A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Atividade | Circulação - Fisiologia Animal Comparada

Pré-visualização | Página 1 de 3

Disciplina: Fisiologia Animal Comparada 
Prof: André Pessanha 
Mestrando estagiário: Juan Alves 
Nome do aluno: Bruna Danielly A. A. Moreira
Sistemas Circulatórios 
01- Abaixo, seguem cinco modelos biológicos. A respeito destes, responda: 
 
a) Em C, qual a importância da musculatura no processo circulatório? Identifique o nome desta musculatura e explique sua resposta. 
	Como apresentam circulação aberta (ausência de capilares), para que o sangue volte para os corações, estes organismos utilizam a musculatura esquelética, movendo as patas e asas, promovendo a abertura dos óstios, o que garante que a hemolinfa retorne da hemocele para os corações e, assim, diga até a aorta, banha a região cefálica e a hemocele novamente. Os músculos envolvidos nesta movimentação são os aliformes ou alários. 
	
b) Em qual (ais) destes modelos a difusão é ainda utilizada como meio de transporte e circulação de substâncias entre o tecido e o meio? Explique. 
Em A e B. Esses organismos são seres avasculares e, por isso, não apresentam vasos condutores, nem sangue, nem órgãos propulsores.
c) D e E, são organismos biológicos invertebrados com sistema circulatório do tipo fechado. Por que podemos classificar seu sistema circulatório desta forma? 
Porque o sangue nestes animais só é transportado no interior de vasos que fazem a distribuição dos gases e nutrientes para os tecidos. 
d) Qual (ais) destes modelos biológicos não possui sistema circulatório? Este (s) animal (ais) apresentam mecanismos alternativos para propelir líquidos através do corpo? Explique sua resposta de forma sintética. 
	A e B. Nos organismos representados pela imagem A, a água entra no seu corpo pelo poros, por causa do batimento dos flagelos dos seus coanócitos e banha o corpo do animal. Assim, o organismo aproveita o oxigênio e os nutrientes dissolvidos na água. Os organismos representados pela imagem B garantem o transporte de seus fluidos internos através de uma boca, por onde entra a água com os nutrientes dissolvidos, e também com a ajuda dos movimentos musculares e dos tentáculos, que vão auxiliar no movimento desses líquidos.
	
e) Corações acessórios podem estar presentes em qual (ais) animal (ais)? Explique a importância desses corações de acordo com o (os) organismo (s) apontado (s). 
	No C, D e E. No organismo C, como ele possui apenas um grande vaso na região dorsal do corpo, os corações acessórios são importantes para propelir a hemolinfa para a aorta e para outras regiões do corpo, como antenas, asas e patas. Além disso, a presença de vários corações garante um melhor retorno da hemolinfa pelos óstios. No organismo D, por apresentar corpo metamerizado, ele apresenta, em cada segmento, um coração. Juntos, esses corações propelem o sangue ao longo do corpo, com o auxílio de um grande vaso ventral, um grande vaso dorsal e vasos conectores em cada segmento. No organismo E, a presença de corações branquiais e do coração sistêmico é importante por permitir que eles atinjam profundidades e tamanhos corporais maiores, além de permitir elevado metabolismo.
	
02- Exemplifique e aponte as diferenças entre os seguintes termos, usados na classificação dos sistemas circulatórios: circulação aberta x circulação fechada; circulação simples x circulação dupla; circulação completa x circulação incompleta. Dê um exemplo de organismo vivo para cada uma destas classificações. 
Circulação aberta: O sangue (ou hemolinfa) sai do interior dos vasos banha uma cavidade e entra com os tecidos e células. Por isso, não há participação dos capilares. Ex: Nos artrópodes.
Circulação fechada: O sangue flui exclusivamente dentro de vasos. Ex: Oligoquetas e cefalópodes.
Circulação simples: O sangue banha o coração apenas uma vez. Ex: Nos peixes.
Circulação dupla: O sangue passa pelo coração duas vezes. Ex: Nos mamíferos.
Circulação completa: Não acontece mistura do sangue arterial com o sangue venoso. Ex: Nas aves.
Circulação incompleta: Ocorre mistura do sangue venoso com o sangue arterial no coração. Ex: Anfíbios.
03- Observe as afirmações abaixo e as julgue como verdadeira (V) ou falsa (F). Em seguida, justifique as falsas. 
a) (F) Artérias são vasos aferentes de diâmetro grande e paredes grossas que conduzem o sangue rico em oxigênio para os tecidos metabolicamente ativos. 
As artérias são vasos eferentes em relação ao coração. Elas saem do coração levando o sangue rico em oxigênio, no caso da artéria aorta. Mas também podem levar sangue venoso, como a artéria pulmonar, que leva o sangue até os pulmões para ser oxigenado.
b) (V) Nos animais com circulação sistêmica o sangue flui com maior pressão e retorno mais lento ao coração. 
c) (V) Todos os Crustáceos possuem os mais sofisticados sistemas circulatórios abertos de todos os invertebrados. Todas as áreas do seu corpo são altamente perfundidas por artérias, arteríolas e vasos finos semelhantes a capilares. Assim, embora os sistemas circulatórios dos crustáceos sejam estruturalmente abertos, eles podem atuar funcionalmente como sistemas fechados.
d) (V) Toda circulação do tipo aberta trabalha sob baixa pressão e o sangue flui em um circuito contínuo. 
e) (V) Os corações com câmaras não são os únicos tipos de estruturas bombeadoras encontradas em sistemas circulatórios animais. Órgãos que não estão estritamente associados com o sistema circulatório, como os músculos esqueléticos, podem ser usados para desenvolver gradientes de pressão. 
f) (V) A circulação dupla surge com o desenvolvimento dos pulmões. 
g) (V) O coração branquial dos cefalópodes recebe sangue venoso para ser levado até as brânquias para sofrerem hematose. 
h) (F) Nas minhocas o fluxo sanguíneo é mantido por um único coração localizado na parte anterior do corpo. 
	Nas minhocas, como possuem corpo segmentado e capacidade de metamerização, em cada segmento vai ter a presença de um coração. Ou seja, serão vários corações ao longo do corpo do animal.
i) (F) Capilares são vasos delgados com camadas íntimas, média e adventícia, extremamente finas. Estas finas paredes permitem a passagem de substâncias entre o sangue e os tecidos. 
	Apesar de outros vasos, como veias e artérias, apresentarem as camadas íntima, média e adventícia, os capilares precisam ser delgados para realizarem a hematose tecidual, garantindo que os tecidos sejam supridos, tanto com oxigênio quanto com nutrientes. Sendo assim, eles apresentam uma única camada de células endoteliais.
j) (V) Nos anfíbios, uma valva espiral dentro do cone arterial direciona o sangue desoxigenado para a artéria pulmocutânea, que leva ao pulmão e à pele, e o sangue oxigenado para as artérias sistêmicas. 
k) (F) O estilo de vida atlético de Salmonídeos, com algumas espécies migrando milhares de quilômetros, exige uma estrutura cardíaca que suporte estas atividades. Portanto, no coração de um salmão maduro, o ventrículo é inteiramente composto por miocárdio compacto. 
	Para suprir a alta demanda metabólica, os Salmonídeos migratórios apresentam uma camada considerável de miocárdio compacto. Porém, ainda apresentam também miocárdio esponjoso, mesmo que em menor quantidade, quando comparado ao miocárdio de outros peixes de vida mais “passiva”.
l) (V) Nos crocodilos, o septo interventricular impede que ocorra desvio de sangue esquerda-direita (rico em oxigênio). 
m) (V) O coração dos girinos possuem duas cavidades, por conta de sua respiração branquial. 
04- Um professor, em sala de aula, ao ensinar sobre Sistemas Circulatórios, fez a seguinte afirmação: “O coração dos répteis crocodilianos apesar de possuir um coração com quatro câmaras independentes, ainda há mistura parcial de sangue oxigenado e desoxigenado, caracterizando-os como animais de circulação incompleta”. Sobre as informações expostas pelo professor, responda: 
a) A mistura de sangue oxigenado e desoxigenado, a que o professor se refere, ocorre em qual situação? Qual a importância fisiológica disso? Justifique sua resposta, explicando o processo. 
Acontece nas situações em que estes organismos