linguagens. 
 Informar como escrever e sugerir sobre o que escrever. 
 Ensinar a estudar. 
 Possibilitar ao leitor compreender a relação que existe entre a fala e a 
escrita. 
 Favorecer a aquisição de velocidade na leitura. 
 Favorecer a estabilização de formas ortográficas. 
 
 
Pratique os seus conhecimentos! 
Resolva a lista de exercícios Didática da Língua Portuguesa - 25 Exercicios com 
resposta dos temas 1 a 5 da minha lista de materiais “Anhanguera - Licenciatura 
Pedagogia - 6ª Série”. 
 
 
 
 
GOSTOU DO MATERIAL? Então não se esqueça de curtir! 
6 Anhanguera - Pedagogia – Didática da Língua Portuguesa

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.